CURSO DE FLUIDOTERAPIA

Document Sample
CURSO DE FLUIDOTERAPIA Powered By Docstoc
					              ASPECTOS MEDIÚNICOS II
                 OS CENTROS DE FORÇA




Centro de Educação e Orientação Espírita   CEOE
                       Jésus Gonçalves
   Possibilitar uma visão geral sobre Centros
    de Força, suas localizações em relação ao
    corpo humano e importância em relação
    ao corpo perispiritual, na administração do
    passe.

   Possibilitar aos Trabalhadores, na tarefa do
    passe, ampliação de conhecimento e
    reconhecimento da importância e da
    responsabilidade do exercício do trabalho.
   “(...) o nosso corpo de matéria
    rarefeita está intimamente regido por
    sete centros de força, que se
    conjugam nas ramificações dos
    plexos e que, vibram em sintonia uns
    com os outros, ao influxo do poder
    diretriz da mente,... ”
                                      (Diálogo de Clarêncio)
       Entre a Terra e o Céu – Francisco C. Xavier - cap. 20.
PLEXOS
São entrelaçamentos de muitas ramificações
  de nervos, formando os entroncamentos
  de filetes nervosos. Os plexos, sem dúvida,
  estão situados no corpo físico.
CENTROS DE FORÇA ou CENTROS VITAIS
Estão situados no Perispírito, ao longo de suas
   camadas, eclodindo no duplo etéreo. É
   através dos Centros de Força que o espírito
   comanda o conjunto perispiritual.
   Ser
Integral:         ESPÍRITO



                     CORPO MENTAL

                 CORPO ESPIRITUAL


                  DUPLO ETÉREO



                   CORPO FÍSICO


            Os Centros de força atravessam todas
            as camadas até o duplo etéreo e se
            intercomunicam com os plexos
            correspondentes do corpo físico.
A palavra Chakra vem do sânscrito e significa roda,
disco, centro, plexo. Nesta forma eles são percebidos
por médiuns videntes, como vórtices (redemoinhos) de
energia vital, espirais girando em alta velocidade,
vibrando em pontos vitais de nosso corpo.
(Projeto MPM-Terapia pelos Passes – Cap.2 )
De importância fundamental para
a manutenção da saúde
biológica e psicológica, estes
Centros Energéticos, sob o
comando da mente, transferem
as energias espirituais para os
plexos. Daí os plexos realizam o
trabalho físico e mecânico.
Fonte de energia no sistema de
 vitalização orgânica.


Propicia equilíbrio na manutenção
 do corpo.
Os Plexos
      e os
Centros de
      Força
* Se o médium não tiver conhecimento do
 corpo humano, o fluido vai ser depositado
 sobre o órgão lesado e será absorvido, por
 um processo natural e mecânico,
 conforme a sua necessidade.

* Se o médium tiver este conhecimento, ele
 vai direcionar o fluido, injetando-o no
 órgão lesado, acelerando o processo de
 absorção. Quanto maior o conhecimento
 do médium, melhor o resultado.
* Magnético - É aquele em que o passista doa seus
   próprios fluidos para o paciente. Dificilmente o
   médium se encontra só nessas ocasiões.
* Espiritual - É dado pelos Espíritos sem o concurso
   dos médiuns.
* Misto - O médium passista, por intermédio da
   prece, roga o auxílio dos Benfeitores Espirituais,
   imbuído do amor ao próximo, e assim recebe a
   ajuda dos Trabalhadores do Invisível que unem
   seus próprios fluidos aos do médium, suprindo as
   falhas humanas e dando a esses fluidos humanos
   melhores qualidades para se proceder a cura.
Segundo o tipo de movimento
>Dispersivo - Visa “limpar” o organismo,
  retirando os fluidos deletérios.
>Doação/Apoio - Tem o objetivo de
  concentrar fluidos nos pontos necessitados
  do organismo.
> Harmonização - Tem por finalidade
  equilibrar, balancear, recompor, reajustar
  fluidicamente o organismo, após a
  doação.
Passes Longitudinais – Dispersivos Gerais
               Paciente sentado - médium em pé
   O médium levanta as mãos até o alto da cabeça do “paciente”.
   Descer as mãos rapidamente ao longo do corpo, lateralmente, até os
    joelhos.
   Repetir o movimento anterior, só que agora de frente, para o tronco
    do “paciente”.
   Parar as mãos e “jogar” os fluidos para fora e para baixo.
   Elevar as mãos rapidamente até o ponto de partida ( o alto da cabeça ).
   Repetir este movimento de 4 a 6 vezes.
            ( Apostila: 14º Encontro Espírita Sobre Medicina Espiritual – 2003 – CELD )
Passe Longitudinal de Doação – associado à imposição de mãos
com percussões palmares
               Paciente sentado - médium em pé
   O médium levanta as mãos até o alto da cabeça do “ paciente ”
    (imposição).
   Descer as mãos na frente do corpo, com paradas mais ou menos
    demoradas nos Centros de Força ou nos pontos que se quer atingir.
   Com uma ou ambas as mãos, durante essas paradas, pode promover
    um movimento de percussão palmar, de cima para baixo, até os joelhos.
   Elevar as mãos rapidamente até o ponto de partida ( o alto da cabeça ).
   Repetir este movimento até 4 vezes.
           ( Apostila: 14º Encontro Espírita Sobre Medicina Espiritual – 2003 – CELD )
Harmonização Longitudinal - Geral
              Paciente sentado - médium em pé
 Movimentos lentos ao longo do corpo de cima pra baixo.
           ( Apostila: 14º Encontro Espírita Sobre Medicina Espiritual – 2003 – CELD )
Observações:
   No passe de Doação, evitar “jogar” muitos fluidos no alto da cabeça.
   A demora nos pontos a atingir dependerá da necessidade do
    “paciente.”
   As percussões não têm movimento amplo, podem ser aplicadas com
    uma ou duas mãos, devem ser realizadas com lentidão, com o
    pensamento em torno da pacificação do “paciente”, e, principalmente,
    atingir os Centros de Força.
O sucesso do Tratamento através da
Fluidoterapia, representa a soma de
muitos fatores, inclusive o mérito do
enfermo, razão pela qual o médium
jamais deve envaidecer-se com isto.
Mesmo porque, caso haja vaidade, a
produção e o rendimento do médium
passista podem sofrer uma queda
súbita.
“Transfusão de energia, alterando o campo molecular.”
“Na assistência magnética, os recursos espirituais se entrosam entre a
    emissão e a recepção, ajudando a criatura necessitada, para que ela
    ajude a si mesma. A mente reanimada reergue as vidas microscópicas
    que a servem, no templo do corpo, edificando valorosas
    reconstruções.” ( Nos Domínios da Mediunidade” - Aulus – cap. 17.)

“Reconhecendo-se a capacidade do fluido magnético para que as criaturas
   se influenciem reciprocamente, com muito mais amplitude e eficiência
   atuará ele sobre as entidades celulares do estado orgânico “...
                    ( Evolução em Dois Mundos” – André Luiz - cap. XV. )
"Ao toque da energia emanante do passe,
 com a supervisão dos benfeitores
 desencarnados, o próprio enfermo, na
 pauta da confiança e do merecimento de
 que dá testemunho, emite ondas mentais
 características, assimilando os recursos
 vitais que recebe, retendo-os na própria
 constituição fisiopsicosomática, através
 das várias funções do sangue.”
Mecanismos da Mediunidade – Francisco C. Xavier- cap. 22.
> Quando por atos contrários à Lei Divina, prejudicamos a
  harmonia dos nossos Centros de Força, naturalmente nos
  escravizamos aos efeitos de uma ação desequilibrante,
  obrigando-nos ao trabalho de reajuste.(Entre a Terra e o Céu–Cap. 20, A. Luiz)

> Cada Centro de Força exigirá absoluta harmonia, perante as
   Leis Divinas que nos regem, a fim de que possamos ascender
   no rumo do Perfeito Equilíbrio.

> Nossos deslizes morais estabelecem a condensação de fluidos
   deletérios de natureza gravitante, em nossa atmosfera
   psíquica, compelindo-nos a natural cativeiro em derredor das
   vidas inferiores às quais nos imantamos.
   KARDEC, A., A Gênese, RJ: FEB, 1992.
   KARDEC, A., O Livro dos Médiuns, RJ: FEB, 2004.
   APOSTILA , 14º Encontro Espírita Sobre Medicina Espiritual , RJ: CELD
    Centro Espírita Léon Denis, 2003.
   BÍBLIA SAGRADA, SP: Ave Maria, 1982.
   LEADBEATER, C.W., Os Chakras, SP: Pensamento, 1995.
   XAVIER, F.C., Entre a Terra e o Céu, Rio de Janeiro: FEB, 1986.
   __________, Evolução em Dois Mundos, Rio de Janeiro: FEB, 1987.
   __________, Nos Domínios da Mediunidade, RJ: FEB, 1993.
   __________, Mecanismos da Mediunidade, RJ: FEB, 1994.
   GENTILE, S., O Passe Magnético, Araras, SP: IDE, 1994.
   MELO, J., Cure-se e cure pelos Passes, Natal, RN: Vida e Saber,
    2001.
   _______, O Passe, seu estudo, suas técnicas e sua prática, Rio de
    Janeiro, FEB, 1992.
   A Epífise e os Centros de Energia Vital:
    http://www.guia.heu.nom.br/centro_vitais.htm
   ARMOND, E., Passes e Radiações, São Paulo: Aliança, 1989.

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:12
posted:11/17/2011
language:Portuguese
pages:24