2 � LOGISTICA / NOSSA INSTALA��ES

Document Sample
2 � LOGISTICA / NOSSA INSTALA��ES Powered By Docstoc
					                              A EMPRESA

    1.0 - O nosso capital EXPERIÊNCIA E FORMAÇÃO ACADÊMICA.

      Pretendendo estabelecer uma força na conexão com o mundo dos negócios
é que a PLUS BRASIL SISTEMAS ADUANEIROS LTDA. torna-se para uma
vida empresarial mais aberta.

      Vivendo sob o ápice do comércio internacional desde a sua fundação, e
com entusiasmo e qualificação técnica buscamos apresentar um novo perfil de
atuação, promovendo a:

* ASSISTÊNCIA TÉCNICA:

    DESPACHOS ADUANEIROS
    LOGÍSTICA INTERNACIONAL

    Fazem parte da rotina de atividade, do qual realizamos com aplicação, porém o
que propomos neste paradigma profissional é mais e “MAIS” e na linguagem
internacional (para ser bem entendido) “PLUS”, PLUS BRASIL que de qualidade
oferece:

    Assistência técnica na produção de banco de dados com classificação
     NCM/TEC;
    Assistência técnica na elaboração de projetos DRAW BACK;
    Assistência técnica no desenvolvimento de EX-TARIFÁRIO;
    Assistência técnica na utilização de BENEFÍCIO FISCAL;
    Assistência técnica na utilização de ADMISSÃO TEMPORÁRIA;
    Assistência técnica na importação das máquinas usadas.

  Entre outros que fazem parte do portifólio do comércio exterior, com a PLUS
BRASIL que AMPARA e da segurança nas operações por ter, quando solicitado:

    ASSESSORIA JURÍDICA ADUANEIRA;
    AUTOMAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS;
    SISCOMEX – INTERNET;

     Por esta razão que consideramos o milênio favorável às boas atitudes.
2.0 - LOGÍSTICA / NOSSAS INSTALAÇÕES


MATRIZ:
Rua Conceição, 233
Conjunto 1314 - 13º andar – Campinas / S.P
CEP: 13010-050
FONE: (19) 3232-7590
FAX: (19) 3233-1990
www.plusbrasil.com.br




FILIAL:
Praça da República, 62 3º andar - sala 37
Santos / SP
CEP: 11013-010
Fone/Fax: (13) 3223-2760/ 3223-2260/ 3221-1915/ 3223-4825



ESCRITÓRIOS:
 São Paulo
 Franca
 Ribeirão Preto
 Piracicaba
 Guarulhos
 Uruguaiana
3.0 EXPORTAÇÃO
A – HONORÁRIOS:
   - A combinar


B – EMISSÃO DE CERTIFICADO DE ORIGEM
   - A combinar

C – SDAS – Conforme tabela

D – EXPEDIENTE
   - A combinar


Conforme tabela



3.1 IMPORTAÇÃO
A - HONORÁRIOS
    - A combinar



B – Máquinas equipamentos para o ativo fixo do importador-Honorários

   - Comissão a combinar




C - S.D.A.S
    - Conforme tabela do sindicato
                            IMPORTAÇÃO

1.0 – Importação
       Temos condições de oferecer a V.sas., todos os serviços pertinentes a
rotina de importação, dentre os quais destacamos::


    a) Metodologia
      Para a boa execução dos serviços é indispensável que os clientes prestem
todas as informações referentes à importação.
      Todos os serviços serão executados dentro dos prazos legais, desde que a
documentação necessária e as instruções estejam em completa ordem e a nossa
disposição, em tempo hábil.

    b) Documentação
   Comercial Invoice;
   Dados para classificação do material;
   Forma de pagamento definida com o Exportador;
   Catálogo e desenho técnico para máquinas e equipamentos;
   Tradução da Fatura (caso utilize termos técnicos);
   Estudos Orçamentários;
   Classificação Tarifária;
   Licença de Importação, Elaboração e acompanhamento de Licença de
    Importação junto ao DECEX:
    Serviço este executado, conforme NCM/SH, da mercadoria, e após consultado
    tratamento administrativo no novo sistema implantado, em janeiro de 1997
    “SISCOMEX IMPORTAÇÃO”.
1. Desembaraço Aduaneiro;

2. Coleta dos documentos junto às companhias aéreas e desconsolidadores:
   Serviço este executado, diariamente junto as Cias. Aéreas e
   desconsolidadores conforme solicitação do cliente e pré-alert da informação da
   chegada da mercadoria, temos pôr hábito, posicionar nossos clientes via e-mail
   sobre a retirada do documentos e chegada da carga;

3. Cálculo das despesas de importação (numerário):
   Serviço este executado, após a análise do AWB, FATURA COMERCIAL e
   Instrução/draft do importador;

4. Registro das D.I.’s nas repartições/SISCOMEX:
   Serviço este executado, após todos os tramites acima colocados e para maior
   agilização dos registros de D.I.’s de nossos importadores implantamos o
   sistema de linha dedicada (acesso direto ao SISCOMEX);

5. Emissão de Declaração de Importação:
   Serviço este executado, após termos cópia da AWB, FATURA COMERCIAL e
   instrução do importador quanto a descrição, tipo, NCM, dados de câmbio
   quando necessário, e a totalidade dos dados pertinentes para o preenchimento
   da D.I.;

6. Emissão de Notas Fiscais de Entrada:
   Serviço este executado, por funcionários altamente treinados para esta função,
   com a ressalva do importador nos informar os procedimentos internos, pois
   cada empresa tem sua maneira própria de preenchimento do respectivo
   documento;

7. Acompanhamento do desembaraço junto à fiscalização:
   Serviço este executado, por Despachante Aduaneiros e Ajudantes de
   Despachantes.
                   CANAIS E SUAS ESPECIFICAÇÕES



     CANAL VERDE      CANAL AMARELO     CANAL VERMELHO       CANAL CINZA
    DESEMBARAÇO        CONFERÊNCIA         CONFERÊNCIA       VALORAÇÃO
     AUTOMÁTICO      DOCUMENTAL/E OU      DOCUMENTAL E        ADUANEIRA
                          FÍSICA              FÍSICA



                                                            

   VERDE Recepção da D.I., pagamento de armazenagem, emissão de
Comprovante de Importação.Desembaraço em dois dias úteis.


    AMARELO Recepção da D.I., pagamento de armazenagem, análise
documental e emissão de Comprovante de Importação. Desembaraço em três
dias úteis.


   VERMELHO Recepção da D.I., pagamento de armazenagem, análise
documental, conferência física das mercadorias e emissão de Comprovante de
Importação. Desembaraço em três dias úteis.


    CINZA Recepção da D.I., pagamento de armazenagem, análise documental,
prestação de garantia para liberação das mercadorias e emissão de Comprovante
de Importação. Desembaraço em até quinze dias úteis.

   Regime Aduaneiro especiais e atípico:

Reimportação
       Para execução deste serviço é indispensável à apresentação do processo
de reexportação, cópia do AWB, Fatura, Laudo de identificação da mercadoria e
principalmente o comprovante de exportação conforme preceitua a lei SCE nº2/95;

Admissão Temporária
      Para execução deste serviço, é indispensável que o cliente, preste
informações como:
1-Finalidade;
2-Tempo que a mercadoria deve ficar no país;
3-Que a mercadoria venha sem cobertura cambial;
      Finalmente se prefere fazer fiança bancária ou deposito na Caixa
Econômica Federal para garantia dos tributos suspensos. Por isso, o tramite da
documentação torna-se um processo muito moroso. É importante esclarecer
também que este desembaraço é realizado na conferência física fotografada para
melhor identificação da Receita Federal na sua Reexportação;

DAP-DEPÓSITO ALFANDEGADO PÚBLICO

Este Regime caracteriza-se por oferecer as seguintes vantagens:

1) Permite a postergação do pagamento dos impostos, até o momento da
   nacionalização;

2) Prazo mais dilatado para o desembaraço das mercadorias, quando comparado
   com as zonas primárias;

3) Maior agilidade nos processos de desembaraço aduaneiro, com a redução do
   ciclo total de importação;

4) Possibilidade de negociação de condições operacionais e comerciais
   personalizadas, visto que as operações se dão em terminal pertencente à
   empresa privada, sensível às necessidades de seus clientes;

5) A mercadoria permanece armazenada, próxima do estabelecimento do
   importador, agilizando o processo de expedição das mercadorias;

6) Aproveitamento dos benefícios fiscais, vigentes na época;

7) As mercadorias podem permanecer em depósito no Regime, por até 120 dias;
   sendo que, os despachos devem ser efetuados pelo total do lote embarcado,
   emitindo-se a guia de importação com antecedência ao embarque.
ENTREPOSTO ADUANEIRO

Este Regime caracteriza-se por oferecer as seguintes vantagens:


1) Ferramenta poderosa de marketing, pois as mercadorias importadas
   permanecem depositadas no país, próximas dos pontos de consumo,
   permitindo a formação de estoques estratégicos;

2) Segurança para o exportador estrangeiro, pois a nacionalização das
   mercadorias só se realiza com a emissão da fatura comercial definitiva;

3) Negociação de condições operacionais e comerciais, personalizadas, pois as
   operações se dão em terminal de empresa privada, sensível às necessidades
   de clientes;

4) Os impostos permanecem suspensos durante a permanência da carga em
   depósito no regime e o recolhimento ocorre por ocasião do despacho;

5) As mercadorias podem permanecer em depósito por um ano, prorrogável por
   igual período e pode ocorrer a propagação até três anos. Há ainda a
   possibilidade de desdobramento do B/L (despachos parciais por lote). Esses
   despachos podem ser em nome do consignatário, ou de terceiros adquirentes.

6) Possibilidade de transferência para admissão em outro regime aduaneiro
   especial.
   As mercadorias são embarcadas, em consignação sem cobertura cambial à
empresa brasileira registrada como importador/exportador, não necessitando da
emissão prévia da guia de importação.

   Remoção aos EADI’S da 8ª Região Fiscal:
    Elaboração de DTA e DTAS I, para remoção EADI’S nacionais

DESCARGA DIRETA-DTAS
Este benefício é incidente para trânsitos aduaneiros, de zonas primárias
(Portos e Aeroportos) para recintos alfandegados de zona secundária.

Principais vantagens:

1) Possibilita a remoção imediata de mercadorias dos Portos e Aeroportos, sem o
   pagamento das taxas de armazenagem. Somente capatazias;
2) Elimina sensivelmente o risco de roubos e/ou avarias, pois a permanência em
   zona primárias é mínima;

3) Maior agilidade no processo de desembaraço aduaneiro de importação, pois é
   realizado em terminal alfandegado, próximo aos estabelecimentos dos
   importadores.

   Assessoria técnica junto a órgãos intervenientes:

- BANCO CENTRAL - Câmbio e Pagamentos na Importação/Exportação –
Contencioso Administrativo junto ao Banco Central e Judiciário. INTIMAÇÕES
Modalidades de pagamento de importação, Contratação de câmbio na importação
e Liquidação de contratos de câmbio

- MDIC – Ministério da Indústria e Comércio Exterior – Secretaria de Comércio
Exterior (SECEX)

- CAMEX – Câmara de Comércio Exterior

- Mercosul

   Projetos de Draw-Back - isenção ou suspensão


A SECRETARIA DE COMÉRCIO EXTERIOR DO MINISTÉRIO DO
DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR, PELA
PORTARIA Nº 14, DE 17 DE OUTUBRO DE 2001, DECIDE, no uso das
atribuições que lhe confere o Decreto nº 3.904, de 31 de agosto de 2001, resolve:


Art. 1º A partir de 1º de novembro deste ano, a concessão do regime de
drawback, modalidade suspensão do pagamento de tributo, será processada
exclusivamente no módulo específico drawback do Sistema Integrado de
Comércio Exterior - SISCOMEX.



PARCELAMENTO DE DÉBITOS FISCAIS NÃO INSCRITOS - ICMS
   Pleitear junto ao Estado parcelamento do ICMS. O contribuinte poderá manter
até dois pedidos de parcelamento de débito não inscrito.
CASES:

NCM 8461.40.99 (Material Usado)
Descrição Mercadoria: Cortadora de engrenagem
Valor CIF: R$ 188.631,71
Valor do ICMS parcelado: R$ 21.789,14


NCM 8414.80.19
Descrição Mercadoria: Compressor de ar centrífugo
Valor CIF: R$ 758.520,11
Valor do ICMS parcelado: R$ 90.803,11

NCM 2905.45.00, 7307.11.00, 7308.90.90, 7309.00.90, 7318.15.00, 7318.22.00,
7326.19.00, 84169.20.10, 8416.90.00, 8419.50.90, 8428.39.90, 8481.10.00,
8481.40.00, 8481.90.90, 9026.10.29, 9026.20.10
Descrição Mercadoria: Sistema de Tratamento de Esgoto
Valor CIF: R$ 682.250,27
Valor do ICMS parcelado: R$ 101.819,23

Clientes que já utilizaram este serviço:

ADDN Assistência Técnica, comércio e Indústria Ltda.
AMBIENT Serviços Ambientais de Ribeirão Preto

REGIME ESPECIAL PARA PAGAMENTO DO ICMS NA
IMPORTAÇÃO, DECORRENTE DE CRÉDITO ACUMULADO DO
IMPOSTO NA CONTABILIDADE DO CONTRIBUINTE.
  Pleitear a para o contribuinte inscrito no Cadastro de Contribuinte do ICMS
deste Estado poderá solicitar REGIME ESPECIAL PARA PAGAMENTO DO
ICMS devido na importação de: a) MATÉRIA-PRIMA , b) BEM DE CAPITAL. A
não-exigencia do recolhimento do imposto até o momento do desembaraço
aduaneiro da mercadoria será comprovado ao FISCO FEDERAL, mediante
apresentação GUIA PARA LIBERAÇÃO DE MERCADORIA ESTRANGEIRA
SEM COMPROVAÇÃO DO RECOLHIMENTO DO ICMS.


ATESTADO DE INEXISTÊNCIA DE PROD. NACIONAL – EX-TARIFARIO
 Obtenção do atestado, com a finalidade de importar mercadoria sem produção
nacional e para obtenção de Ex-tarifário, reduzindo a alíquota do imposto de


importação de 19% para 4% e obtendo desta feita redução no ICMS para 12% e
sobre a base de cálculo.

SOLICITAÇÃO DE ALTERAÇÃO TARIFÁRIA NA TARIFA
ADUANEIRA EXTERNA COMUM DO MERCOSUL (TEC)
   Pleitear junto ao Ministério do Desenvolvimento, Industria e Comércio Exterior,
alteração tarifária na tarifa externa Comum do Mercosul (TEC) e novo NCM,
obtendo desta feita a redução do Imposto de Importação a 0%.

IMPORTAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS USADOS
  A importação de máquinas e equipamentos está amparada pela Portaria
DECEX Nº 8/91 alterada pela Portaria MICT 370/94, esta tarefa requer
assessoramento especializado, face às diversas restrições constantes nos artigos
22 a 27 de que tratam as referidas Portarias.

CASES

NCM 8461.40.99
Descrição mercadoria: Cortadora de engrenagem
Valor CIF: R$ 188.631,71          Origem: Países Baixos (Holanda)
Tempo do processo: 85 dias

NCM: 8474.80.90
Descrição mercadoria: Rosqueadeira de avanço e recuo controlado
Valor CIF: R$ 27.730,34          Origem: Alemanha
Tempo do processo: 71 dias

NCM: 8464.90.90
Descrição mercadoria: Conjunto de extrusão por cilindro
Valor CIF: R$ 8.848,41            Origem: Alemanha
Tempo do processo: 71 dias

NCM: 8474.80.90
Descrição mercadoria: Prensa automática de compactação de pós cerâmico
Valor CIF: R$ 66.247,14
Tempo do processo: 126 dias
NCM: 8474.80.90
Descrição mercadoria: Equipamento para moldar
Valor CIF: 33.941,78
Tempo do processo: 53 dias

NCM: 8443.1990 (Emissão LI – equip. usado)
Descrição mercadoria: Impressora Ofsete
Valor YENE: 1.890.000,00
Tempo do processo: 2 dias

NCM: 8424.89.00
Descrição mercadoria: Unidade funcional para esmaltação de peças
Valor CIF: R$ 68.699,22
Tempo do processo: 55 dias

Clientes que já utilizaram este serviço:

ADDN Assistência Técnica, comércio e Indústria Ltda.
NEW SINO ARTE Com., Confecção, Importação e Exportação Ltda.
SAINT GOBAIN Cerâmicas & Plásticos Ltda.


REDUÇÃO DO IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO DE MÁQUINAS E
EQUIPAMENTOS-(EX-TARIFÁRIO)

   Obtenção do Ex-Tarifário, realizando todo o trâmite legal para deferimento do
pleito junto a CAMEX. Garantindo desta feita a publicação do Ex-tarifário em
Resolução Camex a ser publicada no Diário Oficial da União.

VALORAÇÃO ADUANEIRA
    Contencioso aduaneiro, com o objetivo de provar que a importação tem valor
lícito. Cabe ao fisco provar e demonstrar de maneira cabal que a mercadoria não
está sendo importada dentro dos valores considerados pela Receita Federal e
pelo seu sistema o SISCOMEX. Legislação Decreto 1.355/94,
Decreto 2.498/98, Portaria Ministério da Fazenda n.º 28/98, Instrução normativa
16/98 e 125/99.
CONSULTA SOBRE CLASSIFICAÇÃO DE MERCADORIAS
  Oficialmente a classificação de mercadorias nas nomenclaturas deve ser feita
com estrita observância das REGRAS GERAIS a seguir transcritas, elaboradas
pelo CCA – Conselho de Cooperação Aduaneira e complementares CBN – Comitê
Brasileiro de Nomenclatura, pelo grupo Mercado Comum e pela Aladi. Com fortes

   subsidiárias temos: Notas explicativas. Outrossim, ainda que considerada as
regras gerais e, todas as fontes em direito permitida, restando dúvida e de
maneira cabal, devemos proceder a consulta sobre a correta classificação fiscal
de mercadorias junto a SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL, conforme IN/SRF
n.º 49 de 22.05/97. Efeitos da consulta:
 A consulta eficaz impede a aplicação de penalidade relativamente a MATÉRIA
    CONSULTADA, a partir da data sua protocolização até o trigésimo dia
    seguinte da ciência;


PROCURAÇÃO
Procuração
   Trabalhamos por procuração específica, ourtogado pelo importador conforme
disposição legal.


OUTORGANTE:
   Nome da empresa, CGC, endereço completo, representada pelo (diretor,
gerente, etc.) Sr(A)., nacionalidade, estado civil, portador RG..., CPF ..., residente
e domiciliado à Rua.............

OUTORGADOS:
   Os abaixos nomeados, todos despachantes aduaneiros, brasileiros,
estabelecidos a Rua Ribeirão Preto, 55 Jardim do Trevo – SP CEP 13031-020 na
cidade de Campinas – SP

   Sr. DELIO NASCIMENTO BEZERRA, registrado sob n.º. 8D.01.098, portador
    do CPF 066.079.938-34 e do RG 729.196.(SSP-SP);

   Sr. MARCELLO LEONARDI BEZERRA , registrado sob o n.º. 8D.02.084,
    portador do CPF 155.758.688-85 e do RG 20.283.335-5 (SSP-SP);
1) PARA EXERCEREM ISOLADAMENTE OS PODERES:


A)     Representar a OUTORGANTE perante todas a unidades da Secretaria da
       Receita Federal na 8ª Região Fiscal – Estado de São Paulo;

B)     Exercer as atividades previstas no Art. 1 do decreto 646/92, na Instrução
       Normativa SRF 102/94 e ser habilitado no SISTEMA INTEGRADO DE
       COMERCIO EXTERIOR – SISCOMEX e no MANTRA;

C)     Requerer e assinar termo de responsabilidade, em garantia do cumprimento
       de obrigações tributárias, pedido de restituição de indébito de compensação
       ou desistência de vistoria;

D)     Praticar todos os atos de interesse da OUTORGANTE, tudo ou mais que se
       fizer necessários para a prática do e fiel cumprimento deste mandato,
       podendo ainda substabelecer esta a outrem, total ou parcialmente, sempre
       com reserva de iguais poderes;

E)     Esta procuração é valida até dia 30 de Janeiro de 2005;

F)     Declaramos ciente não só da responsabilidade civil e criminal decorrente da
       inveracidade das informações prestadas nesta procuração, como também
       das sanções cíveis e penais a que me sujeito caso este instrumento de
       Mandato exorbite os limites de poder que a mim é permitido delegar.



                                                                 DATA



                                               ASSINATURA DO OUTORGANTE




APRESENTAR OS SEGUINTES DOCUMENTOS

Duas vias dos seguintes documentos, devidamente autenticados:

    Procuração com firma reconhecida (conforme modelo);
   Cópia do cartão CNPJ;
   Cópia da Inscrição Estadual;
   Alvará de funcionamento;
   Cópia do CNPJ, RG e comprovante de endereço dos diretores assinantes;
   Contrato social e alterações (última);
   Declaração, conforme modelo:



                                 DECLARAÇÃO
Declaro, sob as penas da Lei e sob minha inteira responsabilidade, que a ultima
alteração contratual da empresa.............., com CNPJ n.º ............. é a registrada na
Junta Comercial do Estado de São Paulo sob o n.º ..........., em ..... de......... de......

A declaração deve ser assinada pelo procurador, ou proprietário da empresa, com
poderes para tanto.

              A disposição para dirimir dúvidas pelo tel. : (19) 3232-7590.



Envio de Documentação (Na Importação)

a) Envio dos documentos originais a empresa para liquidação de câmbio
Até três dias úteis após o desembaraço da DI.
      Rotinas De Importação


                                          IMPORTAÇÃO



        CLIENTE INFORMA                   LOCALIZAR CARGA                INFORMAR VECTO.
         PRÉ-ALERT DA                        E AVISAR AO                 DO 1.º PERIODO DE
             CARGA                          IMPORTADOR                     ARMAZENAGEM



SOLICITAR DOCUMENTOS           CLASSIFICAÇÃO                 ENDOSSAR                 SOLICITAR
 PARA DESEMBARAÇO                 FISCAL                      QUANDO                 NUMERÁRIO
                                                            NECESSÁRIO


                                              PAGTO DE FRETE,
                                            DESCONSOLIDAÇÃO,
                                               AFRMM, SDAS.
                                             APÓS ENTRADA DO
                                                NUMERÁRIO



                         LIBERAR BL EM
                       AGENCIA MARITIMA                            EXTRATO DO
                        AGUARDAR 1 DIA.                              MANTRA
                         SE DRAW-BACK
                       AGUARDAR 3 DIAS


                                              DEBITAR II, IPI E             PREPARAR NOTA
 OBS: As informações abaixo são                    ICMS                       FISCAL DE
 informadas por e-mail                                                         ENTRADA

 1.   Chegada da carga;                       D.I REGISTRADA
 2.   Vencimento de armazenagem;
                                                                               ENTREGA DE
 3.   Registro da D.I.;
                                                                               ENVELOPE NA
 4.   Desembaraço da D.I.;                                                     ALFANDEGA.
 .                                                                           RECEPCIONAR D.I.


                                            PAGAR ARMAZENAGEM




         CANAL VERDE            CANAL AMARELO                 CANAL VERMELHO                 CANAL CINZA
         DESEMBARAÇO             CONFERÊNCIA                   CONFERÊNCIA                   VALORAÇÃO
          AUTOMATICO            DOCULMENTAL OU                    FÍSICA                      ADUANEIRA
                                  CONF. FÍSICA


                                                                                             
                         ARMAZENAGEM

AEROPORTO
De 01 até 05 dias de armazenagem – 1,0% sobre o valor CIF;
De 06 até 10 dias de armazenagem – 1,5% sobre o valor CIF;
De 11 até 20 dias de armazenagem – 3,0% sobre o valor CIF;
Para cada 10 dias ou fração, além do 3º período, até a retirada da mercadoria,
acrescer + 1,5%.

Capatazias:
OBS: PROCESSOS DE DTA-E QUE FICAREM NA INFRAERO NO FIM DE SEMANA TERÃO O VALOR DA
       CAPATAZIA COBRADOS POR DIA DE PERMANÊNCIA
       EX: SEXTA,SÁBADO E DOMINGO : 3 VEZES O VALOR DA CAPATAZIA de US$ 0,375/Kg
A infraero cobra de capatazias 0,25 US$ POR QUILO para remoção da mercadoria.


PORTO
0,65% a cada período de 10 dias de armazenagem + capatazias. A.T.P. 20%
sobre armazenagem e capatazia.
Capatazias:
R$ 210,00 POR CONTAINER

FRONTEIRA
0,25% caso a mercadoria seja depositada na BANRISUL;
Estadia dos caminhões – R$ 50,00 por dia.

ENTREPOSTO
0,3% a cada 10 dias + 0,05% de seguro

 Custo com Armazenagem                           Entrepostos
    período de 10 dias                           Portos
                                                 Aeroportos
           ORGANOGRAMA DE IMPROTAÇÃO

ATIVIDADE                                SEMANAS
                             1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15

Análise do projeto

Inspeção na origem/ Laudo

Desmontagem equip.

Embalagem

Atestado Inexistência

Registro LI/ Doctos. DECEX

Deferimento LI

Autorização embarque

Transporte internacional

Desembaraço

Entrega na fábrica
FLUXOGRAMA DE IMPORTAÇÃO DE MÁQUINA USADA

                               Análise das
                              Informações
                             Preliminares

                                                       Não
                                Projeto é                     Cancelamento do Projeto
                                Viavel?

                                        Sim


                        Planejamento/ Projeto


                                                       Não
                               Máquina em
                               bom estado?

                                        Sim


                       Emissão de Laudo     Técnico


                       Emissão Atestado Inexistência
                          de Produção Nacional



                              Emissão de LI


                 Não
      Cumprir                  LI deferida?
     Exigência

                                        Sim
                                                               Desmontagem/
                              Autorização de
                                                               Embalagem da
                                Embarque
                                                                mercadoria


                               Desembaraço
                                                             Embarque na origem
                               Alfandegário



                                Entrega na
                                 Fábrica
                           EXPORTAÇÃO

Exportação
a) Elaboração dos documentos (invoice/packing list)
   Serviço este executado, conforme informações do cliente.

b) Registro do RE
   Serviço este executado, por profissionais altamente qualificados para esta
   função conforme informações do cliente ou planilha.

c) Desembaraço Aduaneiro
   Como o processo de importação, a exportação tem um sistema semelhante,
   com os mesmo canais;

Reexportação
   Para execução deste serviço é indispensável que o importador faça a
elucidação dos fatos com grande clareza para não pairar dúvidas no momento que
o fiscal designado defira o pedido de reexportação da mercadoria importada. Após
seu embarque, devemos providenciar o comprovante de exportação documento
este indispensável na reimportação;
ROTINAS DE EXPORTAÇÃO
                               ADMINISTRA
                           PEDIDOS, PRODUTOS
                              E EXPEDIÇÃO.




                            RESERVA PRAÇA E                    COORDENA
                               PROGRAMA                    EMBARQUE SOLICITA
                            EMBARQUE/DOCTS                    NOTA FISCAL




 INVOICE   PACKING LIST                   CERTIFICADO           SEGURO         CONHECIMENTO
                             RE            DE ORIGEM           RASQUNHO         RASCUNHO



                                                                                   ENVIAR P/:
                                                                                   AGÊNCIA/
                          APROVAR               APROVAR          ENVIAR P/:        ARMADOR
                          SISCOMEX               CIESP,          CORRETOR
                                                FIESP OU
                                                 DECEX

                                                                APÓLICE        CONHECIMENTO




                                  DOCUMENTOS




                                                                         ENVIAR
                                                                          PARA:
                                                                      IMPORTADOR
                                                                        /AGENTE



                                  FINANCEIRO:                            BANCO
                                  PLANILHA DO                          NEGOCIADOR
                                    CÂMBIO                             DAS CAMBIAS
LOCAIS DE DESEMBARAÇO




  Aeroporto de VIRACOPOS
  Aeroporto de CUMBICA-GUARULHOS
  ALFANDEGA / PORTO DE SANTOS
  EADI – RODRIMAR
  EADI – RIO-CUBATÃO
  EADI – SANTOS BRASIL
  EADI – MESQUITA
  EADI – MARIMEX
  EADI – INTEGRAL
  EADI – LOCALFRIO
  EADI – EUDMARCO
  EADI – DEICMAR
  Fronteira de URUGUAIANA
  Fronteira de JAGUARÃO
Desembaraço em Zonas Secundárias




               - EADI - Embragem – São Paulo;
               - EADI - Columbia – São Paulo;
               - EADI - Columbia – Campinas;
               - EADI - Columbia – Piracicaba;
               - EADI - Rodrimar – Ribeirão Preto;
               - EADI - Multiterminais – São Paulo;
               - EADI - Dry-Port – Guarulhos;
               - EADI - Gragea – Suzano;
               - EADI - Agesbec – Santo André;
               - EADI – Franca;
              ** EADI – Estação Aduaneira do Interior.
                          COMÉRCIO EXTERIOR

Organograma do Comércio Exterior
   CAMEX
  CAMARA DE                                                    MINISTÉRIO DA
  COMERCIO                                                       FAZENDA
   EXTERIOR



                                           SRF – SECRETÁRIA                      BACEN BANCO
                                              DA RECEITA                          CENTRAL DO
                                               FEDERAL                              BRASIL –
 MINISTÉRIO DA                                CONTROLE                             CONTROLE
 INDÚSTRIA DO                                ADUANEIRO E                            CAMBIAL
  COMÉRCIO E                                     FISCAL
  DO TURISMO




         DTIC                        DTT                  DPPC-DEPTO. DE PLANEJ. E
  DEPTO. TÉCNICO DE           DEPTO. TÉCNICO DE             PLÍTICA COMERCIAL –
    INTERCÂMBIO                   TARIFAS                   ARTICULA ATIVIDADES
 COMERCIAL – DIVULGA        – ESABELECE TARIFAS             COMÉRCIO EXTERIOR
 NORMAS E DIRETRIZES




      BANCO CENTRAL DO
        BRASIL GECEX –
         GERÊNCIA DE
      COMÉRCIO EXTERIOR




         GRUPO SECEX
          -AGÊNCIAS
        AUTORIZADAS A
          OPERAR EM
                                                           DEMAIS
      COMÉRCIO EXTERIOR
                                                       CREDENCIADOS
                                                          -BANCOS,
                                                        CORRETORAS,
                                                     TRANSPORTADORAS,
                                                      DESP. ADUANEIRO,
                                                             ETC.
                                       MODALIDADE DE
                                          CÂMBIO



  ANTECIPADO                        A VISTA                                         A PRAZO



    GRUPO 50                       GRUPO 53                         GRUPO 89                  GRUPO 90



Doctos. Necessários            Doctos. Necessários              Doctos.                   Doctos.
- Fatura,                      - Fatura,                        Necessários               Necessários
- LI (qdo necessário)          - Conhecimento de                - Fatura,                 - Fatura,
                               Embarque (AWB,                   - Conhecimento de         - Conh Embarque
                               B/L ou CTR) e                    Embarque (AWB,            (AWB, B/L, CTR)
                               - LI (qdo necessário)            B/L ou CTR)               - CI


Prazo p/ Liquidação           Prazo p/ Liquidação               Prazo p/ Liquidação       Prazo p/ Liquidação
                              O contrato de câmbio
Até Cento e oitenta           deve ser liquidado e              Acima de Trezentos e      Até Trezentos e
(180) dias                    informado em seguida                                        sessenta (360) dias.
                                                                sessenta (360) dias
                              para o representante legal,
                                                                                          Acima deste prazo
                              para que este possa
                              proceder o registro da DI                                   emitir o ROF
                              e consequentemente a
                              vinculação.




              Responsabilidade de                               Responsabilidade de       Responsabilidade de
              Vinculação                                        Vinculação                Vinculação




                      Importador                            Importador          Banco          - Banco
                                                                                               escolhido
                      Vincular o                            Vincular o       Vincular o        pelo
                      câmbio a                              ROF a DI         ROF ao            importador
                      DI                                                     SISBACEN          para a
                                                                                               liquidação
                                   CARTA DE CRÉDITO (L/C)



       FUNCIONAMENTO                                                     TIPOS DE L/C


Definição das condições de compra/         Revogável:                                  Irrevogável:
venda                                      Pode ser cancelada a qualquer               É um compromisso firme e só pode
                                           momento, sem aviso prévio ao                ser alterada ou cancelada mediante
                                           exportador. Não é um compromisso            anuência prévia de todas as partes.
Solicitação de Abertura ao Banco           firme entre as partes, motivo pelo          É necessário que declarar
emitente                                   qual é pouco utilizada                      expressamente que é irrevogável.


O Banco emitente avisa o banco na praça
do exportador a existência da Carta de                     Carta de Crédito Confirmada: um terceiro banco
crédito e suas condições, sendo as mais                    entra na negociação para garantir a liquidação
frequentes;
- Prazo para embarque
- Tipos de Documentos
- Valor e Quantidade                                        Carta de Crédito Transferível: permite que o
- Porto de Origem e Destino                                 exportador transfira para outro exportador
- Prazo para Negociação

                                                            Carta de Crédito Rotativa: para embarque
                                                            freqüentes o import. pode abrir uma só L/C e
O Banco na praça do exportador
                                                            determinar as datas de cada embarque e valor
comunica o exportador da existência
                                                            respectivo
da Carta de Crédito


O exportador envia a mercadoria e                           Stand by Letter of Credit: é apenas uma
obtém todos os principais documentos                        garantia. Se no pagto o importador não pagar
necessários exigidos pela carta de                          a dívida o banco emissor pagará ao banco da
crédito, ou seja:                                           praça do export.. Se o pagto for efetuado, a
- B/L                                                       L/C tem cancelamento automático
- Fatura e
- Apólice de seguros
                                                            Bid Letter of Credit: É uma garantia de que
                                                            um contrato, decorrente de concorrência será
O exportador entrega todos os doctos.                       assinado. A assinatura d cancela
exigidos no banco que lhe paga o                            automaticamente a L/C
valor da exportação. Esta operação
chama-se negociação da Carta de
Crédito.                                                    Performance Letter of Credit: é uma garantia
                                                            de que a execução de uma obra no exterior
                                                            seja realizada a contento
O Banco emitente reexamina os
documentos para verificar se as
exigências foram cumpridas. Após                            Carta de Crédito para viajantes, funciona
isto ele paga o banco na praça do                           como o traveller’s check, no entanto, o valor
exportador.                                                 é pago apenas no banco.
                   PRINCIPAIS CLIENTES
1. RENK-ZANINI S/A Equipamentos Industriais, Cravinhos – S.P
   CNPJ n.º 47.038.294/0001-04
   Contatos com Roberto Campos e Gilmar Junqueira
   Fone: (16) 3951-9000

2. SAINT-GOBAIN Cerâmicas Avançadas Ltda, Vinhedo – S.P
   CNPJ n.º 00.450.887/0001-10
   Contatos com Sr. Carlos Vohringer
   Fone: (19) 3876-8145

3. ECIL MET TEC LTDA
   CNPJ n.º 04.266.998/0001-21
   Contato com Sueli – Importação
   Fone: (15) 244-8085

4. MAUSA S/A Equipamentos Industriais Ltda, Piracicaba – S.P
   CNPJ n.º 54.363.072/0001-22
   Contatos com Plínio Giusti
   Fone: (19) 3417-5500

5. ADDN Assistencia Técnica Com. Ind. Ltda, Sertãzinho – S.P
   CNPJ n.º 71.774.004/0001-75
   Contatos com Aílton e Deuler Diretoria
   Fone: (16) 645-3826

6. AVP Industria e Comércio de Embalagens Flexiveis Ltda, Campinas – S.P
   CNPJ n.º 00.942.945/0001-22
   Contato com Arlete e Roberto Diretor
   Fone: (19) 3272-7272

7. MB Comércio e Representações Ltda, Franca – S.P
   CNPJ n.º 57.714.693/0001-00
   Contato com Marcos Barbieri Diretoria
   Fne: (16) 3723-7754

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:27
posted:12/4/2011
language:Portuguese
pages:27