Slide sem t�tulo

Document Sample
Slide sem t�tulo Powered By Docstoc
					Questões de provas




                     Prof.a Sandra Rezende de Andrade
                     Mestre em Ciências Farmacêuticas
                            Fevereiro de 2008
SÉRIE VERMELHA
1. A presença de hemácias macrocíticas vista através do exame
morfológico é um achado de valor real para o tratamento da anemia.
Isto ocorre por deficiência de:
a) ( ) Ferro + eritropoietina
b) ( ) Cobalto + ferro
c) ( ) Eritropoietina + ácido fólico
d) ( ) Vitamina B12 + ácido fólico.
e) ( ) Heme + fator extrínseco

2. A anemia falciforme é uma doença de caráter hereditário cuja
deficiência está localizada:
a) ( ) Na membrana do eritrócito
b) ( ) No metabolismo do eritrócito
c) ( ) Na síntese da globina.
d) ( ) Na forma do eritrócito
e) ( ) Na síntese do heme
3. O primeiro passo para a formação do grupo heme é a
condensação do (a):
a) ( ) Succinil-coenzima A e glicina.
b) ( ) Glicina e ácido delta-aminolevulínico
c) ( ) Ferro e protoporfirina
d) ( ) Piridoxal fosfato e succinil-coenzima A
e) ( ) Ácido delta-aminolevulínico e porfobilinogênio


4. O último estágio da maturação eritrocitária que contém núcleo é
chamado de:
a) ( ) Eritroblasto basófilo
b) ( ) Eritroblasto policromatófilo
c) ( ) Eritroblasto ortocromático.
d) ( ) Proeritroblasto
e) ( ) Reticulócito
5. A hemoglobina que não pode ser separada da hemoglobina S pela
eletroforese em pH 8,6 é:
a) ( ) A
b) ( ) A2
c) ( ) C
d) ( ) D.
e) ( ) F


6. Talassemia é causada por:
a) ( ) Substituição de um aminoácido na cadeia de globina
b) ( ) Deficiência de uma enzima para síntese do heme
c) ( ) Um gene anormal para produção de globina.
d) ( ) Presença de uma hemoglobina instável
e) ( ) Eritrócitos imaturos na circulação
7. Corpos de Howell-Jolly são compostos de:
a) ( ) DNA.
b) ( ) RNA
c) ( ) Ferro
d) ( ) Mitocôndria
e) ( ) Retículo endoplasmático

8. A anemia por deficiência de ferro é caracterizada por:
a) ( ) Ferro sérico baixo, saturação de transferrina normal, ferritina
normal
b) ( ) Ferro sérico baixo, saturação de transferrina diminuída,
ferritina normal
c) ( ) Transferrina diminuída, saturação de transferrina diminuída,
ferritina diminuída
d) ( ) Transferrina aumentada, saturação de transferrina diminuída,
ferritina diminuída.
e) ( ) Transferrina aumentada, saturação de transferrina aumentada,
ferro sérico baixo
9. A distribuição das células vermelhas do sangue, em uma extensão
sanguínea, com variação no tamanho das hemácias é conhecida por:
a) ( ) Poiquilocitose
b) ( ) Macrocitose
c) ( ) Anisocitose.
d) ( ) Esferocitose
e) ( ) Microcitose
10. Com relação à anemia hemolítica, formulamos a seguir cinco
alternativas:
1 – A dosagem de hemoglobina está aumentada
2 – O volume globular está diminuído
3 – As plaquetas estão diminuídas
4 – A bilirrubina está aumentada
5 – A vida média eritrocitária está diminuída
Estão corretos:
a) ( ) Todos, exceto 5
b) ( ) Todos, exceto 1 e 4
c) ( ) Todos, exceto 4
d) ( ) Todos, exceto 1 e 3.
e) ( ) Todos, exceto 1 e 5
11. Assinale a afirmativa correta:
a) ( ) A diluição para a contagem de eritrócitos serve para hemolisar
os leucócitos.
b) ( ) As plaquetas devem ser contadas somente na lâmina
c) ( ) O macro-hematócrito possibilita um resultado mais seguro e
rápido, pois utiliza maior volume de sangue
d) ( ) Para avaliar a hemossedimentação deve-se sempre contar os
eritrócitos
e) ( ) Todos estão incorretos

12. A coloração vital com azul-de-cresil brilhante serve para
evidenciar:
a) ( ) Hemácias em alvo
b) ( ) Plasmócitos
c) ( ) Plaquetas
d) ( ) Anomalias leucocitárias
e) ( ) Reticulócitos.
13. A hemoglobina que pode ser diferenciada, com base em sua
resistência à desnaturação, em solução alcalina é:
a) ( ) Hemoglobina A
b) ( ) Hemoglobina C
c) ( ) Hemoglobina A2
d) ( ) Hemoglobina F.
e) ( ) Hemoglobina S


14. A primeira célula produzida no desenvolvimento embrionário é o:
a) ( ) Granulócito
b) ( ) Trombócito
c) ( ) Eritrócito.
d) ( ) Linfócito
e) ( ) Monócito
15. A evolução da série eritrocitária é, respectivamente:
a) ( ) Eritroblasto policromatófilo, eritroblasto ortocromático,
proeritroblasto, eritroblasto basófilo, reticulócito e eritrócito
b) ( ) Eritroblasto basófilo, eritroblasto policromatófilo, eritroblasto
ortocromático, proeritroblasto, reticulócito e eritrócito
c) ( ) Proeritroblasto, eritroblasto basófilo, eritroblasto
policromatófilo, eritroblasto ortocromático, reticulócito, eritrócito.
d) ( ) Proeritroblasto, eritroblasto policromatófilo, eritroblasto
ortocromático, reticulócito, eritroblasto basófilo e eritrócito
e) ( ) Eritroblasto ortocromático, eritroblasto policromatófilo,
proeritroblasto, eritroblasto basófilo, reticulócito, eritrócito
16. Algumas inclusões podem ser observadas nas hemácias. Das
opções a seguir, a que nunca será vista é:
a) ( ) Anel de Cabot
b) ( ) Corpúsculo de Howell-Jolly
c) ( ) Pontilhado basófilo
d) ( ) Corpúsculo de Döhle.
e) ( ) Corpúsculo de Heinz
17. A reticulocitose pode ser observada em algumas patologias. Das
patologias a seguir, aquela em que não se observa o aumento de
reticulócitos é:
a) ( ) Esferocitose hereditária
b) ( ) Tratamento de anemia ferropriva
c) ( ) Tratamento de anemia por deficiência de vitamina B12
d) ( ) Aplasia medular.
e) ( ) Eliptocitose hereditária


18. Em uma deficiência de ferro no organismo, o primeiro parâmetro
a ser observado é:
a) ( ) Transferrina
b) ( ) Ferritina.
c) ( ) Sideremia
d) ( ) Capacidade total de saturação da transferrina
e) ( ) Todos se alteram ao mesmo tempo
19. Qual o carreador protéico que transporta o ferro para o eritrócito:
a) ( ) Albumina
b) ( ) Ferritina
c) ( ) Transferrina.
d) ( ) AMPc
e) ( ) Hemoporfirina


20. Após uma hemólise devida a um trauma mecânico, a principal
característica celular que podemos encontrar é:
a) ( ) Esferócitos
b) ( ) Ovalócitos
c) ( ) Eliptócitos
d) ( ) Raquete
e) ( ) Esquizócitos.
21. Que características diferenciam a beta-talassemia da alfa-
talassemia?
a) ( ) Nível de Hb A2 elevado.
b) ( ) Elevação de ferritina
c) ( ) Ferro sérico normal
d) ( ) Nível de Hb F baixo
e) ( ) Não há como diferenciá-las


22. Para verificar o estado funcional da medula óssea em relação à
produção de hemácias, o indicador mais importante no sangue é:
a) ( ) Contagem de hemácias
b) ( ) Contagem de leucócitos
c) ( ) Mielograma
d) ( ) Dosagem de hemoglobina
e) ( ) Contagem de reticulócitos.
23. O teste de solubilidade é usado como complemento da
eletroforese de hemoglobina para detectar a presença de:
a) ( ) Hemoglobina A
b) ( ) Hemoglobina D
c) ( ) Hemoglobina C
d) ( ) Hemoglobina S.
e) ( ) Hemoglobina F

24. Uma anemia ainda normocítica e normocrômica tem como
primeiro sinal de anemia ferropriva:
a) ( ) Ferritina diminuída.
b) ( ) Saturação de transferrina normal
c) ( ) Ferritina aumentada
d) ( ) Ferro sérico diminuído
e) ( ) Capacidade de fixação do ferro diminuída
25. A proteína responsável pelo transporte da hemoglobina no
plasma é:
a) ( ) Haptoglobina.
b) ( ) Transferrina
c) ( ) Ceruloplasmina
d) ( ) Albumina
e) ( ) Hemoporfirina

26. O que deve ser observado em um paciente com RDW de 18,2%?
a) ( ) Granulocitose
b) ( ) Esquisocitose
c) ( ) Acantocitose
d) ( ) Poiquilocitose
e) ( ) Anisocitose.
27. A malária causa anemia:
a) ( ) Aplástica adquirida
b) ( ) Hemolítica por agressão ao glóbulo.
c) ( ) Megaloblástica
d) ( ) Sideroblástica
e) ( ) Auto-imune

28. Quando o número total de células vermelhas do sangue está
aumentado, se dá o nome de:
a) ( ) Leucemia
b) ( ) Anemia
c) ( ) Eritroblastose
d) ( ) Policitemia.
e) ( ) Eritemia
29. Um paciente com anemia falciforme em crise realiza um
hemograma. O que se vai observar com relação à série vermelha é:
a) ( ) Ovalócitos, dacriócitos, hemácias crenadas
b) ( ) Ovalócitos, hemácias em lágrima, hemácias em alvo
c) ( ) Hemácias em alvo, hemácias crenadas, policromatofilia
d) ( ) Ovalócitos, dacriócitos, policromatofilia
e) ( ) Drepanócitos, hemácias em alvo, policromatofilia.


30. Com relação à ferritina, pode-se afirmar que:
a) ( ) É responsável pelo transporte de Fe++
b) ( ) É ferro em reserva.
c) ( ) É ferro reduzido
d) ( ) É ferro oxidado
e) ( ) É ferro livre
31. As anemias e as policitemias relativas não são consideradas
distúrbios hematológicos e são decorrentes, respectivamente, de:
a) ( ) Produção excessiva de líquidos pelo organismo e perda de
líquidos pelo organismo.
b) ( ) Perda de líquidos pelo organismo e produção excessiva de
líquidos pelo organismo
c) ( ) Hemoconcentração e hemodiluição
d) ( ) Aumento da massa total de eritrócitos e diminuição da massa
total de eritrócitos
e) ( ) As alternativas b e d estão corretas

32. A anemia aplástica é decorrente de uma diminuição na
proliferação e maturação das células-tronco multipotentes e
caracterizam-se por:
a) ( ) Panmielose
b) ( ) Policromasia
c) ( ) Pancitopenia.
d) ( ) Reticulocitose
e) ( ) Pecilocitose
33. A anemia perniciosa é causada por um assincronismo de
maturação eritróide e é decorrente de:
a) ( ) Deficiência na ingestão de vitamina B12 e ácido fólico
b) ( ) Aumento da destruição dos eritrócitos (hemólise)
c) ( ) Diminuição do ferro sérico
d) ( ) Deficiência na absorção de vitamina B12 e ácido fólico.
e) ( ) Hiperesplenismo


34. Na anemia perniciosa, a vitamina B12 combate a:
a) ( ) Deficiência do ferro
b) ( ) Falta de fator extrínseco
c) ( ) Deficiência de ácido fólico
d) ( ) Deficiência de ferritina
e) ( ) Falta de fator intrínseco.
35. O valor hematócrito de 44% corresponde, aproximadamente:
a) ( ) 1.600.000/mm3
b) ( ) 4.700.000/mm3.
c) ( ) 3.200.000/mm3
d) ( ) 6.200.000/mm3
e) ( ) 5.300.000/mm3
36. Para avaliar laboratorialmente o aumento na produção de hemácias, deve-se
efetuar:
a) ( ) Dosagem de hemoglobina
b) ( ) Determinação do hematócrito
c) ( ) Contagem de hemácias
d) ( ) Contagem de reticulócitos.
e) ( ) Determinação dos Índices Hematimétricos.
37. Quando os reticulócitos estão usualmente diminuídos, o VCM é baixo, a Hb e o
Hto estão relativamente mais baixos que a contagem eritrocitária, pode-se se dizer
que se trata de:
a) ( ) Anemia ferropriva.
b) ( ) AHAI
c) ( ) Anemia pós-hemorrágica aguda
d) ( ) Anemia pós-hemorrágica crônica
e) ( ) Anemia megaloblástica
38. Assinale a opção correta a respeito dos reticulócitos que são
eritrócitos anucleares e imaturos que contêm RNA e continuam a
sintetizar hemoglobina após a perda do núcleo.
a) ( ) A contagem de reticulócitos fornece uma estimativa da
velocidade de produção dos eritrócitos, sendo a porcentagem a mais
utilizada
b) ( ) O princípio da metodologia de identificação do RNA é o mesmo
tanto para a análise por citometria de fluxo como por microscopia
c) ( ) A contagem absoluta dos reticulócitos é calculada por meio de
porcentagem de reticulócitos pela contagem dos eritrócitos
d) ( ) Após a realização dos esfregaços de sangue incubado com o
cristal violeta, deve-se determinar a porcentagem de reticulócitos
com base no exame de 1.000 eritrócitos
e) ( ) Os adultos normais apresentam uma contagem de reticulócitos
de 0,5 a 1,5% ou 24 a 84 x 109/litro dia.
39. A eletroforese é uma eficiente técnica usada na separação de
substâncias (proteínas, lipídios, carboidratos e, mais recentemente, ácidos
nucléicos), sendo, portanto, muito utilizada em diferentes setores do
laboratório clínico. Em relação a essa técnica, considere os itens a seguir:
I ( ) As moléculas migram em direção ao pólo oposto a sua carga elétrica
II ( ) O pH do meio não interfere na eficiência do processo de eletroforese
III ( ) O processo pode desenvolver-se de forma horizontal ou vertical
IV ( ) Moléculas com mesma carga elétrica não migram necessariamente
com a mesma velocidade
V ( ) Diferentes meios podem ser usados: agarose, poliacrilamida,entre
outros, que são escolhidos de acordo com a aplicação da análise
Marque a alternativa correta:
a) ( ) Apenas I, II e III são verdadeiros
b) ( ) Apenas I, III e IV são verdadeiros
c) ( ) Apenas I, III, IV e V são verdadeiros.
d) ( ) Apenas I e III são verdadeiros
e) ( ) Todos os itens são verdadeiros
40. Com relação a processos e doenças hematológicas, julgue os itens a seguir:
I ( ) A hemofilia A (deficiência de fator VIII) e a hemofilia B (deficiência de fator IX)
apresentam semelhantes achados clínicos e causam as mesmas anormalidades
nos testes de laboratório
II ( ) Anemia hemolítica do recém-nascido raramente é causada por
incompatibilidade de fator Rh
III ( ) Exame de esfregaço do sangue periférico e cálculos laboratoriais de índices
hematimétricos (VCM, HCM e CHCM), são usados no diagnóstico das anemias
IV ( ) O processo hemostático é concluído na agregação plaquetária, com a
conseqüente formação do tampão hemostático primário
V ( ) Algumas drogas (penicilina) podem induzir hemólise de caráter imunológico
VI ( ) Se a análise eletroforética de hemoglobina de uma paciente revelar a
presença de 90% de hemoglobina S, o diagnóstico será de anemia falciforme
Marque a alternativa correta:
a) ( ) Apenas I, II e III são verdadeiros
b) ( ) Apenas I, III, V e VI são verdadeiros.
c) ( ) Apenas I, III, IV e V são verdadeiros
d) ( ) Apenas I e III são verdadeiros
e) ( ) Todos os itens são verdadeiros
41. Um esfregaço sanguíneo satisfatório para realização do
hemograma deve apresentar-se:
a) ( ) Fino, homogêneo e com apenas uma margem
b) ( ) Fino, espesso e sem margens
c) ( ) Fino, homogêneo e com margens livres.
d) ( ) Largo, espesso e com margens livres
e) ( ) Largo, heterogêneo e sem margens

42. Classifique a anemia de acordo com os Índices Hematimétricos:
Hemácias: 3.400.000/µL; Hematócrito: 30%; Hemoglobina: 10g/dL
a) ( ) Anemia macrocítica e hipocrômica
b) ( ) Anemia hemolítica
c) ( ) Anemia microcítica e hipocrômica
d) ( ) Anemia normocítica normocrômica.
e) ( ) Anemia macrocítica e normocrômica
43. Em relação à hematopoiese é incorreto afirmar que:
a) ( ) Após o nascimento, a hematopoiese no fígado cessa e a
medula é o único local de produção de eritrócitos
b) ( ) Na infância a omoplata, dentre outros ossos chatos, é sede de
formação de células sangüíneas
c) ( ) Áreas necrosadas da medula óssea, ao serem repovoadas,
podem apresentar cicatrizes fibróticas
d) ( ) Necroses extensas de células hematopoiéticas caracterizam
um hemograma pancitopênico
e) ( ) Aspirado de medula óssea necrosada demonstrará o
desaparecimento de tecido hematopoiético e sua substituição por
tecido gordurosos.
44. O aparecimento de anormalidades dos eritrócitos no sangue
periférico implica a presença de determinadas patologias. Assim
sendo, é correto afirmar que:
a) ( ) A observação de eritroblastos indica eritropoiese acentuada,
comumente observada nas anemias hemolíticas.
b) ( ) A presença de pontilhado basófilo sugere gamopatia
monoclonal ou hiperglobulinemia
c) ( ) O achado de números consideráveis de células em alvo aponta
a ocorrência de anemia hemolítica do tipo antígeno/anticorpo
d) ( ) Os micrócitos são, quase sempre, produzidos por
reticulocitose, mas costumam, também, associar-se com anemias
megaloblásticas, cirrose, alcoolismo crônico e hipotiroidismo
45. Um esfregaço sangüíneo apresenta 25 eritroblastos por 100 leucócitos.
Considerando que o número global de leucócitos é 10.000/µ/L, é correto afirmar
que a leucometria corrigida deve ser de:
a) ( ) 2.500/µ/L
b) ( ) 7.500/µ/L
c) ( ) 8.000/µ/L.
d) ( ) 10.000/µ/L
e) ( ) 12.500/µ/L
46. A anemia causada por deficiência de vitamina B12 é classificada como:
a) ( ) Hemolítica hereditária
b) ( ) Macrocítica.
c) ( ) Microcítica e hipocrômica
d) ( ) Hemolítica adquirida
e) ( ) Esferocitose
47. O esferócito pode ser considerado uma célula característica da seguinte
condição hematológica:
a) ( ) Anemia ferropriva
b) ( ) Leucemias agudas
c) ( ) Anemia megaloblástica
d) ( ) Anemia hemolítica.
e) ( ) Talassemia
48. O acantócito é uma alteração morfológica da hemácia encontrada na:
a) ( ) Ovalocitose hereditária
b) ( ) Estomatocitose hereditária
c) ( ) Esferocitose hereditária
d) ( ) Anemia hemolítica
e) ( ) Abetalipoproteinemia.

49. Um relatório de laboratório freqüentemente contém o perfil hematológico,
incluindo a contagem completa do sangue. Alguns aspectos da hematologia, como
a análise da massa de células vermelhas, se justificam pelo fato de que
determinadas interpretações podem levar a resultados hematopatológicos. Logo,
não é correto afirmar:
a) ( ) A concentração de hemoglobina intracelular é o principal determinante da cor
dos eritrócitos
b) ( ) A diminuição da produção da eritropoietina pode minimizar os efeitos da
anemia hemolítica.
c) ( ) O tamanho das células pode estar alterado, refletindo se os eritrócitos estão
macrocíticos, normocíticos ou microcíticos
d) ( ) A cromocidade dos eritrócitos pode estar alterada possivelmente devido à
redução nos níveis de ferritina e ferro sérico
50. Analise as assertivas abaixo, de acordo com os Índices Hematimétricos,
classificando-as em verdadeiras (V) ou falsas (F):
I ( ) Através do VCM determina-se a concentração de hemácias num determinado
volume de sangue
II ( ) A determinação do CHCM indica a concentração de hemoglobina em um
determinado volume de sangue
III ( ) A determinação do HCM indica qual o peso da hemoglobina na hemácia
IV ( ) O VCM é o índice hematimétrico mais importante, em virtude de ser o único
índice que determina o volume das hemácias
a) ( ) I-V; II-F; III—F; IV-V
b) ( ) I-F; II-V; III—V; IV-V.
c) ( ) I-F; II-V; III—V; IV-F
d) ( ) I-V; II-F; III—V; IV-V
e) ( ) I-V; II-V; III—V; IV-V

51. Durante a leitura microscópica de uma lâmina podem ser encontrados nas
hemácias os corpúsculos de Heinz, que sugerem:
a) ( ) Leucemia linfóide aguda
b) ( ) Leucemia mielóide aguda
c) ( ) Esferocitose hereditária
d) ( ) Anemia falciforme
e) ( ) Anemia hemolítica.
52. A que anomalia se refere o termo poiquilocitose?
a) ( ) Tamanho dos eritrócitos
b) ( ) Forma dos eritrócitos.
c) ( ) Cor dos eritrócitos
d) ( ) Granulação dos eritrócitos
e) ( ) Granulação dos neutrófilos

53. Considerando o resultado abaixo:
Paciente: X                Idade: 12 anos      Sexo: feminino
Hemácias: 3.800.000/mm3          Hb: 9,0 g/dL  Hto: 31%
Calcule os Índices Hematimétricos (VCM, HCM e CHCM) e defina o
tipo de anemia.
a) ( ) Normocítica e normocrômica
b) ( ) Macrocítica e hipercrômica
c) ( ) Microcítica e hipocrômica.
d) ( ) Anemia megaloblástica
e) ( ) Anemia em conseqüência de hemorragia aguda
54. A anemia hemolítica não esferocítica hereditária, em que, após a ingestão de
medicamentos como a primaquina, se observa oxidação das membranas dos
eritrócitos e leucócitos, está relacionada com a deficiência da enzima:
a) ( ) Dopamina hidroxilase
b) ( ) Monoamina oxidase
c) ( ) Aspartato aminotransferase
d) ( ) Glicose fosfato desidrogenase.
e) ( ) Fosforibosil pirofosfato sintetase
55. O Índice Hematimétrico que correlaciona o hematócrito e o número de
eritrócitos, e que tem seu resultado expresso em fentolitros (fL), é o:
a) ( ) VCM.
b) ( ) HCM
c) ( ) CHCM
d) ( ) VHM
e) ( ) CHM
56. O corante eletivo para realização da coloração supravital para contagem de
reticulócitos de uma amostra sanguínea é o:
a) ( ) Azul de metileno
b) ( ) Azul de indofenol
c) ( ) Azul de cresil brilhante.
d) ( ) Verde malaquita
e) ( ) Verde citocromo
57. A diferença entre plasma e soro é que no plasma há uma
substância que não existe no soro. Assinale-a.
a) ( ) Cálcio
b) ( ) Proteína plasmática
c) ( ) Fibrinogênio.
d) ( ) Plaquetas
e) ( ) Vitamina K

58. O teste laboratorial que consiste em determinar, em percentagem,
a concentração de glóbulos vermelhos em determinado volume de
sangue, não coagulado, mediante centrifugação em condições
apropriadas, é:
a) ( ) Hemossedimentação
b) ( ) Eletroforese
c) ( ) Floculação
d) ( ) Hematócrito.
e) ( ) Hemaglutinação
59. As condições abaixo relacionadas determinam policitemia, exceto:
a) ( ) Cardiopatia
b) ( ) Desidratação
c) ( ) Leucemias.
d) ( ) Enfisema pulmonar
e) ( ) Envenenamento por CO
60. O excesso de anticoagulante numa amostra de sangue destinado à
análise do hemograma pode levar a uma falsa:
a) ( ) Anemia hipocrômica.
b) ( ) Anemia normocrômica
c) ( ) Anemia hipercrômica
d) ( ) Poliglobulia
e) ( ) Anemia megaloblástica
61. Durante a punção venosa o “garroteamento” demorado, pode levar a
uma:
a) ( ) Diminuição do resultado do hematócrito
b) ( ) Diminuição do resultado da hematimetria
c) ( ) Diminuição do resultado da hemoglobinometria
d) ( ) Hemoconcentração.
e) ( ) Leucoconcentração
62. Os tubos quebram na centrífuga por não estarem balanceados
(com o mesmo peso), em conseqüência das forças:
a) ( ) Centrífugas se dirigirem para o tubo mais leve
b) ( ) Centrífugas se dirigirem para o tubo mais pesado.
c) ( ) Centrípetas se dirigirem para o tubo mais pesado
d) ( ) Centrípetas se dirigirem para o tubo mais leve
e) ( ) Centrípetas e centrífugas se dirigirem para o tubo mais pesado

63. Na execução do hemograma, a presença de eritroblastos no
sangue periférico pode levar a um(a) falso(a):
a) ( ) Diagnóstico da anemia
b) ( ) Aumento da hematimetria
c) ( ) Leucocitose.
d) ( ) Diminuição da hematimetria
e) ( ) Aumento da hemoglobinometria
64. O sangue utilizado para testes hematológicos pode ser sangue
capilar (ou periférico) ou sangue venoso. Todas as afirmativas estão
corretas, exceto:
a) ( ) A precisão é menor no sangue capilar que no venoso, devido às
variações do fluxo sanguíneo
b) ( ) Para exame hematológico, é melhor colher sangue de uma
artéria, pois o sangue está muito mais oxigenado.
c) ( ) Não se deve usar sangue capilar para contagem de plaquetas
por causa da rapidez com que as plaquetas aderem à superfície da
ferida e se agregam
d) ( ) Para exames hematológicos, o sangue obtido por punção
venosa é transferido sem demora para tubos contendo
anticoagulantes apropriados
65. Os quatro anticoagulantes utilizados em hematologia são:
I ( ) Mistura de oxalatos de potássio e amônia
II ( ) Citrato trissódico
III ( ) Sais dipotássio ou dissódico do ácido etilenodiaminotetracético
(EDTA)
IV ( ) Heparina
São anticoagulantes que impedem a coagulação, removendo o cálcio
do plasma, quer precipitando-o quer fixando-o sob uma forma não
ionizada, apenas:
a) ( ) I e II
b) ( ) I e III
c) ( ) I, II e III.
d) ( ) II, III e IV
e) ( ) I, II, III e IV
66. Considera-se que existe anemia quando a concentração de
hemoglobina ou o hematócrito tem valores situados abaixo do limite
inferior do intervalo de referência (aproximadamente 95%) para
idade, sexo e localização geográfica. Existem vários tipos de anemia,
no entanto, aquela causada pela deficiência de vitamina B12
(essencial para a síntese de DNA em células em divisão) pode ser
denominada de anemia:
a) ( ) Ferropriva
b) ( ) Aplástica
c) ( ) Megaloblástica
d) ( ) Perniciosa.
e) ( ) Microcítica
67. Sobre as talassemias, assinale a alternativa incorreta:
a) ( ) A talassemia major cursa com microcitose, hipocromia e
hepatoesplenomegalia
b) ( ) A talassemia minor é caracterizada por discreta anemia
c) ( ) A talassemia  é o resultado de deleções de um ou mais genes das
cadeias  da globina.
d) ( ) Na talassemia o , a síntese da cadeia  está ausente
e) ( ) Na talassemia ++ , ocorre síntese moderadamente reduzida da cadeia 

68. O papel fisiológico da hemoglobina em nosso organismo é:
a) ( ) Peroxidar lipídeos e proteínas através do átomo de cobre contido em
sua estrutura
b) ( ) Transportar o oxigênio inalado na respiração até nossas células
através do sistema circulatório.
c) ( ) Transportar diferentes gases do sangue rico em oxigênio (venoso) para
o pobre em oxigênio (arterial)
d) ( ) Transportar nutrientes e hormônios através da corrente sangüínea
e) ( ) Auxiliar, através do poder microbicida do átomo de cobre contido em
sua estrutura, na manutenção da esterilidade do sangue
69. Os Índices Hematimétricos nos dão as seguintes informações:
a) ( ) Tamanho, morfologia e concentração plaquetária
b) ( ) Tamanho, concentração e peso da hemoglobina de uma hemácia
média.
c) ( ) Quantidade de hemoglobina encontrada em um decilitro de sangue
total
d) ( ) Permitem monitorar a resposta à quimioterapia, radioterapia ou
outros tipos de terapia
e) ( ) Permitem detectar a quantidade de hemácias em um milímetro cúbico
de sangue total

70. O exame do hematócrito é realizado rotineiramente em laboratório de
análises clínicas. Um hematócrito baixo nos sugere o seguinte diagnóstico
clínico:
a) ( ) Anemia, hemodiluição ou perda maciça de sangue.
b) ( ) Policitemia e deficiência de vitamina K
c) ( ) Policitemia ou hemoconcentração devido à desidratação
d) ( ) Deficiência congênita de fatores da coagulação
e) ( ) Trombocitemia ou trombocitose
71. Um paciente se apresenta com um quadro de anemia hemolítica
com suspeita de anemia falciforme. Dos ensaios a seguir, o que nos
dá o diagnóstico definitivo para esta patologia é:
a) ( ) Exame em gota espessa
b) ( ) Exame de velocidade de hemossedimentação
c) ( ) Determinação do hematócrito
d) ( ) Dosagem de hemoglobina
e) ( ) Eletroforese qualitativa e quantitativa de hemoglobina.

72. Todas são caracterizadas como anemia hemolítica, exceto:
a) ( ) Anemia falciforme
b) ( ) Anemia sideroblástica.
c) ( ) Esferocitose hereditária
d) ( ) Anemia microangiopática
e) ( ) Talassemia
73. O ferro está depositado no fígado sob a forma de:
a) ( ) Siderofilina
b) ( ) Transferrina
c) ( ) Hemoglobina
d) ( ) Ferritina.
e) ( ) Mioglobina
SÉRIE BRANCA
1. Uma célula com dimensões entre 12 e 22, citoplasma basófilo
apresentando um halo claro perinuclear, núcleo excêntrico,
cromatina nuclear com tonalidade vermelho-púrpura e
apresentando traves cromáticas é, com certeza, um:
a) ( ) Granulócito metamielócito neutrófilo
b) ( ) Plasmócito.
c) ( ) Monoblasto
d) ( ) Eritroblasto basófilo
e) ( ) Linfoblasto

2. Nas doenças agudas de origem viral, a célula que geralmente
está aumentada é o:
a) ( ) Basófilo
b) ( ) Neutrófilo
c) ( ) Eosinófilo
d) ( ) Linfócito.
e) ( ) Monócito
3. No exame citoquímico da MO de um paciente, foram obtidos os
seguintes resultados:
PAS ++; SUDAN: Negativo; Peroxidase: Negativo.
Os dados são compatíveis com:
a) ( ) Leucemia mieloblástica
b) ( ) Leucemia mielo-monocítica
c) ( ) Leucemia linfoblástica.
d) ( ) Neuroblastoma
e) ( ) Eritroleucemia

4. Na mononucleose infecciosa, a célula que está aumentada é:
a) ( ) Monócito
b) ( ) Linfócito.
c) ( ) Eosinófilo
d) ( ) Basófilo
e) ( ) Neutrófilo
5. Em uma pesquisa citológica para células “LE” feita em lâminas
de sangue, especialmente preparado, o resultado positivo seria
dado por qual dos seguintes achados:
a) ( ) Leucócitos em roseta
b) ( ) Fagocitose de massas amorfas
c) ( ) Núcleofagocitose.
d) ( ) Vacuolização dos monócitos
e) ( ) Vacuolização neutrófila

6. O linfoblasto é a primeira célula diferenciada da série:
a) ( ) Megacariocitária
b) ( ) Monocitária
c) ( ) Plasmocitária
d) ( ) Linfocitária.
e) ( ) Eritrocitária
7. Bastonetes de Auer são peculiaridades da:
a) ( ) Leucemia mieloblástica.
b) ( ) Leucemia aguda indiferenciada
c) ( ) Leucemia aguda mieloblástica e mielo-monocítica.
d) ( ) Leucemia eosinofílica
e) ( ) Nenhuma das opções anteriores

8. Granulação grosseira é mais freqüentemente observada como
inclusão citoplasmática de:
a) ( ) Monócitos
b) ( ) Linfócitos
c) ( ) Eosinófilos
d) ( ) Neutrófilos.
e) ( ) Em todas as células brancas do sangue
9. A célula capaz de produzir maior quantidade de anticorpos é:
a) ( ) Monócito
b) ( ) Linfócito B
c) ( ) Linfócito T
d) ( ) Plasmócito.
e) ( ) Basófilo

10. Das anomalias leucocitárias congênitas, há uma variedade
benigna que se caracteriza pela ausência de segmentos nucleares
na forma homozigota:
a) ( ) May-Hegglin
b) ( ) Chediak-Higashi
c) ( ) Alder-Reilly
d) ( ) Pelger-Huet.
e) ( ) Diamond
11. Na ancilostomíase e na estrongiloidíase a célula que geralmente
está aumentada é o:
a) ( ) Monócito
b) ( ) Linfócito
c) ( ) Eosinófilo.
d) ( ) Basófilo
e) ( ) Neutrófilo

12. Qual das seguintes células não é produzida pela MO no adulto
normal?
a) ( ) Monócito
b) ( ) Linfócito.
c) ( ) Eosinófilo
d) ( ) Basófilo
e) ( ) Neutrófilo
13. A célula produtora de anticorpos é o:
a) ( ) Monócito
b) ( ) Neutrófilo
c) ( ) Eosinófilo
d). ( ) Basófilo
e) ( ) Linfócito.

14. Têm origem na MO de pessoas adultas normais as seguintes séries:
a) ( ) Granulocitária, plasmocitária e plaquetária
b) ( ) Granulocitária, plasmocitária e linfocitária
c) ( ) Monocitária, plasmocitária e linfocitária
d) ( ) Granulocitária, eritrocitária e plaquetária.
e) ( ) Monocitária, plasmocitária e eritrocitária

15. Todos os granulócitos têm a enzima:
a) ( ) Lipase
b) ( ) Peroxidase.
c) ( ) Aldolase
d) ( ) Fosfatase
e) ( ) Pitialina
16. Uma monocitose absoluta pode ser encontrada em todos os quadros a
seguir, exceto:
a) ( ) Tuberculose
b) ( ) Doença de Hodgkin
c) ( ) Doença do colágeno
d) ( ) Febre tifóide
e) ( ) Mononucleose.

17. Dentre as opções a seguir sobre os basófilos, é falso afirmar que:
a) ( ) Existe um receptor específico em sua membrana para IgE
b) ( ) Não é capaz de sintetizar a histamina.
c) ( ) Seus grânulos contêm heparina
d) ( ) É o leucócito menos abundante no sangue periférico
e) ( ) Seu número não sofre flutuações durante o ciclo menstrual

18. Paciente com mieloma múltiplo freqüentemente possui, na MO, um aumento
de:
a) ( ) Monócito
b) ( ) Mieloblasto
c) ( ) Plasmócito.
d) ( ) Basófilo
e) ( ) Megacariócito
19. O bastonete de Auer pode ser encontrado no citoplasma do:
a) ( ) Reticulócito
b) ( ) Linfoblasto
c) ( ) Eosinófilo
d) ( ) Eritroblasto
e) ( ) Mieloblasto.

20. Em um foco inflamatório agudo, a primeira célula a aparecer é:
a) ( ) Linfócito
b) ( ) Neutrófilo.
c) ( ) Eosinófilo
d) ( ) Basófilo
e) ( ) Monócito

21. Qual é o mais numeroso tipo celular encontrado na MO durante a infância?
a) ( ) Linfócito.
b) ( ) Eritrócito
c) ( ) Granulócito
d) ( ) Plaqueta
e) ( ) Monócito
22. Quais das seguintes moléculas possuem os sítios receptores
na membrana dos basófilos?
a) ( ) IgG
b) ( ) IgA
c) ( ) IgM
d) ( ) IgE.
e) ( ) Albumina

23. Um resultado de leucograma apresentou leucocitose intensa,
DE, neutrofilia com granulações grosseiras em grande quantidade
no citoplasma dos neutrófilos, vacúolos citoplasmáticos,
segmentação bizarra e picnose de cromatina nuclear. O diagnóstico
sugestivo é:
a) ( ) Processo infeccioso virótico agudo
b) ( ) Processo infeccioso bacteriano crônico
c) ( ) Processo infeccioso virótico crônico
d) ( ) Processo infeccioso bacteriano agudo.
e) ( ) Processo parasitário
24. Em um hemograma a constatação de trombocitopenia e leucocitose com
grande número de blastos sugere a suspeita clinica de:
a) ( ) Leucemia mielóide crônica
b) ( ) Leucemia linfóide crônica
c) ( ) Leucemia mielóide aguda.
d) ( ) Leucemia leucopênica
e) ( ) As alternativas a e b estão corretas
25. Assinale qual das alternativas abaixo relacionadas caracterizam um processo
infeccioso em sua fase aguda:
a) ( ) Linfocitopenia
b) ( ) Neutrofilia.
c) ( ) Monocitopenia
d) ( ) Eosinofilia
e) ( ) Neutropenia
26. As células do tecido sanguíneo responsáveis pela imunidade humoral são
representadas no ser humano por:
a) ( ) Linfócitos B.
b) ( ) Linfócitos T
c) ( ) Basófilos
d) ( ) Células NK (natural killer)
e) ( ) Neutrófilos
27. A eosinopenia costuma aparecer no seguinte caso:
a) ( ) Distúrbio alérgico
b) ( ) Aumento no tempo de protrombina
c) ( ) Síndrome de Loeffler
d) ( ) Administração de ACTH.
e) ( ) Hemorragia grave
28. A diminuição do número de leucócitos/mm3 de sangue denomina-se:
a) ( ) Leucocitose
b) ( ) Leucopenia.
c) ( ) Leucemia
d) ( ) Leucose
e) ( ) Aplasia
29. A alteração hematológica mais freqüente e característica na infecção
por Strongyloides é:
a) ( ) Leucocitose
b) ( ) Neutrofilia
c) ( ) Linfocitose
d) ( ) Anemia megaloblástica
e) ( ) Eosinofilia.
30. As células responsáveis pela produção de imunoglobulinas são:
a) ( ) Linfócitos e plasmócitos.
b) ( ) Monócitos e eosinófilos
c) ( ) Basófilos e eosinófilos
d) ( ) Monócitos e neutrófilos
e) ( ) Basófilos e linfócitos
31. A expectativa de vida média de uma plaqueta é de:
a) ( ) 9 horas
b) ( ) 10 dias.
c) ( ) Vários anos
d) ( ) 120 dias
e) ( ) 20 dias
32. Todas as células maduras são consideradas como parte do
compartimento de células mielóides, exceto:
a) ( ) Neutrófilos, monócitos
b) ( ) Plaquetas
c) ( ) Eritrócitos
d) ( ) Linfócitos B.
e) ( ) Eosinófilos
33. Assinale a opção cuja célula se encaixe na descrição
morfológica a seguir: “célula maior que o mieloblasto, com
cromatina nuclear pouco condensada, nucléolos menos visíveis,
citoplasma basofílico, com um número cada vez maior de grânulos
azurófilos”:
a) ( ) Monoblasto
b) ( ) Promielócito.
c) ( ) Mielócito eosinófilo
d) ( ) Megacariócito
e) ( ) Promonócito
34. Assinale dentro das opções abaixo qual sofre estágio de
maturação citado a seguir: megacarioblasto-promegacarioblasto-
megacariócito granular-megacariócito maduro.
a) ( ) Macrófagos
b) ( ) Eosinófilos
c) ( ) Basófilos
d) ( ) Neutrófilos
e) ( ) Plaquetas.
35. Sobre as leucemias, marque F para a proposição falsa e V para a verdadeira e
em seguida assinale a opção correta:
( ) Na leucemia mielóide crônica observa-se um aumento da contagem de
leucócitos onde os mieloblastos e os eosinófilos excedem os demais tipos
celulares
( ) Os precursores de granulócitos, normoblastos, megacariócitos e linfócitos B,
de 95% dos pacientes com LMC, apresentam o cromossomo Philadelphia
( ) Na leucemia linfóide crônica de linfócitos B identificam-se 50% de linfócitos
pequenos no sangue periférico, porém na MO observa-se uma linfocitose leve a
moderada com morfologia normal
a) ( ) V,V,V
b) ( ) V,F,F
c) ( ) V,F,V
d) ( ) F,V,F.
e) ( ) F,F,F
36. A coloração citoquímica da mieloperoxidase é normalmente utilizada para
identificar:
a) ( ) Granulações inespecíficas do linfoblasto
b) ( ) Granulações inespecíficas do monoblasto
c) ( ) Granulações primárias do mieloblasto.
d) ( ) Granulações secundárias do mieloblasto
e) ( ) Granulações secundárias do megacariócito
37. Entre as alterações hematológicas características de resposta à infecção
bacteriana, não se incluem:
a) ( ) Leucocitose
b) ( ) Basofilia.
c) ( ) Neutrofilia
d) ( ) Desvio à esquerda
e) ( ) Corpos de Döhle
38. As células abaixo que podem ser chamadas de células inflamatórias são:
a) ( ) Macrófagos e basófilos
b) ( ) Macrófagos e neutrófilos.
c) ( ) Eosinófilos e basófilos
d) ( ) Eosinófilos e linfócitos
e) ( ) Linfócitos e neutrófilos
39. Nos casos de infecção viral, a alternativa que representa melhor os
aspectos hematológicos observados no hemograma é:
a) ( ) Leucocitose e eosinofilia
b) ( ) Leucocitose e neutrofilia
c) ( ) Leucopenia e linfocitose.
d) ( ) Leucopenia e linfocitopenia
e) ( ) Leucopenia e neutropenia
40. O aumento do número de leucócitos é muito comum,
apresentando grande importância clínica, sob os pontos de vista
diagnóstico e prognóstico. Ao aumento do número de leucócitos
por neoformação devido à hiperplasia e hiperfunção do tecido
leucopoético, dá-se o nome de:
a) ( ) Leucograma
b) ( ) Leucocitose
c) ( ) Leucopenia
d) ( ) Leucose.
e) ( ) Hiperleucocitose

41. A célula responsável pela resposta imune celular é:
a) ( ) Basófilo
b) ( ) Linfócito B
c) ( ) Linfócito T.
d) ( ) Eosinófilo
e) ( ) Neutrófilo
42. No leucograma faz-se a leitura diferencial dos leucócitos, que são
discriminados, e, então, contados. Dessa forma, libera-se um
resultado percentual de cada um dos seguintes tipos de células,
presentes no sangue periférico:
I ( ) Basófilo                         V ( ) Linfócito
II ( ) Eosinófilo                      VI ( ) Bastão
III ( ) Segmentado                     VII ( ) Mielócito
IV ( ) Monócito                        VIII ( ) Metamielócito

Qual é a ordem seqüencial dos tipos de célula a ser seguido pelo
citologista?
a) ( ) I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII
b) ( ) I, II, VII, VIII, VI, III, V, IV.
c) ( ) I, II, VIII, VII, VI, III, V, IV
d) ( ) I, VI, V, IV, VIII, III, VII, II
e) ( ) IV, VII, VIII, V, I, II, III, VI
43. Em que patologia a proteína de Bence Jones se mostra positiva
em aproximadamente 70% dos casos?
a) ( )Mieloma múltiplo.
b) ( ) Hiperproteínemia
c) ( ) Tuberculose
d) ( ) Toxoplasmose
e) ( ) Hipoproteínemia

44. Qual das seguintes alterações é encontrada no hemograma e está
associada à helmintíase?
a) ( )Policitemia
b) ( ) Leucopenia
c) ( ) Eosinofilia.
d) ( ) Linfopenia
e) ( ) Linfocitose
45. No estudo hematológico, hemograma-contagem leucocitária,
encontramos normalmente os seguintes elementos celulares no sangue
circulante:
a) ( ) Reticulócito, eosinófilo, bastão, segmentado, linfócito e monócito
b) ( ) Monócito, metamielócito, bastão, segmentado, plaquetas e
linfócito
c) ( ) Mielócito, metamielócito, segmentado, linfócito e monócito
d) ( ) Basófilo, eosinófilo, bastão, segmentado, linfócito e monócito.
e) ( ) Mielócito, metamielócito, segmentado, linfócito, eosinófilo e
bastão
46. A maioria dos pacientes com lúpus eritematoso sistêmico (LES) tem
reação positiva para a pesquisa de célula ”LE”. Este fato se deve à
presença, no soro sangüíneo destes pacientes, de um anticorpo
específico que reage com uma proteína dos:
a) ( ) Cariossomas das hemácias
b) ( ) Núcleos dos eritroblastos
c) ( ) Núcleos dos leucócitos.
d) ( ) Grânulos das plaquetas
e) ( ) Grânulos dos linfócitos
47. Na leitura de um esfregaço sangüíneo é observada massa de
cromatina, na forma de baqueta de tambor, em um dos lóbulos do
núcleo de diversos neutrófilos. Esta formação é conhecida como:
a) ( ) Inclusão de Döhle
b) ( ) Granulação de Schüffner
c) ( ) Corpúsculo de Howell-Jolly
d) ( ) Corpúsculo de Pappenheimer
e) ( ) Corpúsculo de Barr.

48. Em um processo infeccioso ou tóxico, normalmente, ocorre um
quadro leucocitário correspondente às fases de luta, defesa e cura.
Observa-se em cada uma dessas etapas, respectivamente, o
aumento das seguintes células:
a) ( ) Linfócito, eosinófilo, e neutrófilo
b) ( ) Linfócito, monócito e neutrófilo
c) ( ) Neutrófilo, monócito e linfócito.
d) ( ) Neutrófilo, eosinófilo e neutrófilo
e) ( ) Eosinófilo, linfócito e monócito
49. Em relação aos linfócitos T e B não é correto afirmar que:
a) ( ) O baço é um órgão rico em apenas uma dessas linhagens
celulares
b) ( ) O timo é um órgão rico em apenas uma dessas linhagens
celulares
c) ( ) Nenhum deles é capaz de fagocitar microorganismos
d) ( ) Ambos são células que fazem parte do sistema imunológico
e) ( ) Ambas as células secretam anticorpos.
50. Menino, quatro anos de idade, há 15 dias com dor nos membros
inferiores; há 10 dias com inapetência, apatia e palidez progressiva;
febre intermitente e petéquias há 3 dias. Ao exame físico: estado geral
regular, descorado. Linfonodos normais, petéquias esparsas, fígado
palpável e dor à mobilização passiva dos membros inferiores. O
diagnóstico provável é:
a) ( ) Febre reumática
b) ( ) Artrite reumatóide
c) ( ) Leucemia linfóide aguda.
d) ( ) Anemia hemolítica
e) ( ) Infestação maciça por ancilostomídeos
51. O desvio à esquerda no hemograma é sugestivo de:
a) ( ) Diabete
b) ( ) Agranulocitose
c) ( ) Eritroplasia
d) ( ) Infecção aguda.
e) ( ) Anemia

52. Nas leucemias linfóides crônicas, os linfócitos mais comumente
apresentam-se como:
a) ( ) Células pequenas e anucleadas
b) ( ) Células pequenas, com núcleo denso e citoplasma
intensamente granulado
c) ( ) Células pequenas, com núcleo denso e citoplasma escasso.
d) ( ) Células grandes, com núcleo segmentado e citoplasma
abundante
e) ( ) Células pequenas, com núcleo segmentado e citoplasma
escasso
53. Na leitura de um hemograma, o aumento exagerado e
desordenado de glóbulos brancos é forte indício de:
a) ( ) Leucoplasia
b) ( ) Eritroplasia
c) ( ) Leucopenia
d) ( ) Leucemia
e) ( ) Anemia




               ☺       Boa sorte!!!   ☺

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:1036
posted:12/13/2011
language:Portuguese
pages:66