Projeto

Document Sample
Projeto Powered By Docstoc
					PTE – Projeto Telemar Educação
             CE/RJ




    “Os alimentos, quando ingeridos, transformam-se na energia
             geradora de pensamentos, emoções e movimentos”.
      Alimentação sadia e equilibrada gera saúde física e mental.
     O conhecimento do valor nutritivo dos alimentos e sua ação
         energética ajudam a desenvolver a percepção superior “.
                                           Martinelli, M. (1996)”.


                   "Sei que meu trabalho é uma gota no oceano.
                         Mas sem ele, o oceano seria menor..."
                                       Madre Teresa de Calcutá




           Maio/2004
                                      Justificativa

Tendo em vista que o nosso país é territorialmente vasto, consequentemente, rico em
diversas raças, culturas, tradições e revendo a questão da fragilidade, qualidade e
distribuição da merenda escolar no Brasil foi pensado e elaborado este projeto, em caráter
experimental, onde seria implantado como suplemento da merenda escolar uma merenda
alternativa e regional, valorizando as riquezas locais e aproveitando-as, conscientizando os
agentes transformadores, que se pode criar alternativas práticas e viáveis, em tempos cada
vez mais difíceis, com valor nutricional equivalentes aos necessários a serem ingeridos por
dia , abrangendo não só a alimentação, como necessidade básica de sobrevivência, bem
como a realidade sócio- cultural e econômica do Brasil.

                                      Objetivo Geral


    Fornecer uma merenda de fácil aquisição, produção, valor nutricional adequado e
     custos viáveis.




                                  Objetivos Específicos



    Ofertar diariamente a merenda escolar;
    Produzir uma merenda saborosa que agrade ao aluno;
    Divulgar a gastronomia típica de cada região, valorizando suas tradições;
    Discutir o desperdício de alimentos, e consequentemente a fome no mundo;
    Praticar a alimentação alternativa
    Trabalhar a TRANSDISCIPLINARIDADE;
    Estimular nos alunos o prazer da pesquisa, a aceitação do novo, diferente e
      alternativo.
    Incluir em diversos setores da sociedade: gastronomia x cidadania.
    Engajar a comunidade nas ações da escola
                                       Metodologias

 Pesquisar na internet os alimentos usados em cada “prato” regional, levando em
   consideração seu valor nutritivo, sua praticidade e origem;
 Implantar inicialmente uma vez por semana, a merenda alternativa;
 Estimular os alunos a pesquisar, tanto na internet como em livros, receitas regionais e
   alternativas, trabalhando simultaneamente a leitura;
 Orientar os familiares a trabalharem as receitas pesquisadas, fornecendo subsídios para
   melhoria na alimentação familiar;
 Trazer a nova descoberta para a sala de aula, onde o professor terá um leque de
   informações e opções para se trabalhar cultura, geografia, religião, sociedade e outras
   disciplinas. Tudo isso sendo contextualizado, tendo como ponto de partida a receita
   regional ou alternativa;
 Convidar a comunidade a fazer parte dessa gastronomia alternativa, trazendo idéias e
   se possível, colaborando com alimentos envolvidos com a merenda.


                                           Período

2005 ( agosto a dezembro).


                                       Público alvo

Alunos do Fundamental II – 6ª a 7ª série
Comunidade




                                        Recursos

    Laboratório de informática;
    Biblioteca;
    Acesso a cantina da escola ;




                                           Material
    Tesouras
    Cola
    Cartolinas (cartazes)


                                        Conclusão


A iniciativa deste projeto visa o melhoramento da prática alimentar, não só de uma
comunidade, mais da população em geral. No entanto, só podemos obter êxito nesta
conquista se contarmos com o apoio de todos que se engajarem nesta luta. A valorização
das origens, tradições e diferenças, vêm unificar o sentimento de irmandade, solidariedade
e esperança, buscando atenuar a fome que ora figura como fator primordial na busca de
soluções alternativas, entretanto, a fome de conhecimento também será inclusa em nossas
ambições, visto que não só o corpo precisa de alimento, mais também a alma, só assim
teremos igualdade social e paz.




                              Referente ao título do projeto

Globalizamos a idéia da transdisciplinariedade, onde trabalharíamos não só a questão da
alimentação alternativa, mas noções de fatos históricos, sócio-político, como a fome na
África, o desperdiço de alimentos, geografia, biologia, solidariedade, fraternidade, amor
universal, etnias, religião, em fim, conhecimentos e sentimentos que engrandecesse o
grande agente modificador de realidades: O HOMEM.




Idealizadores

Prof.Raulindo Ramos Menezes – FML - CE
Luiz Joed Cabral Coelho – FML - RJ


Colaboradores:

Profª.Vera Lucia Rocha Laporta – E.F. USP - SP.
Profª.Nícia Claudia Silva Lucas – CE.
Profª. Maria Tereza Gordiano de Oliveira Barbosa - CE
                    “Tudo posso Naquele que me fortalece, Cristo Jesus”


                    Dicas de alimentos alternativos e regionais




    Tapioca (goma, água e sal).
    Bife de caju
    Suco de folha de cajazeira
    Suco de casca de abacaxi
    Rapadura
    Baião-de-dois
    Cambiga (suco de murici c/ farinha)
   Obs: Esses são pratos típicos do Ceará.


    Tutu de feijão preto
    Canja
    Bolo de cenoura
    Bolo de banana
    Doce de banana
    Feijoada
    Banana frita
   Obs: Alguns desses alimentos não representam exatamente a cultura do estado do Rio
   de Janeiro, mas exatamente a cultura da minha localidade (Mangaratiba), por exemplo,
   a Banana que aqui tem uma aceitação muito grande por causa do seu baixo preço e por
   ser produzida no local!




          Dedicatória de Raulindo Ramos

A DEUS
As pessoas que eu amo

           Dedicatória de Luiz Joed
A Deus
A todas as pessoas q me ajudaram e que vão me ajudar a por esse projeto em pratica!
                    ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL SANTA LUZIA
                              ALMÉCEGAS – TRAIRI – CE

METODOLOGIA DO CTA/2005


1º Momento – mês de março, 14 de abril.

    Sensibilização: divulgação, convite...
    Inscrição das equipes (8 alunos de 5ª e/ou 6ª séries e 1 professor de português ou Ciências),
     que seriam alunos nutricionistas mirins e seriam encarregados da pesquisa de campo
     (pesquisar receitas tradicionais e /ou alternativas na comunidade, internet, livros, entre outros)
    Seleção 2 receitas para a elaboração do 1º Livro de Receitas Alternativas do PTE
    Bate-papo com as equipes para apresnetação
    Fórum entre FMLS/FMEF – 30 de março

2º Momento – mês de abril, 12 de abril.

    Bate-papo entre alunos/professores/fmls.Troca de receitas
    Os professores multiplicadores deverão trabalhar as receitas recebidas dentro da sua
     disciplina, uma vez por semana.

   Sugestão:

   Língua portuguesa: produção textual, palavra geradora, verbo, etc...

   Matemática: peso e medidas, situações problemas (raciocínio lógico), etc...

   Ciências: alimentos e suas substâncias, higiene dos alimentos e corporal, etc...

   Geografia: divisão política e econômica, etc...

   História: Evolução política-economica-social, etc...

   Art. Religião: Arte e religião local, a fome no mundo, desperdice de alimentos, etc...

   3º Momento – mês...

        Bate-papo entre alunos em datas programas, relatar a vivencia do CTA.
        Produzir palestras integrativas Escola/Família (pesquisa INTERNET, livros, comunidade,
         nutricionista). Temas sugestivos: ALIMENTAÇÃO ALTERNATIVAS, HIGIENE
         CORPORAL E DOS ALIMENTOS, ALIMETAÇÃO SAUDÁVEL, ETC...
        Reunião com alunos, professores, pais, fmls para pedir para colaborar e contribuir para a
         merenda escolar.(situação local).
        Criação de uma horta na escola, feita pelos alunos, professores e comunidade.

   4º Momento – Encerramento – mês...

        Realizar a última receita na cantina da escola


       Obs: Todas as atividades deverão ser registradas – Diário de Bordo, e enviadas para a EF-
       USP.
CRONOGRAMA

    MÊS: MARÇO

 DATA       HORÁRIO                                 ATIVIDADES
 14 a 29 10:00h as 11:00h Capacitação e pesquisa das receitas (INTERNET, LIVROS).
   30    16:00h as 17:00h Bate-papo entre fmls/professores


    MÊS: ABRIL

 DATA       HORÁRIO                                   ATIVIDADES
 01 a 08 10:00h as 11:00h   Capacitação, seleção de receitas e equipes de redatores.
   12    16:00h as 17:00h   Bate-papo/Troca de receitas
   18    16:00h as 17:00h   Vivencia em sala de aula
         16:00h as 17:00h   Bate-papo – relatos sobre a vivencia do CTA/publicação do diário
   25
                            de bordo
   29    16:00h as 17:00h   Vivencia em sala de aula


    MÊS: MAIO

 DATA       HORÁRIO                                  ATIVIDADES
  02     16:00h as 17:00h   Vivencia em sala de aula
  09     16:00h as 17:00h   Bate-papo professores/troca de experiências
  10     16:00h as 17:00h   Vivencia em sala de aula
  16     16:00h as 17:00h   Elaboração de palestra na escola: tema a escolher
  20     16:00h as 17:00h   Vivencia sala de aula/bate-papo
  25     16:00h as 17:00h   Execução da palestra: ESCOLA/COMUNIDADES
  30     16:00h as 17:00h   Bate-papo: apresentar atividades realizadas

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:104
posted:12/8/2011
language:Portuguese
pages:7