Escola CRIATIVA by NDg9GH

VIEWS: 6 PAGES: 8

									Escola CRIATIVA
“Uma visão retrospectiva”


A Escola CRIATIVA é uma escola de ensino particular de referência em qualidade de
educação, que busca cada vez melhor atender à comunidade estudantil através de método
educacional que revele à nova realidade mundial.
Dentro dessa perspectiva a escola conta a parceria do Sistema de Ensino JPiaget que de forma
inovadora revoluciona a concepção tradicional de educação. O material pedagógico é atraente
com aulas interativas, interdisciplinares, os temas transversais são abordados desde a educação
infantil visando estimular o autoconhecimento e o conhecimento do outro e contextualizado
através da apresentação de aulas eletrônica integradas ao material impresso o que tornam as
aulas mais atraente e os alunos mais motivados.
Atualmente a Escola CRIATIVA possui os seguintes níveis de educação: Educação Infantil
(pré-escolar), Ensino Fundamental (séries iniciais do 1º ao 5º ano), e o Ensino Fundamental II
inclusive com o período integral.
Desde o início da vem através da sua proposta pedagógica e do seu projeto político pedagógico
construindo e propondo novos caminhos, para uma escola diferente. Todas as questões que
envolvem o fazer pedagógico e as suas relações com o currículo, conhecimento e com a função
social da escola, obriga a um pensar e uma reflexão contínua de todos os envolvidos neste
processo.
Foi inaugurada em 08 de novembro de dois mil e dois, pelas sócias fundadoras Priscille Lino
Miranda, Maria Matildes de Souza Lino e Jullie Lino Miranda e demais professoras e
convidados da comunidade.
As aulas iniciaram em fevereiro de 2003, a escola atendia somente a educação infantil, com
capacidade para 60 alunos. Com o passar dos anos as exigências escolares aumentaram,
ocorrendo a necessidade de ampliação para mais quatro salas aumentando assim, também sua
capacidade. Em 11 de fevereiro de dois mil e sete foi inaugurado à educação fundamental I de 1ª
a 4ª série. Atualmente a escola oferece á comunidade além da educação infantil, o ensino
fundamental I e II.
A escola oferece através do laboratório próprio aulas de informática, brinquedoteca para
atividades lúdicas, piscina onde são realizadas a recreação aquática, pátio onde os alunos
recebem as aulas de educação física agregadas ao uso das quadras poliesportivas do bairro,
refeitório, cantina, videoteca, sala de ballet, biblioteca, sala específica para o turno integral.
Nesse ano a escola oferece aulas de futsal, capoeira, natação, teatro e aulas de ballet através de
um núcleo de dança instalado na própria escola. Ademais a escola proporciona aos pais dos
alunos aulas de dança para os interessados com mensalidades com preço accessível aos pais e
alunos.
HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO, PROPOSTA E ORIENTAÇÕES.
EDUCAÇÃO INFANTIL
- Período de Funcionamento:
Manhã - 7:30h às 11:30h
Tarde - 13:30h às 17:20h


ENSINO FUNDAMENTAL I
- Período de Funcionamento:
Manhã - 7:20h às 11:45h
Tarde - 13:20h às 17:45h


ENSINO FUNDAMENTAL II
- Período de Funcionamento:
Manhã - 7:20h às 11:50h




- ORIENTAÇÕES GERAIS PARA MATRÍCULA
Documentos necessários para matrícula de novos alunos:
• 02 fotos 3x4 iguais e recentes;
• 01 cópia da certidão de nascimento;
• 01 cópia da carteira de vacinação (atualizada)
• 01 cópia de comprovante residencial;
CÓPIA DO RG E CPF DO RESPONSÁVEL PELO CONTRATO
E COMPROVANTE DE ENDEREÇO


Documentos necessários para rematrícula:


• 01 cópia da carteira de vacinação (atualizada)
• 01 cópia de comprovante residencial;




Documentos a serem preenchidos pela Escola:


• requerimento de matrícula;
• ficha de instruções;
• contrato de prestação de serviços educacionais.


Quadro Curricular:


Os conteúdos são trabalhados de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais que
propõem uma mudança de enfoque em relação aos vários campos do conhecimento; ao invés de
um ensino em que o conteúdo seja visto como fim em si mesmo, o que se propõe é um ensino
em que o conteúdo seja visto como meio para que os alunos desenvolvam as capacidades que
lhes permitam produzir e usufruir dos bens culturais, sociais e econômicos.


Grade Curricular:


- Língua Portuguesa
- História
- Geografia
- Matemática
- Ciências da natureza
- Artes;
- Educação Física;
- Inglês.
- Espanhol
- Informática


Extracurricular:


- Dança;
- Música;
- Capoeira
- Teatro
- Futsal
- Natação


- Metodologia


As vertentes interacionistas:


Construtivismo de Piaget
Sócio Interacionismo de Vygotsky




Objetivos da Educação Infantil


Considerando as especificidades afetivas emocionais, sociais e cognitivas da Pré-Escola, a
qualidade das experiências oferecidas deve estar embasada nos seguintes princípios:


- Assegurar a criança uma educação que propicie o desenvolvimento físico, mental, social,
emocional e espiritual:
- Promover a socialização o desenvolvimento da expressão oral e escrita;
- Favorecer as condições para que a criança construa um auto conceito positivo percebendo suas
possibilidades e limitações;
- Estimular a criatividade;
- Desenvolver a coordenação motora, percepção, sensibilidade, responsabilidade, independência
e auto disciplina;
- Desenvolver o amor aos semelhantes, à Pátria e a Deus.
- Respeito à dignidade e aos direitos das crianças, consideradas nas suas diferenças individuais,
sociais, econômicas, culturais, étnicas, religiosas, etc.
- O direito das crianças a brincar, como forma particular de expressão , pensamento, interação e
comunicação infantil;
- O acesso das crianças aos bens sócios culturais disponíveis;
- A socialização das crianças por meio de sua participação e inserção nas mais diversificadas
praticas sociais, sem discriminação de espécie alguma;
- O atendimento aos cuidados essenciais associados a sobrevivência e ao desenvolvimento de
sua dignidade;


Aprendizagem


Os assuntos trabalhados com as crianças devem guardar relações específicas com os níveis de
desenvolvimento das crianças em cada grupo e faixa etária e, também, respeitar e propiciar a
amplitude das mais diversas experiências em relação aos eixos de trabalho propostos.
O processo que permite a construção de aprendizagem significativa pelas crianças requer uma
intensa atividade interna por parte delas.
É, portanto, a função do professor considerar, como ponto de partida para sua ação educativa, os
conhecimentos que as crianças possuem, advindos das mais variadas experiências sociais,
afetivas e cognitivas a que estão expostas.
A criança


A criança como todo ser humano, é um sujeito social e histórico e faz parte de uma organização
familiar que está inserida em uma sociedade, com uma determinada cultura, em um determinado
momento histórico. A criança tem na família, biológica ou não, um ponto de referência
fundamental, apesar da multiplicidade de interações sociais que estabelece com outras
instituições sociais.


Conteúdos


As diferentes aprendizagens se dão por meio de sucessivas reorganizações do conhecimento, e
este processo é protagonizado pelas crianças quando podem vivenciar experiências que lhes
forneçam conteúdos apresentados de forma não simplificada e associados a praticas sociais
reais.
É importante marcar que não há aprendizagem sem conteúdos.
Pesquisas apontam a importância das aprendizagens específicas para os processos de
desenvolvimento e socialização do ser humano, ressignificando o papel dos conteúdos nos
processos de aprendizagens.
Os conteúdos abrangem, para além de fatos, conceitos e princípios, também os conhecimentos
relacionados a procedimentos, atitudes, valores e normas como objetos de aprendizagem. A
explicitação de conteúdos de naturezas diversas aponta para a necessidade de se trabalhar de
forma intencional e integrada com conteúdos que, na maioria das vezes, não são trabalhados de
forma explicita e consciente.
Esta abordagem é didática e visa a destacar a importância de se dar um tratamento apropriado
aos diferentes conteúdos, instrumentalizando o planejamento do professor para que possa
contemplar as seguintes categorias:


- conteúdos conceituais;
- conteúdos atitudinais.


Todo este procedimento será embasado nas teorias sociointeracionistas e todos os conteúdos
passam pela transversalidade das atividades propostas. Nunca perder de vista as atividades
permanentes que respondem as necessidades básicas como:
- brincadeiras no espaço interno e externo;
- roda de história;
- oficinas de desenho, pintura, modelagem e música;
- atividades diversificadas ou ambientes organizados por temas ou materiais à escolha da
criança, incluindo momentos para que as crianças possam ficar sozinhas e assim o desejarem;
- cuidados com o corpo;


Currículo


- formação pessoal e social;
- identidade e autonomia;
- conhecimento do mundo:
- movimento;
- música;
- artes visuais
- linguagem oral e escrita;
- natureza e sociedade;
- matemática
- informática;
- inglês;
- meio ambiente;
- vida prática
- Ciências sociais (História/geografia)
- Atividade livre


Quadro docente - Perfil Profissional

O trabalho direto com as crianças pequenas exige que o professor tenha uma
competência polivalente.
Ser polivalente significa que o professor sabe trabalhar com conteúdos de naturezas
diversas que abrangem desde cuidados básicos essenciais até conhecimentos específicos
proveniente das diversas áreas do conhecimento.
Este caráter polivalente demanda, por sua vez, uma formação bastante ampla do
profissional que deve tornar-se, ele também, um aprendiz, refletindo constantemente sua
prática, debatendo com seus pares, dialogando com as famílias e a comunidade e
buscando informações necessárias para o trabalho que desenvolve;
Os profissionais da Escola CRIATIVA têm todo este perfil; e com formação
universitária que garante atingir os objetivos da nossa proposta educacional.

Espaço físico e Recursos materiais

A escola oferece um espaço de acordo com o projeto pedagógico : espaçosa, colorida,
arejada, som ambiente e bem localizada, com equipamentos de segurança e fácil acesso
no embarque e desembarque das crianças.
Recursos materiais diversificados porque a escola entende que constituem instrumentos
importantes para o desenvolvimento da tarefa educativa, uma vez que são um meio que
auxilia a ação das crianças.

Parcerias com as famílias

As características da faixa etária das crianças atendidas, bem como as necessidades
atuais de construção de uma sociedade mais democrática e pluralista apontam para a
importância de uma atenção especial com relação entre instituições e famílias.
Acolher diferentes famílias não pode se limitar as várias participações dos pais em
comemorações festivas. Estas iniciativas são interessantes e desejáveis, mas não são
suficiente para lidar com essa diversidade de valores e crenças.
A Escola CRIATIVA está a disposição para servir às famílias, respondendo às suas
demandas e necessidades: nas reuniões mensais e bimestrais a equipe escolar subsidia
no que se referem aos aspectos didático-pedagógico, nas palestras a escola se preocupa
em passar orientações úteis para ajudar na educação dos seus filhos.
Em geral a troca de informações é diária com as famílias, principalmente quando há
cuidados especiais que a criança esteja necessitando.

Também a Escola CRIATIVA entende que os pais devem ter acesso à:

- filosofia e concepção de trabalho;
- informações relativas ao quadro de pessoal com as qualificações e experiências;
- informações relativas à estrutura e funcionamento da escola;
- condutas em caso de emergência e problemas de saúde;
- informações quanto a participação das crianças e famílias em eventos especiais.

Adaptação da criança nos primeiros dias de aula

Orientação para os pais
A ida da criança pela primeira vez à escola deixa os pais mais ansiosos que os filhos.
Saibam como trabalhar no período de adaptação para transmitir segurança aos seus
filhos.
Conte numa linguagem bem simples como é a escola. Fale sobre as crianças, os
professores, o espaço, o playground, casinha da boneca, etc. Quanto mais a criança
conhecer e sentir que você confia na escola, melhor. Leve-a à escola antes do início das
aulas. Mostre também o telefone de onde poderá entrar em contato com você, caso
precise.
A duração do período de adaptação varia de criança para criança, mas normalmente é de
uma semana.
Nos primeiros dias não deixe todo período, a criança poderá pensar que você a
abandonou na Escola. Venha buscar antes de o período terminar até a criança adquirir
confiança.
A hora de buscar a criança também é importante. Ela precisa passar a viver numa rotina
na Escola. Ficará mais tranqüila se for pegá-la na mesma hora que vão os pais das
outras crianças. Qualquer demora poderá deixá-la insegura e poderá sentir-se
abandonada.
É normal a criança chorar. É normal também elas dizerem simplesmente “tchau”.
Sua confiança na Escola será percebida pela criança.
Outras orientações procurem a Direção da Escola, que estará a disposição para
conversar e encaminhar a questão da melhor maneira possível.

								
To top