Esqueleto Semin�rio Pr�ticas Inclusivas no Trabalho by ypDjdwJ

VIEWS: 6 PAGES: 17

									PROGRAMAÇÃO COMPLETA

      IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL
     SOCIEDADE INCLUSIVA PUC MINAS




 Propostas e ações inclusivas: impasses e avanços
                    16 a 20 de outubro de 2006
                       Teatro da PUC Minas
                   Campus Coração Eucarístico
                   Belo Horizonte - Minas Gerais



         Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
      E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
                       16 de outubro de 2006 (2ª feira)

       I ENCONTRO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO
               SUPERIOR INCLUSIVO1

8h30 às 9h00 – (Prédio 43 - Auditório 3): Assinatura das listas de presença

9h00 às 9h30 – (Prédio 43 - Auditório 3): Mesa de Abertura
 Professora Maria Inês Martins, Pró-reitora de Graduação da PUC Minas, representando o
  Magnífico Reitor da PUC Minas, Professor Eustáquio Afonso Araújo;
 Professor José Chequer Neto, Secretaria de Ação Comunitária da PUC Minas;
 Professora Maria do Carmo Menicucci, Coordenadora do Núcleo de Apoio à Inclusão – NAI -
  PUC Minas;
 Professora Rosa Maria Corrêa, Sociedade Inclusiva: Rede de Inclusão Social da Pró-reitoria
  de Extensão da PUC Minas.

9h30 - Coffee-break

9h30 – 12h00: Mesa-redonda “Experiências de Acessibilidade no Ensino Superior”
 UNICAMP: Profa. Sofia Peres Ferres
 UFPARANÁ: Profa. Laura Cevatte Moreira
 UFSCAR: Profa. Maria Luisa G. Emmel
 UFMG: Profa. Priscila Augusta Lima
 PUC Minas: Profa. Maria do Carmo Menicucci


14h00 às 17h00: Grupos de Trabalho para discussão de suportes e apoios aos alunos,
no ensino superior, com:
- DV/cegueira (Prédio 14, sala 205)
- DA/surdez (Prédio 14, sala 206)
- Limitações motoras (Prédio 14, sala 115)

17h00 às 18h00: Painel com apresentação dos relatórios dos três grupos.
Coordenação: NAI (Núcleo de Apoio à Inclusão) / PUC Minas (Prédio 14, sala 115).




1
 É NECESSÁRIO EFETUAR INSCRIÇÃO – GRATUITA - EM UM GRUPO DE TRABALHO
PELO SITE DO EVENTO.


                   Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                          CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
                       PROGRAMAÇÃO OFICIAL

                         17 de outubro de 2006 (3ª feira)
8h00 – 9h00: Credenciamento (Anfiteatro)

9h00 – 9h45: Abertura Oficial (Anfiteatro)
 Dom Walmor Oliveira de Azevedo, Grão Chanceler da PUC Minas e Arcebispo Metropolitano de
 Belo Horizonte
 Prof. José Tarcísio Amorim, representando o prof. Eustáquio Afonso Araújo, Magnífico Reitor da
 PUC Minas
 Profa. Vera Maria Neves Victer, Pró-Reitora de Extensão da PUC Minas
 Profa. Rosa Maria Corrêa, Coordenadora do Núcleo Sociedade Inclusiva / Pró-Reitoria de
 Extensão da PUC Minas

9h45 – 10h15: Apresentação Cultural (Anfiteatro): Crepúsculo Companhia de Dança

10h15 – 10h30: Coffee-break (Anexo do Anfiteatro)

10h30 – 12h30: Mesa-redonda “Trabalho e Inclusão no Brasil – Impasses e Avanços”
 Prof. Dr. Ricardo Antunes (UNICAMP)
 Sra. Sônia Maria Rocha Heckert (Chefe de Gabinete da Secretaria Nacional de Economia
 Solidária – SENAES / Ministério do Trabalho e Emprego)
 Profa. Dra. Magda Maria Bello Almeida Neves (PUC Minas).
 Coordenação: Profa. Dra. Magda Maria Bello Almeida Neves (PUC Minas).

14h00 – 14h45: Apresentação Cultural (Anfiteatro): Orquestra Jovem de Contagem / MG

15h00 – 16h00: Conferência (Anfiteatro) – “A concretização e o regime jurídico dos direitos
sociais”
 Prof. Dr Jorge Manuel Moura Loureiro de Miranda (Faculdade de Direito da Universidade de
 Lisboa e Universidade Católica Portuguesa)

16h00 – 16h15: Coffee-break (Anexo do Anfiteatro)
16h15 – 18h00: Comunicações dos trabalhos inscritos - mesas redondas simultâneas
(programação a seguir).


                     Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                            CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                  E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
16h15 – 18h00: MESAS REDONDAS SIMULTÂNEAS

Anfiteatro: EDUCAÇÃO E INCLUSÃO: EXPERIÊNCIAS EM EDUCAÇÃO INCLUSIVA I
 Inovação curricular: uma realidade construída no cotidiano da inclusão
 Parceria público-privada: ações práticas para a educação inclusiva
 Educação inclusiva: qual a concepção dos professores acerca do programa nacional

Prédio 6 - Sala de multimeios: TRABALHO E INCLUSÃO: RESPONSABILIDADE SOCIAL E
INCLUSÃO SOCIAL
 Responsabilidade social empresarial: uma visão dos líderes
 Rede colaborativa Sabará
 A efetividade do programa TIM ARTEDUCAÇÃO como estratégia de inclusão social do segmento
  infanto-juvenil no município de Viçosa/MG

Prédio 14 - Sala 115: SAÚDE E INCLUSÃO: PROGRAMAS DE PROMOÇÃO DA SAÚDE
 Programa “Água de Ferro”
 A clínica psicomotora na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Betim -
  Minas Gerais
 Demanda no atendimento clínico psicológico de pessoas com necessidades especiais

Prédio 14 - Sala 205: CULTURA, ESPORTE E ARTE: LAZER, QUALIDADE DE VIDA E
INCLUSÃO SOCIAL
 Centro Juvenil Dom Bosco na contra mão da violência: resgatando a dignidade e potencializando
  crianças e adolescentes para o futuro
 Melhoria da qualidade de vida dos idosos institucionalizados por meio de atividades de lazer
 A arte do movimento em uma instituição asilar
 Atividades de lazer para promoção da qualidade de vida em asilo

Prédio 14 - Sala 206: MEIO AMBIENTE E INCLUSÃO SOCIAL: EDUCAÇÃO AMBIENTAL I
 Projeto de Educação Ambiental Cascalho
 Projeto Arte & Reciclagem
 Diferentes olhares sobre a natureza: “Trabalhando a percepção ambiental de crianças com
  Síndrome de Down em uma trilha ecológica”

Prédio 43 – Auditório 3: TRABALHO E INCLUSÃO: INCLUSÃO DA PESSOA COM
DEFICIÊNCIA NO TRABALHO - CONDIÇÕES DE TRABALHO E ESTRATÉGIAS DE AÇÃO
 Dificultadores e facilitadores no processo de inclusão da pessoa com deficiência no mercado
  formal de trabalho
 Avaliação das condições de trabalho para inserção de pessoas com deficiência na gestão da
  diversidade
 Inclusão de pessoas com deficiência no trabalho: algumas considerações sobre avaliação de
  postos de trabalho
 Programa de inserção da pessoa com deficiência no “mundo do trabalho” caminhos percorridos...




                    Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                           CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                 E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
                           18 de outubro de 2006 (4ª feira)
8h00 – 9h00: Credenciamento (Anfiteatro)
9h00 – 10h15: Conferência (Anfiteatro) – “Reflexões sobre o pensamento holístico na
prática do design inclusivo”
Prof. Dr. Marcelo Pinto Guimarães (UFMG)


10h15 – 10h30: Coffee-break (Anexo do Anfiteatro)

10h30 – 12h30: Mesa-redonda “Tecnologia Assistiva”
Dr. Maurício França Teixeira (Chefe do Departamento de Tecnologias Sociais –
    Financiadora de Estudos e Projetos / FINEP- Ministério da Ciência e Tecnologia).
Prof. Dr. José Antônio dos Santos Borges (Coordenador do Projeto DOSVOX - Núcleo
    de Computação Eletrônica/UFRJ, Professor da Universidade Estácio de Sá).
Prof. Dr. Marcos Pinotti Barbosa (Professor da UFMG e Membro do Comitê Assessor
    de Engenharia da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais/
    FAPEMIG).
Coordenação: Prof. Dr. Perrin Smith Neto (PUC Minas).

14h – 16h: Comunicações dos trabalhos inscritos - mesas redondas simultâneas
(programação a seguir)

16h – 16h15: Coffee-break (Anexo do Anfiteatro)

16h15 – 18h00: Mini-cursos (ementas a seguir) 2
     Prédio 6 – sala 213 A: Música - rítmica: corpo e espaço (descobrindo possibilidades musicais
      através do ritmo, corpo e ambiente)
     Prédio 6 – sala 213 B: Estação das Perdas - entre as transições e as possibilidades de re-educação
     Prédio 6 – sala 205 A inclusão social de dependentes químicos pós tratamento em comunidades
      terapêuticas
     Prédio 12 – sala 102: Estatuto da Cidade e as conquistas jurídicas do direito à cidade
     Prédio 14 – sala 205: Fundamentos pedagógicos e lingüísticos na educação de pessoas surdas
     Prédio 14 – sala 206: Fundamentos pedagógicos na educação de pessoas cegas e com baixa visão
     Prédio 14 – Multimeios: Goalball: de modalidade paraolímpica a instrumento de inclusão na
      educação física escolar

2
  É necessário efetuar inscrição à parte para os mini-cursos, gratuitos para os inscritos no IV Seminário
Internacional.

                       Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                              CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                    E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
14h00 – 16h00: MESAS REDONDAS SIMULTÂNEAS

Anfiteatro: TRABALHO E INCLUSÃO: VÁRIOS OLHARES SOBRE A INCLUSÃO DA PESSOA
COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO
 Relações de troca na inserção da Pessoa Portadora de Deficiência (PPD) no programa de
  emprego protegido: antropofagia ou respeito à alteridade?
 Expectativas das famílias e dos filhos com deficiência mental leve acerca de seu futuro: um
  resumo da pesquisa
 Inclusão no trabalho de pessoas com deficiência: estudo exploratório em empresas com menos
  de 100 empregados no município de Contagem – MG
 Faces e perspectivas da inclusão do indivíduo com lesão medular no município de Goiânia

Prédio 14 - Sala 115: SAÚDE E INCLUSÃO: SAÚDE, ESPORTE E EDUCAÇÃO
 O impacto das atividades esportivas na qualidade de vida das pessoas portadoras de deficiência
 Saúde escolar: uma proposta ideal para a inclusão
 O papel da educação física na inclusão social

Prédio 14 - Sala 205: ACESSIBILIDADE E TECNOLOGIA ASSISTIVA
 Do legal ao real: acessibilidade em escolas municipais da cidade de Diamantina
 Sistema acoplável motorizado para cadeira de rodas convencional
 A efetividade e aceitabilidade da comunicação alternativa e/ou aumentativa em crianças com
  neuropatia crônica não progressiva – rumo a inclusão
 Acessibilidade ambiental: das disposições legais à inclusão espacial das pessoas com deficiência

Prédio 14 - Sala 206: CULTURA, ESPORTE E ARTE: ARTE E INCLUSÃO SOCIAL
 Banda da Diversidade
 A dança de rua como instrumento de análise do programa TIM ARTEDUCAÇÃO, em Viçosa
  (MG): o olhar dos adolescentes e suas famílias
 Programa de dança experimental: uma possibilidade de inclusão social

Prédio 14 - Sala de Multimeios: EDUCAÇÃO E INCLUSÃO: ACESSO À ESCOLA E
ESTRATÉGIAS PARA INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA I
 A escola como espaço de inclusão: sentidos e significados produzidos por alunos e professores
  no cotidiano de uma escola do sistema regular de ensino a partir da inclusão de alunos portadores
  de necessidades educacionais especiais.
 A inclusão de alunos com necessidades especiais e a influência da interação discursiva professor/
  aluno para produção de significado matemático: um estudo de caso com uma estudante surda
 Acesso e permanência dos alunos com deficiência na escola
 Programas de Pós-Graduação e a Educação Especial / Inclusiva

Prédio 43 – Auditório 3: EDUCAÇÃO E INCLUSÃO: DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM E
FRACASSO ESCOLAR
 O lugar do sujeito na educação: uma análise dos processos de inclusão e exclusão do aluno na
  escola
 Reatando laços com o aprender: a experiência das oficinas de pensamento e expressão
 Educação inclusiva, utopia possível: uma leitura psicopedagógica de crianças e adolescentes com
  dificuldades de aprendizagem



                    Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                           CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                 E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
                           19 de outubro de 2006 (5ª feira)
9h00 – 10h15: Conferência (Anfiteatro) - “Gestão de proximidade e o acontecer
solidário: sim, é possível um mundo com sentidos!”
Profa Dra.Ilka Camarotti (Coordenadora Acadêmica - Programa Gestão Pública e
    Cidadania do Departamento de Administração Pública e Governo / Fundação Getulio
    Vargas de São Paulo).


10h15 – 10h30: Coffee-break (Anexo do Anfiteatro)

10h30 – 12h30: Mesa-redonda “Gênero e Raça no Brasil – Impasses e Avanços”
 Dra. Rosana Heringer (Coordenadora-geral de programas e Coordenadora do
    Programa de Gênero e Relações Raciais da ActionAid Brasil)
Dra. Alessandra Sampaio Chacham (PUC Minas).
Sra. Alzira Rufino (Casa de Cultura da Mulher Negra – Santos / SP)
Coordenação: Profa Dra. Sandra Maria da Mata Azeredo (UFMG).


14h00 – 16h00: Comunicações dos trabalhos inscritos - mesas redondas simultâneas
(programação a seguir)


16h00 – 16h15: Coffee-break (Anexo do Anfiteatro)

16h15 – 18h00: Mini-cursos (ementas a seguir)
     Prédio 6 – Multimeios: Goalball: de modalidade paraolímpica a instrumento de inclusão na
      educação física escolar
     Prédio 6 – sala 213 A: Artes plásticas - possibilidades da criação em artes plásticas
     Prédio 6 – sala 213 B: Estação das Perdas - entre as transições e as possibilidades de re-educação
     Prédio 6 – sala 205: A inclusão social de dependentes químicos pós tratamento em comunidades
      terapêuticas
     Prédio 12 – sala 102: Políticas urbanas de inclusão
     Prédio 12 – sala 104: Dança - potencializando o corpo através da dança
     Prédio 12 – sala 105: Teatro: iniciação básica ao universo teatral
     Prédio 12 – sala 110: Descobrindo o corpo: do Ijexá ao contemporâneo
     Prédio 12 – sala 111: Estratégias para inclusão digital: facilitando a adoção de tecnologia
     Prédio 14 – sala 205: Fundamentos pedagógicos e lingüísticos na educação de pessoas surdas
     Prédio 14 – sala 206: Fundamentos pedagógicos na educação de pessoas cegas e com baixa visão




                       Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                              CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                    E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
14h00 – 16h00: MESAS REDONDAS SIMULTÂNEAS

Anfiteatro: EDUCAÇÃO E INCLUSÃO: ESTRATÉGIAS PARA A INCLUSÃO DE PORTADORES
DE (OUTRAS) NECESSIDADES ESPECIAIS
 Inclusão escolar de crianças com autismo: o papel da consultoria colaborativa
 O preconceito contra o gordo e o conseqüente sofrimento do jovem: um estudo piloto
 A inclusão na escola pública e o portador de necessidades educativas especiais: em especial o
  diabético

Prédio 6 - Sala de Multimeios: TRABALHO E INCLUSÃO: ASSOCIATIVISMO, GERAÇÃO DE
RENDA E POLÍTICAS PÚBLICAS
 A visão do trabalho coletivo por parte de grupos populares da comunidade rural, Zigue-Zague,
  Viçosa-MG.
 Políticas públicas e ações coletivas conjugadas como estratégia de desenvolvimento local
 O empoderamento como estratégia de desenvolvimento local: avaliação de programa de inclusão
  social no município de Viçosa-MG
 Qualificação e reorientação para o trabalho: caso de pessoas carentes das comunidades Barrinha
  e Cidade Nova, Viçosa-MG

Prédio 14 - Sala 115: DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA: PLANEJAMENTO URBANO, E
PARTICIPAÇÃO POPULAR
 O planejamento urbano como ação afirmativa para inclusão socioespacial
 Acessibilidade urbana no estatuto da cidade: o papel do plano diretor na construção dialógica de
  cidades sustentáveis
 Gestão de cidades e políticas de patrimônio: o caso de Sabará - MG

Prédio 14 - Sala 205: TECNOLOGIA PARA INCLUSÃO: INFORMÁTICA APLICADA À
EDUCAÇÃO
 A construção de ambientes informatizados de aprendizagem
 Blog como instrumento de construção da história pessoal

Prédio 14 - Sala 206: MEIO AMBIENTE E INCLUSÃO SOCIAL: EDUCAÇÃO AMBIENTAL II
 Educar e formar a diversidade
 Programa de coleta seletiva e inclusão social


Prédio 43 – Auditório 3: EDUCAÇÃO E INCLUSÃO: ACESSO À ESCOLA E ESTRATÉGIAS
PARA INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA II
 A relação entre informação, trabalho pedagógico e a inclusão de alunos com deficiência na rede
  pública de ensino
 Inclusão e exclusão: a dupla face da modernidade
 A inclusão de alunos com deficiência visual e seu processo de letramento
 A construção do processo de municipalização da educação especial em Campo Grande no
  período de 1996 a 2004




                    Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                           CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                 E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
                           20 de outubro de 2006 (6ª feira)


9h00 – 10h15: Conferência “Direitos Humanos”
Prof. Alexandre Travessoni Gomes (PUC Minas)


10h15 – 10h30: Coffee-break (Anexo do Anfiteatro)



10h30 – 12h30: Mesa-redonda “Formação do Professor para uma Escola Inclusiva –
Impasses e Avanços”
Sra. Tatiana Tannus Grama (Departamento de Políticas da Educação Superior do
    Ministério da Educação)
Profa. Dra. Maria Teresa Eglér Mantoan (UNICAMP)
Coordenação: Profa. Rosa Maria Corrêa (PUC Minas)




14h00 – 16h00: Comunicações dos trabalhos inscritos - mesas redondas simultâneas
(programação a seguir)


16h00 – 16h15: Coffee-break (Anexo do Anfiteatro)

16h15 – 18h00: Mini-cursos (ementas a seguir)
     Prédio 6 – Multimeios: Goalball: de modalidade paraolímpica a instrumento de inclusão na
      educação física escolar
     Prédio 6 – sala 213 A: Artes plásticas - possibilidades da criação em artes plásticas
     Prédio 6 – sala 213 B: Estação das Perdas - entre as transições e as possibilidades de re-educação
     Prédio 6 – sala 205: A inclusão social de dependentes químicos pós tratamento em comunidades
      terapêuticas
     Prédio 12 – sala 102: Os aspectos jurídicos da educação inclusiva
     Prédio 12 – sala 104: Dança - potencializando o corpo através da dança
     Prédio 12 – sala 105: Teatro: iniciação básica ao universo teatral
     Prédio 12 – sala 110: Descobrindo o corpo: do Ijexá ao contemporâneo
     Prédio 12 – sala 111: Estratégias para inclusão digital: facilitando a adoção de tecnologia
     Prédio 14 – sala 205: Fundamentos pedagógicos e lingüísticos na educação de pessoas surdas
     Prédio 14 – sala 206: Fundamentos pedagógicos na educação de pessoas cegas e com baixa visão




                       Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                              CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                    E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
14h00 – 16h00: MESAS REDONDAS SIMULTÂNEAS

Anfiteatro: EDUCAÇÃO E INCLUSÃO: FORMAÇÃO DE PROFESSORES E POLÍTICAS
PÚBLICAS
 Formação do pedagogo: educação inclusiva presente, ausente ou ignorada?
 Educação escolar indígena e a legislação brasileira: uma proposta inclusiva
 Criança Feliz: por uma política pública de educação inclusiva
 Construindo uma escola para todos: a experiência da cidade de Três Corações - Minas Gerais

Prédio 6 - Sala de Multimeios: TRABALHO E INCLUSÃO: REESTRUTURAÇÃO PRODUTIVA,
PROFISSIONALIZAÇÃO E POLÍTICAS PÚBLICAS
 Os rebatimentos do trabalho precário na vida da mulher negra no município de Franca-SP
 A cidadania em construção: a prática da EPTOM em Ipatinga-MG
 Indústria calçadista francana: há uma mentalidade empresarial direcionada para a inclusão social
  desses trabalhadores?
 A viabilidade de programas governamentais: uma análise sobre o PETI – Programa de
  Erradicação do Trabalho Infantil

Prédio 14 - Sala 115: DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA: ACESSO AOS DIREITOS E MÍDIA
 Entre o silêncio e a visibilidade: a luta por reconhecimento da comunidade surda
 A intransitividade do estado brasileiro
 Da conquista ao exercício dos direitos: uma abordagem significativa dos direitos sociais
 Jornal da rua - a inclusão pela comunicação

Prédio 14 - Sala 205: TECNOLOGIA PARA INCLUSÃO: INCLUSÃO DIGITAL
 Inserção da informática no ambiente escolar: inclusão digital e laboratórios de informática numa
  rede municipal de ensino
 Vida na Terceira Idade: projeto de inclusão digital da PUC Minas em Contagem
 Inclusão/ exclusão digital de jovens alunos do ensino noturno

Prédio 14 - Sala 206: MEIO AMBIENTE E INCLUSÃO SOCIAL: SISTEMAS DE PRODUÇÃO
ORGÂNICA E CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL
 Projeto Portas Abertas: a integração como um meio de inclusão social
 Caracterização das potencialidades e barreiras do processo de conversão para produção
  orgânica
 Potencialidades dos quintais agroflorestais como estratégia de desenvolvimento local:
  caracterização dos condicionantes de sustentabilidade rural das áreas de entorno do parque
  estadual da Serra do Brigadeiro/MG

Prédio 43 – Auditório 2: EDUCAÇÃO E INCLUSÃO: EXPERIÊNCIAS EM EDUCAÇÃO
INCLUSIVA II
 Inclusão: avanços e desafios
 Escola de todos e para todos
 Educação infantil inclusiva – relato de uma experiência nas creches públicas do município de
  Betim




                    Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                           CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                 E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
       Exposição - 17 a 20 de outubro de 2006

                         ANEXO DO ANFITEATRO

      Pôsteres (trabalhos aprovados pelo Comitê Científico)
 A FUNÇÃO DAS ESCOLAS DA APAE NA POLÍTICA DE INCLUSÃO SOCIAL
 A INSERÇÃO DO SUJEITO PORTADOR DE NECESSIDADE ESPECIAL E EDUCACIONAL NAS
  PRÁTICAS DISCURSIVAS DO UNIVERSO ACADÊMICO: UMA EXPERIÊNCIA INOVADORA EM
  PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E TEORIAS DA APRENDIZAGEM NO CURSO DE
  LETRAS DA PUCMINAS UNIDADE DE SÃO GABRIEL
 A POESIA COMO TERAPIA PARA A AGRESSIVIDADE
 A POSSIBILIDADE DE INCLUSÃO DOS CIDADÃOS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NAS
  ESCOLAS PÚBLICAS DE BELO HORIZONTE: UMA EXPERIÊNCIA DE INTEGRAÇÃO ENSINO-
  PESQUISA E EXTENSÃO NA DISCIPLINA: METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO NA
  FACULDADE MINEIRA DE DIREITO DA PUC MINAS, UNIDADE DE SÃO GABRIEL
 A TECNOLOGIA ASSISTIVA COMO RECURSO PARA A PROMOÇÃO DA AUTONOMIA E
  INDEPENDÊNCIA DO INDIVÍDUO
 ANÁLISE DA ACESSIBILIDADE PARA PESSOAS COM MOBILIDADE REDUZIDA EM
  EMPRESA DE GRANDE PORTE
 ANÁLISE DE ACESSIBILIDADE NO PARQUE MUNICIPAL
 ATIVIDADES TERAPÊUTICAS NO CAPS – VIÇOSA/MG: UMA FORMA DE INTEGRAÇÃO
  SOCIAL E FAMILIAR
 ATUAÇÃO TERAPÊUTICA-OCUPACIONAL NA REABILITAÇÃO PROFISSIONAL DE
  PORTADORES DE DEFICIÊNCIA
 CENTRO SENSORIAL DE GERAÇÃO DE RENDA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL
 CONSTRUÇÕES IDENTITÁRIAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
 CURSO DE CAPACITAÇÃO DE AUXILIAR ADMINISTRATIVO PARA PORTADORES DE
  NECESSIDADES ESPECIAIS
 DESCOBRINDO UM MUNDO NOVO: APRENDENDO A LER, ESCREVER E CALCULAR
 DESENVOLVIMENTO COGNITIVO E PSICOMOTOR DE PACIENTES PSIQUIÁTRICOS EM
  PROCESSO DE REITERAÇÃO BIOPSICOSSOCIAL: O CASO DO INSTITUTO DE
  SEGURIDADE SOCIAL DA UFV-MG
 EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS QUE APRESENTAM NECESSIDADES
  EDUCACIONAIS ESPECIAIS: SÍNDROME DE DOWN QUE PARTICIPAM DA EDUCAÇÃO
  INCLUSIVA.
 EDUCAÇÃO EM SAÚDE, CIDADANIA E AUTONOMIA NA SAÚDE MENTAL
 EDUCAÇÃO FÍSICA E INDIVÍDUOS COM TRANSTORNOS PSIQUIÁTRICOS: DIÁLOGOS
  POSSÍVEIS
 EDUCAÇÃO INCLUSIVA NA EJA: UMA EXPERIÊNCIA NA ESCOLA MUNICIPAL VASCO PINTO
  DA FONSECA
 ENSINO ALTERNATIVO – CONSTRUÇÃO DE OPORTUNIDADES



                Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                       CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
             E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
 ESCOLA REGULAR OU ESCOLA ESPECIAL PARA AS CRIANÇAS AUTISTAS?
 ESPAÇOS PÚBLICOS EM ÁREAS DE REMOÇÃO POR RISCO
 EXPECTATIVAS DE EDUCADORES NUM TRABALHO DE APOIO À EDUCAÇÃO INCLUSIVA
 EXPERIÊNCIA DE INCLUSÃO ESCOLAR MEDIADA PELA AÇÃO INTERSETORIAL E O
  TRABALHO MULTIDISCIPLINAR
 GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA - POSSIBILIDADES E DESAFIOS NA ÁREA DA SAÚDE
  MENTAL
 GRUPO PARAMEC: PROJETOS PARA ACESSIBILIDADE – UFMG
 HEMOFILIA A GRAVE (HAG): O PROCESSO DE ESCOLARIZAÇÃO FORMAL E O ACESSO AO
  MERCADO DE TRABALHO
 IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA ASSISTIVA NA FUNCIONALIDADE DE
  INDIVÍDUOS COM LESÃO DE NERVO RADIAL
 IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS
  NAS UNIDADES DE ENSINO DA FACULDADE DE ENGENHARIA DE MINAS GERAIS
  (FEAMIG) E DE SEU ENTORNO
 IMPULSO - UMA PROPOSTA DE APOIO COMPLEMENTAR
 INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO
 INCLUSÃO ESCOLAR DOS ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA EM BELO HORIZONTE:
  DESAFIOS E POSSIBILIDADES
 INSTITUTO META SOCIAL
 INTERVENÇÃO FISIOTERÁPICA NO ESPORTE DE RENDIMENTO: ABORDAGEM AO ATLETA
  E AO ATLETA PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS
 NUPI: UMA PRÁTICA PEDAGÓGICA RUMO À INCLUSÃO
 O CAP E A FAMÍLIA NUMA PERSPECTIVA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA
 O COMPROMISSO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CAMPO GRANDE – UNAES NA
  FORMAÇÃO DE PROFESSORES NUMA PERSPECTIVA INCLUSIVA
 O PERFIL SÓCIOECONÔMICO E SOCIAL DOS USUÁRIOS ASSISTIDOS NO PÓLO
  INTEGRADO DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA AO PACIENTE ESPECIAL – PAOPE
 P.D.E. – PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL MÓDULOS DE INCLUSÃO
  EDUCACIONAL
 PROGRAMA SOCIOAMBIENTAL DO CARAÇA: UMA PARCERIA EM BUSCA DE INCLUSÃO
 PROJETO CONHECER: UMA PROPOSTA DE INCLUSÃO SOCIAL PELO ENSINO DA
  NATAÇÃO
 PROJETO FAMÍLIA ESPECIAL - O TRABALHO COM FAMÍLIAS E OS AVANÇOS
  PSICOSSOCIAIS A SEREM ALCANÇADOS
 REESTRUTURAÇÃO DO CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA “CLÉBERSON DA
  SILVA”: O PENSAR E O FAZER CONSTRUÍDOS COLETIVAMENTE
 RESUMO DO PÔSTER
 UM PROJETO VIABILIZADOR DA INCLUSAO SOCIAL: AABB COMUNIDADE
 VIDA NA TERCEIRA IDADE: PROJETO DE INCLUSÃO DIGITAL
 VOTO E ORIENTAÇÃO SEXUAL: UMA PERSPECTIVA




                Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                       CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
             E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
                                                  MINI CURSOS
                 A INCLUSÃO SOCIAL DE DEPENDENTES                            QUÍMICOS       PÓS     TRATAMENTO           EM
Curso
                 COMUNIDADES TERAPÊUTICAS
Data (s)         Dias 18, 19 e 20/10/2006 (4ª a 6ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    06 horas-aula
                 As comunidades terapêuticas. As comunidades terapêuticas no Brasil. Programa de atendimento em
Ementa           Comunidades Terapêuticas. O eixo de intervenção psicossocial. Comunidade Reviver. Tratamento e
                 reinserção de dependentes químicos à vida social.
Nº. de vagas     45
Ministrante      Lúcio Mauro dos Reis
                 Psicólogo, Mestrando em Educação, Cultura e Organizações Sociais, especialista em Psicopedagogia e
                 Criminologia. Professor da PUC São Gabriel, Centro Universitário Newton Paiva e Faculdade Inforium.
                 Atua como responsável técnico do Centro de Recuperação Comunidade Reviver em Jaboticatubas e
Mini-currículo   Técnico de Centro Especializado Nossa Senhora D’Assumpção. É professor contratado do curso de
                 Especialização em Educação Inclusiva da UNIPAC-Betim. Atua como extensionista no projeto
                 “Promovendo a Reinserção,” uma parceira PUC e Comunidade Reviver.

Curso            ARTES PLÁSTICAS - Possibilidades da Criação em Artes Plásticas
Data (s)         Dias 19 e 20/10/2006 (5ª e 6ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    04 horas-aula
                 Incentivaremos a exploração e a criação utilizando-se de alguns materiais expressivos como papel, a tinta,
                 as texturas, barbantes, arames entre outros materiais. Pretende-se nesta oficina propiciar aos participantes
Ementa           experiências plásticas que surjam à partir de vivências corporais. Busca-se também refletir a respeito dos
                 estereótipos e seus reflexos nos processos de vivência em arte. Serão abordadas as possibilidades do
                 trabalho.
Nº. de vagas     15
Ministrante      Kely Crisitina de Aguiar
                 Licenciada em Arte Educação pela Escola Guignard, Professora de Educação Especial pelo Instituto São
                 Rafael. É Coordenadora Geral da Associação Crepúsculo – Arte, Saúde e Educação Sem Barreiras.
                 Também na Associação Crepúsculo é Professora de Artes Plásticas e Assistente das aulas de dança para
Mini-currículo   pessoas portadoras de deficiência. Foi idealizadora e professora do Projeto Oficina Crepúsculo de Dança
                 para Cegos – Lei Municipal de Incentivo a Cultura em 200. Foi Professora de Artes Plásticas do Instituto
                 Oboré, projeto do Instituto Ayrton Senna. Participou de vários cursos e oficinas de arte e educação
                 voltados para pessoas com deficiência.

Curso            DANÇA - Potencializando o corpo através da dança
Data (s)         Dias 19 e 20/10/2006 (5ª e 6ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    04 horas-aula
                 A oficina propõe ser um espaço de reflexões (através de imagens de vídeo, fotos e relatos de casos) e
                 vivências corporais, de modo que os participantes possam sentir e questionar as possibilidades e
Ementa           contribuições que a dança, quando realizada com enfoques de autonomia, criatividade e valorização da
                 diversidade, pode gerar no desenvolvimento humano e artístico das pessoas.
Nº. de vagas     20
Ministrante      Luciane Kattaoui
                 Especialista em Dança Educativa Moderna pela Universidade Federal de Viçosa, Bailarina formada pelo
                 Curso de Qualificação profissional em Dança pela Fundação Clóvis Salgado e Terapeuta Ocupacional
                 graduada pela Universidade Federal de Minas Gerais. Trabalha como coordenadora artística de todos os
Mini-currículo   trabalhos da Associação Crepúsculo desde 1998, incluindo aulas, oficinas, consultorias e trabalhos dos
                 Grupos Artísticos. Atua como intérprete - criadora e coreógrafa na Crepúsculo CIA de dança. Trabalhou
                 como coordenadora de dança do Projeto Agente Jovem pela Fundação Municipal de Cultura de 2004 à
                 2006.



                                 Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                                        CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                              E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
Curso            DESCOBRINDO O CORPO: DO IJEXÁ AO CONTEMPORÂNEO
Data (s)         Dias 19 e 20/10/2006 (5ª e 6ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    04 horas-aula
                 Através da dança, descobrir matrizes africanas. Oferecer aos participantes noções de cultura e
Ementa           arte, desmistificado o conceito exótico das manifestações afro-brasileiras; dar visibilidade à Lei
                 10.639/03, através da arte.
Nº. de vagas     25
Ministrante      Evandro Passos
Mini-currículo   Mestre em danças


                 ESTAÇÃO DAS PERDAS - ENTRE AS TRANSIÇÕES E AS POSSIBILIDADES DE RE-
Curso
                 EDUCAÇÃO
Data (s)         Dias 18, 19 e 20/10/2006 (4ª a 6ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    06 horas-aula
                 Há horas em nossa vida que somos tomados por uma enorme sensação de inutilidade, de vazio e de
                 impotência. Questionamos o porquê de nossa existência e nada parece fazer sentido naquele momento
                 quando algo que não esperávamos aconteceu. Concentramos a atenção no lado mais cruel da vida, aquele
                 que é implacável e a todos afeta indistintamente: como viver as perdas que ocorrem no trajeto... O mini-
                 curso que se apresenta tem como finalidade discutir as transições entre as rupturas vividas no dia-a-dia e
Ementa           as possibilidades de continuidade da vida como processo educacional (pedagógico) de se existir e de
                 aprender a se reestruturar para prosseguir. Considera-se, no desenrolar do tema que o processo vivencial
                 é o único aspecto de risco real para as perdas, para a morte (simbólica ou concreta), para o aprendizado
                 que dá novas potencialidades para o sujeito atual. Assim, o mini-curso será dividido didaticamente em
                 três etapas: 1. O processo natural de acontecimentos da vida; 2. Os tipos de perdas (rupturas e cortes
                 vivenciais); 3. As reações possíveis para a re-educação (rituais patológicos e rituais saudáveis).
Nº. de vagas     25
Ministrante      Geralda Eustáquia Ferreira
Mini-currículo   Psicóloga e mestre em Psicopedagogia da Educação



Curso            ESTATUTO DA CIDADE E AS CONQUISTAS JURÍDICAS DO DIREITO À CIDADE
Data (s)         18/10/2006 (4ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    2 horas-aula
                 Política de desenvolvimento urbano na Constituição Federal de 1988. Estatuto da Cidade, Plano Diretor e
Ementa           Políticas Urbanas.
Nº. de vagas     15
Ministrante      Marinella Machado Araújo - NUJUP - Faculdade Mineira de Direito/PUCMinas
                 Graduação em Direito, especialização em Direito Administrativo e doutorado em Direito Administrativo pela
                 UFMG. Professora da PUC Minas. Tem experiência na área de Planejamento Urbano e Regional. Atuando
Mini-currículo   principalmente nos seguintes temas: Estado democrático de direito, função social da propriedade,
                 planejamento urbano, instrumentos de política urbana e política urbana.




                                Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                                       CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                             E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
Curso            ESTRATÉGIAS PARA INCLUSÃO DIGITAL: FACILITANDO A ADOÇÃO DE TECNOLOGIA
Data (s)         19 e 20/10/2006 (5ª e 6ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    4 horas-aula
                 Antes da implantação de um esforço de inclusão digital - seja em telecentros, seja em escolas ou mesmo
                 em empresas - é necessário conhecer os componentes que facilitam a adoção por parte das pessoas
                 atingidas pelo projeto. Pelo menos três fatores devem ser observados nessa hora: a possibilidade de
Ementa           acesso, a capacitação de uso e a atitude das pessoas frente ao computador. O presente curso se propõe a
                 explorar esse fatores como direcionadores dos esforços de inclusão digital. Programa: 1) Conceito de
                 Adoção e sua ligação com Inclusão Digital; 2) Acesso aos computadores; 3) Capacitação para o uso; 4)
                 Atitude em relação aos computadores.
Nº. de vagas     25
Ministrante      Augusto Dutra Galery
                 Psicólogo, psicossociólogo. Mestre em Administração pela Fundação Getulio Vargas. Professor de cursos
                 de Pós-Graduação da Universidade Paulistana (UNIP) e da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São
                 Paulo. Pesquisador na temática da inclusão, incluindo pesquisas de Inclusão Digital no Centro de
                 Tecnologia da Informação Aplicada da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação
Mini-currículo   Getulio Vargas (FGV-EAESP). Autor do capítulo “Inclusão Digital”, do livro Tecnologia da Informação
                 (Editora Atlas). Coordenador de organização das três edições do Congresso Anual de Tecnologia da
                 Informação, na FGV-EAESP e participante da comissão organizadora do IV Seminário Internacional
                 Sociedade Inclusiva.

Curso            FUNDAMENTOS PEDAGÓGICOS E LINGÜÍSTICOS NA EDUCAÇÃO DE PESSOAS SURDAS
Data (s)         Dias 18, 19 e 20/10/2006 (4ª a 6ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    06 horas-aula
                 Fundamentos didático- pedagógico e lingüísticos da educação de pessoas surdas. Desenvolvimento da
                 linguagem da pessoa surda e o ensino da língua portuguesa. Objetivos: Conceituar e analisar os
                 fundamentos didáticos e pedagógicos da educação de pessoas surdas; Conceituar, analisar e discutir os
                 fundamentos do ensino da língua portuguesa para surdos – alfabetização e letramento; Enfocar a
                 importância de uma educação bilíngüe para o desenvolvimento cognitivo e afetivo dos alunos surdos.
Ementa           Refletir com os profissionais da educação uma proposta educacional norteadora das diretrizes que
                 valorizam a interatividade e autonomia, colocando o aprendizado do aluno surdo e sua formação global
                 como prioridade. Unidades de ensino: Desenvolvimento da linguagem das pessoas surdas; Ensino da
                 língua portuguesa para pessoas surdas. (Alfabetização / Letramento); Escola Inclusiva – enfoque na
                 educação das pessoas surdas.
Nº. de vagas     30
Ministrante      Heliane Alves de Carvalho Costa
                 Pós-graduada em Psicopedagogia com ênfase em Educação Especial. Graduação – Letras. Intérprete de
Mini-currículo   LIBRAS. Coordenadora de área/ Surdez - NAI - PUCMINAS.

                 FUNDAMENTOS PEDAGÓGICOS NA EDUCAÇÃO DE PESSOAS CEGAS E COM BAIXA
Curso
                 VISÃO
Data (s)         Dias 18, 19 e 20/10/2006 (4ª a 6ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    06 horas-aula
                 Abordagem dos aspectos pedagógicos e relacionais na educação das pessoas cegas. Aspectos da
                 inclusão das pessoas cegas. Objetivos: Conceituar e analisar os fundamentos didáticos e pedagógicos da
                 educação de pessoas cegas; Conceituar, diferenciar o desenvolvimento da pessoa cega e com baixa
                 visão; Refletir com os profissionais da educação uma proposta educacional norteadora das diretrizes que
Ementa           valorizam a interatividade e autonomia, colocando o aprendizado do aluno cego e sua formação global
                 como prioridade. Unidades de ensino: Inclusão / Deficiência – O que é / Expectativas / Dificuldades;
                 Função do professor no processo educacional; Conceitos e Classificação da Deficiência Visual: Cegueira e
                 Baixa Visão; Funcionamento do Sistema Braille.
Nº. de vagas     60
Ministrante      Judith Vilas Boas Santiago
                 Pós-graduanda em Educação Especial Inclusiva Graduação – Pedagogia.Especialista área da cegueira.
Mini-currículo   Coordenadora de área/ Cegueira - NAI - PUCMINAS.



                                Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                                       CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                             E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
                 GOALBALL: DE MODALIDADE PARAOLÍMPICA A INSTRUMENTO DE INCLUSÃO NA
Curso
                 EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR
Data (s)         Dias 18, 19 e 20/10/2006 (4ª a 6ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    06 horas-aula
                 Histórico do Goalball. Regras atualizadas. Aplicação no Contexto Escolar. Benefícios para alunos com
Ementa           deficiência visual e os demais videntes. Contribuições para a Inclusão de alunos com deficiência visual no
                 ensino regular.
Nº. de vagas     40
Ministrante      Carla Patrícia da Mata
                 Especialização em Estudos Avançados em Lazer pela UFMG (em andamento). Graduação em Educação
                 Física pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Árbitra Internacional de Goalball Nível 2 pela
Mini-currículo   International Blind Sports Federation – IBSA. Membro do Comitê Internacional de Arbitragem de Goalball
                 pela IBSA. Árbitra Nacional de Goalball pela Confederação Brasileira de Desportos para Cegos – CBDC.
                 Técnica de Lazer no SESI / CIRA - Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – FIEMG.

                 MÚSICA - RÍTMICA: CORPO E ESPAÇO (Descobrindo possibilidades musicais através do
Curso
                 ritmo, corpo e ambiente)
Data (s)         18/10/2006 (4ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    2 horas-aula
                 A presente oficina pretende despertar os profissionais para a importância do trabalho rítmico no ambiente
                 da aula de música. Partindo do princípio de que precisamos conhecer nosso próprio corpo, ter noção do
                 espaço que ele ocupa e de seu ritmo natural, antes de interagir com outros corpos e consequentemente
Ementa           experimentar a rítmica medida e coletiva existentes nas manifestações artísticas (dança, teatro e música).
                 O profissional que percebe esta perspectiva consegue identificar e reagir mais rapidamente às dificuldades
                 corporais encontradas em alunos portadores de diferentes deficiências.
Nº. de vagas     16
Ministrante      Ricardo Ulpiano da Cruz Pereira
                 Especialista em Educação Musical / UFM; Licenciado em Educação Artística com Habilitação em Música /
                 UEMG; Aulas de improvisação com o Professor Marco Coelho, desde 2006; Curso de Harmonia na Música
                 Popular, com o professor Ian Guest 2006; Participação no “I Seminário Integrado de Música” na UEMG,
                 2003; Oficina de “mímica Clássica” ministrada por Sula Mavrudis, 2003; Oficina “a Rítmca Corporal na
                 Encenação Multimeios”, com o grupo Oficina Multimédia, 2003; Curso de “Percussão na Musica Popular
Mini-currículo   Brasileira”, com o professor Carlinhos Ferreira, na ESMU/UEMG, 2003; Oficina: “Muzicalizando Sem
                 Barreiras”, ministrada na III Mostra Mineira de Arte Sem Barreiras. Evento realizado pela FUNARTE (Min.
                 Da Cultura), na Casa do Conde em Julho de 2006; Professor de teoria musical, violão e guitarra, na,
                 “Minueto Centro Musical”; Professor de música na “Associação Crepúsculo”; Professor de música/violão na
                 Escola “Padre Machado”, ensino regular.

Curso            OS ASPECTOS JURÍDICOS DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA
Data (s)         20/10/2006 (6ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    2 horas-aula
                 As recomendações e os documentos internacionais sobre educação inclusiva. O marco histórico legal da
                 educação inclusiva. A educação inclusiva como um direito fundamental. A Constituição de 1988 e as
                 esferas de competências federativas. A legislação infra-constitucional, principalmente a LDBEN. Enfoque
Ementa           para os direitos a educação e para as obrigações do poder público. O papel do Poder Judiciário como
                 órgão de pressão para acesso à educação inclusiva.Apresentação de pesquisa realizada na Europa e na
                 África como parâmetro da evolução da educação inclusiva no mundo.
Nº. de vagas     15
Ministrante      Maria de Lourdes Albertini Quaglia - NUJUP - Faculdade Mineira de Direito/PUCMinas
                 Graduada em Direito pela PUC Minas e Comércio Exterior pela UNA. Mestre em Direito Internacional e
                 Comunitário pela PUC Minas Especialista em Relações Internacionais pela PUC Minas e em Direito da
Mini-currículo   Economia e da Empresa pela FGV. Professora titular de Sociologia Jurídica, Direito Internacional, Direitos
                 Humanos, Teoria do Estado e Metodologia da Pesquisa Jurídica da Faculdade Mineira de Direito (PUC
                 Coração Eucarístico e Barreiro), Faculdades Milton Campos e Centro Universitário Newton Paiva.


                                Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                                       CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                             E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br
Curso            POLÍTICAS URBANAS DE INCLUSÃO
Data (s)         19/10/2006 (5ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    2 horas-aula
Ementa           As políticas urbanas como forma de promoção dos direitos fundamentais.
Nº. de vagas     15
Ministrante      Marinella Machado Araújo - NUJUP - Faculdade Mineira de Direito/PUCMinas
                 Graduação em Direito, especialização em Direito Administrativo e doutorado em Direito Administrativo pela
                 UFMG. Professora da PUC Minas. Tem experiência na área de Planejamento Urbano e Regional. Atuando
Mini-currículo   principalmente nos seguintes temas: Estado democrático de direito, função social da propriedade,
                 planejamento urbano, instrumentos de política urbana e política urbana.

Curso            TEATRO: Iniciação Básica ao Universo Teatral
Data (s)         Dias 19 e 20/10/2006 (5ª e 6ª feira)
Horário          16h30 às 18h00
Carga horária    04 horas-aula
                 Esta oficina busca possibilitar encontro dos educadores com o universo teatral realizado também para as
                 pessoas com deficiência. Através de exercícios práticos (corpo, voz, jogos), relatos de experiências
Ementa           artísticas vividas, vídeos, fotografias, entre outros o educador poderá perceber contribuições importantes
                 num trabalho destinado ao processo de evolução do sujeito autônomo.
Nº. de vagas     20
Ministrante      Leonardo Richard
                 Bacharel em Artes Cênicas – UFMG; Licenciado em Artes Cênicas – UFMG; Professor de Teatro da
                 Associação Crepúsculo - desde 2003; professor de teatro na Escola Albert Einstein, trabalhando com
                 fundamental e médio, desde 2004; Trabalho voluntário, como professor de teatro, para grupo de idosos do
                 Centro de Convivência do Clube Minas Gerais, em 2004; Direção do Espetáculo – Viagem. Montagem com
Mini-currículo   pessoas, em sua maioria, com Síndrome de Down. Realização – Associação Crepúsculo; Professor de
                 Teatro do Projeto da ASSEDINS – PBH; Elenco de apoio para o grupo Teatro da Vertigem – FIT BH 2004;
                 Integrou a Cia Zero de Bonecos nos anos de 2002 e 2003; Espetáculo Escola de Quixotes, direção de Bya
                 Braga; Espetáculo Barreado, direção de Cida Falabella; Balé Contemporâneo - Escola do Grupo Corpo –
                 2001; Canto Popular - Babaya Escola de Canto – 1995.




                                Avenida Dom José Gaspar, 500 – Prédio 30 – Telefax: (31) 3319 4977
                                       CEP 30.535-610 - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
                             E-mail: socincl@pucminas.br - Site: www.sociedadeinclusiva.pucminas.br

								
To top