RESUMO - PowerPoint

Document Sample
RESUMO - PowerPoint Powered By Docstoc
					           RESUMO
   O que é um resumo?
   Qual a sua finalidade?
   Em que contextos o resumo circula e
    qual é o perfil de seus leitores?
   Qual a sua estrutura e como é a
    linguagem utilizada na sua elaboração?
   Por que a Paráfrase é tão importante
    para se escrever um resumo?
     O resumo é um gênero textual que
deve apresentar a condensação FIEL das
informações contidos no texto original.

     Resumir um texto significa reduzi-lo a seu
esqueleto essencial, levando-se em conta:

 Cada uma das partes essenciais do texto;
 A progressão em que eles se sucedem;
 A correlação que o texto estabelece entre cada
uma dessas partes.
    Resumir é apresentar, com as
próprias palavras, os pontos relevantes
de um texto.

ATENÇÃO:
      A reprodução das frases do texto, em
geral, mostra que ele não foi compreendido. A
COLGEM DE FRAGMENTOS DO TEXTO
ORIGINAL NÃO É UM RESUMO!
      Antes de resumir um texto ou vários,
como é o caso de um resumo de coletânea, é
preciso conhecer os mecanismos que nos
permitem      transmitir    uma    mesma
informação, com palavras diferentes das
utilizadas no texto original, numa relação
de sinonímia. A esse mecanismo damos o
nome de PARÁFRASE.
 “Ficar sem net é o mesmo que ser
             roubado”
     Ficar desconectado tem o mesmo efeito no
cérebro do que estar uma hora atrasado para
uma reunião importantíssima. Ou, então,
prestar vestibular e, na pior das hipóteses, SER
ROUBADO.
     De acordo com um estudo, o nível de
estresse dos homens sem internet é pior à noite.
Enquanto que as mulheres se sentiam mais
estressadas se ficavam sem conexão durante o
dia.
                   (Revista Super Interessante)
       Paráfrase do texto

     Não ter acesso à internet causa a
mesma sensação de estar atrasado para
uma reunião muito importante, ou para a
prova do vestibular, e pode até ter provocar
o mesmo efeito de ser roubado.
     Para os homens, a falta de Internet
aumenta o estresse sobretudo à noite e,
para as mulheres, durante o dia.
A paráfrase pode aplicar-se também a
  textos narrativos, charges e tiras.
      Observe o exemplo abaixo:
     A tira foi escrita por meio do discurso
direto (o personagem fala sem a
intervenção de um narrador), mas essa
mesma história poderia ser contada de
uma outra maneira, em discurso indireto,
por exemplo. Assim, teríamos a mesma
história escrita e narrada de modo
diferente, com o mesmo sentido.
Passos para a elaboração do
          resumo
  Ler uma vez o texto ininterruptamente com
 a preocupação de responder genericamente à
 seguinte pergunta: do que trata o texto?

  Leitura com interrupções, com o lápis na
 mão, para compreender o significado de
 palavras difíceis e para captar o sentido de
 frases mais complexas;

  Fazer uma segmentação do texto em blocos
 de idéias. Em seguida, com palavras mais
 abrangentes, resumir a idéia ou as idéia
 centrais de cada fragmento;
   Com suas palavras, redija o texto procurando não
apenas condensar os segmentos, mas encadeá-los na
progressão em que se sucedem no texto e estabelecer
a relação entre eles;

   Inserir a voz do autor do texto, já que você está
reproduzindo a voz do autor do texto original.
 A feira dos mortais e dos imortais
          (Leonardo Boff)
      Com freqüência, comparece nas colunas
sociais dos periódicos a feira das vaidades. Há
disputa para entrar no cercadinho onde estão as
celebridades, geralmente, modelos da moda ou
artistas conhecidos.
      Travam-se verdadeiras batalhas para
conquistar um lugar na primeira fila e ganhar
visibilidade. Na época do carnaval, então, isso
chega     ao seu paroxismo. Nos palácios de
governo, os políticos se acotovelam para estar
fisicamente mais perto do chefe.
       Como     combinar      esses    dois     cenários?
Espontaneamente me vêm à mente o relato do dilúvio.
Indiferentes à maldade que grassava no mundo, as
pessoas, dizem os textos, “comiam e bebiam, sem se dar
conta de nada, até que veio o dilúvio que arrebatou a
todos”. Não precisamos do dilúvio. Baste-nos a certeza de
que todos, também os glamourosos, são mortais. Com o
tempo, a beleza se esfuma, os achaques aparecem, o
envelhecimento é irrefreável e por fim todos morrem.
Carregamos apenas o bem que tivermos feitos e nada do
glamour e da fama. É a condição humana que importa
nunca esquecer para não parecermos frívolos
ou ridículos.
      Outra cena. Em função do trabalho de
assessoria a grupos populares, encontro outra
paisagem social: pessoas das periferias,
habitantes de comunidades carentes que
chamam      de    “favelas”,    grande    parte
trabalhadora e honesta, enfrentando, dia a dia,
a dura luta pela sobrevivência. Os rostos
vincados, as mãos calosas, o olhar determinado
mostram os sinais da luta renhida pela vida. Os
glamourosos os vêem com certo desdém, com
receio, no máximo, com pena.
      As fotos nas colunas sociais mostram
pessoas glamourosas, aparentemente felizes,
comendo, bebendo e festejando. Mas basta
vasculhar outras páginas do mesmo jornal para
se ver o outro lado da realidade: violência
generalizada, enfrentamento entre policiais e
gangues da droga, assaltos, assassinatos,
escândalos políticos que nunca param,
crescente favelização das cidades e, por fim, as
ameaças de devastação que pesam sobre o
inteiro Planeta.
      Mal lembram que são seus semelhantes e
imortais. Se os olhássemos nesta ótica, outra seria
a nossa atitude. Daríamos uma pequena chance à
verdade de triunfar sobre os preconceitos.
Descobriríamos o quão monótona e semelhante é a
vida das celebridades mortais! Quão diversificada
e épica é a vida dos simples imortais!
     Resumos do texto “A feira dos
        mortais e dos imortais”
1)
        O texto diz que, com freqüência, comparece nas
colunas sociais dos periódicos a feira das vaidades .
        As celebridades aparecem nas colunas dos jornais
felizes, comendo e bebendo. Mas, elas não olham para o
outro lado da vida. Elas desprezam as pessoas pobres e
simples, porque pensam que são imortais. Mas, no fim todos
nós, somos iguais e não devemos ter preconceito. A vida
deles é muito monótona, porque é muito comum os artistas
usarem drogas, por exemplo. E a nossa é muito difícil, mas,
em compensação, é muito diferente de cada um.
   Observações sobre o resumo
            anterior
Observe que o autor do resumo não fez referência ao
nome do autor, nem tampouco ao nome do texto;

As idéias principais do texto não foram fielmente
condensadas, porque há marcas de pessoalidade e de
opinião, ou seja, o autor do resumo, dissertou;

Há, logo no início do resumo, cópia de fragmentos do
texto original, ao contrário da paráfrase das palavras
do autor, como é o correto.
2)
       O texto “A feira dos mortais e dos imortais”, de
Leonardo Boff discorre sobre a supervalorização da vaidade,
principalmente no âmbito da mídia, pois muitas
“celebridades” lançam mão das mais diversas armas para
ganhar seu espaço no mundo da fama.
       Ao mesmo tempo, o autor estabelece um paralelo
entre o mundo do glamour e a realidade que o cerca,
marcada, principalmente, pela violência, pelas drogas e
pelos escândalos políticos.
       Ao final, apresenta outra situação: a da grande
maioria da população na sua luta diária pela vida e que, de
modo geral, é vista pelos famosos com desprezo, ou, com
pena. No entanto, se observada sob outra perspectiva, essa
realidade pode levar à conclusão do quanto é semelhante a
vida das celebridades mortais, e, por outro lado, de como é
diversa e heróica a vida dos imortais.
         RESUMO DE
         COLETÂNEA

1) O que é?
2) Quais são suas características
  principais?
3) Quais os passos para sua
  elaboração?
     O que é?

     Um resumo de coletânea é
um resumo feito a partir de
textos curtos ou fragmentos de
textos   de    vários  autores,
envolvendo um tema específico.
  As características principais
       Como o resumo não se dá por um texto, a menção ao
autor do texto fonte é substituída por uma frase inicial que
sumarize o tema da coletânea, por exemplo: A coletânea
aborda a questão da...;

       Assim como o resumo de um texto único, o resumo de
coletânea deve apresentar a condensação FIEL das
informações contidas nos textos originais;

       Portanto, o acréscimo de informações que não estejam
no texto original, como opiniões, dados de outros textos ou
quaisquer natureza, inclusive marcas de 1ª pessoa, fogem ao
objetivo do resumo;
  O resumo de coletânea também deve ser
marcado por paragrafação;

   Resumos escritos em um parágrafo são
considerados medianos.
  Passos para a elaboração de um
       resumo de coletânea
1º: O primeiro passo é ler os textos ininterruptamente
para identificar o assunto sobre o qual trata a coletânea
de textos. Esse assunto não será explicitado no comando
da redação, portanto, nesse caso, o candidato terá que
identificar o tema central da coletânea;

2º: A partir desse momento, deve-se proceder da mesma
maneira como no caso de um resumo de texto único:
identificando e selecionando a(s) idéia(s) principais,
nesse caso, de cada texto;
3º: O último passo é organizar essas idéias de modo a
formar um texto coerente, sem, é claro, fazer cópia de
partes dos textos originais.


Obs: As “cópias” são permitidas, desde que de
expressões e/ou frases curtas que devem aparecem
entre aspas e com referência ao autor do texto do qual o
candidato “copiou” aquela informação.
        “O sedentarismo está associado ao comportamento
quotidiano decorrente dos confortos da vida moderna. É
definido também como a falta e/ou ausência. Pessoas com
poucas atividades físicas e que perdem poucas calorias durante
a semana são consideradas sedentárias ou com hábitos
sedentários”.
http://www.pplware.com/2007/11/09/curiodades-sedentarismo


“Segundo a Organização Mundial da Saúde: “O sedentarismo
vem crescendo de forma alarmante no mundo inteiro, deixando
de ser uma preocupação meramente estética para se
transformar num problema grave de saúde, numa epidemia
global” (Rafael F. Alves)


“Permanecer “parado” não traz qualquer tipo de benefício à
saúde, muito pelo contrário, contrário, contribui para um
progresso degenerativo da saúde. Por isso, existem inúmeros
meios e métodos para combater esse mal que vem rondando a
civilização e com o auxílio de profissionais especializados isso
tudo ficou mais fácil e seguro de se combater”. (Henrique Vilas Boas
Rosas)
   Resumo da Coletânea

       A coletânea apresenta uma abordagem sobre o
sedentarismo que está diretamente relacionado com
o comportamento da sociedade moderna, pois é
resultado da falta de atividade física.
       Para a Organização mundial da saúde, o
sedentarismo já se transformou em um grave
problema que atinge o mundo todo e vem
aumentando cada vez mais e provocando diversos
malefícios à saúde.
       No entanto, existem várias maneiras de tentar
solucionar esse problema, como, por exemplo, o
auxílio de profissionais capacitados.
            Proposta UEM
         (1º vestibular 2008)
       A coletânea de recortes de textos abaixo,
retirados de fontes variadas, aborda uma temática
social contemporânea. Tendo a coletânea como apoio,
redija um resumo, com até 15 linhas, que exponha as
idéias e as informações consideradas fundamentais
para a compreensão da temática abordada na
coletânea de textos.
Texto 1
As sacolinhas plásticas foram criadas em 1950. Eram o
orgulho dos supermercados e status para as donas-de-casa.
Os brasileiros jogam fora um bilhão de sacolinhas. Em São
Paulo, aconteceu um desfile de sacolas feitas de materiais
recicláveis para mostrar que elas são mais bonitas e podem
até ser um acessório para as compras. As bolsas de lona
substituem o uso de cem sacolas plásticas. Mas, o problema é
que elas não podem ser usadas em compras mensais, nesse
caso, podemos usar caixas de papelão. No Paraná foi criada
uma campanha muito interessante para resolver o problema
e para gerar renda para as famílias carentes. A Assembléia
legislativa do Paraná criou um projeto de lei que obriga os
supermercados e o comércio a oferecer a seus clientes sacolas
biodegradáveis.
    Observações sobre o resumo anterior

   O resumo foi escrito em parágrafo único, portanto, seria
    considerado, mediano;
   A primeira informação que deve aparecer em um resumo
    de coletânea é o tema sobre o qual ela trata. Observe que
    o autor do resumo não fez menção a esse tema;
   O primeiro texto da coletânea afirma que as sacolinhas
    foram criadas na década de 50 e, não EXATAMENTE
    em 1950, como afirma o autor do texto;
   Há cópias de fragmentos dos textos sem a devida citação.
   As idéias não foram organizada de modo coerente e
    aparecem “soltas”, “desconexas” no texto.
   O autor argumenta quando diz: “podemos usar caixa de
    papelão”.
Texto 2
       A coletânea aborda o tema das sacolinhas plásticas.
Criadas na década de 50, eram, então, símbolo da
modernidade. Hoje, meio século depois, são causa de
preocupação com o meio ambiente.
       De acordo com a revista Isto É (edição de
17/10/2007), os brasileiros jogam fora, todos os meses, um
bilhão de sacolinhas.        O problema tem levado as
autoridades a buscarem alternativas para tentar retirá-las
do nosso quotidiano. A Assembléia legislativa do Paraná,
por exemplo, criou um projeto de lei obrigando o comércio
em geral a oferecer a seus clientes sacolas biodegradáveis.
       Outra opção são as bolsas de lona que podem
substituir o uso de até cem sacolas plásticas. Mas, em se
tratando de compras mensais, essas sacolas podem dar
lugar às caixas de papelão. Em Ponta Grossa (PR), foi
criada uma campanha que objetiva, ao mesmo tempo,
retirar as sacolas plásticas do meio ambiente e criar um
meio de subsistência para famílias carentes.

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:168
posted:1/4/2012
language:Portuguese
pages:30