Docstoc

MG ES SUL versao final1

Document Sample
MG ES SUL versao final1 Powered By Docstoc
					Vila Velha

Barra do Jucu

Guarapari

Anchieta
Ubu

TERRITORIALIDADES LOCAIS

FAIXA LITORÂNEA SUL
Mosaico landsat 7-USGS/Hiparc -2001

MACRO-REGIÃO MG-ES INFRA - ESTRUTURA
Territorialidade da mineração Territorialidade portuária
Usinas de pelotização Portos Infraestruturas de transporte
Conflitos: Meio ambiente Turismo

Articulações globais

FAIXA LITORÂNEA SUL – ES INTERVALO VITÓRIA - PORTO DE UBU
Movimentos globais, regionais e locais coexistem no território;





Condição estratégica para uma nova configuração do traçado das redes de infra-estrutura;
A topografia como fator condicionante para implantação física das redes; Os sistemas infra-estruturais como agentes de novas proposições relacionadas ao uso do solo, paisagem, turismo e utilização dos recursos naturais.

 

www.samarco.com www.vilavelha.es.gov.br Revista 4rodas

MG/ES INFRAESTRUTURAL – SUDESTE

As infra-estruturas físicas precisam suportar a aceleração dos fluxos, reduzindo o tempo e espaço em função dos eventos de produção e logística.
As disposição das redes físicas desenham-se no embate com o território. Determinam e se deixam determinar pelo mesmo.

MG/ES INFRAESTRUTURAL – SUDESTE

O sistema MG/ES articula-se numa extremidade da malha infra-estrutural da Região Sudeste.
A BR 101 e BR262 são as principais rodovias de ligação com o sistema. A malha ferroviária da região é pouco articulada, com alguns trechos sucateados, outros utilizados por segmentos específicos e previsão de expansão.

INFRAESTRUTURAL – SUDESTE

Como pensar a integeração da plataforma territorial e infraestrutural do ES na Região Sudeste e sua hinterlândia?

FAIXA SUL: CONEXÕES MG-ES

Mina em MG

AmpliaçãoTubarão, dec.70

Obra mineroduto, dec. 70

Mapa da estrada de Ferro Vitória a Minas e projetos de conexões. Relatório Itabira Iron Ore Company, 1920
Fonte: publicação CVRD: 50 anos de história, 1992 Mina e Mineroduto: www.samarco.com

FAIXA SUL: CORREDOR INFRAESTRUTURAL

FAIXA LITORÂNEA SUL – ES Intervalo Vitória - Porto de Ubu

Conexões MG-ES Conexões Arco Metropolitano Natural Infra-estrutural

MACRO-REGIÃO MG-ES
Territorialidade portuária e da mineração articulações globais

INFRA-ESTRUTURA
Usinas de pelotização e portos Infraestruturas de transporte Conflitos: Meio ambiente Turismo

SUL
conexões

Interface com: Vitória, Cariacia, Serra e Aracruz – vazios/conflitos

ARCO METROPOLITANO

INFRAESTRUTURA E TURISMO: CAPILARIDADE

Cariacica

Serra

Vila Velha FAIXA SUL: CONEXÕES ARCO METROPOLITANO

Vila Velha

Serra

Vitória

Cariacica

FAIXA SUL : NATURAL

           

RESERVAS E ÁREAS DE PRESERVAÇÃO: Jacarenema Setiba manguezais lagoas Restingas TRANSVERSAL Rio Doce e pequenos rios Rio Itapemirim LONGITUDINAL Orla Serra doCaparaó

Os receptáculos naturais e reentrâncias nos vales dos pequenos rios que deságuam na costa originaram as principais cidades e vilas ao longo do litoral. A ocupação urbana atual concentra-se abaixo a cota 100 metros.

Mapa elaborado a partir de dados do IBGE/

FAIXA SUL: CIDADES

Distribuem-se a intervalos regulares, adotando tipologias semelhantes de ocupação do solo. Pequenos núcleos de povoação que foram crescendo, em função da exploração do turismo espontâneo e da prestação de serviços.

FAIXA SUL: CIDADES

A região sul do Estado, foi perdendo expressão progressivamente, sem que houvesse um processo de renovação e modernização das atividades econômicas. A única exceção refere talvez à atividade industrial de exploração e beneficiamento de rochas ornamentais, localizada na região de Cachoeiro de Itapemirim. (180.764 hab/ área 880 km2)

Fonte: 2001

FAIXA SUL: CIDADES

Grande Vitória: 1.502.085 hab Faixa sul: VILA VELHA - 1535  População : 345.965 hab  Área: 211 km2 GUARAPARI - 1585  População : 92.262*  Área: 599 km2 * variação: férias e turismo. ANCHIETA – 1579  População : 19. 600hab  Área:420 km2

   

Como organizar a rede logística da região? Como aumentar a conectividade dos pontos de atividades dispersas no território? Como aumentar a permeabilidade dos grandes sistemas infra-estruturais? Como estabelecer sinergias entre as diversas cadeias produtivas organizadas sobre o território?”

FAIXA SUL: INFRAESTRUTURAL

FERROVIAS Acompanham as encostas da serra e o caminhamento dos vales de rio. A antiga RFFSA, atual FCA : fazia a ligação do Porto de Vitória com a região sul , passando por algumas regiões interiores do sul do estado, onde outrora se localizavam as principais fazendas produtoras de café. A EFVM acompanha o vale do Rio Doce, ligando a região produtora de ferro no estado de Minas Gerais com os portos e siderúrgicas, localizados na região de Vitória. ENERGIA A rede de fornecimento de energia em alta tensão percorre caminhamento semelhante. PORTOS Vila Velha: TVV Anchieta: UBU

FAIXA SUL: INFRAESTRUTURAL
CORREDOR LONGITUDINAL Faixas de domínio das diversas redes de infra-estrutura, distinguem dois territórios um interior, na região montanhosa e outro relativamente plano, ao longo da costa. RODOVIA ESTADUAL ES-010 As cidades litorâneas se articulam de maneira linear. RODOVIA FEDERAL BR- 101 As cidades do interior, na região mais montanhosa, se organizam de maneira dispersa, articuladas por meio de uma malha irregular de vias

Refinaria de árabes atrai Petrobras, 27/03/04 Depois de lucro recorde, Vale decide ampliar produção” ... em 100milhões de toneladas de minério ano. 26/03/04 Uso da água do Rio Doce será cobrado em 2005” para financiar a recuperação da bacia 28/03/04

“Petróleo valoriza imóveis no litoral sul: descoberta

do ouro negro gera especulação imobiliária em cidades como Presidente Kennedy, Piúma e Marataízes. 25/03/04 Rodosol é multada pelo IEMA em R$ 992 mil condicionantes ambientais do contorno de Guarapari. 25/03/04

FAIXA SUL manchetes A Gazeta
Capixabas esperam R$1,5 bi com refinaria e terminal de exportação” 26/03/04
Ubu escolhido para sediar refinaria” 09/04/2004 Justiça barra convênio milionário entre PMAnchieta e entidade IBDS, 26/03/04 Menina vende corpo por lanche - Terra Vermelha, 25/03/04 Samarco investirá na construçao de novo mineroduto e usina 15/04/2004

Rochas podem ser embarcadas em Tubarão estudos para transferência do embarque do TVV p/ Tubarão. 26/03/04 Pedras no caminho do porto de Vitória. Falta de recurso p/ dragagem; barra do riacho terá licitação. 28/03/04 Mineiros invadem o litoral capixaba, Feriado. 09/04/2004

FAIXA SUL: PROJETOS

   

FERROVIA LITORÂNEA SUL USINA MINERODUTO REFINARIA

A Gazeta 11/05/2004

INFRAESTRUTURAL – novas conexões viárias

FAIXA SUL

FAIXA SUL
estratégia de entrelaçamento do território: infraestrutura-capilaridade–turismo/paisagem

Processo de globalização - relações flexíveis e dinâmicas condição geográfica natural e redes de infraestrutura

FAIXA SUL: REDES

Os novos investimentos podem ser propulsores de melhorias que sejam compartilhadas pelas cidades que formam um território envolvido num processo mais

amplo? Repensar as questões locais, sobre
a ótica da construção de uma rede?

TERRITORIALIDADES LOCAIS

FAIXA LITORÂNEA SUL

Qual o papel desta região na sua articulação direta com a Região Metropolitana de Vitória?

Que tipo de atividades poderá abrigar neste contexto regional? Como preservar e desenvolver
as vocações naturais do território? Como articular os fluxos globais, regionais e locais?

PRÓXIMA ETAPA – Junho 2004 Projetos: focos Meaípe e Ubu


				
DOCUMENT INFO
Categories:
Stats:
views:161
posted:8/19/2008
language:Spanish
pages:24