Prova de Resid�ncia M�dica - HCFMUSP - 1999

Document Sample
Prova de Resid�ncia M�dica - HCFMUSP - 1999 Powered By Docstoc
					Prova de Residência Médica - HCFMUSP - 1999

001 - Das drogas citadas abaixo, qual tem o maior impacto na redução da mortalidade
pós-infarto do miocárdio ?
A) Aspirina
B) Heparina intravenosa.
C) Bloqueador de canais de cálcio tipo diltiazem.
D) Nitroglicerina sublingual.
E) Inibidores de enzima de conversão da angiotensina.

002 - Um paciente portador do vírus HIV é internado na Unidade de Terapia Intensiva
(UTI) no 1° dia de hospitalização com insuficiência respiratória aguda por pneumonia
lobar. O agente etiológico mais provável é :
A) Pneumocystis carinii
B) Vírus sincicial respiratório.
C) Mycobacterium tuberculosis.
D) Streptococcus pneumoniae.
E) Staphylococcus aureus.

03 Paciente de 73 anos, tabagista , refere dispnéia há com piora há 1 dia. Em uso de
captopril, furosemida, e digoxina. Ao exame físico : cianótica, taquidispneica, com
estase jugular 1+/4+ a 45° . PA=90x60 mmHg, FC=70 bpm. Roncos pulmonares com
sibilos. Discreto edema em membros inferiores. ECG com fibrilação atrial, BDAS e BRD.
Gasometria arterial com FR=40 ; pH=7,26; pCO2=68, p)2=53 (90%); HCO3=41.
Procedida intubação orotraqueal e conectada a ventilador a pressão com : FR=20;
VC=10 ml/kg ; FiO2=40% e PEEP=zero. Gasometria em ventilador : pH=7,67;
pCO2=36; pO2=67 (91%); HCO3=37; Você conclui que :
A) A paciente apresentava acidose respiratória não compensada evoluindo para
alcalose de padrão misto.
B) A paciente apresentava alcalose metabólica não compensada e o ventilador auxiliou
na redução do bicarbonato sérico.
C) Era necessária a administração imediata de bicarbonato EV.
D) Estava ocorrendo "shunt" em ambas gasometrias, senso que o "drive" respiratório
aumentos após a ventilação mecânica.
E) Era necessário administrar ácido EV (HCl ou NH4Cl) após ventilação mecânica.

BDAS = bloqueio da divisão ântero-superior do ramo esquerdo
BRD = bloqueio do ramo direito
PEEP = pressão expiratória final positiva

004 - Paciente etilista e tabagista, há 4 horas apresentando confusão mental, náusea,
vômitos, "tremedeira" e dor epigástrica. Refere pequena ingestão alcoólica há 24 h. Ao
exame físico : ictérico, confuso, consciente. Tremor distal, sudorese. PA=170x100
mmHg. FC=120 bpm (rítmica), T+36,5°C. Fígado palpável a 2 cm do rebordo costal
direito, doloroso; epigástrio doloroso à compressão e descompressão, ruídos hidro-
aéreos +. Toque retal: fezes normais. Dextro=120 mg%. Sua conduta seria :
A) Neomicina, glicose 50%, lactulose.
B) Tiamina, metronidazol, soro fisiológico EV.
C) Propranolol, diazepam, bloqueador H2.
D) Cimetidina, metoclopramida, endoscopia digestiva alta.
E) Clindamicina, ceftriaxona, soro fisiológico, hepatodiet.
005 - Das drogas abaixo assinale a que mostrou aumento da sobrevida em pacientes
com insuficiência cardíaca congestiva :
A) Dinitrato de isossorbida.
B) Digoxina.
C) Furosemida.
D) Ácido acetil-salicílico.
E) Inibidor de enzima conversora da angiotensina.

006 - Qual dos pacientes abaixo apresenta uma emergência hipertensiva ?
A) Senhora de 65 anos, obesa, hipertensa e diabética há 20 anos, vai visitar a mãe na
UTI e fica muito emocionada, apresenta tontura e é levada ao PS, onde se constata
PA=210x120 mmHg; o restanto do exame físico com exceção da obesidade é normal.
B) Jovem de 12 anos refere que há 15 dias teve impetigo; ontem acordou com as
pálpebras edemaciadas e hoje não conseguiu praticar educação física por dispnéia. Ao
exame físico observaram-se PA=160x100 mmHg, pulmões livres, fundo de olho
normal.
C) Senhor de 72 anos, revascularizado do miocárdio há 2 anos, refere dor retroestemal
há 3 horas. Seu exame físico revela PA=210x130 mmHg e o pulso : diminuídos em
membros superiores e não palpáveis em membros inferiores.
D) Moça lúpica de 22 anos, há 1 semana fez todos os exames para avaliação de
atividade da doença que foram normais; hoje refere cefaléia e PA=180x10- mmHg.
E) Senhora de 48 anos, portadora de estenose aórtica devido ao cardite reumática,
refere tontura rotatória e vômitos desde hoje cedo, PA=180x105 mmHg.

007 - Paciente de 58 anos, portador de diabetes mellitus há 20 anos, usa insulina NPH
subcutânea 45 U antes do café e 15 U antes do jantar. Retorna ao ambulatório com
peso de 70 kg e índice de massa corpórea de 30 kg/m². Traz os seguintes exames :
glicemia=180 mg% e glicosúrias : 6 às 12 h - 0; 12 às 18 h - 12g ; 18 às 0 h - 6g ; 0
às 6 h - 0 e hemoglobina glicosilada de 11 (normal até 8,5). A melhor conduta a ser
tomada é :
A) Aumentar a NPH da manhã e da noite.
B) Aumentar apenas a NPH da noite.
C) Associar insulina regular antes do café e jantar.
D) Aumentar a NPH da manhã.
E) Aumentar a NPH da manhã e associar insulina regular antes do jantar.

008 - Paciente de 30 anos tem procurado atendimento médico semanal desde que se
mudou para São Paulo há 4 meses, queixando-se de dispnéia intensa e chiado que
melhoram parcialmente com medicamentos que usa no PS, persistindo com sintomas
inclusive à noite. Refere que desde a infância tem esses sintomas, mas eram
esporádicos. Qual a proposta medicamentosa para esse paciente ?
A) Corticosteróide inalatório e teofilina.
B) b2-agonista inalatório de longa duração e corticosteróide inalatório.
C) Corticosteróide oral e b2-agonista inalatório de longa e curta duração.
D) b2-agonista inalatório de longa duração e teofilina.
E) Brometo de ipatrópio e b2-agonista inalatório de curta duração.

009 - Homem de 72 anos, queixa-se de sonolência profunda durante o dia e
dificuldade de se concentrar há mais ou menos 12 meses, tendo emagrecido 10 kg no
período (refere não ter apetite). Apesar da sonolência apresenta despertar precoce.
Sente-se triste na maior parte do tempo e a filha refere que desde a morte da esposa
(há 12 meses) está assim, piorando progressivamente, falando às vezes que já não vê
motivo para continuar vivendo e tem falado em se mater. Apresenta também
diminuição do jato urinário e gotejamento terminal. O exame físico é praticamente
normal e o toque retal mostra próstata aumentada, de consistência fibroelástica. Qual
a melhor conduta ?
A) Investigar quadro prostático e introduzir fluoxetina 20 mg/dia.
B) Encaminhar ao urologista para investigação da próstata e encaminhar para
realização de psicoterapia comportamental.
C) Introduzir amitriptilina 25 mg e aumentar progressivamente até 100-150 mg/dia.
D) Encaminhar ao neurologista para tratamento da síndrome demencial.
E) Introduzir indutor do sono, benzodiazepínico e solicitar PSA e ultra-som de próstata.

010 - Mulher de 32 anos, queixa-se de episódios de taquicardia e dispnéia,
acompanhados de dor torácica em aperto, de freqüência variável, sem desencadeantes
evidentes (acontece em repouso, ao caminhar, assistindo televisão) há
aproximadamente 12 meses, acompanhados de sensação de morte iminente, o que
está preocupando muito a mesma. Os episódios duram até 15 minutos, com resolução
espontânea. Sem antecedentes pessoais ou familiares dignos de nota. Não é tabagista
e consome álcool em pequenas quantidades. Já procurou vários médicos, tendo feito
vários eletrocardiogramas, todos normais, mas sem solução do caso. O exame físico é
normal. Qual a melhor conduta ?
A) Introduzir benzodiazepínicos (diazepam 30 mg/dia).
B) Solicitar teste ergométrico e introduzir b-bloqueador.
C) Introduzir amitriptilina (iniciar com 25 mg e aumentar até 100 a 150 mg).
D) Introduzir diclofenaco dissódico 75 mg diários.
E) Orientar uso de calor local e massagens.

011 - Paciente de 50 anos, hipertenso há 15 anos, apresentou quadro súbito de
vertigem com cefaléia latejante, náusea e vômito (nunca teve quadro similar prévio).
Ao exame físico: manobra de Bárany induz nistagmo vertical e há alteração da prova
index-nariz à direita. Ao fechar os olhos, o paciente cai após período de dez segundos
de latência. A primeira hipótese é :
A) Vertigem periférica.
B) AVC de cerebelo.
C) Déficit de propriocepção.
D) Enxaqueca vertebro-basilar.
E) Doença de Meniére.

012 - Um paciente obeso, fumante crônico e sedentário, tem queixas de dispnéia de
esforço, tosse crônica produtiva e chiado no peito há 3 anos. Está com expectoração
esverdeada há 2 dias e apresenta-se cianótico, dispnéico, pletórico e com edema de
membros inferiores, estável hemodinamicamente. Após administrar O2 por catéter 5
l/min, a gasometria mais provável será :
A) pH=7,55, pCO2=22, pO2=60, HCO3=33.
B) pH=7,48, pCO2=20, pO2=48, HCO3=23.
C) pH=7,40, pCO2=45, pO2=48, HCO3=33.
D) pH=7,15, pCO2=65, pO2=80, HCO3=10.
E) pH=7,18, pCO2=70, pO2=85, HCO3=35.

013 - Mulher de 70 anos, diabética e hipertensa apresenta lombalgia há 6 meses e
vem tomando por conta própria diclofenaco sódico 200 mg/dia. A paciente procura o
ambulatório com história de 1 mês de astenia progressiva, sem febre, com náuseas,
vômitos biliosos, sem relação com alimentação. Há 3 semanas relata dispnéia
paroxística noturna e discreto edema pré-tibial. Esta descorada 2+/4+ com PA=
160x100 mmHg. Sua conduta nesse momento seria :
A) Manter a conduta com relação a lombalgia e associar cisaprida e bloqueador de
canal de cálcio. Retorno em 1 semana.
B) Manter a conduta com relação a lombalgia e associar metoclopramida, omeprazol e
diurético tiazídico. Retorno em 2 semanas.
C) Manter a conduta com relação a lombalgia e associar digoxina e furosemida.
Retorno em 1 semana.
D) Solicitar internação e pedir eletroforese de proteínas, creatinina e
eletrocardiograma.
E) Pedir tomografia de região lombar, creatinina, associar inibidor de enzima
conversora. Retorno em 1 semana.

014 - Homem de 55 anos procura o ambulatório com queixa de artrite em tornozelo
direito, sem febre há 2 dias, sem trauma local. O que preocupa o paciente é o medo de
ficar uma deformidade, pois sua mãe tem artrite reumatóide. Ao exame físico, bom
estado geral, PA=164x92 mmHg, FC=76 bpm, índice de massa corpórea=28 kg/m²,
observa-se artrite em tornozelo direito, com importante edema, eritema, calor e dor
que dificulta a palpação do local. Sem outra alterações de exame. Assinale a
alternativa que apresenta a melhor associação de hipótese diagnóstica, conduta
diagnóstica e conduta terapêutica :
A) Osteoartrose, VHS, radiografia da articulação e anti-inflamatório não hormonal.
B) Gota, ácido úrico, punção articular e anti-inflamatório não hormonal.]
C) Artrite paraneoplásica, eletroforese de proteínas, punção articular e analgésico.
D) Artrite reumatóide monoarticular, fator reumatóide, VHS e anti-inflamatório não
hormonal.
E) Artrite gonocóccica, punção articular, proteína C reativa e penicilina.

015 - Paciente do sexo masculino, 52 anos, apresenta quadro de tosse com
expectoração com laivos de sangue e febre há 2 dias. Ao exame físico : regular estado
geral, T=39,5°C, PA=120x80 mmHg, FC=112 bpm, FR=28/minuto, anictérico,
desidratado 1+/4+. A ausculta pulmonar evidenciou submacicez e estertores
crepitantes no 1/3 médio e inferior do hemitórax direito. Qual a melhor conduta a ser
adotada ?

A) Solicitar RX de tórax e introduzir b-lactâmico.
B) Solicitar pesquisa de BAAR e PPD.
C) Solicitar exame de escarro com coloração pelo Gram e hemograma completo.
D) Solicitar sorologia para Mycoplasma pneumoniae e introduzir antibiótico do grupo
dos macrolídeos.
E) Administrar benzilpenicilina e reavaliar após 48 horas.

016 - Na paracoccidioidomicose é correto afirmar :
A) A infecção não ocorre em região urbana.
B) A doença poupa o sistema nervoso central.
C) O tratamento com sulfonamídicos é inferior ao com imidazólicos.
D) Títulos altos de anticorpos séricos indicam melhor prognóstico.
E) As recidivas estão mais relacionadas a não aderência ao tratamento.

017 - Paciente do sexo masculino, de 32 anos de idade, caminhoneiro, natural de São
Paulo refere viagem de 3 semanas a Rondônia, tendo retornado há 10 dias. Refere ter
nadado em rios, localizados na mata. Há 5 dias apresenta febre elevada, acompanhada
de cefaléia e de mialgia generalizada. Informa urina escura há um dia. Ao exame físico
apresenta toxemia moderada, T=38,7C, descorado 1+/4+, desidratado 2+/4+ e
ictérico 2+/4+. PA=´100x70 mmHg, FC=100 bpm. Abdome : dor moderada à
palpação do hipocôndrio direito, fígado a 3 cm do rebordo costal direito. Apresenta
ferimento infectado de aproximadamente 2x2 cm na perna direita. Qual a conduta
mais adequada ?
A) Associação de cloroquina e primaquina e vacinação contra a febre amarela.
B) A introdução exclusiva de penicilina cristalina em doses elevadas é conduta
imperativa, uma vez que a hipótese de Síndrome de Weil é a mais provável.
C) Realização de biópsia hepática para o diagnóstico diferencial e administração de
gamaglobulina humana normal.
D) Realização de gota espessa, hemoculturas e sorologias para hepatite A, leptospirose
e febre amarela antes da introdução de terapêutica específica.
E) Trata-se provavelmente de doença endêmica grave da região Amazônica, sendo
fundamental a administração de antibióticos de amplo espectro antibacteriano e
antifúngico.

018 - Paciente do sexo feminino, 24 anos de idade, apresenta febre e mal estar há 4
dias, acompanhado de cefaléia. Ao exame físico > regular estado geral, T=38,5°C,
PA=120x80 mmHg, descorada 1+/4+, eupnéica, hidratada, poliadenopatia cervical e
retroauricular. Exantema discreto em tronco e membros Cavum: hiperemia e
hipertrofia de amígdalas, com exsudação amarelo-esbranquiçada. Fígado à 2 cm do
rebordo costal direito, levemente doloroso. Leucograma com 8.000 leucócitos
(neutrófilos : 32%, eosinófilos : 4%, basófilos :1%, linfócitos : 63%, com atipia).
Pode-se afirmar que :
A) A hipótese de mononucleose infecciosa pode ser confirmada pela presença de
anticorpos heterófilos.
B) A ausência de poliartralgia afasta a hipótese de rubéola.
C) A introdução de antibioticoterapia é a necessária até a definição do diagnóstico
etiológico.
D) A hipótese de infecção aguda pelo HIV pode ser afastada se a reação de ELISA e de
Western Blot forem negativas.
E) As hipóteses de toxoplasmose e citomegalovirose são compatíveis com o quadro
acima.

019 - Em relação as hepatites virais é correto afirmar que :
A) A hepatite A ocorre por transmissão oral-fecal e sempre tem evolução benigna.
B) O perfil sorológico revelando anti-HbsAg positivo e anti-HBc total negativo não é
compatível com o de indivíduos previamente vacinados.
C) A evolução para a cronicidade ocorre com maior freqüência na hepatite B.
D) O vírus B e C são geralmente eliminados meses após a infecção aguda.
E) A hepatite E pode ocorrer de forma epidêmica, sendo mais grave no terceiro
trimestre da gestação.

020 - Paciente de 30 anos, com sorologia positiva para HIV, refere que iniciou quadro
de fraqueza em hemicorpo à esquerda há 5 dias com piora progressiva. Ao exame
apresenta-se emagrecido, com hemiparesia à esquerda com força muscular grau III. A
contagem de CD4 era de 200/mm³. Qual o diagnóstico mais provável e qual o exame
necessário para o diagnóstico ?
A) Linfoma primário de SNC; tomografia computadorizada de crânio.
B) Linfoma primário de SNC; exame quimiocitológico do líquor.
C) Neurotoxoplasmose; exame quimiocitológico do líquor.
D) Neurotoxoplasmose; tomografia computadorizada de crânio.
E) Neurocriptococose; exame quimiocitológico do líquor.

021 - Homem de 34 anos relata história de 10 anos de cefaléia holocraniana pulsátil,
acompanhada de vômitos e fotofobia, desencadeada por estresse e que recorria
inicialmente uma vez a cada 2 meses. Há 2 anos a dor se tornou progressivamente
mais freqüente, sendo que nesse período começou a fazer uso abusivo de analgésicos
e atualmente mantém dores diárias, que contudo são em peso e sem vômitos ou
fotofobia. Semanalmente ainda apresenta crises que tinha antigamente. Toma
diariamente analgésicos sem qualquer efeito. Assinale a combinação que melhor
exprime o diagnóstico e conduta no caso acima :
A) Cefaléia de hipertensão intracraniana ; tomografia computadorizada de crânio.
B) Hemicrânia sem aura ; introdução de antidepressivo tricíclico.
C) Hemicrânia ; uso de analgésicos mais potentes.
D) Arterite temporal, medida de VHS.
E) Hemicrânia transformada; suspensão dos analgésicos e introdução de
antidepressivo tricíclico.

022 - Paciente negra de 60 anos, hipertensa em uso irregular de medicação anti-
hipertensiva, apresentou episódio súbito de hemiparesia à direita e dificuldade à fala.
Deu entrada no Pronto Socorro apresentando PA=220x120 mmHg e com síndrome
piramidal, completa e desproporcionada de predomínio bráquio-facial, deficitária e de
liberação à direita e afasia de expressão. Qual o primeiro exame a ser realizado e qual
o tratamento inicial ?
A) Ressonância magnética de crânio e aspirina na dose de 325 mg.
B) Tomografia computadorizada de crânio e inibidor de enzima conversora de
angiotensina.
C) Tomografia computadorizada de crânio e bloqueador de canal de cálcio e diurético.
D) Ressonância magnética de crânio e fenitoína na dose de 15 a 20 mg/kg.
E) Tomografia computadorizada de crânio e dexametasona na dose de 12 mg/dia.

023 - Paciente de 80 anos com história de trauma leve craniano há 15 dias foi trazido
ao Pronto Socorro por seus familiares por apresentar cefaléia, confusão mental,
hemiparesia há cerca de 7 dias e piora há 2 dias. Não tem antecedentes de
coagulopatias e no momento estava com hipertensão arterial importante (170x30
mmHg) , que não apresentara antes. A hipótese diagnóstica para o caso, mecanismo
de formação da lesão e tratamento seriam :
A) Hematoma subdural agudo, lesão por encapsulamento fibroblástico com tecido
neoformado em torno de um cerne de produtos de degradação de coágulo inicial e
irritante ao córtex, monitorização da pressão intracraniana e craniotomia.
B) Hematoma extradural, lesão da artéria meníngea média por fratura do osso
temporal, monitorização da pressão intracraniana e craniotomia.
C) Hematoma subdural agudo, lesão por encapsulamento fibroblástico com tecido
neoformado em torno de um cerne de produtos de degradação de coágulo inicial e
irritante ao córtex cerebral, monitorização da pressão intracraniana e trepanação com
lavagem exaustiva da lesão cavitária com retirada dos produtos de degradação do
sangue.
D) Hematoma subdural crônico, lesão por encapsulamento fibroblástico com tecido
neoformado em torno de um cerne de produtos de degradação de coágulo inicial e
irritante ao córtex cerebral, monitorização da pressão intracraniana e craniotomia.
E) Hematoma subdural crônico neoformado em torno de um cerne de produtos de
degradação de coágulo inicial e irritante ao córtex cerebral, trepanação craniana com
lavagem exaustiva da cavidade com retirada dos produtos de degradação do sangue.
024 - Paciente de 50 anos, sexo masculino foi trazido ao Pronto Socorro com história
de desmaio súbito após dor de cabeça intensa há 8 horas. O exame neurológico
demonstrava rigidez nucal importante, hemiparesia direita bráquio-facial e afasia mista
(compreensão e expressão). Foi diagnosticada, através de tomografia
computadorizada de crânio, hemorragia em cisterna silviana esquerda. As condutas
ideais seria a seguir :
A) Arteriografia apenas do território carotídeo, visto que o aneurisma é provavelmente
em bifurcação da artéria cerebral média e nesse caso a cirurgia deve ser precoce nos 3
primeiros dias, antes do risco de vasoespasmo e para se evitar ressangramento.
B) Arteriografia apenas do território carotídeo, visto que o aneurisma é provavelmente
em bifurcação da artéria cerebral média e nesse caso a cirurgia deve ser sempre
tardia, após os primeiros 10 dias, depois do risco maior de vasoespasmo e para se
evitar ressangramento.
C) Arteriografia do território carotídeo e vertebro-basilar visto que o aneurisma é
provavelmente em bifurcação da artéria cerebral média e poderá haver aneurismas
múltiplos e nesse caso a cirurgia deve ser sempre tardia, após os primeiros 10 dias,
depois do risco maior de vasoespasmo e para se evitar ressangramento.
D) Arteriografia do território carotídeo e vertebro-basilar, visto que o aneurisma é
provavelmente em bifurcação da artéria cerebral média e poderá haver aneurismas
múltiplos e a cirurgia deve ser, na medida do possível, precoce até os primeiros 3 dias
após o sangramento inicial.
E) Ressonância magnética do encéfalo e a cirurgia deve ser sempre tardia, após os
primeiros 10 dias, depois do risco maior de vasoespasmo e ressangramento.

025 - Qual das seguintes afirmações sobre suicídio é verdadeira ?
A) Quem quer se suicidar não conversa sobre isso, age.
B) O uso de álcool alivia a angústia que o deprimido sente, diminuindo a probabilidade
do suicídio ocorrer.
C) Mulheres jovens com problemas de relacionamento com namorado, noivo ou esposo
são o principal grupo de risco para o suicídio.
D) Homens idosos, solitários, com alguma doença são o principal grupo de risco para
suicídio.
E) Perguntar sob ideação suicida aumenta o risco, pois a pessoa passa a ter o assunto
presente em sua mente.

026 - Homem de 40 anos de idade chega ao Pronto Socorro, queixando-se de tremor
nas mãos e na língua, taquicardia repentina com sensação de morte e insônia. Qual
das seguintes afirmações é a mais adequada ?
A) Deve ser medicado com benzodiazepínico, pois o problema é ansiedade.
B) Deve ser encaminhado imediatamente para avaliação cardiológica.
C) Deve ter seu uso de bebida alcoólica questionado.
D) Deve ser medicado com antidepressivo, pois esse é o tratamento mais indicado
para transtorno de pânico.
E) Deve ser encaminhado para psicoterapia, pois seu problema é ansiedade.

027 - O usuário crônico de substâncias ilícitas desenvolve tolerância quando :
A) Não apresenta sintomas físicos se o uso da substância é interrompido.
B) Apresenta maior capacidade de enfrentar os fatores de estresse.
C) Necessita doses maiores da substância para conseguir efeito que antes obtinha com
doses menores.
D) Continua usando a substância após ter perdido o emprego e estar com problemas
familiares e conjugais.
E) Continua usando a substância após ter se envolvido com problemas legais.
028 - Um paciente sem história de transtorno psiquiátrico, internado em Unidade de
Terapia Intensiva, começa a ficar assustado e agitado, dizendo que uma cobra quer
picá-lo, tentando arrancar o soro. Ao ser examinado, vê flores pela parede do quarto e
não sabe onde está. O diagnóstico mais provável è :
A) Transtorno de pânico.
B) Fobia de répteis.
C) Esquizofrenia.
D) Demência.
E) Delirium.

029 - Uma paciente com 65 anos de idade vem trazida pela família, que informa que
ela não é mais a mesma pessoa. Está mais desanimada e inquieta e se queixa de
insônia e inapetência. Está mais esquecida, deixou a panela vazia no fogo aceso. Foi
viajar, levou a mala, mas ao chegar, descobriu que estava vazia. Quais devem ser as
primeiras hipóteses diagnósticas ?
A) Parafrenia e doença de Alzheimer.
B) Amnésia psicogênica e doença de Alzheimer.
C) Doença de Alzheimer e depressão.
D) Parafrenia e depressão.
E) Amnésia psicogênica e depressão.

030 - Para detecção de bronquiectasias recomenda-se :
A) Planigrafia.
B) Tomografia computadorizada de tórax de alta resolução.
C) Estudo cintilográfico de perfusão e ventilação.
D) Ressonância magnética.
E) Tomografia computadorizada de tórax com janela mediastinal.

031 - Na pesquisa de hérnia de disco intervertebral cervical, recomenda-se :
A) Ressonância magnética.
B) Tomografia computadorizada.
C) Tomomielografia.
D) Mielografia.
E) Discografia.

032 - Na pesquisa de traumatismo de uretra, recomenda-se :
A) Cistouretrografia miccional.
B) Ultra-sonografia
C) Urografia excretora.
D) Estudo cintilográfico.
E) Uretrocistografia retrógrada.

033 - Na pesquisa de pneumotórax à direita, está indicada :
A) Radiografia de tórax PA em expiração máxima.
B) Radiografia de tórax PA em inspiração máxima.
C) Radiografia de tórax em decúbito lateral direito.
D) Radiografia de tórax em decúbito lateral esquerdo.
E) Radiografia de tórax em posição lordótica.

034 - Em paciente com mudança de hábito intestinal e anemia, qual a alteração
relevante para investigação diagnóstica posterior ?
A) Endoscopia com úlcera duodenal cicatrizada.
B) Enema opaco com lesão ocupando espaço no ceco.
C) Enema opaco com múltiplos divertículos.
D) Exame contrastado de esôfago, estômago e duodeno com refluxo gastroesofágico.
E) Exame proctológico revelando mamilo hemorroidário.

035 - Na pesquisa de megacólon tóxico, utiliza-se :
A) Enema com iodo.
B) Enema baritado.
C) Radiografia simples de abdome.
D) Enema com água.
E) Radiografia de abdome em decúbito lateral.

036 - Paciente do seco masculino, 32 anos, internado com história pregressa de
anemia, cólicas e diarréia, refere dor e massa palpável em fossa ilíaca direita e febre
há 15 dias. Assinale a melhor opção :
A) Fazer enema opaco e submetê-lo a hemicolectomia direita, pois anemia e massa
palpável são achados freqüentes do câncer avançado do cólon direito.
B) Fazer hemograma e submetê-lo a tratamento cirúrgico imediato, pois deve tratar-se
de apendicite aguda complicada.
C) Após medidas iniciais de suporte (jejum, hidratação, antibioticoterapia), fazer
trânsito intestinal e ultra-sonografia abdominal.
D) Fazer colonoscopia e biopsiar o cólon direito e ascendente.
E) Drenar fossa ilíaca por punção guiada por ultra-som.

037 - Paciente do sexo feminino, 40 anos, com história crônica de diarréia
mucossanguinolenta, anemia, dor abdominal e emagrecimento recente apesar de
tratamento clínico com sulfassalazina e corticóide nos últimos 6 meses. Assinale a
melhor opção :
A) Deve ser tratada por retossigmoidectomia, uma vez que retocolite ulcerativa
inespecífica (RCUI) acomete principalmente o reto e sigmóide.
B) O tratamento clínico deverá ser prolongado por mais tempo.
C) Deve ser tratada por proctocolectomia total, confecção de reservatório ileal e
anastomose íleo-anal, pois o diagnóstico diferencial entre RCUI e doença de Crohn
raramente interfere na conduta cirúrgica.
D) Devera ser submetida a colonoscopia com biópsias seriadas de todo o cólon.
E) Se a colonoscopia mostrar tumor no reto, deverá ser tratada por amputação do
reto.

038 - Homem de 70 anos apresenta sangramento às evacuações há 3 meses, sem
alteração do hábito intestinal. A investigação diagnóstica deve-se iniciar com :
A) Retossigmoidoscopia e colonoscopia.
B) Pesquisa de sangue oculto e enema opaco.
C) Dosagem de CEA e ultra-som intra-retal.
D) Enema opaco e ultra-som intra-retal.
E) Dosagem de CEA e trânsito intestinal.

039 - Com relação ao megacólon chagásico, assinale a alternativa correta :
A) A sigmoidectomia simples não constitui o tratamento cirúrgico ideal.
B) A eletromanometria, observa-se abolição do reflexo inibitório reto-anal.
C) As complicações mais freqüentes são volvo do sigmóide e megacólon tóxico.
D) Na obstrução intestinal por volvo de sigmóide, ocasionalmente pode haver
sofrimento vascular do intestino.
E) A lesão dos plexos mioentéricos representa fator etiológico importante.

040 - Que estruturas anatômicas são identificadas no mediastino médio em corte
sagital mediano ?
A) Átrio direito, veia cava inferior, átrio esquerdo, artéria pulmonar direita.
B) Átrio direito, veia cava superior, átrio esquerdo, artéria pulmonar direita.
C) Ventrículo direito, aorta ascendente, artéria pulmonar direita.
D) Ventrículo direito, aorta ascendente, ventrículo esquerdo, artéria pulmonar
esquerda.
E) Ventrículo direito, aorta ascendente, ventrículo esquerdo, artéria pulmonar direita.

041 - Paciente com 58 anos de idade apresenta-se com massa na glândula parótida
direita. Assinale o item que, em geral dá MENOS informação ao médico quanto à
conduta cirúrgica :
A) Ressonância magnética nuclear.
B) Tomografia computadorizada.
C) Ultra-sonografia.
D) Sialografia.
E) História e exame físico.

042 - Qual o melhor método propedêutico para diferenciar o adenoma de próstata, do
câncer de próstata ?
A) História clínica.
B) Ultra-som transretal.
C) Ultra-som de próstata abdominal.
D) Toque retal.
E) Urografia excretora.

043 - No diabético :
A) A úlcera plantar decorre de insuficiência arterial.
B) A neuropatia é responsável pela anidrose do pé.
C) O controle da glicemia evita as complicações macrovasculares.
D) O ateroembolismo é a principal causa de gangrena dos dedos do pé.
E) A impotência sexual decorre de obstrução crônica aortoilíaca.

044 - Numa traqueostomia eletiva, o istmo da tireóide é abordado imediatamente após
a identificação, divulsão ou afastamento de qual estrutura ?
A) Tecido subcutâneo.
B) Platisma.
C) Músculos pré-tireoidianos.
D) Pele e platisma.
E) Esternocleidomastóides.

045 - Paciente de 35 anos, portador a de colecistite crônica calculosa, será submetida
a colecistectomia videolaparoscópica. A administração do antibiótico profilático deve-se
iniciar :
A) Dois dias antes da cirurgia.
B) Na véspera da cirurgia.
C) Na indução anestésica.
D) Após a retirada da vesícula.
E) No pós-operatório imediato.
046 - Comparativamente esperar-se-ia maior concentração de mEq/l de bicarbonato
na secreção obtida de :
A) Aspiração gástrica.
B) Aspiração jejunal.
C) Fístula pancreática.
D) Fístula biliar.
E) Ileostomia.

047 - A doação de órgãos para transplante no Brasil obedece a critérios que
estabelecem :
A) A morte encefálica deve ser diagnosticada por 2 médicos não relacionados à equipe
de implantação dos órgãos e confirmada por exame complementar.
B) Crianças menores de 2 anos seguem os mesmos critérios usados para outras faixas
etárias.
C) A distribuição dos órgãos segue critérios de gravidade dos receptores sem
considerar compatibilidade imunológica ou ordem cronológica de inclusão.
D) A hepatite fulminante não é aceita como critério de prioridade para o transplante de
fígado.
E) Os métodos comprobatórios de morte encefálica aceitos pelo Conselho Federal de
Medicina (CFM) incluem : doppler transcraniano, angiografia, eletroencefalograma e
consumo cerebral de lipídeos.

048 - Qual o melhor parâmetro para avaliação da eficiência da reposição volêmica na
fase aguda da queimadura ?
A) Pressão venosa central (PVC).
B) Freqüência cardíaca.
C) Débito urinário.
D) Pressão arterial.
E) Nível de consciência.

049 - Em relação as queimaduras elétricas, podemos afirmar :
A) Deve-se fazer desbridamento imediato do tecido queimado.
B) Tem maior potencial de infecção.
C) Define-se o percentual de área queimada com precisão duas horas após à
queimadura.
D) Não há necessidade de se fazer profilaxia anti-tetânica.
E) Requerem um volume maior de fluídos do que o calculado pelas fórmulas usuais de
ressuscitação na fase aguda.

050 - Nas atresias de esôfago sem fístula, qual a afirmação é FALSA ?
A) A incidência de prematuridade é maior do que nos casos de atresia do esôfago com
fístula.
B) A realização de gastrostomia é mais trabalhosa.
C) A anastomose primária é possível e deve ser o tratamento primário de escolha.
D) O coto proximal pode crescer em sentido caudal.
E) O tratamento inicial deve ser sempre gastrostomia e esofagostomia cervical.

051 - Qual das seguintes informações prestadas pelo doente devem ser consideradas
como motivo de maior preocupação, por refletir risco de vida na vigência de cirurgia
sob anestesia geral ?
A) Já apresentou espasmo das vias aéreas por tiopental sódico.
B) É asmático.
C) Teve infarto do miocárdio há quatro meses.
D) É epiléptico, apresentando crises convulsivas freqüentes.
E) É dependente de cocaína.

052 - Doente politraumatizado confuso, em choque compensado, dá entrada no PS,
com indicação de limpeza cirúrgica do membro inferior esquerdo, pois há fratura
exposta do fêmur com nítido sangramento. A anestesia melhor indicada será :
A) Geral.
B) Raquianestesia.
C) Anestesia peridural.
D) Infiltrativa, na região da exposição óssea.
E) Troncular.

053 - Paciente de 30 anos, vítima de queda de andaime há 2 horas. Apresenta dor em
ambos os pés, não conseguiu mais andar. Foram solicitadas radiografias de ambos os
pés e constatada fratura bilateral de calcâneo. Não há sinais de outras lesões ósteo-
articulares ou, comprometimento vásculo-nervoso nos membros inferiores. A melhor
conduta no Pronto Socorro será :
A) Goteira gessada inguinopodálica bilateral.
B) Tração esquelética em ambos os membros inferiores.
C) Investigar lesão vascular antes de imobilizar.
D) Redução cirúrgica de urgência para evitar seqüelas como artrose da articulação
subtalar.
E) Investigar fratura associada na coluna vertebral.

054 - Menino de 5 anos de idade, com queixa de claudicação às custas de membro
inferior direito há um mês. Exame físico : bom estado geral, afebril, dor aos
movimentos de rotação interna do quadril direito. RX simples de bacia é normal. Foi
solicitada uma cintilografia óssea, que mostrou diminuição da captação ao nível da
epífise proximal do fêmur à direita. O diagnóstico mais provável será :
A) Luxação congênita do quadril.
B) Pioartrite do quadril.
C) Epifisiolistese proximal do fêmur.
D) Moléstia de Perthes.
E) Displasia epifisária múltipla.

055 - Em um paciente portador de hérnia discal comprimindo a raiz de L5, pode-se
encontrar :
A) Hipoestesia da região anterior da coxa e fraqueza dos flexores do quadril.
B) Hipoestesia perianal e perda do reflexo cremastérico.
C) Hipoestesia do dorso do pé e abolição do reflexo aquileu.
D) Diminuição da força dos extensores dos dedos e do hálux e reflexos normais.
E) Hipoestesia da panturrilha e fraqueza dos dorsiflexores do tornozelo.

056 - Criança de 3 anos, chega ao Pronto Socorro com impotência funcional do
membro superior direito. A mãe relata que há cerca de duas horas puxou a criança
pela mão com força e, desde então, a mesma não mexe o membro. A criança mantém
o membro estendido ao longo do corpo e o antebraço pronado. A dor à mobilização e o
choro da criança dificultam o exame físico. As radiografias de todo o membro (ombro
até o punho) não revelam fraturas. Assinale a hipótese mais provável e a conduta
indicada :
A) Fratura da clavícula; enfaixamento em oito.
B) Luxação gleno-umeral; redução incruenta e imobilização com Velpeau.
C) Subluxação da cabeça do rádio; redução incruenta.
D) Luxação do cotovelo; redução incruenta e imobilização com goteira axilo-palmar.
E) Fratura supracondileana do úmero; redução incruenta e gesso axilo-palmar.

057 - Paciente de 18 anos, vítima de acidente de moto há 2 horas, chega ao PS
hemodinamicamente estável, Glasgow=15, eupneico, com fratura exposta tipo III A de
Gustillo do terço médio da perna direita, sem lesão neurovascular. Qual o melhor
tratamento ortopédico inicial, após limpeza cirúrgica, desbridamento e
antibioticoterapia intravenosa ?
A) Tração esquelética calcaneana para alinhar a fratura e tratamento cirúrgico
definitivo após cicatrização da ferida.
B) Redução cruenta e fixação com placa e parafusos.
C) Instalação de fixador externo uniplanar após redução da fratura.
D) Redução incruenta e gesso inguinomaleolar, abrindo-se janela no gesso para
curativo da ferida.
E) Instalação de fixador externo circular tipo Ilizarov associado a enxerto ósseo
autólogo do ilíaco.

058 - Em relação à descarga papilar, qual aspecto é mais freqüentemente associado a
neoplasia maligna da mama ?
A) Fluido esverdeado.
B) Espesso acinzentado.
C) Sanguinolento.
D) Água de rocha.
E) Achocolatado.

059 - Paciente de 32 anos, diabética, sem controle adequado, refere que há 10 dias
vem apresentando corrimento branco grumoso, acompanhado de prurido vulvar
intenso e disúria terminal. Ao exame ginecológico foram evidenciados hiperemia
importante do intróito vaginal, escoriações perineais, corrimento branco em placas e
hiperemia vaginal. Qual o agente causador mais provável para esta vulvovaginite ?
A) Gardnerella vaginalis.
B) Trichomonas vaginalis.
C) Candida albicans.
D) Herpesvírus humano.
E) Papilomavírus humano.

060 - O anticoncepcional hormonal combinado oral tem feito protetor em relação a :
A) Câncer de ovário e de mama.
B) Câncer de endométrio.
C) Vulvovaginites.
D) Bartholinite.
E) Câncer do colo uterino.

061 - Paciente com 23 anos e diagnóstico de moléstia inflamatória pélvica aguda leve.
Os agentes etiológicos mais provavelmente envolvidos com o processo são :
A) Bacterioides fragilis e Neisseria gonorrhoeae.
B) Neisseria gonorrhoeae e Ureaplasma urealyticum.
C) Chlamydia trachomatis e Ureaplasma urealyticum.
D) Neisseria gonorrhoeae e Chlamydia trachomatis.
E) Bacterioides fragilis e Chlamydia trachomatis.
062 - Paciente com 22 anos com ciclos espaniomenorreicos. A avaliação hormonal,
através da dosagem de FSH, LH e estradiol deve ser feita :
A) Independentemente do ciclo menstrual.
B) No 3° ao 7° dia do ciclo menstrual.
C) No 12° ao 14° dia do ciclo menstrual.
D) No 19° ao 23° dia do ciclo menstrual.
E) No 25° ao 28° dia do ciclo menstrual.

063 - Gestante de 25 anos, primigesta com idade gestacional de 31 semanas,
compareceu ao PS com queixa de perda de líquido pela vagina há 2 dias. Ao exame
físico : febril (T=38,5°C), PA=90x60 mmHg, altura uterina de 29 cm, freqüência
cardíaca fetal (FCF)=160 bpm, com 2 contrações em 10 minutos. Ao exame especular
: saída de conteúdo amarelado com odor fétido pelo orifício do colo uterino. Ao toque
vaginal : colo pérvio para 2 dedos, apresentação pélvica. Assinale a alternativa correta
:
A) Deve-se fazer antibioticoterapia e conduzir o trabalho de parto.
B) Deve-se fazer antibioticoterapia e tentar inibir o trabalho de parto.
C) Deve-se fazer antibioticoterapia, tentar inibir o trabalho de parto e fazer a
corticoterapia.
D) Deve-se fazer antibioticoterapia e controle materno com hemograma seriado.
E) Deve-se fazer antibioticoterapia e interromper a gestação imediatamente através de
cesárea.

064 - Gestante de 30 anos, primigesta, com 33 semanas, portadora de estenose mitral
e hipertensão pulmonar com classe funcional I comparece ao PS com queixa de
contração uterina dolorosa. Ao exame físico : bom estado geral, corada, hidratada,
PA=110x60 mmHg, FC=80 bpm, FR=16. Ausculta cardíaca : bulhas rítmicas com
hiperfonese de B2 e sopro diastólico 4+/6+ em foco mitral, altura uterina de 32 cm,
FCF=140 bpm, apresentando 3 contrações médias em 10 minutos. Ao toque vaginal :
colo pérvio para 2 dedos, médio. Amnioscopia : líquido claro, sem grumos. Em relação
a este caso pode afirmar-se que :
A) A gestante deve ser submetida a cesárea em virtude do quadro materno ser grave.
B) Deve-se tentar a inibição do trabalho de parto com uma hidratação rápida com soro
fisiológico e glicosado em partes iguais, num total de 1000 ml.
C) Em virtude da dilatação avançada do colo uterino, deve-se inibir de imediato as
contrações do útero com b-agonista.
D) Deve-se dar assistência ao parto com monitorização cardíaca materna.
E) A raquianestesia é a mais indicada neste caso por promover uma vasodilatação
periférica.

065 - Gestante de 26 anos, primigesta, com idade gestacional de 37 semanas,
comparece ao PS com queixa de cefaléia e dor no baixo ventre. Ao exame físico : bom
estado geral, corada, PA=140x90 mmHg, altura uterina de 33 cm, FCF=132 bpm,
edema de membros inferiores : 2+/4+. Ao toque vaginal : colo grosso, posterior e
impérvio. Monitorização fetal : feto ativo. A melhor conduta inicial é :
A) Manter a gestante em repouso (decúbito lateral esquerdo) e em observação e,
posteriormente, reavaliar a PA.
B) Orientá-la quanto á dieta hipossódica e dispensá-la.
C) Interná-la, medicá-la com sulfato de magnésio e, em seguida, interromper a
gestação através de cesárea.
D) Interná-la, medicá-la com hipotensores e, em seguida, interromper a gestação
através de cesárea.
E) Realizar a dopplervelocimetria e, se normal, dispensá-la.
066 - Gestante de 16 anos, primigesta, sem pré-natal, com idade gestacional
desconhecida, comparece ao PS com queixa de inchaço em membros inferiores. Ao
exame físico : bom estado geral, corada, PA=130x80 mmHg, altura uterina de 30 cm,
sem contração uterina, FCF=140 bpm, edema de membros inferiores 2+/4+ ,
proteinúria de fita negativa. Ao toque vaginal : colo grosso, posterior e impérvio.
Realizou ultra-sonografia, que revelou suspeita de crescimento intra-uterino retardado
(CIUR). A melhor conduta é :
A) Explicar para a gestante que está tudo bem e que deverá retornar ao PS quando em
trabalho de parto.
B) Realizar cesárea de imediato, já que o feto mostra sinais de sofrimento fetal.
C) Realizar cardiotocografia e se normal solicitar para que a gestante retorne em 15
dias para novo exame.
D) Dispensar a gestante e repetir a ultra-sonografia em 7 dias.
E) Realizar cardiotocografia e em seguida fazer amniocentese para pesquisar
maturidade fetal e se presente induzir o parto.

067 - Gestante de 38 anos, IIIG IIP OA, com idade gestacional de 22 semanas,
hipertensa controlada com dieta hipossódica, apresenta como antecedentes obstétricos
:
1) Parto normal, de termo, com recém-nascido (RN) pesando 2.650 g há 8 anos; 2)
Parto normal, de termo, com RN pesando 3.800 g, há 5 anos. Pode-se afirmar que :
A) Trata-se de uma gestante sem risco para diabete gestacional, sendo que o seu pré-
natal não necessita de nenhum cuidado especial.
B) Trata-se de uma gestante com alto risco para diabete gestacional e deve ser
submetida apenas a uma glicemia de jejum.
C) Trata-se de uma gestante com alto risco para diabete gestacional e deve ser
submetida à glicemia de jejum mensal e teste de tolerância à glicose oral de 100 g
entre 28 e 34 semanas.
D) Trata-se de uma gestante com baixo risco para diabete gestacional e deve ser
submetida à glicemia de jejum.
E) Trata-se de uma gestante com baixo risco para diabete gestacional e deve ser
submetida ao teste de tolerância a glicose oral de 50 g com 26 semanas.

068 - Gestante primigesta de 20 anos, com 41 semanas e com diagnóstico de
oligoâmnio, é internada para ser submetida a indução do trabalho de parto. Ao toque
vaginal evidencia-se um colo pérvio para 1 dedo, esvaecimento médio, apresentação
cefálica, fixa. A amnioscopia : líquido claro com grumos. Em relação a avaliação clínica
da bacia obstétrica, pode-se afirmar que :
A) O estreito superior pode ser avaliado através de determinação do conjugado
obstétrico que, através da regra de Litzmann, nos fornece a medida do conjugado
diagonal.
B) O estreito inferior contra-indica a indução diante de arco anterior inferior a 90°
associado a conjugata exitus de 12 cm ou diâmetro biciático de 10 cm.
C) O estreito médio é favorável a indução se as espinhas ciáticas forem apagadas ou
médias, o ligamento sacro-ciático maior que 3 cm e com concavidade do sacro não
acentuada.
D) O diâmetro bituberoso é de pouca importância, pois freqüentemente se associa,
mesmo quando inferior a 9 cm, a um diâmetro biciático normal, o qual permite a
evolução para um parto normal.
E) A pelvimetria externa é de suma importância, pois se sabe que o diâmetro bicrista
relaciona-se com o diâmetro antero-posterior do estreito superior, havendo vicio
pélvico em 100% dos casos se a medida for inferior a 24 cm (Regra de Baudelocque).
069 - Primigesta de 28 anos é admitida no Centro Obstétrico as 8 h, com 2 contrações
uterinas em 10 minutos, dilatação do colo uterino de 3 cm e apresentação cefálica
fletida (altura=-2). Evolui com queixa de dor abdominal intensa, mas com 4
contrações uterinas médias-fracas em 10 minutos. E o colo uterino mantém-se
dilatado em 4 cm (altura zero) às 16 h do mesmo dia. Em relação a essa situação,
pode-se afirmar que :
A) Sendo uma primigesta idosa em trabalho de parto prolongado, define-se o quadro
de distócia funcional, estando indicada a cesárea.
B) O quadro de taquissistolia configura uma distócia funcional por hiperatividade ,
estando indicada a inibição da atividade uterina com terbutalina EV.
C) A amniotomia está indicada em virtude do grande risco de mecônio intraparto.
D) Provavelmente há um vício pélvico, pois a falta de progressão da dilatação
geralmente está associada a não insinuação da cabeça fetal.
E) Impõe-se, de início, a correção da distócia funcional com amniotomia e analgesia.

070 - No acompanhamento pré-natal é correto afirmar que :
A) Devem-se pesquisar mensalmente anticorpos, pelo método de Coombs indireto, em
gestantes Rh negativas e Du negativas, com maridos Rh negativos e Du positivos.
B) Considera-se anemia na gestação quando a hemoglobina é inferior a 9 g/dl.
C) As gestantes suscetíveis a rubéola devem ser vacinadas no primeiro trimestre.
D) A organização Mundial de Saúde recomenda que a gestante realiza no mínimo 4
consultas de pré-natal.
E) Deve ser realizado apenas um exame ultra-sonográfico durante o pré-natal e de
preferência no último trimestre.

071 - Em relação a infecção urinária complicada, é correto afirmar que :
A) Está indicada a investigação radiológica (ultra-som de vias urinárias,
uretrocistografia miccional e se necessário urografia excretora) em todos os casos,
objetivando-se afastar ou confirmar lesão renal.
B) O agente etiológico mais comumente isolado é Pseudomonas sp, ou fungo.
C) Em vista da urgência e precisão do diagnóstico, o método de coleta de urina deverá
ser por punção supra-púbica ou cateterização, com posterior introdução de cefalexina
por via oral para se evitar potenciais danos renais.
D) A indicação de antibioticoterapia parenteral restringe-se aos lactentes com
malformação do trato urinário e lactentes menores de 3 meses de idade.
E) Esse termo está relacionado as infecções urinárias de repetição e bacterianas
assintomáticas.

072 - Criança de 1 ano de idade, sem BCG, sem clínica respiratória, apresentou
viragem de PPD (10 mm). Qual é a melhor conduta ?
A) Tratar tuberculose.
B) Fazer quimioprofilaxia.
C) Fazer RX de tórax, e, se normal, aguardar.
D) Fazer quimioprofilaxia e pesquisa de foco domiciliar.
E) Fazer pesquisa de foco domiciliar.

073 - Criança de 3 anos de idade, apresenta história de tosse há 5 dias, falta de ar e
gemência há 1 dia. No início do quadro recebeu "Benzetacil" em Pronto Socorro, por
diagnóstico de amigdalite, segundo a mãe. Ao exame físico apresenta : regular estado
geral, taquidispnéia leve/moderada, com tiragem intercostal e subdiafragmática 2+/4+
, acianótica. Murmúrio vesicular diminuído globalmente à direita, com estertores
crepitantes em ápice, broncofonia diminuída em hemitórax direito, principalmente em
base. Assinale a hipótese diagnóstica mais provável :
A) Pneumonia extensa à direita por Streptococcus pneumoniae.
B) Pneumonia extensa e derrame pleural à direita por Streptococcus pneumoniae.
C) Pneumonia extensa à direita por Staphylococcus aureus.
D) Pneumonia extensa à direita por Haemophilus influenzae.
E) Pneumonia extensa e derrame pleural a direita por Staphylococcus aureus.

074 - Lactente de 11 meses de vida com quadro de diarréia há 3 dias. A mãe refere
um pico febril, não medido, no início do quadro e que há dois dias a criança está
vomitando muito e recusando a alimentação. Ao exame físico a criança encontra-se em
bom estado geral, febril, levemente decorado, irritada à manipulação, chorando sem
lágrimas, olhos fundos, pulsos finos, com enchimento capilar de 5 segundos, FC=120
bpm e FR=30 mpm. Cabeça e pescoço : sem alterações. Otoscopia : sem alterações.
Oroscopia : saliva espessa e restante sem alterações. Cardiovascular : bulhas rítmicas,
normofonéticas, sem sopros. Respiratório : murmúrio vesicular presente
bilateralmente, sem ruídos adventícios. Abdome : sem visceromegalias, doloroso à
palpação difusamente e com ruídos hidro-aéreos aumentados. Extremidades : sem
alterações. Foi indicada Terapia de Reidratação Oral (TRO). Qual a melhor forma de
avaliar esta criança ?
A) A TRO está contra-indicada por se tratar de uma criança com desidratação grave,
devendo ser instituída hidratação parenteral (fase de reparação).
B) Está indicada alta hospitalar, se a criança apresentar uma diurese durante a
primeira hora da TRO.
C) A criança está em condições de alta quando apresentar uma diurese e índice de
retenção de 10% da solução de reidratação oral (SRO).
D) A presença de vômitos durante a TRO com índice de retenção de 25% da solução
de reidratação oral na Segunda hora caracteriza boa evolução, sendo indicada a
manutenção da TRO por, no mínimo, 2 horas.
E) Está indicado o uso de anti-eméticos (por exemplo, dimenidrato), se a criança
apresentar dois episódios de vômitos durante a primeira hora de TRO.

075 - Uma menina de 8 anos de idade chega ao PS, com história de disúria e polaciúria
há 1 dia. A mãe notou que a urina encontra-se escura e fétida. Assinale a alternativa
correta :
A) Trata-se de pielonefrite aguda. Deve-se realizar coleta de urocultura por punção
supra-púbica e internação para antibioticoterapia parenteral.
B) Trata-se de pielonefrite aguda. Após coleta de urocultura, deve-se iniciar
tratamento com sulfametoxazol e trimetroprim VO.
C) Trata-se de vulvovaginite. Iniciar banho de assento com anti-séptico.
D) Trata-se de cistite. Iniciar tratamento com ceftriaxona, após coleta de urocultura.
E) Trata-se de cistite. Iniciar sulfametoxazol e trimetroprim VO após coleta de
urocultura.

076 - Diante de uma criança de sexo masculino, 3 anos de idade, pesando 15 kg e
com estatura de 96 cm, que no último ano ganhou 3 kg de peso e 6 cm de estatura,
pode-se afirmar que :
A) Apresentou crescimento normal.
B) Corre risco de retardo de crescimento.
C) Está ficando obesa.
D) Está se desnutrindo.
E) Pode ter risco de gigantismo.
077 - O quadro clínico de diarréia recidivante (3 a 4 evacuações diárias de fezes
líquidas, sem sangue), dores epigástricas, anorexia e náuseas, está mais epigástricas,
anorexia e náuseas, está mais freqüentemente associada :
A) Ascaridíase.
B) Estrongiloidíase.
C) Giardíase.
D) Amebíase.
E) Teníase.

078 - Adolescente, 12 anos e 4 meses, sexo feminino, maturação sexual M2P2, pré-
menarca, procura serviço médico por ser portadora de baixa estatura. É correto
afirmar :
A) Seu prognóstico de altura é ruim, pois essa adolescente também é portadora de
retardo puberal.
B) Como a menarca é iminente, é provável que essa adolescente cresça, ainda cerca
de 6 cm.
C) Não é possível o diagnóstico de baixa estatura, pois essa adolescente ainda não
completou seu desenvolvimento puberal.
D) A baixa estatura dessa adolescente pode ser conseqüência de sua maturação sexual
tardia.
E) A avaliação laboratorial hormonal impõe-se nesse caso, pela grande possibilidade de
se tratar de doença neuro-endócrina.

079 - No Brasil, a vacinação rotineira contra o sarampo é recomendada :
A) Sempre aos 6 meses e depois de 2 anos, como reforço.
B) Sempre junto com a Sabin e a DPT.
C) Sempre junto com a Sabin e após 1 ano de idade.
D) Sempre aos 9 meses e aos 15 meses de idade.
E) Sempre junto com a MMR.

080 - Recém-nascido (RN) com peso de nascimento de 3.200 g, idade gestacional de
40 semanas. Parto normal, com anestesia loco regional, sem outros medicamentos.
Apgar de 1° minuto menor do que 3, ritmo respiratório irregular e freqüência cardíaca
maior do que 80 bpm. Já realizado aquecimento, além de aspiração de boca e narinas,
com saída de líquido claro. Estão indicados :
A) Intubação endotraqueal.
B) Oxigenação com pressão positiva com FiO2 de 100%.
C) Oxigenação com pressão positiva com FiO2 de 100% e massagem cardíaca.
D) Intubação endotraqueal e massagem cardíaca.
E) Oxigenação com pressão positiva com FiO2 de 100%, massagem cardíaca e
adrenalina.

081 - Recém-nascido (RN) de termo, com peso de nascimento de 3.300 g. Mãe
primigesta, 23 anos, sem intercorrências no pré-natal. Com 8 horas de vida,
observada icterícia, zona II moderada, zona III leve. Tipagem sangüínea materna : O
Rh positivo, Coombs indireto negativo e do RN : A Rh negativo, Coombs direto
negativo e Eluato positivo. O diagnóstico mais provável e abordagem terapêutica
imediata seriam :
A) Incompatibilidade materno-fetal do tipo AO. Colher bilirrubinas totais e frações e
hemograma com reticulócitos. Iniciar fototerapia.
B) Incompatibilidade materno-fetal do tipo AO e Rh. Colher bilirrubinas totais e frações
e hemograma com reticulócitos. Iniciar fototerapia.
C) Incompatibilidade materno-fetal do tipo AO. Colher bilirrubinas totais e frações e
hemograma com reticulócitos. Iniciar fototerapia se níveis de bilirrubina indireta
estiverem acima de 14 mg%.
D) Incompatibilidade materno-fetal do tipo AO e Rh. Colher bilirrubinas totais e frações
e hemograma com reticulócitos. Iniciar fototerapia se níveis de bilirrubina indireta
estiverem acima de 14 mg%.
E) Incompatibilidade materno-fetal do tipo AO e Rh. Colher bilirrubinas totais e frações
e hemograma com reticulócitos. Iniciar fototerapia se níveis de bilirrubina indireta
estiverem acima de 26 mg%.

082 - Relativamente às infecções congênitas no recém-nascido (RN) :
A) O RN com suspeita de sífilis deverá ser colocado em isolamento,
independentemente da existência ou não de sinais clínicos.
B) O RN com toxoplasmose congênita é sempre sintomático , sendo a microcefalia a
manifestação mais comum.
C) O RN com citomegalovirose congênita é freqüentemente assintomático, podendo
manifestar alterações posteriormente (comprometimento da função auditiva, por
exemplo).
D) A presença de títulos menores de IgG no RN do que os maternos, é diagnóstica de
transmissão transplacentária de anticorpo, sem infecção.
E) O retardo de crescimento intra-uterino pode ser conseqüência de infecção
congênita, mas não a prematuridade.

083 - AMP, 32 anos, primigesta, 34 semanas de idade gestacional. Admitida em
hospital com diagnóstico de descolamento prematuro de placenta. Freqüência cardíaca
fetal de 88 bpm. Parto cesáreo. Apgar 5,8 e 8 no 1°, 5° e 10° minutos. Peso de
nascimento de 1.900 g. RN evoluiu com desconforto respiratório, com batimentos de
asas de nariz, tiragem diafragmática e intercostal e gemência progressivos, com índice
de Silverman-Anderson de 7. Os diagnósticos mais prováveis e a conduta são :
A) Recém-nascido pré-termo, asfixia perinatal grave, doença de membranas hialinas.
Iniciar oxigênio em incubadora.
B) RNPT, asfixia perinatal moderada, pneumonia neonatal. Iniciar oxigênio em
incubadora.
C) RNPT, asfixia perinatal moderada, doença de membranas hialinas. Iniciar
terapêutica com CPAP nasal.
D) RNPT, asfixia perinatal grave, pneumonia neonatal. Iniciar terapêutica com CPAP
nasal.
E) RNPT, asfixia perinatal grave, pneumonia neonatal. Iniciar oxigênio em incubadora.

084 - Sobre a relação do setor público e do setor privado no Brasil, no âmbito da
saúde, é correto dizer que :
A) A articulação entre o sistema público e sistema supletivo gera economia aos cofres
públicos na medida em que o poder público pode se desobrigar de oferecer serviços
aqueles que contratam serviços privados.
B) Atualmente a maioria dos brasileiros já possui algum tipo de cobertura privada à
saúde, cabendo ao poder público atender somente os indivíduos que não possuem
carteira de trabalho.
C) O poder público tem historicamente evitado investir nas áreas mais caras e de
maior sofisticação tecnológica, deixando ao setor privado esta tarefa.
D) A articulação entre o poder público e privado na área da saúde no Brasil vem
garantindo uma atuação privilegiada do setor privado nas áreas de maior lucratividade.
E) Os grupos populacionais que não são contribuintes do INSS devem procurar
assistência médica no setor lucrativo e/ou filantrópico.
085 - Segundo a Constituição de 1988, o Sistema Único de Saúde (SUS) é definido
como um sistema descentralizado, com comando único em cada esfera de governo, o
que implica que :
A) Os Estados e Municípios financiem somente com recursos próprios seus respectivos
sistemas de saúde.
B) Delegar autonomia para que Estados e Municípios formulem e implementem as
respectivas políticas de saúde.
C) Cabe a União somente a responsabilidade pela execução das ações de Saúde
Pública.
D) Cabe a União a responsabilidade exclusiva pelo financiamento das ações de Saúde
Pública.
E) Cabe a União a responsabilidade exclusiva do financiamento da assistência médica
hospitalar, através das AIH.

086 - A organização dos serviços de saúde no país, configuram um perfil de serviço do
tipo :
A) Predominantemente executado nos consultórios do setor privado.
B) Predominantemente executado por profissionais médicos assalariados do setor
público.
C) Centrado na atuação de profissionais de nível elementar e de técnicos, sendo a
atuação do médico reservada somente para casos mais complexos.
D) Predominantemente nucleado na atenção primária em saúde.
E) Centrado na atuação do médico e de profissionais de nível elementar, e carente da
atuação de técnicos de nível médio e demais profissionais com formação superior.

087 - Coeficientes de mortalidade infantil (CMI) e seus componentes (CMI tardia e CMI
neonatal) por 1.000 nascidos vivos em algumas Regiões Administrativas do Estado de
São Paulo - 1992 e 1995 :


                     CMI neonatal     CMI tardia    CMI total
Região
                     1992    1995     1992   1995   1992   1995
Santos               20,9    23,2     12,1   10,5   33,0   33,7
Sorocaba             17,1    16,5     13,4   8,6    30,5   25,1
S. J.dos Campos      15,9    14,8     8,2    5,6    24,1   20,4
Ribeirão Preto       13,4    12,2     6,5    6,7    19,9   18,9

A partir da análise destas informações é possível afirmar que :

A) Os valores dos coeficientes de mortalidade neonatal e infantil tardia encontrados no
Estado de São Paulo, são semelhantes àqueles dos países desenvolvidos.
B) Os valores elevados dos coeficientes de mortalidade neonatal indicam o predomínio,
como causa de morte, das causas perinatais.
C) A mortalidade infantil tardia tem apresentado maior dificuldade na sua diminuição
do que a mortalidade neonatal, por depender de grandes transformações econômicas.
D) Os valores elevados dos coeficientes de mortalidade neonatal decorrem da
freqüente declaração como nascido vivo, e posterior óbito neonatal de casos que se
constituem na realidade em óbitos fetais.
E) Os coeficientes de mortalidade infantil nos grandes centros urbanos não refletem
mais as mudanças nas condições de saúde da população.
088 - Considerando o modelo da História Natural das Doenças, são medidas de
prevenção primária :
A) Moradia adequada, imunização e controle de vetores.
B) Moradia adequada, áreas de lazer e detecção precoce ("screening").
C) Imunização, reabilitação e detecção precoce ("screening").
D) Imunização, inquéritos para descobrir casos na comunidade e higiene pessoal.
E) Alimentação adequada, saneamento ambiental e detecção precoce ("screening").

089 - Sobre a mortalidade por Doenças de Notificação Compulsória no Município de
São Paulo, nos últimos cinco anos, é possível afirmar que :
A) Verifica-se um expressivo aumento nos coeficientes de mortalidade por AIDS e uma
inversão da tendência crescente dos coeficientes por tuberculose.
B) Verifica-se uma diminuição nos coeficientes de mortalidade por infecção
meningocóccica.
C) A mortalidade por raiva humana, poliomielite e sarampo variou entre 5 e 10 óbitos
anuais, no período.
D) A natalidade alta tem impedido uma diminuição expressiva na mortalidade por
doenças imunopreveníveis, apesar dos elevados valores observados para as coberturas
vacinais.
E) O aumento na cobertura vacinal de BCG é a principal responsável pela importante
redução nos coeficientes de mortalidade por meningite tuberculosa.

090 - Uma mulher de 46 anos foi internada com quadro clínico e laboratorial
compatível com insuficiência renal crônica. A história e os exames anteriores
confirmavam o diagnóstico de Lúpus Eritematoso Sistêmico. Apresentava ainda
hipertensão e dispnéia moderadas. Submetida a diálise, apresentou quadro irreversível
de insuficiência respiratória, vindo a falecer. O preenchimento correto de seu atestado
de óbito seria :
A) Linha a - Insuficiência respiratória
Linha b - Insuficiência renal crônica
Linha c - Lúpus Eritematoso Sistêmico
B) Linha a - Insuficiência renal crônica
Linha b - Insuficiência respiratória
Linha c - Hipertensão arterial
C) Linha a - Insuficiência renal crônica
Linha b - Lúpus Eritematoso Sistêmico
Linha c - Insuficiência respiratória
D) Linha a - Hipertensão arterial
Linha b - Lúpus Eritematoso Sistêmico
Linha c - Insuficiência renal crônica
E) Linha a - Insuficiência respiratória
Linha b - Hipertensão arterial
Linha c - Insuficiência renal crônica

091 - Foi realizado estudo sobre taxas de suicídio, religiosidade e tolerância ao
suicídio, em 19 países da Europa e América do Norte, nos anos de 1989/90. As taxas
de suicídio foram obtidas dos sistemas de informação de cada país, enquanto as taxas
relativas à religiosidade e tolerância ao suicídio dessas populações foram obtidas de
um levantamento, para outros fins, sobre valores sociais que havia sido realizado
naqueles países. Estimou-se a correlação entre taxas de suicídio e taxas de
religiosidade e de tolerância ao suicídio. Observou-se que as taxas de suicídio eram
negativamente relacionadas com os níveis de crença religiosa, e positivamente
correlacionadas com níveis de tolerância ao suicídio. Assinale a alternativa correta >
A) Pode-se afirmar que quanto maior a religiosidade do indivíduo, menor a chance dele
cometer suicídio.
B) Trata-se de um estudo de corte transversal.
C) Suicídio não tem relação com religiosidade ou tolerância.
D) Maiores níveis de religiosidade levam uma sociedade a apresentar menores taxas
de suicídio.
E) Resultados acima podem ser decorrentes de outros fatores, como por exemplo,
nível de desenvolvimento econômico e social de cada país.

092 - Em uma determinada cidade realizou-se estudo para investigar a associação
entre nível de colesterol sérico e doença isquêmica do coração (DIC). Foram avaliados
2247 indivíduos do sexo masculino com idade entre 30 e 59 anos, sendo que 1127
apresentaram colesterol elevado (>200 mg/100 ml) e 1120 com colesterol normal
(<200 mg/100 ml). Entre os indivíduos com colesterol elevado, 27 foram
diagnosticados como casos de DIC, e outros 20 casos foram diagnosticados entre os
homens com colesterol normal, correspondendo a um Risco Relativo (RR) de 1,34.
Assinale a alternativa correta :
A) Pessoas com colesterol elevado tem uma chance de desenvolver DIC 34% maior
que pessoas com colesterol normal.
B) Não há associação entre níveis de colesterol e risco de DIC.
C) O desenho do estudo descrito acima não é adequado para investigar se colesterol é
fator de risco par DIC.
D) Só seria possível concluir se há associação entre colesterol e DIC se fosse conhecido
o intervalo de confiança de 95% para o RR.
E) Erros de medida de colesterol e no diagnóstico de DIC foram responsáveis pelo
resultado acima.

093 - O risco atribuível na população obtido em estudos de coorte e uma medida
adequada para :
A) Estabelecer relações etiológicas.
B) Sugerir hipótese de associação entre exposição e efeito.
C) Estimar a proporção de doentes devido a exposição à diversos fatores.
D) Avaliar o impacto de ações de Saúde Pública.
E) Estimar a relação dose-resposta.

094 - Em um estudo epidemiológico observacional, para avaliar o uso de drogas
injetáveis (UDI) no desenvolvimento de sorologia positiva para o vírus da hepatite C, o
risco relativo (RR) de soroconversão associado ao UDI foi 5,3. Intervalo de Confiança
de 95% (IC 95%) 1,5-20,1 (grupo de referência - indivíduos que não usavam essas
drogas). Após ajuste pelo número de parceiros sexuais na vida, o RR de soroconversão
associado ao UDI foi 4,0, IC 95% 1,2-16,2 (mesmo grupo de referência). Com base
nessas informações, assinale a alternativa correta :
A) Para avaliar o risco de soroconversão associado ao UDI deveria ter sido calculado o
Odds Ratio, em vez do RR.
B) O número de parceiros sexuais na vida esteve associado com o UDI.
C) O limite inferior (1,2) do IC 95%, após ajustar pelo número de parceiros sexuais na
vida, sugere que o UDI não foi um fator de risco para soroconversão.
D) O risco de soroconversão associado ao UDI deveria Ter sido avaliado em um ensaio
clínico controlado.
E) O UDI foi uma variável de confusão para a associação entre o número de parceiros
sexuais na vida e a soroconversão.
095 - Para examinar o possível papel de diabetes mellitus (DM) na etiologia do câncer
de pâncreas (CP), foram investigados 720 pacientes com diagnóstico recente de CP e
720 pacientes internados por outras doenças. Os participantes foram recrutados em
três hospitais, durante um período de 2 anos. Entre os paciente com CP, 64 relataram
história prévia de DM (há pelo menos dois anos antes da data de internação). Entre os
pacientes com outras doenças, 50 referiam prévia de DM (também há pelo menos dois
anos antes da data de internação. Esse é um exemplo de :
A) Estudo caso-controle.
B) Estudo de coorte prospectiva.
C) Estudo de coorte retrospectiva.
D) Estudo transversal retrospectivo.
E) Estudo ecológico retrospectivo.


096 - Os valores registrados para os Coeficientes de Mortalidade por Causas Externas
no Município de São Paulo, apontam para a presença de um importante problema de
saúde nessa área. Assinale a alternativa correta :
A) O maior impacto das mortes por homicídios se dá a partir dos 30 anos de idade.
B) Os acidentes de trânsito ainda compõem o principal grupo de causas de morte entre
as causas externas.
C) O único grupo de causas, entre as causas externas, em que não há uma
sobremortalidade masculina, é o de suicídios.
D) Os valores dos coeficientes de mortalidade por causas externas não mostram uma
tendência nítida de distribuição centro-periferia.
E) Os coeficientes de mortalidade por homicídio apresentaram um nítido aumento nos
seus níveis a partir de 1983 e desde então vem apresentando variações em torno de
valores sempre elevados.

097 - Uma pessoa morre, tendo deixado em vida, sêmen para ser crio-preservado, aos
cuidados de um instituto que realiza reproduções assistidas. Sua motivação para essa
"doação" teria sido o temor de ficar estéril após uma quimioterapia a que ele iria se
submeter. Após o seu falecimento, a família do doador deseja saber qual das seguintes
posturas poderia ser considerada ética :
A) Autorizar a realização da reprodução assistida, com esse sêmen, na última
namorada do doador.
B) Colocar esse sêmen a disposição do instituto de reprodução assistida, para que o
utilize, desde que gratuitamente, em quem sua direção quisesse.
C) Mandar descartar imediatamente esse sêmen, pois não se pode ter filhos a partir de
morto.
D) Apenas permitir a reprodução assistida com esse sêmen, caso houvesse um
documento formal do falecido, destinando-o a uma determinada mulher, que, por sua
vez, declarasse formalmente querer recebê-lo.
E) Não existe previsão de conduta : o sêmen pertence a família do doador.

098 - Paciente desconhecido foi levado para um Pronto Socorro em São Paulo, em
estado de coma. Os exames mostraram tratar-se de coma diabético, mas o paciente
faleceu em seguida, sem Ter recobrado a consciência. O fornecimento do atestado de
óbito compete :
A) Ao médico plantonista do Pronto Socorro.
B) Ao médico chefe do Pronto Socorro, após informar o fato ao serviço social da
instituição.
C) Ao Diretor Clínico da instituição, após informar o Instituto de Identificação.
D) Ao Serviço de Verificação de Óbitos.
E) Ao Instituto Médico-Legal.

099 - Um motorista embriagado, após atropelar e matar uma pessoa, colidiu com um
poste e fugiu. Em seguida procurou um Pronto Socorro para tratar os ferimentos
sofridos. De acordo com a legislação vigente, o médico que o está atendendo, ciente
do ocorrido, deve :
A) Comunicar o fato à autoridade policial e em seguida iniciar o tratamento do caso.
B) Comunicar o fato à autoridade policial e esperar dela uma autorização para iniciar o
tratamento do caso, para não prejudicar a perícia.
C) Iniciar o tratamento do caso e depois fazer a comunicação somente ao CRM.
D) Iniciar o tratamento do caso e depois fazer a comunicação a autoridade policial e ao
CRM.
E) Iniciar o tratamento do caso, não estando obrigado a fazer a comunicação a
autoridade policial e ao CRM.

100 - Um cadáver foi encontrado em uma praia deserta, próximo a desembocadura de
um rio. Na autópsia o legista constatou cogumelo de espuma branca, pulmões
aumentados de volume e com enfisema aquoso e hemodiluição em cavidades
esquerdas do coração em relação às direitas. Tais achados :
A) Sugerem afogamento em água doce.
B) Indicam afogamento em água salgada.
C) Não fornecem indicações quanto ao meio líquido em que ocorreu o afogamento.
D) Levantam a suspeita de uma morte violenta não acidental (homicídio).
E) Indicam que a morte ocorreu por inibição vagal.

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:113
posted:11/25/2011
language:Portuguese
pages:24