Dinamizando a Igreja Volume2.doc

Document Sample
Dinamizando a Igreja Volume2.doc Powered By Docstoc
					                            DEDICATÓRIA
      A atual Igreja Batista Jardim do Lago em São Bernardo do Campo - SP.
Onde iniciei a minha aventura ministerial aprendendo junto a minha esposa o
inicio de um trabalho pioneiro. Aqueles primeiros convertidos que ainda se
conservam na fé cristã.
      A Igreja Batista Novas de Paz, onde aprendi tratar uma igreja formada e
recebi o carinho daquele irmãos que souberam acompanhar os desafios de
crescimento e envolvimento na obra do Senhor
     Ao meu amigo Pr. Gilson Breder que num dos momento mais difíceis da
minha vida ministerial soube me dar apoio espiritual, moral e emocional. Um
amigo não questiona mas ajuda a levar a carga.
      Ao meu “duplo” irmão (sangue e fé) Eugênio Elias vida que ganhei para
Jesus, e que me fez vibrar na hora do seu batismo e que hoje tem crescido na
graça do Senhor



                               PREFÁCIO
                         (Um pouco de História)

      Durante embora curto período da vida cristã e do ministério pastoral,
tínhamos uma visão de igreja com um forte dose de “koinonitite”(saturação de
comunhão). Porém, pouco a pouco, o Senhor da Seara foi ampliando a visão da
“expansão do Reino”. De diferentes formas, Deus foi assim ensinando e
formando o meu ministério para a necessidade de um crescimento dinâmico
integral e saudável, ou seja, Deus deseja ter um grande povo e para isto a igreja
local não precisa ser pequena.
      Foi assim que, participando de diferentes congressos, seminários, cursos,
treinamentos, etc., Deus permitiu conhecer o Ministério a “ Igreja Dinâmica”.
                                        1
Participamos de diversos treinamentos, discipulados e reuniões ministeriais, nas
quais foi desenvolvendo-se e consolidando-se a visão de que, “ fazer
discípulos” é uma ordem a ser cumprida pela igreja do Senhor. Desta forma, em
nossa mente veio a resposta daquilo que, desde 1978 sempre inquietou o nosso
coração: uma igreja pode crescer em quantidade e qualidade? Não é necessário
perder a qualidade para crescermos nem parar de crescer para enfatizar a
qualidade. É possível um crescimento que chamamos de “ dinâmico integral e
saudável”.
      O material aqui exposto é o resultado do ministério pastoral do autor na
busca de alcançar este crescimento. Não é uma tarefa simples ou que acontece
por uma arte de mágica. Temos encontrado resistência, muitas vezes na própria
liderança das igrejas para executar este ministério, porém, onde ele tem sido
abraçado tem trazido grandes bençãos, as quais têm se concretizado em vidas
salvas pelo Nosso Senhor Jesus.
     A visão de um processo de ministério que ajudasse a igreja no
cumprimento da Grande Comissão teve início no coração de um casal, Rev. Al
Broom e sua esposa Loraine, que trabalhavam na Igreja Batista em Modesto, na
Califórnia.
      Em 1985, com os resultados alcançados naquela igreja, eles foram
convidados pelo Rev. Bill Bright, presidente da Cruzada Estudantil e
Profissional para Cristo, para desenvolver a visão em forma de treinamento para
pastores e líderes de igrejas locais a fim de que o processo fosse compartilhado
com outras igrejas e elas pudessem alcançar os mesmos resultados que a igreja
em Modesto. Surgiu, desta forma, o ministério Igreja Dinâmica (Church
Dynamic Ministry) para os Estados Unidos.
      Com a divulgação e expansão do ministério começaram a surgir
oportunidades para ministrar às igrejas de outros países. Daí, o ministério
transformou-se em Igreja Dinâmica Internacional -              Church Dynamic
International - expandido-se para o Canadá, Filipinas, Rússia e Austrália.
      Em Setembro de 1991, a convite do Pr. Bartimeu Vaz de Almeida Júnior(
hoje já com o Senhor), então diretor nacional da Cruzada Estudantil e
Profissional para Cristo, o ministério Igreja Dinâmica Internacional chega ao
Brasil. Na ocasião a Primeira Igreja Batista em Santo André tornou-se a primeira
a receber treinamento e desenvolver o processo de ministério, servindo,
posteriormente, como modelo para outras igrejas interessadas.
                                       2
      Foi nomeado pela sede norte-amaericana o Dr. Carl Horton para treinar um
representante para o Brasil. O indicado foi o Pr. Paulo Piedade Júnior, titular da
Primeira Igreja Batista de Rio Grande da Serra. Ele assumiu a direção do
ministério que adotou o nome de Ministério “A Igreja Dinâmica”. Ele realizou
conferências para pastores e líderes em alguns estados do Brasil como São
Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Paraná e Amazonas; alcançando,
inclusive, alguns pastores que trabalhavam na Bolívia, Argentina e uma igreja
em El Salvador.
 O Pr. Paulo Piedade Júnior esteve a frente do ministério até de setembro de
1993, quando viajou para a Inglaterra como missionário para ajudar igrejas
locais naquele país. Lá o ministério adotou o nome de Ministério Cristo Vive -
Christ Alive! Ministry. Desde então, foram treinadas igrejas em Londres e na
região sul da Inglaterra, expandindo-se para Holanda, onde foi organizada uma
igreja em Amsterdã, com 45 membros alcançados através do processo de
ministério Igreja Dinâmica, e Portugal. O ministério tem convites para treinar
igrejas na França, Itália, Espanha, Angola e Moçambique.
      Após a saída do Pr. Paulo Piedade Jr., assumiu a direção nacional do
ministério o autor deste volume, o qual tinha sido treinado pelo Pr. Paulo. Ele
ficou até abril de 1994, mudando-se para o nordeste de São Paulo onde
representa o ministério “ A Igreja Dinâmica”. O seu sucessor foi discipulado
pelo autor por 2 anos e meio no ministério de uma igreja local e hoje dirige o
ministério a nível nacional e pastoreia uma igreja em S. Paulo.
            Hoje, o ministério tem ajudado igrejas em São Paulo, Rio de Janeiro,
Paraná, Espírito Santo, minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Brasília, Amazonas,
Pará, Amapá, Maranhão, Rio Grande do Norte, Goiás e Ceará. Ele tem convite
para o Acre e Rondônia, bem como os países da Colômbia, Chile e Uruguai. São
cerca de 200 igrejas que desenvolvem o processo que o Ministério “ A Igreja
Dinâmica” propondo-se ao cumprimento da Grande Comissão. O alvo é alcançar
a cada um dos estados da federação e estabelecer representantes que possam
treinar outras igrejas em suas áreas.
           A visão que Deus deu a um homem, Rev. Al. Broom - que continua
na direção do ministério Igreja Dinâmica Internacional - tem se espalhado por
outros países encontrando respostas nas igrejas que desejam se tornar efetivas e
dinâmicas no alcance e transformação do mundo. Deus seja louvado pela vida
daquele homem e sua esposa que não guardaram somente para si esse processo,
                                        3
mas dispuseram-se a compartilhar com outros, abençoando igrejas e alcançando
vidas em outras partes do mundo.
            Deus seja louvado, também, pela vida do Pr. Bartimeu Vaz de
Almeida Jr. , que já está com o Senhor. Um homem de visão, que tinha uma
única preocupação: cumprir por todos os meios possíveis, a Grande Comissão
em todo o tempo e lugar. Ele foi o meio que Deus usou para trazer essa visão ao
nosso país. Também pela vida do Pr. Paulo Piedade Jr, que contribuiu para a
expansão e consolidação do ministério em seus primeiros anos de vida. Pela
possibilidade de compartilhar a visão no livro Dinamizando a Igreja Para
Cumprir a Grande Comissão, ampliando, assim, o alcance do ministério.
           Pelo cumprimento da Grande Comissão,


     Pr. Olavo Dias da Silva Filho
     Ministério “A Igreja Dinâmica”
      Diretor-Executivo - Brasil

     Pr. José Miguel Mendoza Aguilera
     Primeira Igreja Batista em Jaboticabal



                              INTRODUÇÃO

      Quando foi apresentado o primeiro volume sob o título “Dinamizando a
Igreja Para Cumprir a Grande Comissão” estávamos conscientes que seria o
primeiro passo de uma caminhada. Tínhamos a consciência que seria como a
estrutura de uma casa, porém haveria necessidade da mobília, a qual daria uma
maior atração à casa. Haveria necessidade dos móveis para acomodar aqueles
que poderiam visitar a casa. Em nosso caso, daqueles que viessem a optar pelo
trabalho exposto no livro. Ou ainda pela filosofia na qual a igreja seria treinada e
norteada. Noutras palavras, o primeiro volume foi a estrutura, o caminho, o
método, o recipiente, o vasilhame, etc.
     Neste volume a intenção é responder as perguntas: Como fazer? Quais
seriam os conteúdos do desenvolvimento de um ministério dinâmico? Que
                                         4
material usar para poder despertar na igreja um espírito dinâmico de
crescimento?
      Ao apresentar o primeiro volume, fruto dos treinamentos e envolvimento
do Ministério “ A Igreja Dinâmica” nos sentimos desafiados pelas questões
acima, pois não bastava dizer o que fazer sem pelo menos dizer como fazer. E
assim nos dedicamos à produção do material aqui desenvolvido, pois
aprendemos nos nossos 22 anos de convertido (15 de ministério pastoral e de
ensino), que muita das vezes, uma das grandes dificuldades dos membros das
igrejas, é o fato de serem cobrados no ministério do crescimento , mas não lhes
disseram como fazer; não lhes foram dadas as ferramentas necessárias para tal
fim, ou ainda os dons espirituais não são colocados em práticas por falta de
estratégias.
      Desta forma nos propusemos com o objetivo de oferecer ao público o que
agora está em suas mãos. É um material que por algumas igrejas está sendo
usado. Outras têm adaptado ao seu contexto. A intenção é dar um mínimo de
ferramentas para que os pastores e respectivamente os membros das igrejas
possuam, em termos práticos, elementos para envolver a igreja em um ministério
dinâmico e assim alcançar um crescimento integral, dinâmico e saudável.
Sabemos que muita coisa aqui exposta pode não ser muito original, pois “ nada
há que seja novo debaixo do sol”(Ec:1:9), mas cremos que o material foi
organizado duma forma sistemática e fácil de manusear com o propósito de que
o evangelho de Jesus seja anunciado e os cristãos de hoje saibam “ fazer
discípulos de todas as nações”.
      O desenvolvimento do livro segue a “escada ministerial”, exposta
amplamente no volume anterior. Começamos na recepção , oferecendo algumas
instruções para os recepcionistas. Continuamos no acompanhar ou na realização
de visitas, expondo, duma maneira prática, como realizar uma visita com o
objetivo de ganhar pessoas para Cristo. Depois sugerimos os “ pequenos
grupos” para a integração, e ao mesmo tempo oferecemos alguns estudos
bíblicos como modelos. Todo o direcionamento é conquistar novas vidas para o
Senhor.
      Uma vez conquistadas estas vidas, indicamos algumas maneiras de levar
estas pessoas para um crescimento integral. Oferecemos materiais que passam
pela edificação de novos cristãos, discipulado e evangelização. Todos estes
aspectos são abordados com estudos bíblicos. Este estudos pretendem serem
                                       5
simples porém que levem os cristãos a se tornarem discípulos do Senhor Jesus,
os quais façam outros discípulos do Senhor.
       Sabemos que o material oferecido pode ser melhorado, e isto está em razão
de cada contexto. Mas cremos ter alcançado o objetivo, se despertarmos no
leitor a disposição de “fazer discípulos” comprometidos com Senhor Jesus e não
meros amigos do evangelho. Nos últimos anos esta tem sido a necessidades da
igreja evangélica brasileira e cada dia mais aumenta este desafio.



 DESENVOLVENDO A RECEPÇÃO E A VISITAÇÃO
     No volume anterior indicamos que pa
ra desenvolver um processo de ministério em franco crescimento, deveríamos ter
em mente duas coisas: suprir necessidades e uma sequência lógica. Isto significa
que dum forma lógica devemos responder a pergunta: quem vem à igreja? Pôr
que as pessoas vem? Na tentativa de responder estas questões descobrir-se-á que
cada igreja é “um mundo”. Pela sua natureza humana-divina as igrejas são
extremamente heterogêneas, tanto a nível local como denominacional. Embora
algumas podem marcar na sua personalidade coletiva algumas características
específicas, elas se desenvolvem graças a heterogeneidade de cada uma.
      Particularmente, temos vivido a experiência de pastorear no Estado de São
Paulo e a nossa “peregrinagem ministerial” tem se dado em contextos
diferentes, pêlos quais experimentamos a necessidade de enfatizar ou deixar de
enfatizar determinados aspectos e métodos, tanto a níveis liturgicos, como de
evangelização e programas. Embora nunca faltarão àqueles que não têm
disposição para as mudanças. Sabe-se muito bem que existem, na maioria das
igrejas, pessoas que, embora piedosas, praticam as seis palavras mortais para a
igreja: “nós tentamos isto, mas não funcionou”; ou outras seis: “nós sempre
fizemos isto desta maneira”.
      Temo tido o privilégio e a benção de Deus de ministrar num bairro da
grande cidade, iniciando assim uma igreja, onde a grande maioria do povo
eram pessoas apenas alfabetizadas onde as necessidades pareciam ser mais
sociais que espirituais. Como também temos tido a oportunidade de
ministrarmos na igreja onde as suas características era regionalização, isto é,
praticamente todos os membros pertenciam ao mesmo estado do Nordeste do
                                       6
Brasil e os seus parentescos eram bem próximos. Desta forma temos aprendidos
que nem sempre os “conteúdos” e “métodos” são frutíferos em determinados
contextos, porém, percebemos que o “processo de ministérios” que
apresentamos no volume anterior pode ser aplicado em todas as circunstâncias,
pois ele tem a característica da flexibilidade, pelo qual os métodos e programas
serão inclusos no processo, e a igreja estará caminhando sob um orientador de
acordo as características eclesiológicas da comunidade. A única condição
necessária que se exige, é que se cumpram os princípios bíblicos apresentados
por Jesus, que é: treinar, preparar, equipar e enviar. Estes mesmos princípios
foram seguidos por Paulo, o qual sendo treinado e preparado por Barnabé, fez o
mesmo com Timóteo, Tito, Epafras e outros.
                                                                      No Processo
                                     Treinar em               Reprodu de Ministério
                                   Evangelismo                   ção
                      (1 a 1)         Pessoal        (4 Sem.)         No.1 é       de
                                                               E      importância
                   (1 a 1) Discipulado Pessoal                 n
                                                (6-8 Sem.)     v      fundamental
                                                               o      nós     termos
                            Orientar Para o Batismo            l
              (Núcleos)                            (4-6 Sem.) v
                                                                      programas
                                                               i      realizados em
             (1 a 1)      Edificar os Novos Crentes           m
                                                    (7 Sem.) e        duplas        e
                                                               n      também em
                                                               t
         (Núcleos) Integrar as Novas Pessoas (4 Sem.)          o      Núcleos, haja
                                                                      visto      que
       (1 a 1)     Acompanhar as Novas Pessoas                   A    nestes níveis é
                                                                 t    que
         Vida de                                                 r
      Testemunho             Cultos              Oração          a    desenvolvemo
                                                                 ç    s a liderança
     Ass.Social           Escola Bíblica         Outros          ã
                                                                 o    local.
                                                                      Também desta
                             Recepção                                 forma todos
                                                                      os que forem
                                                                      treinados no
                                                                      básico      em
duplas, ou seja um a um, estarão aptos para se reproduzirem muito mais rápido.
Por isto é muito importante que o maior número possível de pessoas façam o
básico. Nestes termos, teremos líderes que podem ser desenvolvidos muito mais
rapidamente quando são treinados no ministério básico da igreja.

                                          7
      É importante lembrar que o Processo de Ministério No.1 é um processo
para novas pessoas. Portanto, deseja-se começar uma nova igreja, ou dinamizar
uma igreja com dificuldades de crescimento, pode ser usado este processo como
estratégia básica para alcançar novas pessoas. Algumas igrejas podem usar este
processo, crescer até mais ou menos cem pessoas e então parar de crescer. Isto
acontece porque o pastor começa a ensinar as pessoas e se esquece de ter uma
estratégia para alcançar nova pessoas. A estratégia básica é fundamentalmente
importante.
   O evangelho é o básico no cristianismo. Não se pode esquecer o básico, que é
fazer discípulos, alcançando novas pessoas para Cristo ensinando-as a
obedecerem a Jesus. Tudo isto é o básico. Por isto, é importante começar com
novas pessoas ensinando-as no básico cristão, e elas poderão ensinar outras. A
maioria pode se reproduzir numa outra pessoa, trabalhando com ela, mas
poucas pessoas podem liderar um grupo.
      Há uma filosofia de ministério no processos No.1 e que é muito
importante: Cada passo do processo é desenvolvido em programas de pequenos
períodos. Há quatro razões para que os processos sejam divididos em programas
de pequenos períodos: Primeiro, as pessoas geralmente não estão dispostas a se
comprometerem por longos períodos, mas estão dispostas a programas de
pequenos períodos. Se nós juntarmos vários pequenos períodos poderemos levar
estas pessoas a um envolvimento real com o processo. Segundo, quando as
pessoas são rapidamente equipadas, na qualidade de reprodução proporcionada
por duplas, elas se tornam aptas para passarem isto para outras pessoas, estarão
aptas para reproduzirem-se. Além do mais, sempre há um desejo inato nas
pessoas de passar rapidamente aquilo que recebem e deve ser aproveitado este
entusiasmo e não permitir uma certa acomodação. Terceiro, a pessoa aprende
não somente a "receber" mas também a "dar". Elas aprenderão a reproduzir-se na
vida de outras. Quarto, tudo quanto tenha aprendido é reforçado quando eles
passam isso para outros. Alguém já disse: "a melhor maneira de se aprender é
ensinando". Se       o treinamento para novas pessoas fosse um compromisso
longo, poucos terminariam, e ao que tudo indica poderia tornar-se um processo
enfadonho e cansativo
      Para conseguirmos o melhor proveito deste processo de ministério,
exposto graficamente acima, teremos que usar ao máximo possível os dons dos
membros da igreja como também a criatividade. Para isto “escalaremos”o
gráfico pouco a pouco na tentativa de auxiliar para um melhor aproveitamento
deste processo. Deve ser encarado o fato de que, se somente e tão somente a
                                       8
igreja se dedicar a este processo haverá ministério para todos aqueles que
desejam cumprir a Grande Comissão. Os crentes, sejam a níveis de liderança ou
simples “leigos” devem ser liberados para “fazerem discípulos”. Pessoalmente
temos ensinado e enfatizado que o cristão comprometido com Cristo deve ter
uma visão ampla do seu tempo. Assim ele deverá ter como prioridade o “fazer
discípulos” que seria o ministério individual e exercer o seu dom comunitário
(ensino, misericórdia, presidir, conhecimento, etc). Isto significa que nenhum
crente pode ocupar todo o espaço do corpo de cristo. Resumidamente ele terá
duas atividades ministerias. Isto é o básico
      Durante o nosso ministério pastoral temos vivido e orientado situações em
que os crentes se tem auto-avaliado pela “produção de trabalhos” realizados
durante um determinado período. Muitos acreditam piedosamente que enquanto
mais cansaço houver no serviço ao Senhor, mas estaremos agradando-o. O
melhor caminho que podemos seguir é responder a seguinte questão: o que eu
faço, o faço por dever ou por prazer? O cristianismo tem se constituído numa
religião cansativa e não prazerosa. Sem ser sado-masoquista deve haver um
cansaço mas que este seja com prazer e fruto duma realização prazerosa. É esta a
visão que Jesus e Paulo nos apresenta nas Sagradas Escrituras. Eles deram até
suas vidas mas viviam contentes em qualquer situação
     Examinando o gráfico anterior temos na porta de entrada a recepção.
Recepção
      Por razões de viagens ou férias o autor tem tido a oportunidade de visitar
diversas igrejas de diferentes denominações. Temos entrado e saido passando
desapercebidos. Ninguém comprimenta, entramos e saímos se sermos
identificados se somos cristãos ou não. Isto não é uma queixa. Mas é uma
preocupação, pois há pessoas que visitam as igrejas evangélicas em busca de
uma palavra de Deus. Tenho comigo de que quando um não-cristão visita uma
igreja evangélica ele está dando a oportunidade de visitá-lo ou ainda a chance de
50% de evangelizá-lo. É aqui que as igrejas evangélicas falham e perdem a
primeira oportunidade de alcançar novas pessoas. Que fazer? Estas pessoas
precisam ser identificadas. Estas pessoas precisam serem servidas, através da
atenção dedicada por recepcionistas previamente preparados e instruídos para
este ministério.
     No geral a recepção é a primeira impressão que a igreja passa as pessoas
que a visitam. Desta maneira os recepcionistas devem demonstrar um espírito de
                                        9
amor a todos, recebendo a cada pessoa com um sorriso amigável e a mão
estendida para o cumprimento. Deve existir uma cordialidade sincera, paciência
e cuidado em se preocupar para que as pessoas sintam-se a vontade e realmente
se convençam que a igreja se importam com eles.
     Para uma boa recepção seria importante que existissem homens e
mulheres para exercerem esta atividade. Que estes tenham uma certa
espontaneidade sem serem “melados”ao mesmo tempo serem extrovertidos e
sem preconceitos. Estes irão recepcionar todo tipo de pessoa e como tal devem
agir com naturalidade. Não deve haver escrúpulos para receberem pessoas
marginalizadas e nem favoritismo aos receberem pessoas da sociedade.(Tg:2:1).
      Uma boa maneira de ajudar na identificação do visitante, é ter uma ficha
previamente preparada e alguém escalado para anotar os seus nomes (usar um
balcão ou mesa). Um dos recepcionistas deve acompanhá-lo para que seja
identificado. Um modelo de ficha muito simples pode ser este:



                           FICHA DE RECEPÇÃO
Nome________________________________________________________
Rua________________________________________________________Bairro
__________________________ Data de Nascimento /         /
Frequenta alguma Igreja_________ Qual_____________________________
Data da Visita /     / Nome do visitador____________________________
Aceitou a Cristo ___________ Sexo (M)         (F) Telefone___________


      A recepção ou a secretária da igreja (depende das condições de cada
comunidade) deve ter um arquivo na qual serão inseridas estas informações. É
necessário identificar os não-cristãos.. O mais rápido possível deve ser indicado
alguém para a visitação. Também é necessário criar um banco de dados para
cadastrar as datas de aniversário dos visitantes aos quais lhes será enviado um
cartão parabenizando-o pelo seu dia. Nos dias seguintes à visita no templo deve
ser enviada uma carta de agradecimento e convidando-o a estar novamente nas
atividades ministeriais da igreja, para isto a carta deve possuir as informações
necessárias a respeito dos ministérios da igreja. Segue um modelo de carta a
seguir:
                                       10
       PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM JABOTICABAL
                  Pr. José Miguel Mendoza Aguilera
             Rua Penha,117 - Vila Saul Borsari - Jaboticabal - SP
             Fone/Fax(016)323-40-40- Caixa Postal, 10 CEP 14870-000


     “O Deus eterno olha do céu e vê toda a humanidade. Do lugar onde
mora, ele observa todos os que vivem na terra” Salmos:33:13-14 - (Bíblia na
Linguagem de Hoje)

      Ficamos muito alegres e desejamos agradecer a sua presença no nosso
culto dominical. Isto demonstra o seu interesse pelas coisas de Deus, isto é
agradável ao nosso Senhor.
      Desejamos e esperamos que novamente participe conosco dos nossos
cultos. Você e sua família são muito benvindos.

Atividades Ministeriais:
2a.feira - 20 h.Núcleo de Apoio aos Dependentes de Àlcool
3a.feira - 20 h. Aulas de Espanhol
4a.feira - 20 h.Oração e Estudo Bíblico
Sábado - 20 h.Culto - “Alternativa Gospel;”- Um espaço diferente
Domingo- 09 h. Culto matinal
           10 h. Escola Bíblica Dominical
            19,30 h. Celebração do Evangelho
Colocamo-nos a sua disposição,

                        Pr. José Miguel Mendoza Aguilera

     “Anunciar o Evangelho, Fazendo Discípulos que Obedeçam o Senhor Jesus,
 Capacitando-os a que se Multipliquem, Glorificando a Deus em Todo Tempo e Lugar”
                     Propósito da Primeira Igreja Batista em Jaboticabal.




     O ministério dos recepcionistas        é ajudar as pessoas travarem
conhecimento das pessoas na igreja e serem reconhecidas como visitantes Isto é
                                             11
muito importante para o crescimento da igreja. Para isto os recepcionistas devem
aprender a terem um comportamento adequado para fazer as apresentações. Para
isto os recepcionistas devem concentrar-se nos rostos desconhecidos, evitando
envolver-se com os membros da igrejas fazendo “rodinhas” tão comuns nas
igrejas. O recepcionista deve se aproximar-se com muito tato e com uma palavra
de cumprimento pedir por favor que dê o seu nome as pessoas que estão no
balcão ou na mesa ou ainda usando alguma prancheta. Se estes estiverem
atarefados o recepcionista poderá fazer esta tarefa para que o visitante não
espere por longo tempo..
      Se a igreja tem um folheto, boletim ou qualquer outro material de
apresentação ofereça-o ao visitante. Também a recepção deve proporcionar uma
bíblia e ou hinário se a igreja usar algum tipo de hinário. Algumas igrejas se
limitam ao retroprojetor. Não escatime esforço em que a igreja invista na compra
de bíblias. Lembre-se que o visitante dificilmente carrega bíblias. Cabe aos
recepcionistas serem responsáveis por fazerem o acompanhamento e prestar toda
ajuda necessária aos visitantes durante toda sua permanência nas dependências
da igreja.
      Algumas igrejas até de médio porte identificam os visitantes chamando-os
pelo seu nome e pedindo que fiquem em pé. Particularmente recomendamos que
ao ser feito este tipo de apresentação não se peça ao visitante ficar em pé até que
todos os visitantes sejam apresentados. Isto traz um incomodo aqueles que
visitam a igreja. Se fizer este tipo de apresentação identifique o visitante,
agradeça a visita e deixei-o tomar assento. Talvez após todas as apresentações
peça à congregação cantar um hino de louvor a Deus, louvando a Deus pela
presença destas pessoas. Particularmente na nossa igreja usamos a frase: “ sejam
benvindo em nome de Jesus”, isto o fazemos em uníssono. Esta é uma ótima
oportunidade dos membros da igreja cumprimentar os visitante dando-lhes as
boas vindas.
      Ao término do culto os recepcionistas deverão cumprimentar os visitantes
e dizer-lhes o quanto foi apreciada sua visita. Também devem ser encorajado a
voltarem outras vezes. Se não estiverem com pressa é uma ótima oportunidade
de apresentá-los a outros. Se possível a alguém da mesma idade ou a um líder
dum grupo no qual o visitante pode participar (jovem, adolescentes, terceira
idade, escola bíblica, etc.), ou ainda alguém que more próximo dele. Lembre-se
que estamos trabalhando o início da parte da “atração”. Neste ponto devemos

                                        12
lembrar que estamos atraindo as pessoas para que mais tarde elas se envolvam
conosco e se tornem cristãos fazedores de discípulos.
      Os recepcionistas devem ser pessoas preparadas não tão somente
espiritualmente como pessoalmente. Ele deve ter uma boa apresentação pessoal.
A recepção é um ministério, também é o cartão de apresentação da igreja. Por
isso deve haver cuidados específicos no aspecto pessoal. Cada grupo de
recepcionista deverá trabalhar com a questão de etiqueta. Nas livrarias existe
muito material a respeito de assunto tais como: vestimentas, maneiras de
cumprimentar, etc. Esta é um questão de etiqueta
Acompanhar Novas Pessoas
      Nos anos de ministério temos aprendido uma coisa importante nesta
questão de visitação. Se os membros da igreja acreditam que o ministério desta é
ter um sem fim de atividades, nunca haverá tempo para visitar. Se os líderes da
igreja não optarem por uma organização simples, nunca haverá oportunidade de
visitar ou acompanhar aqueles que visitaram o templo no culto dominical ou
outras atividades. Sempre haverão reuniões de diretoria, ensaios de conjuntos,
de peças, etc. que ocuparão o tempo da visitação. Não desejamos tirar o valor e
importância destas atividades mas algumas constituem-se em verdadeiros “
bezerro de ouro”
      Muitas das vezes o encarregado destas visitas cabe ao pastor. Muitos
pensam de que ele é pago ( quando for) para realizar esta tarefa. Para alguns
membros o fato de ofertar ou dar o dizimo na igreja estão dando condições
financeiras ao pastor para exercer esta função. Aliás algumas igrejas incluem nas
suas perguntas ou na busca de informações quando procuram um pastor se ele é
um bom visitador. Esta idéia não possui embasamento bíblico. Certa vez fui
informado que um pastor no culto no fim do ano apresentava um relatório de
quantas visitas ele tinha realizado no ano, quantos sermões tinha pregado, etc.
Isto é ser demasiado legalista e produz um tremendo sentimento de culpa.
Possuir um controle de tudo quanto é feito pode ser uma boa administração do
tempo desde que não traga uma neurose do tempo, sentimentos de culpa ou
ainda lançar pastores num stress físico-mental-emocional como temos sido
informados de diversos casos no Brasil aos quais foi -lhes necessário serem
tratado psiquiatra e psicologicamente
    O acompanhar novas pessoas é um ministério para todos. Não existe o
dom da visitação. O que pode existir são maiores facilidades de comunicação
                                       13
que alguns cristãos possuem, porém, todos devem tornar-se uma testemunha do
Senhor Jesus e uma das formas para fazer isto é visitando. Alguns podem ser
ajudados na visitação pelos dons espirituais que possuem
      Mesmo sendo um ministério para todos, devem ser observadas algumas
diretrizes para que o acompanhamento seja mais eficaz. Há algumas práticas a
serem evitadas e outras a serem praticadas. Embora nem todas as visitas seguem
o mesmo padrão existem algumas similaridades entre elas.
      *Antes de visitar consiga o nome, endereço e número de telefone na ficha
de recepção. Se houver telefone faça uma chamada para marcar uma data e
horário para a visita ( ou uma “passadinha rápida pela casa da pessoa, caso ela
não tenha telefone) Veja a possibilidade de marcar o mais breve, se possível
      *Sempre que possível, é muito importante que a visita seja feita por um
casal. É necessário uma boa apresentação pessoal (nada a ver com luxo). Antes
da visita tenha um tempo de oração pedindo que o Espírito Santo o guie na
conversa e prepare seu coração como os das pessoas que receberão a visita
      *Quando chegar na casa a ser visitada, se apresente, apresente o seu
acompanhante e indique o nome da sua igreja. Indique que você está aí para
agradecer a visita que ele (a) ou a família fizeram na igreja. Pergunte: podemos
entrar por alguns minutos?
      *Quando chegar na casa da pessoa tenha a sabedoria de verificar se há uma
reunião familiar, festa, etc. Nesta situação só restam dois caminhos: primeiro se
envolver com a família festiva ou em segundo lugar, se retirar. Particularmente
creio ser a primeira atitude a mais adequada, mesmo que você participe por um
espaço curto de tempo, mas ao sair deixe a “porta aberta”para uma próxima
visita, perguntando; posso voltar tal dia...?
     *Não entre quando a família esta se preparando para sair ou quando não se
é convidado para entrar. Nesse casso, é bom perguntar: posso marcar uma outra
hora ou dia?
      *Na visita tenha tato para desligar a televisão. Nunca peça para desligar o
aparelho senão que havendo necessidade peça “Por favor baixar um pouco o
volume da TV”. Não é recomendável fazer a visita num horário de final de
campeonato de futebol ou no último capítulo da novela. A questão importante da
visita sempre será atrapalhar o menos possível
                                       14
      *Sempre lembrar que o objetivo da visita é fazer que o não cristão goste de
você e do estilo de vida da sua igreja. Também ver a possibilidade de levar a
pessoa ou família a tomar uma decisão por Cristo. Isto é feito através da
explicação do plano de salvação. Para isto esteja munido de algum material
simples que o(s) evangelizando(s) possam acompanhar. Não pregue sermões.
Não critique outras religiões/seitas. Respeite os objetos de “veneração”que a
família possa ter em casa. No momento certo haverá a “limpeza geral”.
     *Um guia de conversa pode ser a sigla FIEL** que consta de quatro
passos:
Primeiro: Família, fale a respeito de sua família e da família da pessoa visitada.
Converse com relação filhos, nomes deles, do cônjuge, origem, etc.
Segundo: Interesses, fale a respeito da firma onde trabalha. O que faz. Se tem
algum passatempo ou hobby. É interessante notar que as pessoas gostam de
comentar a respeito das coisas que gostam Lembre-se de um princípio : “Se
você escuta no início, conquistará o direito de também ser escutado”.
Terceiro: Experiência Religiosa: observe atentamente quais são os objetos
religiosos que estão por perto. Informe-se. Esta informação não deve ser
criticada. Você está preparando o caminho para apresentar e desenvolver o plano
que Deus tem para o ser humano. Pergunte se frequenta alguma igreja ou como
ficou conhecendo a respeito da sua igreja. Informe-se daquilo que lhe chamou
atenção durante o culto: o que lhe agradou ou desagradou.
Por último: Levantamento Espiritual: aqui use algumas perguntas para descobrir
em que ponto de compreensão da vida com Deus está a pessoa evangelizada, por
exemplo: Você sabe como ter um relacionamento correto e pessoal com Deus?
ou Como você descreveria a sua vida com Deus ou religiosa?. Se você morresse
hoje,( ou quando você morrer) teria certeza de encontra-se com Deus? Se a
pessoa responder que não sabe nada disso: apresente o plano da salvação de
Deus para o homem. Se pelo contrário responder que tem certeza, pergunte mais
uma vez: Se você chegasse na presença de Deus e Ele lhe perguntasse: Fulano (
use o nome da pessoa que está sendo evangelizada), por que deveria permitir
você estar comigo na minha presença? O que você acha que Deus diria?
**
  Cf. AKINS, Thomas Wade; Treinamento Para Testemunho Pessoal. 7a. ed.Rio de Janeiro. JUERP.
Junta de Missões Nacionais da CBB. 1993. ALDRICH, Joseph C. Amizade A Chave Para a
Evangelização. S. Paulo. Ed. Vida Nova. 1987. p.179-209 SISEMORE, John T. O Ministério da
Visitação. 3aed. Rio. JUERP.1987
                                             15
Lembre-se que a única resposta correta de podermos ter um correto
relacionamento com Deus no presente e no futuro é reconhecermos o Senhor
Jesus como Senhor e Salvados das nossas vidas. Qualquer outra resposta deve
ser corrigida e aproveitada para inicio da evangelização pessoal (Veja capítulo
Desenvolvendo a Evangelização PESSOAL)
     Ao sair nunca esqueça de agradecer pelo tempo dispensado para a visita e
deixe marcada a volta e faça um convite para voltar ao templo. Se possível deixe
algum material de leitura. Este material deve ser simples e que conduça as
pessoas a tomarem uma decisão ao lado de Jesus.
      Peça permissão para orar. Ore pedindo a benção de Deus e a sua graça
sobre a família. Pergunte se alguém tem alguma necessidade específica para
orar. Aproveite esta oportunidade em todos os aspectos para apresentar Deus
como sendo um Deus pessoal e que se interessa pela nossa vida.

   DESENVOLVENDO À INTEGRAÇÃO DE NOVAS
                PESSOAS

      Na escada do processo de ministério o degrau seguinte é a integração das
novas pessoas que chegaram à igreja ou que apenas participaram de alguma
atividade ministerial. Nesta etapa surge a importância dos “Pequenos grupos”,
“Grupos familiares”, “Grupos Caseiros”, “Núcleos de Estudos Bíblicos” etc. Os
nomes podem ser diferentes mas a esfera de ação é a de compartilhar o
evangelho com a intenção de alcançar novas pessoas para Cristo e depois
aproximá-las da igreja e estabelecer um relacionamento de comunhão no corpo
de Cristo
      Alguns detalhes de importância são: o coordenador de todos os grupos de
integração, o líder e um sub-líder (para eventuais substituições e reprodução de
liderança) do grupo de integração numa localidade definida, o estilo de
desenvolvimento, o estudo e o conteúdo destes estudos que serão realizados
nestes encontros.

 O líder dos grupos de integração não necessariamente deve dirigir um núcleo,
  Embora sería de bom alvitre que ele tenha passado ou esteja passando pela
  experiência de liderar un núcleo de integração. A sua função será de
  supervisionar os grupos de integração e também treinar outros líderes para
  novos núcleos que venham a surgirem com o crescimento.
                                       16
 O pastor deverá oferecer orientação, condições e materiais para que o núcleo
  se desenvolva.*

 O núcleo poderá ser permanente como provisório. Os primeiros serão
  conhecidos como núcleos de crescimento cristão e o segundo de integração.
 A nossa preocupação é o segundo tipo de núcleo. Pois o primeiro visa
  maiormente a comunhão e o desenvolvimento doutrinário. O segundo modelo
  de núcleo é uma ponte para que as novas pessoas conheçam o evangelho e
  tenham uma decisão por Cristo, depois elas são direcionadas à igreja local.
  Este visa com uma maior ênfase a quantidade o outro a qualidade.

 É bom lembrar que estes núcleos são de curta duração(se isto for possível) e o
ensino é de evangelização ou seja levar os visitantes a terem um encontro com o
Senhor Jesus.

 Se o grupo crescer e desejar permanecer, seja criativo e estimule a criar outros
grupos

 Nestes grupos de integração devem existir uma pequena equipe que possa
fazer o ministério de evangelismo pessoal.
 É no núcleo de integração onde as novas pessoas têm as mesma
características e limitações. Estes são indivíduos que visitaram a sua igreja e
você está conseguindo que se reunam em determinado local para estudar a
Palavra de Deus e apresentarem as necessidade mútuas. São pessoas que não
sabem usar e procurar textos bíblicos, orar, etc. De certa maneira elas são
“analfabetas” da Palavra de Deus e dos rituais evangélicos, por esta razão deve
ser evitado o máximo possível o “evangeliqués”.
 Deve-se ter a percepção de traduzir alguns termos usados nos cânticos.
Muitos não-cristãos não entendem expressões como: “Ele é o Leão da Tribo de
Judá”; “Ele é Alfa e Omega” (lembre-se que estas últimas palavras para os não
cristãos são marcas de automóveis); “expiação e purificação pelo sangue do
Cordeiro”. Estas expressões podem ser bíblicas e corretas mas não comunicam
ao ouvinte não cristão.

*
 Cf. NEUMANN, Mikel; Alcançar a Cidade: As Células na Evangelização Urbana. S.Paulo. Ed. Vida
Nova, 1993. ALDRICH, Joseph C; Amizade a Chave Para a Evangelização. S. Paulo Ed. Vida Nova,
1987. Cap.9. KIVITZ, Ed René; Koinoni: Manual Para Líderes de Pequenos Grupos. S.Paulo. Abba
Press, 1994
                                             17
 O programa deve ser desenvolvido duma forma descontraída, informal,
  simples e alegre. É sempre bom lembrar que este não é um culto formal como
  acontece no templo. Procure ter um espaço amplo onde as pessoas possam se
  acomodar sentadas em círculo. Prepare o espaço antes que cheguem os
  convidados. Que exista boa iluminação. Providencie alguém para ministrar o
  louvor. O estudo bíblico deve estar bem preparado, se possível, distribua
  copias para os membros do núcleo.

 O desenvolvimento do programa é que trará sucesso ao crescimento e
  reprodução do grupo de integração. Só o grupo que tem um determinado
  sucesso pode ser vista a possibilidade de criar outros novos grupos. Por isso,
  sempre devem existir líderes preparados para assumir este posto de liderança.
 Esta preparação é a função do líder dos grupos de integração. Este líder dos
  grupos de integração já deve ter sido treinado pelo seu pastor. Aqui temos
  aquilo que temos chamado processo de reprodução. Deve ser lembrado que a
  maior rapidez e qualidade da reprodução se dá nas duplas.
 Graficamente apresentamos a reprodução no ministério de integração da
 seguinte forma


Pastor
                                                             Grupo Integração
                Líder de
                Integração                  Líder de Grupo        Grupo Integração
                                       Líder de Grupo            Grupo Integração
                                       Líder de Grupo


     Grupo Integração            Grupo Integração       Grupo Integração


 Quando pensamos nas atividades de um grupo de integração devemos gastar
  aproximadamente o tempo de uma hora ou máximo uma hora e meia. Neste

                                       18
  espaço de tempo é que haverá um desenvolvimento de relacionamentos e
  comunhão com as novas pessoas como também do estudo da palavra de Deus.

 Ao dar início aos cultos nestes grupos de integração, apresente a razão de estar
  aí e apresente o propósito da sua igreja (Veja Declaração de Propósito no
  Volume 1). Gaste alguns minutos conhecendo e apresentando as pessoas, seja
  gentil e     informal. Não esqueça de anotar os seus endereços para
  correspondência e posteriores visitas.
 Faça-os participar realmente do culto através do louvor apresentando os
 cânticos através do retroprojetor ou impressos. Também providencie bíblias,
 dê preferência a Bíblia que possuam uma linguagem mais moderna, acessível
 ou atualizada ( por exemplo, a Bíblia na Linguagem de Hoje, o Novo
 Testamento “O Mais Importante É o Amor). Ou na impossibilidade de ter uma
 quantidade de Bíblias, imprima o(s) texto(s) que serão usados durante o culto.
 Invista. É de vital importância que as pessoas participem. Para isto, o líder
 precisa criar um ambiente onde o não cristão se possa sentir vontade.

 Durante o desenvolvimento do culto evite criticar outras denominações ou
  seitas; ou ainda discutir questões doutrinárias. Lembre-se que o assunto
  central é a pessoa e obra de Jesus Cristo..

 Também é importante centralizar e dar atenção a pessoa do não cristão, para
  isto deve ser evitado uma “santa comunhão” somente entre os cristãos ou
  membros da igreja que porventura estejam lá, mesmo que sejam os seus
  melhores amigos. Lembre-se que para isto pode existir outro tipo de núcleo.

 Enquanto desenvolver o estudo bíblico, veja se há necessidade de explicar
  alguns termos desconhecidos para as novas pessoas.

 Leve-as a refletirem sobre as necessidades pessoais à luz do texto. . Seja bem
  natural e sempre positivo. Apresente muito mais a graça de Deus do que
  ”gostos”ou “tradições particulares”. Não pressione as pessoas e não as
  confronte com os seus “terríveis pecados” Nunca se coloque em oposição as
  pessoas que discordam do seu ponto de vista.

 Quando houver alguma pergunta que você não sabe a resposta, seja honesto
 dizendo que não sabe e que procurará achar informações a respeito. As vezes
 é necessário ensinar a língua a dizer: “não sei”. E no próximo encontro não

                                        19
  esqueça de trazer resposta a questão, sempre haverá alguém que estará
  esperando que a dúvida seja dissipada.

 Quando a resposta estiver errada nunca afirme com grande ênfase: está
 errado!. Pelo contrário leva a pessoa a descobrir a resposta correta. Não deixe
 as pessoas embaraçadas. Responda, por exemplo: Muito bem!... Certo!.... mas
 vamos observar melhor o texto...
 Quando estiver desenvolvendo o estudo faça pergunta diretas às pessoas, por
  exemplo, perguntas de observação do texto tais como: o que está acontecendo
  com Jesus?. Alguém poderia contar a história que foi lida nas suas próprias
  palavras. Permita que as pessoas se expressem. Faça perguntas de
  interpretação tais como: o que significa esta frase? O que o texto está dizendo
  realmente? Nunca esqueça que no final deve haver uma aplicação. Faça
  perguntas pessoais tais como: à luz do texto o que eu devo fazer? O que
  temos aprendido? Tente recapitular e aplicar o que foi exposto à luz das
  necessidade dos seus ouvintes. Não seja longo nem cansativo, seja direto e
  incisivo sem ser impertinente. Ore para que Deus o auxilie.

 No final de cada encontro ofereça oportunidades para que as pessoas
  apresentem as suas necessidades e assim orar a Deus por estes pedidos. É um
  bom testemunho oferecer este espaço para que os não- cristãos vejam o quanto
  Deus é importante na vida do cristão. Também apresente pessoas que tiveram
  as suas orações respondidas. Dê a chance de testemunhar. É bom lembrar que
  estes testemunhos devem ser verificados com antecedência e dar as
  orientações que sejam necessárias para que o testemunha seja com
  características positivas.

 Estimule os seus ouvintes a trazerem outras pessoas, amigos ou familiares.
 Incentive-os a divulgar que o grupo, é um grupo que pensa na vida diária à
  luz da Palavra de Deus.

 Se você vai imprimir convites ou enviar cartas para que as pessoas se reunam
  num determinado lugar, faça os convites ou cartas de forma atrativas. Evite os
  chavões espirituais. Não convide a estudar a Bíblia, Embora ela será o livro-
  texto, mas na atualidade este convite não é atrativo. Convide a para aprender a
  “viver acima dos problemas”, ou para “empreender um novo projeto de vida”;
  ou ainda para “descobrir um projeto fascinante da vida, etc.

                                       20
     ESTUDOS BÍBLICOS PARA OS GRUPOS DE
        INTEGRAÇÃO DE NOVAS PESSOAS
      A seguir oferecemos quatro modelos de estudos bíblicos. Eles podem ser
usados livremente ou adaptados à realidade de cada comunidade. O objetivo é
dar um modelo e estimular a que cada igreja pode oferecer estudos simples,
práticos e inseridos na realidade da vida local. Eles também podem ser usados
para estudos bíblicos à pessoas interessadas em estudar a Bíblia mas que ainda
não fizeram um decisão por Cristo.

                               Estudo No.1
                             Lucas 18:35-43
INTRODUÇÃO: É importante sabermos como Jesus agiu, assim poderemos ter
uma visão do seu amor, amizade e companheirismo que Ele nos oferece diante
das nossas necessidades, visto que Ele se interessa por quem tem necessidades
reais, seja quem for, e mostra-lhe amor sem Suas ações.
                                      21
1. Quantos personagens aparecem nesta história?______________________
____________________________________________________________.
2. Você poderia caracterizar esses personagens?________________________
________________________________________________________________
_________________________________________________________.
3.Qual desses personagens tem uma necessidade específica e de que tipo?____
________________________________________________________________
_________________________________________________________.
4. Como foi que o cego entrou em contato com Jesus?___________________
____________________________________________________________.
5. Qual foi a atitude de Cristo para com o cego? Por que Jesus teria se
preocupado com ele?____________________________________________
_____________________________________________________________
____________________________________________________________.
6. Quais foram os resultados desse encontro?
para o cego:____________________________________________________
para a multidão:________________________________________________
para Cristo:____________________________________________________
7. Se Jesus Cristo se preocupa com o ser humano,
 a. Qual seria seu pedido?________________________________________
_____________________________________________________________
  b. Como você acha que deveria entrar em contato com Jesus?____________
_____________________________________________________________
  c. O que impede você de entrar em contato com Jesus?_________________
_____________________________________________________________

d. Quais seriam os resultados (para você) de um encontro com Jesus?______
_____________________________________________________________
8. Em nossa história, a quem coube a maior iniciativa e por quê?___________
____________________________________________________________.
9. À luz da resposta 8, o que você pode concluir diante de suas necessidades e
diante de Jesus ou de Deus?_______________________________________
____________________________________________________________.
                                      22
ORAÇÃ0: Deus, muito obrigado por Jesus, pois Ele conhece as minhas
necessidades e sabe como supri-las. Nesta hora eu te peço que Tu, ó Deus, me
dês coragem para apresentar as minhas necessidades diante de Ti. Obrigado por
teu amor, pela tua graça e pela tua misericórdia. Em nome de Jesus, Amém.




                               Estudo No.2
                           João :5-30, 39-42

INTRODUÇÃO: Você entraria na casa de uma mulher “mal falada”? Por quê?
Você faria uma refeição na casa dessa mulher?
1. Identifique a mulher:
vers. 7________________________________________________________
vers. 17_______________________________________________________
vers. 18_______________________________________________________
Estas são características de uma pessoa rejeitada nos tempos de Jesus. Ninguém
falava com estes tipos de pessoas, pois eram pessoas problemáticas. Veja o
versículo 27.
2. Descreva uma pessoa rejeitada por ser considerada problemática:_________
________________________________________________________________
__________________________________________________________
                                      23
3. Vejamos a atitude de Jesus:
vers.7 - Ele estava com ___________________________________________
vers.13 e 14 - O que Jesus ofereceu à mulher?_________________________
_____________________________________________________________
4. De que tipo de água você acha que Jesus estava falando?_______________
_____________________________________________________________
5. Jesus sentiu-se impedido pela situação da mulher que vivia com um homem
que não era seu marido?______________Por quê?_____________________
_____________________________________________________________
6. Você acha que devem existir algumas condições para nos aproximarmos de
Jesus?_________ Por quê?________________________________________
_____________________________________________________________
7. Qual é a sua situação hoje?______________________________________
_____________________________________________________________
8. Qual era a necessidade básica e primeira da mulher samaritana?__________
_____________________________________________________________
9. Qual seria a sua necessidade básica e primeira hoje?___________________
_____________________________________________________________

10. Como Jesus supriu a necessidade da mulher? (vers. 10)_______________
_____________________________________________________________
11. Diante da sua situação hoje, você acha que Jesus pode suprir sua
necessidade?____________ Como?_________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
12. O que Jesus disse a respeito da mulher?(vers. 28-29)_________________
_____________________________________________________________
13. A mulher ficou alegre por alguém tê-la descoberto, por quê?___________
_____________________________________________________________
14. Se Jesus dissesse tudo sobre você, o que Ele diria e como você se sentiria?

                                        24
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
____________________________________________________


ORAÇÃO: Deus, sei que o Senhor conhece a minha vida, meus fracassos ,
meus triunfos, meus pecados e todas as coisas que podem estar ocultas para os
homens como também para mim. Mas eu quero, nesta hora, pedir que o Senhor
me ajude a ter uma vida de paz. Em nome de Jesus, Amém.




                               Estudo No.3
                             Lucas:18:18-30
INTRODUÇÃO: Nos estudos anteriores vimos a história de um homem que era
_____________, e de uma mulher que era considerada ______________.
Hoje veremos a história de um homem que, aparentemente, não precisava de
coisa alguma, por isso será uma história um tanto diferente.
1. Se alguém te perguntasse: Como é que se ao céu? O que você responderia?
________________________________________________________________
________________________________________________________________
_______________________________________________________
2. Qual foi a pergunta que o homem fez a Jesus? ______________________
________________________________________________________________
__________________________________________________________
                                     25
3.Quais eram as características do homem que veio até Jesus?
vers.18_______________________________________________________
vers.20 e 21____________________________________________________
vers.23_______________________________________________________
4. quais foram as respostas que Jesus lhe deu?
vers.20_______________________________________________________
vers.22_______________________________________________________
5. O que o homem fez ao ouvir as respostas de Jesus? vers.23_____________
________________________________________________________________
__________________________________________________________
6. Qual resposta de Jesus te deixaria triste, se você lhe perguntasse qual é o
caminho para o céu? ____________________________________________
________________________________________________________________
__________________________________________________________
7.Qual seria tua atitude diante de uma resposta de Jesus que te deixasse triste?
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________




8.Se o personagem da história guardava os mandamentos, era um BOM
RELIGIOSO, por que será que Jesus fez a exigência de que ele vendesse tudo e
repartisse com os pobres? vers.22__________________________________
________________________________________________________________
__________________________________________________________
9. Se o homem tivesse feito o que Jesus exigias será que ele chegaria ao céu?
___________ Por quê?___________________________________________
________________________________________________________________
__________________________________________________________
10.Vamos ler outro texto da Palavra de Deus para termos uma melhor
compreensão: Leia 1aCoríntios 13:3. Comente_________________________
________________________________________________________________
__________________________________________________________

                                       26
11. Voltemos à nossa história: se o homem tivesse feito o que Jesus exigia, ele
não estaría CHEGANDO ou RECEBENDO o céu (vida eterna), mas
COMPRANDO o céu. Veja agora na Palavra de Deus em Efésios 2:9. Este texto
nos ensina que a salvação (céu, vida eterna) não é uma ______________
pelo que fizemos.
12. Jesus sabia que a confiança daquele homem estava em duas coisas: vers. 20
e 21 _________________________________________________________
vers.23_______________________________________________________
13. Então aprendemos que nem ____________________________________
nem___________________________________________, compram ou nos
permitem chegar ao céu.
14. Você poderia imaginar o que Jesus estava tentando dizer a esse homem que
o procurou com uma necessidade? Lembre-se que esse homem era RELIGIOSO
e RICO. Pois ele guardava os___________________________ e possuia
_____________________________________________________.
15.Para chegar ao céu (vida eterna, salvação), não é necessário ser__________
_____________ ou ___________________________, mas o que diz os
versículos 27 e 28.
16. Ir para o céu ( salvação, vida eterna) não depende de nós: de quem depende
então? vers.27___________________________________________
17. Você é rico? _____________ Você é religioso? ____________________
18. O que é necessário para chegar ao céu (salvação, vida eterna) vers. 26-28 O
que Pedro disse a Jesus: ________________________________________
e___________________________________________________________.
19. Se você morresse hoje qual seria o teu destino? ____________________
_____________________________________________________________
20. Se alguém te perguntasse: O que farei para chegar ao céu (salvação, vida
eterna)? - O que você responderia? _________________________________
________________________________________________________________
__________________________________________________________
21. O que você tem de abandonar para seguir a Jesus? ___________________

                                      27
________________________________________________________________
__________________________________________________________

ORAÇÃO: Deus, sei que ser religioso, ou rico não sem levará à Tua presença.
Neste momento, na situação em que estou, na vida que eu vivo, quero que o
Senhor tenha misericórdia de mim e que eu possa compreender o Teu amor.
Amém.




                             ESTUDO No.4
INTRODUÇÃO: Hoje não temos uma história específica da vida de Jesus, mas
teremos uma história que começa na eternidade e termina na eternidade.
Viajaremos por vários textos da Palavra de Deus e descobriremos coisas
interessantes, tanto relacionadas com Deus quanto com o homem.
Descobriremos o plano de Deus para a vida do ser humano.
1. O PROPÓSITO DE DEUS: 1a João 5:13 (sublinhe o texto). Mostra que o
propósito de Deus é mostrar que o Senhor Deus ama o ser humano e Ele que
dar-lhe certeza da vida ___________________.


                                    28
2. Você sabe o que significa vida eterna? Primeiro: Uma vida de paz com Jesus
Cristo no seu coração agora. Segundo É viver com Jesus Cristo no céu
eternamente, de pois que você morrer.
3. Você desejaria participar deste propósito de Deus?____________________
4. A NOSSA NECESSIDADE: Romanos 3:23 (sublinhe o texto). Agora leia
Romanos 3:21-22.
5. Romanos:3:23, declara que eu e você somos _______________________ e
não alcançamos ou estamos destituídos da ___________________________.
6.Lembre-se PECADO e: desobediência contra Deus. Você já cometeu pecados
em sua vida? _____________. Então você concorda com a Bíblia que você e eu
somos pecadores? ___________________.
7. Leia ainda Romanos 6:23 (sublinhe o texto). Você sabe o que é salário?___
O que é salário? ________________________________________________
_____________________________________________________________
8.Você concordou com a Bíblia que somos pecadores, então o nosso salário
seria: ___________________. Isto significa duas coisas: Primeiro, separação de
Deus agora - o que gera um coração sem paz, alegria, uma vida sem Deus.
Segundo, separação de Deus pela eternidade após a morte.
9. Então, de acordo com Romanos 6:23 nós merecemos a ________________




10. A PROVIDÊNCIA DE DEUS: Leia Romanos 5:8 (sublinhe o texto) Aqui
vemos que Deus mostrou o seu _______________________ por nós, e que
Cristo __________________ por nós, quando nós ainda éramos __________
11. Ou seja, quem toma a providência para estarmos de bem com Deus é o
próprio ________________________.
12. Mas muitas pessoas por serem religiosas fazem determinadas coisas para
ficarem de bem com Deus. O quê elas fazem, por exemplo? ______________
________________________________________________________________
__________________________________________________________
                                      29
13. Na pergunta 9, dizíamos que eu e você merecemos a _________________
mas Deus amou o ser humano (você e eu) para que não morrêssemos. O que
Deus fez? _____________________________________________________
________________________________________________________________
__________________________________________________________
14. Na pergunta doze vimos algumas coisas que o homem faz para ficar de bem
com Deus. Mas o que importa: é o que o homem faz para Deus ou o que Deus
faz pelos homens? ______________________________________________
15.NOSSA RESPOSTA: Romanos 10:9-10. O propósito deste texto é mostrar
que se confessamos a Jesus como o Senhor da nossas vidas e no nossos coração
cremos que Deus o ressuscitou dentre os mortos seremos___________
16. Romanos 10:10 mostra como o ser humanos se torna reto diante de Deus.
Como isto acontece? ____________________________________________
_____________________________________________________________
17. Observe o versículo 11. Este texto nos diz que aquele que crê em Deus não
__________________________________________________________
18. Então, o que eu devo crer é que DEUS FEZ A PROVIDÊNCIA para que
você e eu sejamos salvos, e não aquilo que nós fizermos é que nos dará a
salvação ou o acesso a Deus. Veja a resposta da pergunta 12.
19. UM COMPROMISSO: Romanos 10:13 (sublinhe o texto) O propósito
deste texto é mostrar-nos que aquele que _____________________________
_____________________________________________________________
20. Isto significa que você pode receber a Jesus agora mesmo na sua vida, no
seu coração, pela fé, e ter um compromisso em Ele. Leia novamente
Romanos:10:9-10, 13
21. Você está pronto a firmar um compromisso com Jesus agora? Entregar a sua
vida e pedir-lhe, desta forma, que entre na sua vida agora mesmo? ______
Se a resposta for negativa, cite o por quê? ____________________________
________________________________________________________________
__________________________________________________________


                                     30
   DESENVOLVENDO A EDIFICAÇÃO DE NOVOS
               CRISTÃOS.
     A igreja se preocupou, até o presente momento dentro desta filosofia de
ministério em desenvolver um processo de ministérios com diferentes tipos de
programas e atrações com o objetivo de levar pessoas a terem uma decisão
pessoal pelo Senhor Jesus Cristo. Agora com uma nova visão a comunidade
deve estar preocupada com a pessoa desde o momento em que ela chegou até o
templo (recepção) ao fato dela fazer a sua opção por Cristo. Sempre será
acompanhada.
      O plano que tem se desenvolvido até aqui, tanto no volume um como neste
volume, é uma preocupação para que as pessoas desenvolvam um correto
relacionamento com Deus. As etapas são sequenciais, embora não haja uma
extrema necessidade de que estas etapas sejam cumpridas num rígido espaço de
tempo. Deus trabalha diferentemente com cada pessoa, ainda que exista a
necessidade de mantermos uma certa organização deste tempo.
      Esta etapa de edificação de novos cristãos é introduzir as “novas pessoas”
que receberam o Senhor Jesus como o seu Salvador, a conhecerem a sua nova
posição em Cristo. Os estudos bíblicos devem ser oferecidos àqueles que
tiveram um encontro pessoal com Jesus. Havendo interesse por estudos bíblicos
para pessoas não-convertidas, sugerimos os estudos de integração de novas
pessoas.
      Sem dúvidas que cabem algumas orientações específicas para os
“edificadores-discipuladores”. Este é um ministério para todos os cristãos.
 O estudo deve ser em duplas. Evitar grupos        mesmo que sejam muito
  pequenos. De certa maneira é um ministério de discipulado pessoal.
 O “edificador-discipulador” mesmo que tenha um certo conhecimento bíblico
  e maturidade deve receber este material em duplas. Esta reprodução deve
  começar do pastor. Em casos extremos use pequenos grupos, mas faça todo o
  possível para serem em duplas. Deve ser seguido um modelo-exemplo. Em

                                       31
  continuação damos uma série de estudos que poderão ser usados e adaptados,
  se assim o desejarem, para a edificação de novos cristãos.
 Para uma igreja já formada pode ser indicado um treinamento num período em
  que todos os membros da igreja participem do estudo que será dado aos novos
  convertidos. Isto é viável, visto que havendo uma ênfase nesta nova visão as
  novas pessoas chegarão e é necessário haverem cristãos preparados para
  oferecer a edificação aos novos cristãos.
 Este estudo a igreja pode ser feito de três maneiras em pequenos grupos ou
  numa classe única ou ainda individualmente tendo como objetivo a
  reprodução. Isto significa que o líder começará com alguns membros da
  igreja e estes irão se reproduzindo a medida que recebem ensino. Os primeiros
  a começarem seria aqueles que estão na liderança
     A seguir oferecemos alguns estudos para serem usados na edificação dos
novos cristãos. Devemos lembrar sempre que estes estudos devem ser adaptado
a cada realidade e procurar as melhores maneiras de transmissão do ensino.
      Nestes estudos os textos bíblicos já estão inseridos, pois isto economizará
tempo e esforço dos novos convertidos no estudo bíblico. Ainda não é o
momento propício de estarem usando continuamente a Bíblia, pouco a pouco
eles o farão. A prática tem nos mostrado que a falta de experiência no manuseio
da bíblia tem trazido muito desânimo no estudante. No momento certo cada
discipulador orientará ao seu discípulo a conhecer a bíblia.




    ESTUDOS BÍBLICOS PARA EDIFICAÇÃO DOS
               NOVOS CRISTÃOS


                              INTRODUÇÃO
      Você está iniciando uma nova vida. Esta nova vida é um relacionamento
pessoal e verdadeiro com Deus. Isto é vida cristã. Deus se revelou em Jesus Cristo e
através dEle o ser humano pode ter comunhão com Deus.
                                         32
      Esta série de estudos ajudará você conhecer um pouco mais desta maravilhosa
descoberta: relacionar-se com Deus. O objetivo destas lições é ajudá-lo em seus
primeiros passos nesta nova vida. É um desafio diário estar na presença de Deus
através da oração e a leitura da Palavra de Deus (Bíblia). Estes estudos o ajudarão
neste empreendimento e, especialmente, em ter um correto relacionamento com
Cristo.

 Algumas instruções:

 Antes de começar e ao terminar cada estudo, ore a Deus, pedindo-lhe a sua direção
  e capacitação para aplicar o estudo no seu dia a dia. Lembre-se que a vida cristã é
  contínua e não se limita aos cultos no templo.

 Se possível, use uma Bíblia para acompanhar os textos usados nos estudos.

 Faça um estudo por semana. Se existirem dúvidas anote-as em separados para
  serem resolvidas com o seu discipulador.

 Mantenha um caderno ou caderneta para anotar aquilo que você achar interessante
  e também para anotar pedidos de orações ou os sermões/estudos que você ouvir nos
  cultos. Torne esta prática em um hábito.

 Nunca deixe de participar dos cultos em sua igreja.



  “Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite para que
tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás
                         prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido” Josué: 1:8

                                                   Pr. José Miguel M. Aguilera


                          ESTUDO BÍBLICO No. 1
                 (Você Precisa Conhecer Sua Nova Vida)


Objetivo do estudo:
  1.Reconhecer o grande amor de Deus pelo ser humano.
  2.Conscientizar-se de que ao receber Cristo como Senhor e Salvador, a pessoa
recebe uma nova vida (a vida eterna).
                                          33
1."Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus". Romanos 6:23
Segundo este versículo, existe alguma pessoa que não pecou?________________
Do que o homem está destituído?______________________________________

2."Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida
eterna em Cristo Jesus nosso Senhor". Romanos:6:23.
Qual é o salário do pecado? _________________________ E qual é o dom gratuito
que Deus dá? __________________________ Você sabe por quê? ____
________________________________________________________________

**Vida eterna: É uma vida de paz com Jesus Cristo no coração agora e é viver com
Jesus Cristo na eternidade depois da morte.

3."Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou,
estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo
(pela graça sois salvos)". Efésios:2:4-5.
A bíblia diz que Deus nos _________________ porque estávamos ___________
nos nossos delitos e pecados.

4."Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda
pecadores, Cristo morreu por nós". Romanos:5:8.
Qual foi a prova do amor de Deus?_____________________________________

5.Qual é o dom gratuito que Deus dá ao homem? (verifique pergunta 2)_______
________________________________________________________________

6."E o testemunho é este, que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu
Filho. Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a
vida. Estas coisas vos escrevo, a vós que credes no nome do Filho de Deus, para
que saibais que tendes a vida eterna". Primeira Epístola de João:5:11-13.
Quem tem a vida eterna? ___________________________________________
Quem não tem a vida eterna?_________________________________________
Quando uma pessoa tem Jesus Cristo na sua vida, que tipo de vida ela tem?
________________________________________________________________

7."Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê
naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em juízo, mas já passou da
morte para vida". Evangelho de João:5:24.

                                       34
Segundo este versículo bíblico, quais são as três bençãos que uma pessoa recebe ao
crer em Jesus como Salvador? ______________________________________
________________________________________________________________

8."Mas, a todos quantos o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o
poder de se tornarem filhos de Deus". Evangelho de João:1:12.
Aqueles que receberam Jesus, o Filho de Deus são chamados ou se tornaram? ___
________________________________________________________________


**Você já recebeu Jesus como seu Senhor e Salvador? _______ Quando? ______
________________________________________________________________

**Quem recebe Jesus como seu Senhor e Salvador passa a ser e ter__________
________________________________________________________________

TAREFA: Leia a Primeira Epístola de João e sublinhe os versículos que lhe
chamem a atenção.
 "Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não
             tem a vida". Primeira Epístola de João:5:11.




                                        35
                        ESTUDO BÍBLICO No.2
                  (Você Precisa Viver Sua Nova Vida)

Objetivo deste estudo:
1. Conscientizar-se da necessidade de viver segundo o ensino da Palavra de Deus.
2. Conscientizar-se da necessidade de viver em novidade de vida em constante
obediência a Jesus Cristo.

1."Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já
passaram; eis que tudo se fez novo". 2a.Epístola aos Corintios:5:17.
Segundo este texto, quem está em Cristo é ___________________ e as coisas velhas
(passado) já _________________, e tudo se fez ____________________

2."Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para
Deus, em Cristo Jesus". Romanos:6:11.
O cristão deve considerar-se morto para o __________________, mas deve
considerar-se ____________ para __________. Então,
               Eu estou morto para ___________________
               Eu estou vivo para ____________________

3."E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e
concupiscências". Gálatas:5:24.
Aqueles que receberam a Jesus como Senhor e Salvador pertencem a Cristo. O que
devem fazer àqueles que são de Cristo? _____________________________
________________________________________________________________

4."Sabendo isto, que o nosso homem velho foi crucificado com ele, para que o
corpo do pecado fosse desfeito, a fim de não servirmos mais ao pecado".
Romanos:6:6.
Segundo este texto, o cristão não deve servir mais ao_______________________
pois o nosso velho homem foi ___________________.

5.Quando o velho homem foi crucificado, ele morreu para o mundo e para o pecado,
agora passa a viver uma nova vida pela fé em Jesus, isto é, Jesus produz em nós o
desejo de fazer a sua vontade. Observe o seguinte texto bíblico:
"Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a
vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se
entregou a si mesmo por mim". Gálatas:2:20.


                                        36
Segundo este texto o cristão está crucificado com ______________ e é Cristo que
vive n'ele, por isso a vida agora é nova, pois é vivida pela ____________ no filho de
Deus, o qual nos amou e morreu por nós.

6."Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para
Deus, em Cristo Jesus". Romanos:6:11.
Se o cristão foi crucificado com Cristo ele morreu para o ________________ mas
está vivo para _________________________________________________

IMPORTANTE: Primeiro, quando recebemos Jesus como nosso Senhor e Salvador
nós morremos para o mundo e para o nosso eu (nossa vontade, desejos), pois
passamos a confiar em Deus e não em nós mesmos ou nas nossas boas obras.
Segundo, a nova vida é Cristo vivendo através de nós. Devemos ser, então,
orientados pela sua Palavra para fazer o que Ele deseja.




       Velho hom em


                                                      Novo hom em




                      Crucificado
                       Morto
                      Sepultado
                      Ressurreto


TAREFA: Leia a Epístola aos Romanos e sublinhe os textos que lhe chamem a
atenção.

 "Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus":
                                 Romanos:8:14.




                                         37
                       ESTUDO BÍBLICO No.3
              (Você Precisa Crescer Na Sua Nova Vida)


Objetivo do estudo:
1.Conhecer os meios de crescimento: a oração e a leitura da palavra de Deus.
2.Conscientizar-se da necessidade da prática da oração e da leitura da palavra de
Deus.

ORAÇÃO

1."Quando chegou àquele lugar, disse-lhes [Jesus]: Orai, para que não entreis em
tentação". Lucas:22:40.
 apóstolo Paulo escreveu: "Orai
 sem cessar". Primeira Epístola aos Tessaloniceses:5:17.
A ordem do Senhor Jesus e do apóstolo Paulo é __________________________

**Oração: É conversar com Deus. É colocar diante d'Ele as nossas necessidades. É
estabelecer um relacionamento pessoal .

2."Se vós permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós,
pedi o que quiserdes, e vos será feito". Evangelho de João:15:7.
Para recebermos respostas as nossas orações precisamos permanecer em Cristo e as
suas palavras permanecerem em nós.

3."Com toda oração e súplica orando em todo tempo...vigiando com toda a
perseverança e súplica, por todos os santos". Efésios:6:18.
"Perseverai na oração, velando nela com ações de graças". Colosenses:4:2
Segundo estes textos durante que tempo devemos orar? ____________________
________________________________________________________________

4."O sacrifício dos ímpios é abominável ao Senhor; mas a oração dos retos lhe é
agradável". Provérbios:15:8.
O que é agradável ao Senhor?_________________________________________

5."E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios [não cristãos]; porque
pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos". Mateus:6:7.
Na oração não devemos usar ________________________. Pois não é pelo muito
falar que Deus ouve a oração.
                                       38
6."O sacrifício aceitável a Deus é o espírito quebrantado; ao coração quebrantado
e contrito não desprezarás, ó Deus".Salmos:51:17.
Ao orarmos precisamos ter um _______________ quebrantado e um coração
quebrantado e ________________ Deus não desprezará.

7."Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos
conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças".
Filipenses:4:6.
Podemos ser curados da ansiedade quando oramos. A quem devemos apresentar os
nossos pedidos?_____________________. Como devem ser apresentados os nossos
pedidos diante de Deus?_______________________________________

PALAVRA DE DEUS

1."Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios,...antes
tem seu prazer na lei do Senhor [Palavra de Deus], e na sua lei medita dia e
noite".Salmos:1:1-2.
Segundo este texto o homem que medita, lê a Palavra de Deus é chamado de
__________________________________.

2."Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu
caminho".Salmos:119:105.
Segundo este texto bíblico a palavra de Deus serve como __________________ para
os nossos pés e _____________ para o nosso caminho. Isto significa que ela nos dará
a orientação necessária para o nosso viver diário.

3."Acharam-se as tuas palavras, e eu as comi; e as tuas palavras eram para mim o
gozo e alegria do meu coração;..."Jeremias:15:16.
Segundo este texto bíblico, quais são os resultados para o nosso coração quando
guardamos a palavra de Deus_________________________________________

4. "Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para
repreender, para corrigir, para instruir em justiça".2a.Epístola a Timóteo:3:16. Este
texto    bíblico   ensina      que     a    Palavra     de    Deus     tem     como
objetivo___________________________, _____________________________,
________________________ , _______________________________________

5."E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós
mesmos".Tiago:1:22.
De acordo com este versículo bíblico, só ouvir ou ler a Bíblia é suficiente ?______
                                         39
6."Todo aquele que vem a mim, e ouve as minhas palavras, e as pratica, eu vos
mostrarei a quem é semelhante: É semelhante ao homem que, edificando uma
casa, cavou, abriu profunda vala, e pôs os alicerces sobre a rocha; e vindo a
enchente, bateu com ímpeto a torrente naquela casa, e não pôde abalar, porque
tinha sido bem edificada. Mas o que ouve e não pratica é semelhante a um homem
que edificou uma casa sobre terra, sem alicerces, na qual bateu com ímpeto a
torrente, e logo caiu, e foi grande a ruína daquela casa".Lucas:6:47-49.
Segundo o texto bíblico para manter em pé a "nossa casa" o que devemos fazer?
_______________________________________________________________

IMPORTANTE: Para crescer na comunhão com Deus, estabeleça para sua vida
que diariamente você estará orando e lendo a Palavra de Deus. Escolha o melhor
horário para você e um lugar onde você poderá estar tranquilo sem ser
incomodado para orar e ler a Bíblia.



TAREFA: Leia a Epístola aos Filipenses e sublinhe os textos que lhe chamem a
atenção.




"Jesus, porém, lhes respondeu: Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder
                            de Deus": Mateus:22:29.




                                      40
                   ESTUDO BÍBLICO No.4
(Você Precisa Ter Comunhão Com Outros Em Sua Nova Vida)

Objetivo do estudo:
1.Conhecer o que é igreja e seu fundador.
2. Conhecer a importância da igreja para o crescimento na vida cristã.

1.Disse Jesus:”Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei
a minha igreja, e as portas do hades [inferno] não prevalecerão contra ela”
Evangelho de Mateus:16:18.
Segundo este texto da palavra de Deus, quem iria edificar a igreja? ___________
Quem não prevaleceria diante da igreja do Senhor ________________________
2.”Também ele[Jesus] é a cabeça do corpo, da igreja...”Colossenses 1:18.
Neste texto Jesus é apresentado como ____________________ do corpo que é
_____________. Aqui temos uma figura bíblica que simboliza a igreja: o corpo .
3.”Pois assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros
têm a mesma função, assim nós, Embora muitos, somos um só corpo e, Cristo, e
individualmente membros uns dos outros”. Romanos:12:4-5.
“Ora, vós sois corpo de Cristo, e individualmente seus membros”. Primeira Epístola
aos Coríntios:12:27.
Os textos acima nos apresentam como ____________ do Corpo de Cristo. Todos
juntos fazemos um só ________ de Cristo. Cada membro tem uma ____________
no corpo de Cristo.

IMPORTANTE: A figura do corpo nos mostra que estamos juntos e que cada
cristão tem uma função a desempenhar no corpo de Cristo.

4.”E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e
aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos? Pedro então lhes respondeu:
Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para
remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo...De sorte que
foram batizados os que receberam a sua palavra”. Atos dos Apóstolos:2:37-38,41.
Quando Pedro foi questionado pelos homens, ele ordenou que eles fizessem duas
coisas: _____________________ e ser ___________________.

5.”E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa,
comiam com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus, e caindo na graça de
todo o povo”.Atos dos Apóstolos:2:46-47.
                                          41
O que os primeiros membros da igreja faziam quando estavam juntos? ________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
________________________________________________________
6.”Assim, pois, a igreja em toda a Judéia, Galiléia e Samária, tinha paz, sendo
edificada, e andando no temor do Senhor; e pelo auxilio do Espírito Santo, se
multiplicava”Atos dos Apóstolos:9:31.
Observe o texto e responda: Quais eram as características da igreja? __________
_______________, _________________________, ______________________
___________________, ____________________________________________
7. A multiplicação da igreja era em obediência a Mateus:28:19-20: “Portanto, ide,
fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do
Espírito Santo; ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho
mandado;...”.
Quais são as ordens do Senhor neste texto; ______, _______________________
____________________ , ___________________________________________

8.”Não abandonando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes
admoestando-nos uns aos outros...”Hebreus:10:25.
O cristão não deve abandonar a ________________________ . O que os cristãos
fazem entre si? ____________________________________________________

SUGESTÕES PARA SUA PARTICIPAÇÃO NO CULTO DA SUA IGREJA:
Esteja em oração antes do culto.Ore por você, pelo pregador, pelo louvor. Sempre
leve a sua bíblia e assim marque os trechos que lhe chamam atenção. Participe da
leitura congregacional e louve ao Senhor. Faça anotações do sermão e aplique-o
na sua vida.

9. “Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união...” Salmos:133:1.
   “Eis aqui, bendizei ao Senhor, todos vós, servos do Senhor, que de noite assistis
na casa do Senhor” Salmos:134:1
   “Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor” Salmos:122:1.
A luz dos textos acima, é importante participar dos cultos da sua igreja? _______
Por quê razão? ____________________________________________________
10. Além do ensino bíblico que nos estimula a nos reunirmos com outros cristãos, na
igreja, segundo você, existem outras razões, para nos                  reunirmos?


                                         42
____________________________________________________________________
____________________________________________________________
11.”Obedecei a vossos guias [pastores] sendo-lhes submissos; porque velam por
vossas almas como quem há de prestar contas delas; para que o façam com alegria
e não gemendo, porque isso não vos seria útil. Hebreus:13:17. A luz deste texto,
quem cuida [vela] da vida dos cristãos na terra? ____________________. Por quê os
pastores              devem             cuidar            dos           cristãos?
________________________________________________________.Qual deve ser
a        responsabilidade      dos         cristãos     em      relação       aos
pastores?_____________________________________________________________

IMPORTANTE: Tenha como compromisso particular de participar sempre dos
cultos da sua igreja e das suas diversas atividades.




TAREFA`:      Leia a Epístola aos Efésios e sublinhe os textos que lhe chamem a
atenção




“Ora, vós sois corpo de Cristo, e individualmente seus membros”. Primeira Epistola
                                aos Coríntios: 12:27.




                                        43
                      ESTUDO BÍBLICO No.5
          (Você Precisa Ser Dirigido Pelo Espírito Santo)

Objetivo do estudo:
1.Conhecer a pessoa do Espírito Santo.
2.Conhecer a necessidade de ser dirigido pelo Espírito Santo.

1.”Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda
verdade...Ele me glorificará...” Evangelho segundo João:16:13-14.
O Espírito Santo foi dado para: _______________________________________
________________________________________________________________
2.Em Efésios: 5:18 há duas ordens divinas: “E não vos embriagueis com vinho, no
qual    há    devassidão,    mas     enchei-vos    do   Espírito”Escreva-as   a
seguir:___________________________________________________________
3.Para ser cheio ou dirigido pelo Espírito Santo devemos estar em comunhão com
Deus através da oração e da leitura da palavra de Deus e andar em novidade de vida.
Veja o ensino da palavra de Deus: “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para
que não pequeis; mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus
Cristo, o justo”Primeira Epístola de João:2:1.
Qual é o objetivo da vida cristã?_______________________________________
Se pecamos, o que temos?____________________________________________
________________________________________________________________

4.”Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os
pecados e nos purificar de toda injustiça”Primeira Epístola de João:1:8 . O que
devemos fazer em caso de pecarmos?____ ______________________________
Que Deus faz quando confessamos os pecados?



IMPORTANTE: Devemos lembrar que o nosso pecado não confessado nos impede
de viver uma vida cheia do Espírito. O fato de não confessarmos os nossos pecados
está pondo em dúvidas a palavra de Deus e não estamos confiando na Sua pessoa.
Isto entristece o Espírito Santo de Deus. Efésios:4:30: “Não entristeçais o Espírito
Santo de Deus, no qual foste selados para o dia da redenção”.




                                          44
5.Quando confessamos o nosso pecado a Deus praticamos a “respiração espiritual”,
que significa:
Exalar: confessar o pecado que envolve a nossa disposição de deixar o erro e
voltarmos para aquilo que Deus deseja.
Inalar: significa colocar a nossa vida sob o controle de Cristo para receber a
plenitude do Espírito Santo.
6. “E esta é a confiança que temos nele, que, se pedirmos alguma coisa segundo a
sua vontade, ele nos ouve; e, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos,
sabemos que já alcançamos as coisas que lhe temos pedido. ”Primeira Epístola de
João”5:14-15
Na questão No.2 a segunda ordem é de sermos _________________ do Espírito
Santo. E na questão No.6 (leia novamente) nos diz que Deus responde as orações
feitas segundo a sua vontade. Você crê que Deus deseja encher você do seu Santo
Espírito? _______________
7.Jesus disse antes de subir ao céu: “Mas receberei poder, ao descer sobre vós o
Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda
Judéia e Samária, e até os confins da terra: Atos dos Apóstolos 1:8.
O objetivo de receber e sermos cheio do Espírito Santo é para sermos: ________
________________________________________________________________




TAREFA: Leia o Evangelho segundo João capítulos 13-17; Atos dos Apóstolos
capítulos 1-10 e a epístola de Tiago e sublinhe os textos que lhe chamem a atenção.



 “Pois os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas o que
        são segundo o Espírito para as coisas do Espírito”: Romanos:8:5.




                                        45
                           PARABÉNS !!!
      Você concluiu uma parte do ensino que denominamos “Ensino Básico
Cristão”. Temos certeza de que este material foi proveitoso para o seu crescimento na
vida cristã. Agora você sente-se mais integrado em sua igreja e além do mais deve ter
estabelecido um relacionamento constante com Deus. Isto ajuda a “perseverar na
carreira cristã”. Sem este relacionamento a vida cristã se tornará enfadonha, chata,
legalista, enfim, “sem graça”. Não esqueça continue a crescer!

 Algumas instruções:

 Continue a manter comunhão com os cristãos membros da sua igreja.
 Participe ativamente das atividades e programações da sua igreja.
 Lembre-se sempre de testemunhar de Jesus e de fazer discípulos.
 Você pode transmitir o que tem aprendido deste material para outras pessoas que
  semelhantemente a você já aceitaram a Cristo com seu Senhor e Salvador. Lembre
  o que Paulo disse ao jovem Timóteo: “o que de mim ouviste diante de muitas
  testemunhas, transmite-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também
  ensinarem os outros” 2aEpístola a Timóteo:2:2
 Agora, dê o próximo passo, passando a frequentar aulas de batismo. Fale com o seu
  pastor ou seu discipulador para ser preparado e assim cumprir a ordenança do
  Senhor Jesus: “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em
  nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” Mateus:28:19-20.




     “Portanto, nós também, pois que estamos rodeados de tão grande nuvem de
  testemunhas, deixemos todo embaraço,e o pecado que tão de perto nos rodeia, e
    corramos com perseverança a carreira que nos está proposta” Hebreus:12:1


                                                       Pr. José Miguel M. Aguilera



                                         46
     DESENVOLVENDO A ORIENTAÇÃO PARA O
                 BATISMO
     Até aqui o investimento de tempo, dinheiro e talentos, nesta nova filosofia
de ministério, sem dúvidas que tem sido recompensador. Aquela “nova pessoa”
chega até um dos momentos mais especiais da vida cristã - o batismo- agora o
novo cristão professará sua fé de uma maneira pública. Este é um momento todo
especial.
       Embora a maioria dos cristãos apresentam o batismo como um símbolo de
uma realidade espiritual, não se pode deixar de dar destaque da sua importância
em relação ao compromisso com a igreja local. Ele deve constituir-se num culto
festivo. É uma festa. Aliás, na igreja primitiva sempre foi algo marcante para o
indivíduo que era batizado. Alguns eruditos apresentam trechos bíblicos que
representariam cultos batismais (1aPedro 1-2 etc.), pois grande era o destaque
dado a este ato.

 Esta preparação pode ser oferecida através de grupos ou núcleos. Os estudos
  seriam ministrados pelo pastor ou alguém preparado por ele.

 Também pode ser feito em duplas. Particularmente nos dois últimos anos de
  ministério temos usados as duplas com sucesso.

 Para a existência de duplas podem ser criadas classes nas quais o pastor
  equipará os membros da igreja para o “discipulado para batismo”.
 Quando chegar o dia do batismo prepare uma grande festa de louvor a Deus.
  Faça de esta oportunidade realmente um culto batismal.
 Leve os batizandos a trazerem convidados aos quais lhes será pregado o
  evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, para isto mande imprimir convites
  nos quais estarão indicados data e hora deste culto

 Na hora do batismo apresente os convidados do batizando. Desta maneira o
  batizando estará testemunhando da sua fé.

 Esta também é uma oportunidade para estimular aos membros da igreja a
  ganharem outros para o Senhor Jesus. Para isto apresente quem ganhou,
  acompanhou, edificou, orientou o novo convertido. Reconheça o ministério
  daqueles que trabalham. Isto estimula tanto para aqueles que estão
                                       47
  acostumados a ganhar vidas como é um desafio naqueles que ainda não se
  engajaram no ministério de fazer discípulos
      A continuação damos um modelo de estudos para batismos. Não há
dúvidas que você poderá adaptar à sua realidade local e doutrinária. Lembre-se
que o que temos a seguir é um modelo que particularmente uso na minha igreja.
Os estudos já estão com as respostas para auxiliar o discipulador, mas isto não o
isenta do estudo e pesquisa particular.



      ESTUDOS BÍBLICOS PARA ORIENTAÇÃO DO
                   BATISMO
                 INSTRUÇÕES PARA O ORIENTADOR
 Parabéns!! Você estará preparando alguém para o batismo. Isto requer de
  você ser modelo na sua vida cristã

 As lições são simples e requer que você as estude. Esteja preparado(a) para as
  perguntas que surgirão da parte do seu discípulo.

 Evite fugir do assunto da lição. Se houver dúvidas com relação à lição procure
  o seu discipulador ou seu pastor para que no próximo encontro sejam
  apresentadas as respostas. Mantenha-se dentro do assunto da lição que está
  sendo estudada. Não discuta a respeito de outras igrejas nem favoravelmente
  nem contra. Lembre-se somos o corpo de Cristo.
 Cada semana deve ser realizada uma lição. Entregue semanalmente as lições
  para que o discípulo estude sozinho e depois juntos revejam a lição tirando as
  dúvidas. Pode acontecer que algumas lições durem mais tempo, porém o
  importante é o encontro semanal.

 Se possível estudem a primeira lição juntos para que o discípulo saiba como
  fazer. Se ele(a) tiver muitas dificuldades estudem juntos até ele poder
  conseguir fazer sozinho.
 É bom orar juntos. Ensine ao seu discípulo a orar e ler a bíblia diariamente.
  Oriente-o (a) a não fazer a lição toda de uma só vez. Explique que é bom fazer
  aos poucos diariamente, assim criará o hábito da vida devocional.

                                       48
 Siga as orientações deste manual. Onde for pedido que discuta ou desenvolva
  um aspecto da lição não deixe passar essa orientação. Lembre-se que o estudo
  é para aplicar na vida pessoal. Para isso seja bem prático e coloque exemplos
  simples.
 Estimule a decorar os versículos indicados na lição. Oriente-o a fazer
  anotações do sermão dominical (manhã/noite). Comente as anotações e como
  colocar em prática aquilo que foi ouvido. Não discuta o sermão se o pregador
  (pastor da igreja) estava correto ou não.
 Sempre esteja verificando o crescimento do seu discípulo.

 Envolva-o (a) nos ministérios da igreja. Seja modelo.
 As respostas neste manual estão identificadas por meio de letras cursivas e em
  negrito (respostas). Algumas perguntas podem ter variadas respostas mas que
  tem o mesmo significado. Estas diversas respostas estão separadas por barra
  (/).

 Mesmo que o seu discípulo tenha errado, ajude-o a descobrir o erro. Nunca
  diga que está totalmente errado. Estimule-o ao estudo.

 Oriente-o a se sentir responsável pela igreja e os seus ministérios. Para isto
  seja modelo na frequência aos cultos de oração, cultos dominicais, e diversas
  atividades da sua igreja.

 Esteja sempre lembrando-o(a) que o batismo nada mais é do que um símbolo.
Estudos em Grupos
 As recomendações acima são válida para o grupo
 Torne a sua classe o mais informal possível. Faça os seus alunos se sentir a
  vontade.

 Use lousa para melhor explicação da lição. Evite exclusivamente ler.
 Distribua tarefas para os alunos. Ex. Cada aluno estuda uma parte da lição.
  Faça os alunos se questionarem mutuamente.
 Todos devem ter o material a mão. Este material deve ser corrigido na classe
  ponto por ponto. Ao mesmo tempo o líder do grupo deverá acrescentar as suas
                                       49
  considerações e estimular a que os discipulando expressem as suas idéias e
  questões.

 Evite criticar grupos ou doutrinas, mesmo que estas não sejam bíblicas. Porém
  use de sabedoria para levar o discípulo ao conhecimento da verdade bíblica.
  Isto pode ser feito indicando passagens bíblicas referentes ao assunto e fazer
  perguntas diretas tais como: Que você entendeu? Que devo fazer diante deste
  texto? Etc.

 Se algum aluno estiver faltando faça visitas para ele. Informe-se das razões da
  sua ausência. Prove para ele que a sua presença é importante.

 Não se limite ao tempo nem ao espaço para criar um grupo de orientação para
  batismo. Use qualquer lugar e horário para ministrar esta aula. Lembre-se que
  não é só o templo pode ser usado para este ensino. Muitos dos ensinos de
  Jesus e dos apóstolos aconteceram ao ar livre, lares, praia, barcos, etc.


                                            Pastor José Miguel M. Aguilera


       ESTUDO No.1 - CERTEZA DA SALVAÇÃO

1.A PROMESSA

1.1. O que é necessário ao homem, para que não seja condenado e tenha a vida
eterna, conforme o evangelho de João 3:18? Crer n’Ele/Crer no Filho de
Deus/ Crer em Jesus Cristo
1.2.Leia João 3:36 e complete: "Aquele que crê no Filho tem a vida

1.3.Conforme João:5:24, tem a vida eterna, aquele que:
      ouve a minha Palavra        e
      crê naquele que me enviou.
1.4. 1a.João:5:11-12 diz: "(...) que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está
em seu Filho . Quem tem o Filho tem a vida(...) e quem não tem o Filho de Deus
não tem a vida.

2. SALVAÇÃO:
                                       50
2.1.    Em     Colossenses:2:13     lemos     que    estamos  mortos     em
nossos_delitos/pecados_ e Cristo nos vivificou juntamente com Ele perdoando
nossas ofensas/pecados/delitos/transgressões/faltas.

2.2. Em Atos:4:12 lemos que "(...) em nenhum _outro__ há _salvação_; porque
debaixo do céu nenhum outro _nome_ há, dado entre os homens, em que
_devamos__ ser __salvos__."

3. NÃO DEPENDE DE NÓS:

3.1. Leia Efesios:2:8-9 e complete: "Porque pela _graça_ sois salvos, por meio
da _fé_; e isto não vem de vós é _dom de Deus_. Não vem das _obras_ , para
que ninguém se glorie".



3.2. Ler Tito:3: 4-6: Responda: O que Deus mostrou para com os homens,
segundo o versículo 4?__bondade e amor/misericordia__.
 O que Deus faz em beneficio do homem segundo os versículos 5 e 6?_nos
salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito Santo_

3.3.Segundo Efésios:1:13, quando ouvimos a palavra da verdade que é o
evangelho da salvação e cremos nele, nós recebemos o quê da parte de
Deus?_fomos selados com o Espírito Santo da promessa/ o selo do Espírito
Santo_

4. OBRAS SÃO RESULTADOS:

4.1. Efésios:2:10: "Porque somos_feitura_ sua, criados em Cristo Jesus
para_boas obras_, as quais Deus preparou para que _ andássemos _ nelas.

4.2."A _fé__ se não tiver as _obras_ são _mortas_".Tiago:2:17
4.3. Leia Efésios:4:17-32. Estas mudanças são provocadas na vida das pessoas
pelo Espírito Santo de Deus, por isso, o cristão deve permitir que Deus
“trabalhe”na sua vida pessoal. Isto é feito através da leitura da Palavra de

                                      51
Deus(Bíblia), oração, participação dos cultos e ministérios da igreja. Discuta e
desenvolva este assunto com o seu discípulo

ORAR: Agradeça a Deus pela certeza da salvação que recebemos e peça que
Ele o sustente e o ajude a compartilhar esta salvação. Peça a Deus que
“trabalhe”em sua vida tornando-o cada dia semelhante a Jesus.

                     VERSÍCULO PARA MEMORIZAR

  "Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a
                           vida" 1aJoão:5:12.


                 ESTUDO No.2 - VIDA LIMPA.
1. PECADO É COISA SÉRIA:

1.1. Isaías:59:1-2: "(...) as nossas _iniquidades_ fazem _separação_ entre nós e
o nosso Deus, e nossos_pecados_ encobrem o seu rosto de nós, para que não
nos ouça".

1.2. Leia Romanos:3:23 e responda: Existe alguma pessoa diante de Deus que
não pecou? _Não\Todos pecaram_

1.3. Leia Romanos 6:12 e responda: Qual deve ser a nossa atitude diante do
pecado? _não deve reinar/ não devemos obedecê-lo_

2. RESPIRAÇÃO ESPIRITUAL:

2.1. Segundo 1a.João:2:1: Qual deve ser o nosso alvo?_Não pecar_

2.2. Em caso de pecarmos, o que devemos fazer? Leia
1a.João:1:9_Confessarmos o nosso pecado a Deus__
E segundo o mesmo texto o que Deus promete fazer? _Perdoar os pecados e
purificar de toda injustiça_

2.3. 1a.João:5:14-15 nos ensina que devemos _pedir/orar_ e que Deus responde
as nossas orações segundo a sua _vontade_.
                                       52
** Lembrar o discípulo que é da vontade de Deus confessar os pecados e que
Ele deseja nos perdoar e purificar

2.4. Que tipo de coração devemos             ter     se    nós    pecarmos?   Leia
Salmos:51:17_quebrantado e contrito_.

2.5. O que devemos pedir sempre a Deus? Leia Salmos:139: 23-24
   1._Sonda-me e conhece o meu coração_
   2._Prova-me e conhece os meus pensamentos_
   3._Vê se há em mim algum caminho mau_
   4._Guia-me pelo caminho eterno_

   2.6.Onde nós não devemos permanecer_no pecado_ e nós estamos mortos
para que? _para o pecado_ segundo Romanos:6:1-2.


ORAR:        Peça a Deus       que    guie   a       sua   vida    em   santidade.
1a.Tessalonicenses:5:23,


                   VERSÍCULO PARA MEMORIZAR

"Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor".
                               Hebreus:12:14.
                           ESTUDO No.3 - O BATISMO

INTRODUÇÃO: Ordenança é algo que deve ser cumprido fielmente dentro de
um espaço de tempo. Algo que deve ser feito sem questionar. Nestas duas
próximas lições veremos as duas ordenanças deixadas por nosso Senhor Jesus
Cristo: Batismo e Ceia.

1. BATISMO: Leia em voz alta o seguinte texto de Mateus:28:18-20

"E aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a
autoridade no céu e na terra. Portanto ide, FAZEI DISCÍPULOS de todas
as nações, BATIZANDO-OS em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito
Santo; ENSINANDO-OS A OBSERVAR TODAS AS COISAS QUE EU

                                     53
VOS TENHO MANDADO; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a
consumação dos séculos".

Estas palavras foram proferidas por Jesus logo após a sua ressurreição e antes da
sua ascensão.

1.1. Quais são as três ordens do Senhor?
 1.1.1._Fazei Discípulos_
 1.1.2._Batizando-os_
1.1.3._Ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado_

Os três verbos "fazer", "batizar", "ensinar" devem ser cumpridos com urgência.
Como você acha que estas praticas devem ser realizadas?
_A idéia é estimular o discípulo a que ele se reproduza. Ensine-o a usar o
material “Construindo sua Nova Vida”(Material de Edificação de Novos
Cristãos). Estimule-o a ganhar outras vidas para o Senhor. Oriente-o a se
reproduzir_

1.2. Qual é a promessa que temos da parte do Senhor?_E eis que estou convosco
todos os dias até a consumação dos séculos_

1.3.Leia Atos:2:41-44. Logo após o sermão do apóstolo Pedro, o que fizeram
aqueles que receberam a palavra? (cf. versículo, 41)_foram batizados_.

Fica claro que para ser batizado é necessário receber a palavra.
1.4. Leia Atos:8:12. Qual era o nome do pregador?_Filipe__

Qual era o conteúdo da sua pregação?_acerca do Reino_ de _Deus_                e
do_nome_ de _Jesus_

1.5. O texto de Atos: 8: 12 diz que homens e mulheres creram na pregação de
Filipe. O que fizeram aqueles que creram? _foram batizados/batizavam-se_

1.6. Então, podemos concluir baseados na Palavra de Deus, que para alguém ser
batizado precisa _crer em Jesus/aceitar Jesus/receber Jesus_e _receber a
palavra/crer na palavra_

2.SIGNIFICADO DO BATISMO:
                                        54
2.1.Leia Romanos:6:3-5. Neste texto o batismo é colocado em comparação
simbólica a _morte_ de Jesus. Isto significa que quando somos mergulhados
estamos simbolizando que morremos( cf. versículo 4)para o mundo e devemos
andar em _novidade_ de vida.

2.2.Leia Colosenses:2:12. O texto diz que ao sermos batizados, fostes
"_sepultados_ com ele no _batismo_, no qual também fostes _ressucitados_
pela fé no poder de Deus, que o ressucitou dentre os mortos".

 Então, o batismo simboliza à nossa morte para o mundo (mergulho). E ao ser
levantado das águas simboliza a ressurreição para andarmos em novidade de
vida. O batismo é uma pregação da morte e da ressurreição de Cristo e da sua
decisão de andar em novidade de vida ao lado do Senhor Jesus

2.3. Recapitulando podemos afirmar que: para alguém ser batizado precisa
receber a _palavra_, crer em _Jesus como seu Senhor e Salvador_. Depois ser
_batizado_ que simboliza a morte para o _mundo_ e ressurreição para uma
_nova_ vida.


2.4. Você já pode ser batizado? Você cumpre as exigências divinas?


**Verifique a compreensão que o discípulo tem a respeito deste importante
passo que estará dando. Lembre-o de que o batismo é um símbolo e nada
mais. O ser batizado não lhe dará mais santidade ou mais condições para não
pecar


ORAR: Agradeça a Deus pela oportunidade que você terá de cumprir esta
ordenança e peça-lhe que o oriente cada dia para assim estar preparado para dar
a sua profissão de fé


                    VERSÍCULO PARA MEMORIZAR


                                      55
  "Fomos, pois, sepultados com ele pelo batismo na morte, para que, como
Cristo foi ressucitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós
                 também em novidade de vida". Romanos:6:4


                         ESTUDO No.4 - A CEIA DO SENHOR.

INTRODUÇÃO: Uma refeição sempre é compartilhada com pessoas especiais
ou com propósitos especiais, não é um simples ato de se alimentar mas se
compartilha de algo em comum. Jesus usou uma refeição festiva para ensinar
aos seus discípulos.

1. INSTITUIÇÃO DA CEIA DO SENHOR

1.1. Leia Marcos:14:22-24. Deus usou dois elementos da refeição que estava
compartilhando com seus discípulos para simbolizar o corpo e o sangue de
Jesus. Quais são? _pão_ e _vinho_

1.2. Então o pão simboliza o _corpo_ de _Cristo_
         o vinho simboliza o _sangue_ de _Cristo__

1.3. Ainda no texto de Marcos:14, leia o versículo 12( para melhor
compreensão se recomenda a leitura até o versículo, 25). O texto diz que era dia
dos _pães_ ázimos, quando imolavam a _páscoa_. Foi nesta festa de páscoa
que Jesus instituiu a ceia do Senhor.

1.4.Leia Êxodo:12:1-14.Observe aqui foi instituída a páscoa.Veja o versículo
14. Deus disse que : "este dia vos será por _memorial_, e celebrá-lo-eis por
_festa_ao Senhor; através das vossas gerações o celebrareis por _estatuto_
perpétuo".

1.5. Leia Lucas:22:19-20. Jesus tomando o cálice disse: Este cálice é o _novo_
pacto em meu sangue, que é _derramado /dado_ por vós".
Agora já não é mais dum animal, dum cordeiro o sangue derramado, mas do
próprio Filho de Deus.

1.6.Leia ainda em Lucas:22:19-20. O pão simboliza o _corpo_ de Jesus, que foi
dado_por nós_; e o cálice que é o novo _pacto_ no seu sangue, foi
_derramado_ por nós.
                                       56
2. CELEBRAÇÃO DA CEIA DO SENHOR

2.1. Leia:1a.Coríntios:10:16-17. Neste texto novamente são nomeados os
elementos da ceia do Senhor, que são o _pão_ e o _cálice/vinho/sangue_

Agora o cálice é chamado do cálice de _benção_, que mostra a nossa
_comunhão_ com Cristo; e o pão que partimos mostra a nossa _comunhão_
com o corpo de Cristo, que é a igreja.

Assim temos, que ao celebrar e participar da Ceia do Senhor estamos dizendo
duas coisas:

              1. que estamos em comunhão com Cristo e;
              2. que estamos em comunhão com a igreja.

Este são os requisitos para um membro da igreja participar da Ceia do Senhor,
pois a Ceia do Senhor simboliza comunhão.

2.2.Leia 1a.Coríntios:11:17-30. Cite alguns erros na celebração da Ceia do
Senhor na igreja em Corinto
       1._há dissensões v.18_
       2._desprezavam a igreja de Deus v.22_
       3._ajuntavam-se para pior v.17_
       4._embriagavam-se e comiam antes dos outros v.21_
**No tempo da igreja primitiva junto com a ceia haviam um jantar chamado
ágape ou festa do amor. Por isso alguns comiam primeiro e se embriagavam
2.4. No versículo 24, diz: "_Fazei_ isto em _memoria_ de mim". Aqui temos
que a Ceia é uma _memória/lembrança_ do Senhor e nos lembramos do Senhor.

2.5. No versículo 26, nos informa que quando celebramos a Ceia do Senhor
estamos _anunciando_ a _morte_ do Senhor. E ainda, que isto devemos fazê-lo
até que _ele venha_.

2.6. Segundo 1a.Coríntios:11:28, qual deve ser a nossa atitude antes de
participarmos da Ceia do Senhor?_Examinar-se/ Auto-exame__

                                     57
2.7. Lembre que ao participarmos da Ceia do Senhor estamos dizendo duas
coisas( Cf. 2.1.), que estamos em comunhão com Cristo e em comunhão com a
igreja ( os seus membros)

2.8. O que pode quebrar a nossa comunhão com Cristo? _pecado_

      O     que   pode      quebrar     a   nossa     comunhão       com     a
Igreja?_brigas/mágoas/tristeza/fofocas/ciúmes/invejas/etc_

2.9. Leia 1a.João:1:6-7. "Se dissermos que temos_comunhão_ com ele, e
_andarmos_ nas trevas, _mentimos_, e não praticamos a verdade; mas, se
_andarmos_ na _luz_, como ele na luz está, temos _comunhão_ uns com os
outros, e o _sangue_ de Jesus seu Filho nos _purifica_de todo _pecado_

2.10. Agora leia 1a.João:1:8-9. Este texto nos ensina algo muito importante, em
caso de pecarmos contra Deus, devemos reconhecer o nosso pecado mas
também devemos _confessá-lo/ confessar nossos pecados_. Deus é fiel e justo
para nos _perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça_.

**Estimule o seu discípulo a sempre estar participando desta festa. E que
sempre esteja em comunhão com a sua igreja, não se ausentando das
atividades da mesma.

ORAR: Agradeça a Deus a oportunidade que você terá de participar da Ceia do
Senhor cumprindo assim a sua ordenança, ao mesmo tempo peça-lhe que o
Espírito Santo sempre o mantenha em comunhão com Ele e com a igreja

                    VERSÍCULO PARA MEMORIZAR

   "Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma do pão e beba do
                         cálice"1a.Coríntios:11:28

                             ESTUDO No.5 - A IGREJA

INTRODUÇÃO: A igreja ocupa um lugar fundamental no plano de Deus.
Igreja, não é o templo, não é o prédio, este é apenas o lugar onde a igreja se
reúne como congregação do Senhor. O Novo Testamento sempre que fala da
igreja se refere a pessoas, povo de Deus. Toda pessoa que é nascida de novo
                                       58
deve participar ativamente da igreja. Não existe a possibilidade do cristão fora
duma igreja local.

1. DEFINIÇÃO: A palavra vem do grego "ekklesia"que literalmente significa
"chamado para fora" com o objetivo de formar uma "assembléia". Assim a idéia
nos tempos do Novo Testamento era duma "assembléia de cidadãos chamados
das suas casas a um lugar público"
 Se observarmos estas palavras podemos deduzir que o homem foi "chamado
para fora" do mundo para constituir uma "assembléia", que seria uma "igreja"
(ekklesia). Desta forma os membros da Igreja são chamados de dentro das
multidões para terem um encontro com Deus.

2. SENTIDOS DA PALAVRA "IGREJA" NO N.T. O Novo Testamento
usa a palavra igreja em dois sentidos: Universal e Local.

2.1.Leia Filipenses:3:6. Responda, Paulo foi perseguidor do que? _a igreja_.

2.2.Leia Hebreus:12:22-23. O autor nomeia incontáveis hostes de anjos e a
_universal assembléia_ e _igreja_ dos primogênitos inscritos nos céus...

Em ambos textos o significado é de uma igreja no aspecto universal, uma só
grande igreja e não em termos de congregações separadas. E este aspecto
universal é constituído de várias congregações individuais. Isto significa todos
os salvos de todos os tempos e de todos os lugares

2.3. Leia os textos seguintes e complete as afirmações.

Romanos:16:1."(...)a nossa irmã Febe, que é serva da _igreja_ que está em
Cencréia."
1a.Coríntios:1:2. "à _igreja_ de Deus que está em Corinto."
Gálatas:1:2. "e todos os irmãos que estão comigo, às _igrejas_ da Galácia.
1a.Tessalonicensses:1:1. "Paulo, Silvano e Timóteo, à _igreja_dos
Tessalonicenses, em Deus Pai e no Senhor Jesus Cristo(...)."
1a. Coríntios:16:19. "As _igrejas_ da Ásia vos saúdam. Saúdam-vos
afetuosamente no Senhor Aqüila e Prisca, com a _igreja_que está em sua casa."

Nestes textos o apóstolo está pensando em termos de congregações locais,
individuais, localizadas em cada cidade. Observe que alguns textos fala de
                                        59
igrejas(plural) que estão numa cidade/determinada região ou de uma
igreja(singular) que está numa cidade. Isto se dá ao fato do crescimento das
igrejas em determinadas regiões às quais se espalharam em diversos locais.

Resumindo temos que a igreja universal é composta de uma grande quantidade
de igrejas locais espalhadas no mundo. Assim percebemos que não existe
cristão sem igreja.

** A idéia da igreja local é que ela representa o microcosmo do macrocosmo,
em outras palavras a igreja local é uma representação minúscula da igreja
universal

3.NATUREZA DA IGREJA. Leia 1a.Tessalonicenses:2:14; Atos:20:28;
1a.Coríntios:1:2, 10:32, 11:16,22; 1aTimóteo:3:15.

3.1.Nestes textos a Igreja é chamada de Igreja de _Deus_. Isto significa que a
sua natureza é divina, ela é uma instituição divina.

4. FIGURAS QUE MOSTRAM SUA NATUREZA

4.1. Leia Efésios:1:22-23. "(...) para ser cabeça sobre todas as coisas o deu à
igreja que é o seu _corpo_(...).

4.2. Leia 1a.Coríntios:12:12-14. Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos
_membros_, e todos os membros do corpo, Embora muitos, formam um
_só_corpo, assim também é _Cristo_. Pois em um só _Espírito__ fomos todos
nós batizados em um só _corpo__ (...) e a todos nós foi dado beber de um só
_Espírito_. Porque também o _corpo_ não é um _membro__, mas muitos.

Qual é o ensino prático, que você apresentaria a luz desta figura da igreja?

** Nestas respostas estimule ao seu discípulo a descobrir que ele é parte
importante do corpo, pois ele é um membro do corpo, e por isso, ele é
responsável pelo seu cuidado e crescimento. Oriente-o a sustentar a vida
ministerial da igreja com o seu esforço e participação em todos os aspectos
inclusive financeiro. Ressalte que ninguém esta isolado, mas que existe a
interdependência.

                                        60
4.3. Leia os textos seguintes e indique as figuras que simbolizam a igreja
   1a.Coríntios: 3:9_lavoura de Deus__
   Hebreus: 3:6_casa de Deus__
   1aCoríntios:3:9_edificio de Deus_
   Efésios:2:19-22_familia de Deus_

**Todas as figuras acima representam os aspecto de comunidade, “de estar
juntos”, “dependência uns do outros”. Enfatize bastante este aspecto.

5. A NECESSIDADE DA IGREJA.

5.1.Leia Hebreus:10:22-25. O texto nos dá 5 admoestações. Escreva-as.
   1.vers.22_cheguemo-nos com verdadeiro coração_
   2.vers.23_ retenhamos inabalável a confiança da nossa esperança_
   3.vers.24_consideremo-nos uns aos outros_
   4.vers.25_não abandonando nossa congregação_
   5.vers.25_admoestando-nos uns aos outros_

5.2. Leia Colossenses:3:16. "A palavra de Cristo habite em vós ricamente, em
toda a sabedoria; _ensinai-vos_ e _admoestai-vos_uns aos outros,(...)"

É possível praticar estes ensinos sem pertencer a uma igreja local? Por que?
_Não. A razão está em que estes atos são feitos “uns aos outros”,
especialmente Hebreus:10:24-25 e Colosenses:3:16. Isto faz parte do segredo
do crescimento cristão/maturidade cristã e por isso é necessário tornar-se
membro de uma igreja. O cumprimento desta palavra so é feito em
comunidade. Valorize a sua igreja para o seu discípulo através desta lição e da
sua vida_


ORAR: Agradeça a Deus pela igreja de Cristo e peça-lhe condições para você
se tornar cada dia em um ajudador do corpo.


                    VERSÍCULO PARA MEMORIZAR
   "(...) Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, a fim de a
  santificar, tendo- a purificado com a lavagem da água, pela palavra, para

                                        61
apresentá-la a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem qualquer
        coisa semelhante, mas santa e irrepreensível."Efésios:25-27.



                        ESTUDO No.6 - A MISSÃO DA IGREJA.

INTRODUÇÃO: Na lição anterior aprendemos o que é a igreja, nesta lição
veremos para que a igreja foi constituída. Qual é o seu propósito?

1.Leia João:20:21. Responda: De que maneira Jesus envia os seus?_ Da mesma
forma que Deus o enviou_

2.À luz da resposta acima você podería dar duas formas como nós poderíamos
ser enviados: (Esta resposta é livre e criação do discípulo)
  1. _Por Amor/Sacrificialmente/De boa vontade/Espontaneamente, _
  2._etc._

3.Na lição anterior aprendemos que a igreja é o corpo de Cristo. Isto significa
que continuamos o ministério de Jesus. Leia: Lucas:19:10.
Responda: O Filho do Homem (Jesus) veio fazer o que no mundo?
_Buscar e salvar o que se havia perdido/O homem pecador/o perdido_

4. "E aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a
autoridade no céu e na terra. Portanto ide FAZEI DISCÍPULOS de todas as
nações, BATIZANDO-OS em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
ENSINANDO-OS A OBSERVAR TODAS AS COISAS QUE EU VOS
TENHO MANDADO; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a
consumação dos séculos." Mateus 28:18-20.
 À luz de Mateus:28:18-20 como devemos continuar o ministério do Filho do
Homem?
  1._Fazendo discípulos_
  2._Batizando_
  3._Ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho ..._
*Esta é a primeira parte da missão tríplice da igreja: FAZER DISCÍPULOS. (
Missão para com o mundo).

*Não deixe de enfatizar a idéia ao seu discípulo tornar-se um discipulador.
                                       62
5. Leia Isaías:43:7. Responda à luz do texto fomos criado para que? Para glória
de Deus/Para glorificar a Deus_

6.Leia Efésios:1:3-6. Paulo falando da "formação"da igreja"(pronome
nós)segundo o plano de Deus, diz que fomos chamados com o objetivo de
sermos, vers.5-6_Para o louvor da sua glória/Para glória de Deus_

**Esta é a segunda parte da missão tríplice da Igreja: Adorar, Glorificar a Deus
( Missão para com Deus)

7.Leia Ato:2:42-47. Depois de batizar 3.000 pessoas, o texto mostra como eles
passaram a viver como igreja de Cristo. Complete as características da igreja
neste texto.
  1.vers.42_perserveravam na doutrina dos apóstolos_
  2.vers.42_na comunhão_
  3.vers.42_no partir do pão_
  4.vers.42_nas orações_
  5.vers.43_em cada alma havia temor_
  6.vers.43_muitos prodígios e sinais/milagres_
  7.vers.44_estavam unidos_
  8.vers.44_tinham tudo em comum_
  9.vers.45_vendiam seus bens e repartiam/ninguém tinha necessidade_
 10.vers.46_unidos no templo todos os dias_
 11.vers.46_partindo o pão em casa comiam com alegria_
 12.vers.47_louvando a Deus_
 13.vers.47_caindo na graça de todo o povo_
Veja o final do versículo 47 e responda, o que o Senhor fazia a esta igreja que
tinha estas qualidades? _A cada dia acrescentava-lhes o Senhor os que iam
sendo salvos/O Senhor aumentava o numero de crentes_

*É importante que seu discípulo aprenda da necessidade destas qualidades na
sua igreja. E que ele é parte importante no desenvolvimento deste processo de
atração.

***Esta é a terceira parte da missão tríplice da igreja: Promover a sua própria
manutenção e fortalecimento (Missão para consigo mesma)

                                       63
8.Para cumprir a missão da igreja cada membro é responsável pela sua igreja e o
sustento da mesma. Isto é feito através dos dízimos e ofertas.

Leia Malaquias:3:8-11. Responda:
  1. No quê estavam roubando?_nos dízimos__ e _ofertas alçadas__
  2. A quem estavam roubando?_A Deus_
  3.Qual é a ordem de Deus?_Trazei todos os dízimos à casa do tesouro__
Para Fazer Discípulos, Adorar a Deus e Promover a própria manutenção e
fortalecimento da igreja é necessário os dízimos e ofertas.

** Explique ao seu discípulo que a igreja para realizar o ministério precisa de
dinheiro. Prepare uma lista de gastos e apresente ao seu discípulo como sendo
algumas das necessidades da igreja, exemplo: àgua, luz, papel higiênico,
materiais de ensino, ministério pastoral, ministério social, etc. Apresente isto
com muito amor. Oriente-o a não se constranger com um pequeno dízimo ou
oferta.

9.Leia 2a.Corintios:8:2- Responda:
  1.vers.2, a igreja era pobre ou rica?_pobre_
  2.vers.3, eles se limitaram segundo o que tinham_não_
  3.vers.3, foram obrigados a dar?_não/deram voluntariamente_
  4.vers.4, eles não sabiam o que fazer?_não/Eles sabiam o que fazer_
5.vers.4, participar do sustento da obra é uma obrigação ou um privilégio?_Um
privilégio__
  6.vers.5, a participação financeira é fruto da nossa doação à quem?_ao
Senhor/a Deus__

10. A missão tríplice da igreja, a qual é realizada com os dízimos e ofertas é:
1._Fazer Discípulos_
2._Glorificar a Deus/Adorar a Deus_
3._Edificar a igreja/Manutenção da Igreja/Fortalecimento da Igreja/_

11.O propósito da nossa igreja aqui é:

"ANUNCIAR        O     EVANGELHO, FAZENDO DISCÍPULOS QUE
OBEDEÇAM         O     SENHOR JESUS, CAPACITANDO-OS A SE


                                         64
MULTIPLICAREM, GLORIFICANDO A DEUS EM TODO TEMPO E
LUGAR"Primeira Igreja Batista de Jaboticabal-SP

Verificando a missão da Igreja, veja como o nosso propósito se enquadra
claramente na visão bíblica da missão da igreja.

Primeira Missão-Fazer Discípulos “Anunciar o evangelho fazendo discípulos”
Segunda Missão-Glorificar a Deus: “Glorificando a Deus em todo tempo e
lugar
Terceira Missão-Manuntenção da Igreja: “Capacitando-os a se Multiplicarem

** Enfatize o propósito da igreja ao seu discípulo e estimule-o a ganhar
outros que cumpram a missão da igreja assim como você e ele o fazem.


ORAR: Para que Deus lhe dê condições de participar nesta tríplice missão da
igreja tornando-se um modelo para que outros façam o mesmo.


                    VERSÍCULO PARA MEMORIZAR

  Disse-lhes, então, Jesus segunda vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me
                  enviou, também eu vos envio a vós"João:20:21

   DESENVOLVENDO O DISCIPULADO PESSOAL
      Neste ponto entramos numa área que tem sofrido muitas dificuldades e
restrições no meio evangélico. Possivelmente as razões colocadas para esta
estratégia, embora bíblica, tenha as suas razões. Em muitos lugares o
discipulado pessoal tornou-se um trauma e não uma benção. Alguns mais afoitos
implantam esta estratégia de cima para baixo sem nenhuma preparação da
congregação. As dificuldades e acusações enfrentadas por aqueles que vêem no
discipulado uma estratégia bíblica, sadia e funcional são diversas, como por
exemplo: é uma estratégia que traz discriminação, as pessoas crêem que o pastor
ou alguém está criando o seu grupo particular. Em relação os resultados, nem
sempre resultam a curto prazo. Pois alguns discípulos são mais fáceis de serem
trabalhados que outros. Tempo: o pastor (se recebe salário) é para dedicar-se ao
rebanho na sua totalidade, consequentemente tem que visitar, administrar,
                                       65
pregar, etc. e por isso o seu tempo não deve ser maior com alguns membros.
Particularmente eu sofri estas críticas e outras numa determinada igreja que
pastoreei. Embora o resultado estava sendo visto com o crescimento rápido e
uma atmosfera de adoração especialmente nos seus cultos. Porém a tradição era
muito arraigada nalguns pontos e havia pouca disposição de mudar por parte dos
conhecidos fundadores da igreja.
      Outras dificuldades é devido a que muitas vezes o discipulado é
apresentado como algo penoso, duro de ser digerido e que requer uma vida
quase que monástica. Sem dúvidas que há algumas exigências para o
discipulado mas nunca elas devem se tornar como as marcas exclusivas do
discípulo. O que é chamado de exigências por muitos devem ser apresentadas ou
ensinadas como motivações para tornar-se um discípulo de Cristo. As marcas
são vidas de caráter e novas vidas alcançadas pela pregação do evangelho.
      Também o discipulado é para ser vivido no meio da comunidade local e
nunca fora dela. O discípulo deve ser preparado para desenvolver os seus dons e
ministério para serem aplicados na sua comunidade e nunca para tornar-se
alguém alienado desta. O correto é que o discipulado deve girar em torno da
vida da igreja e o discípulo deve ter como modelo alguém inserido na
comunidade local. Por isso os membros amadurecidos que forem discipulados, a
começar pelo pastor ou líder, devem dedicar-se a esta tarefa para que no futuro
próximo tenham condições de colherem líderes para a sua igreja através deste
ministério. A falta de liderança local é fruto da falta de investimento no
discipulado pessoal ou no treinamento através das duplas.
            Ao ausência de jovens e de membros nas igreja locais e até hoje as
igrejas sofrem esta situação, foram uma crítica ao movimento do discipulado em
anos passados, pois as instituições para-eclesiástica que deram ênfase a esta
visão de discipulado, embora correta e bíblica não foi compreendida por aqueles
que receberam as instruções. Isto teve como conseqüência uma               não
responsabilidade e compromisso com a igreja local.
      Não devemos e nem podemos negar que foi o discipulado o método que
Jesus usou para treinar os 12 apóstolos. Ele falava as multidões, separou setenta
e lhes deu autoridade enviando-os de dois em dois, porém a maior parte dos
relatos dos evangelhos o encontramos gastando o seu tempo com 12 indivíduos
que mais tarde cheios do Espírito Santo iriam mudar o mundo. Ainda nós temos
que dentro dos 12 apóstolos, estavam Pedro, Tiago, João que usufruíram duma
                                       66
amizade mais próxima de Jesus e estiverem presentes em alguns eventos
especiais no ministério de Cristo.
      Da mesma maneira o apóstolo Paulo usou o discipulado. Ele mesmo foi
discipulado por Barnabé, este mais tarde deixou que o apóstolo assumisse a
liderança da obra. Mais tarde Paulo passou orientar as igrejas e aos seus que
tornassem esta transmissão de vida através do discipulado. Isto é visto
especialmente nas cartas pastorais e da prisão. Nestas epístolas Paulo demonstra
ter muita amizade e intimidade com os seus companheiros de prisões e de
missões.
      A questão do discipulado não se limita a informações teóricas. Devemos
lembrar que Jesus disse que devíamos “ ensinar a obedecer” e a única maneira
de fazer isto é praticando com o discípulo ou ainda melhor é o discípulo vendo-
nos viver. É nesta estratégia que se consegue amadurecer e ensinar a amadurecer
na vida cristã. Pois nos tornamos modelos não somente como conhecedores da
doutrina bíblica mas também modelos de viver. Discipulado é transmissão de
vida e caráter
      O discípulo será informado através das lições (podem ser estas
apresentadas aqui ou outras). Estará sendo oferecido um currículo que terá como
objetivo alcançar a mente. Aqui termos a área intelectual É o conhecimento de
fatos bíblicos.
      Porém é através do nosso relacionamento pessoal com ele e com o
próximo que ensinaremos o desenvolvimento emocional. É o como reagimos nas
situações que a vida cristã nos apresenta.
      Este desenvolver emocional o discípulo descobrirá que é fruto da nossa
vida devocional. Neste ponto ele terá condições de aprender como se relacionar
com Deus em todas as áreas de sua vida. Aprenderá conosco a desenvolver uma
intimidade com Deus fruto daquilo que vê na nossa prática.
      Torna-se importante também a prática dos nossos dons e ministérios que
desenvolvemos na nossa comunidade local. O discípulo deve aprender que ele
faz parte do corpo de Cristo e como tal ele tem uma função a cumprir. Assim
como o discipulador descobriu as suas capacidades espirituais ou funções no
corpo, da mesma maneira o discípulo deve ser conduzido a saber agir como
parte do corpo. Esta é área da função cristã ou ministerial no corpo.

                                       67
                INSTRUÇÕES PARA O DISCIPULADOR
      1. Parabéns!! Você estará discipulando alguém. Isto significa que você
estará auxiliando a sua igreja na edificação e amadurecimento da mesma através
do seu investimento numa ou mais vidas em particular Isto requer de você ser
modelo na sua vida cristã.
      2. As lições são simples e requer que você as estude. Esteja preparado(a)
para as perguntas que surgirão da parte do seu discípulo.
     3. Evite fugir do assunto da lição. Se houver dúvidas com relação à lição
procure o seu discipulador ou seu pastor para que no próximo encontro sejam
apresentadas as respostas. Mantenha-se dentro do assunto da lição que está
sendo estudada. Não discuta a respeito de outras igrejas nem favoravelmente
nem contra. Lembre-se somos o corpo de Cristo.
      4. Cada semana deve ser realizada uma lição. Entregue semanalmente as
lições para que o discípulo estude sozinho e depois juntos revejam a lição
tirando as dúvidas. Pode acontecer que algumas lições durem mais tempo,
porém o importante é o encontro semanal.
     5. Se possível estudem a primeira lição juntos para que o discípulo saiba
como fazer. Se ele(a) tiver muitas dificuldades estudem juntos até ele poder
conseguir fazer sozinho.
      6. É bom orar juntos. Ensine ao seu discípulo a orar e ler a bíblia
diariamente. Oriente-o (a) a não fazer a lição toda de uma só vez. Explique que é
bom fazer aos poucos diariamente, assim criará o hábito da vida devocional.
     7. Siga as orientações deste manual. Onde for pedido que discuta ou
desenvolva um aspecto da lição não deixe passar essa orientação. Lembre-se
que o estudo é para aplicar na vida pessoal. Para isso seja bem prático e coloque
exemplos simples.
     8. Estimule a decorar os versículos indicados na lição. Oriente-o a fazer
anotações do sermão dominical (manhã/noite). Comente as anotações e como
colocar em prática aquilo que foi ouvido. Não discuta o sermão, isto é se o

                                       68
pregador (pastor da igreja) estava correto ou não. A questão aqui é, verificar a
compreensão que teve da pregação e o seu interesse pela mesma.
           10. Sempre esteja verificando o crescimento do seu discípulo.
      11. Envolva-o (a) nos ministérios da igreja. Seja modelo. O discipulador
não pode esquivar-se dos desafios do ministério da igreja para assim transmitir a
idéia do compromisso com a igreja local para o novo membro
      12. As respostas neste manual estão identificadas por meio de letras
cursivas e em negrito (respostas). Algumas perguntas podem ter variadas
respostas mas que tem o mesmo significado. Estas diversas respostas estão
separadas por barra (/).
    13. Mesmo que o seu discípulo tenha errado, ajude-o a descobrir o erro.
Nunca diga que está totalmente errado. Estimule-o ao estudo.
      14. Oriente-o a se sentir responsável pela igreja e os seus ministérios. Para
isto seja modelo na frequência aos cultos de oração, cultos dominicais, e
diversas atividades da sua igreja.
      15. Antes de iniciar o processo de discipulado tenham um encontro pessoal
e informal com o “candidato” onde haverá um “ quebra-gelo”, isto é necessário
especialmente senão houve um entrosamento nas etapas anteriores do processo
de ministério. Faça-o sentir parte da sua família e não somente como um simples
membro da igreja.
      16. O lição finais da orientação para o batismo e as primeiras lições no
discipulado pessoal forma um elo de continuidade. Desta maneira não haverá
uma quebra de objetivos

Pastor José Miguel M. Aguilera

                      LIÇÃO No. 7 - FUNCIONAMENTO DA IGREJA.**

INTRODUÇÃO: Temos dedicado um maior tempo às lições sobre igreja(Batismo e
discipulado pessoal) a razão disto é dupla, primeiro você vai pertençer a uma igreja e em
segundo lugar, existe um certo desprezo a igreja local, esquecendo-se de que ela é um corpo.


**
     REGA,Lourenço Stelio. Como Funciona a Igreja?. Estudo No. 3. Xerox. Usado com autorização do autor.

                                                              69
Assim como o corpo humano, também a igreja, que é o corpo de Cristo tem a sua maneira de
funcionar.

1. Você poderia escrever a tríplice missão da igreja?(Cf.Lição 6)
 1.Missão para _com o mundo/fazer discípulos_
 2.Missão para _com Deus/Glorificar a Deus/Adorar a Deus
3.Missão para consigo mesma/manuntenção/edificação/fortalecimento

 A visão tridimensional nos sugere um caráter organizacional, ela precisa ser gerida,
administrada, supervisionada.

2.Leia Atos:6:1-6. Responda:
No vers.1 diz que _crescia_o número de discípulos e depois houve _uma murmuração_ dos
helenistas 1 porque _As viúvas daqueles estavam sendo esquecidas na distribuição diária_

**A situação era peculiar pois já que tinham tudo em comum, havia distribuição de
allimentos e um grupo indicado no texto não estavam recebendo a sua parte

3.Para solucionar um problema social foi criado um ofício especial. Veja as qualificações
destes homens, At:6:3. Anote-as
 1._boa reputação_
 2._cheios do Espírito Santo_
 3._e de sabedoria_
Cada uma destas exigências representa uma área do ser humano: 1.moral; 2.vida cristã; 3.
capacidade(discernimento mental)

4.Embora aqui não aparece nenhum título dado a estes oficiais, alguns vêm a possibilidade
de aqui ter início o ofício de diácono. Mas o que temos aqui seríam os antecessores daqueles
que viriam a ser chamado de diáconos. Leia Filipenses:1:1; 1a.Tm:3:8-13. O tempo entre
Atos:6 e a escrita de Filipenses e 1a.Timóteo é de aproximadamente 30 anos.

5. Independente das divergências, leia Atos:6:2-4. Estes homens eleitos para um ofício
especial.
 1. Qual foi? _servir as mesas- vers.2__
 2. Os apóstolos ficariam livres para se dedicar a : _oração_ e _ministério da palavra_

6.Leia Atos:20:17-28. Paulo chamou os líderes da Igreja de Éfeso.
 1.no vers. 16 são chamados de _anciãos_
 2.no vers. 28 são chamados de _bispos_
1
 Os helenistas eram judeus que haviam adotado a língua e cultura grega. Os hebreus eram os naturais da Palestina que tinham resistido à
influência grega e falavam aramaico quase sempre.
                                                              70
 3.no vers. 28 indica que eles iriam _apascentar__ a igreja de Deus, dando a idéia de pastor.

Três títulos para mesma função. Três facetas diferentes de uma só pessoa.
Presbítero: era o ancião e dá a idéia de alguém com experiência na vida.
Bispo: do grego "episcopos", que significa superintendente, gerente, indicando o aspecto
administrativo.
Pastor: é alguém que         cuida de ovelhas, indicando o cuidado do pastor pelo
desenvolvimento dos cristãos.

7.Leia Efésios:4:7-16. No vers.11 vemos os nomes de outros ministérios. Anote-os a seguir:
 1._apóstolos_
 2._profetas_
 3._evangelistas_
 4._pastores__
 5._mestres_




8.Efésios:4:12 em diante temos o objetivo dos líderes dos ministérios:
 1. aperfeiçoamento dos santos para a _obra__ do _ministério_,
para _edificação_ do _corpo_ de Cristo;
 2. vers.14: para que não mais _sejamos meninos__, insconstantes;
 3.vers.15: seguindo a verdade em amor_cresçamos__em tudo naquele que é a cabeça,
Cristo.

Assim os santos são treinados para exercitarem as suas funções, pois cada cristão recebeu
a (s) capacidade(s) para atuar no corpo de Cristo. Esta é a terceira parte da missão tríplice
da igreja. É importante que o seu discípulo compreenda esta verdade, pois ele deve
envolver-se com o ministério da igreja. Não permita que seu discípulo seja um “crente
bancário”( fica só no banco)
Outros textos relacionados ao assunto são:Romanos:12:6-8; 1aCo:12:1-11, 28-30;
1a.Co:7:7; 1a.Pedro:4:10-11;

** A seguir o seu discípulo deverá ser informado de como se tornar membro de uma
igreja batista, especialmente da nossa. Explique para ele que isto acontece numa sessão
administrativa. Explique que a nossa igreja se reúne periodicamente para tratar dos
assuntos concernentes à mesma.

9.Formas de recepção de membros:

                                          71
1.Aclamação ou Testemunho: Pessoas que são batizadas por imersão em outra
denominação evangélica expressam o desejo de filiarem à igreja. Após compartilhar sua
experiência com Cristo, tendo comportamento cristão se a igreja ficar satisfeita decide
recebe-la em sua comunhão.

 2.Carta de Transferência: Uma pessoa ao mudar de residência ou por questões pessoais
deseja filiar-se outra Igreja Batista, solicita por meio da sua nova igreja a sua carta à sua
igreja anterior.

 3.Reconciliação: Quando uma pessoa foi excluida do rol de membros da igreja local, ou de
outra igreja batista, mas demonstra que está plenamente restaurada e que não há nada que a
impeça de voltar `a comunhão. Havendo provas da sua idoneidade é aceita.

 4.Profissão de Fé e Batismo: Uma pessoa que recebeu Jesus como seu Senhor e Salvador,
manifesta uma vida cristã, logo após a sua pública profissão de fé diante da igreja e aceita
por esta em assembléia será batizada por imersão.


10.Formas de desligamento de membros:

 1.Morte

 2.Transferência: A igreja desliga do rol, ao receber o pedido de outra Igreja Batista. O
pedido é liberado em assembléia da igreja.

 3.Exclusão: Por questões disciplinares, mau testemunho, ou a pedido da pessoa. Verifique:
Mateus:18:15-20, este texto nos ensina os quatro passos para ser efetivada uma exclusão.


ORAR: Para que Deus lhe dê condições para se tornar um membro eficaz no ministério da
igreja, usando as capacidades que Deus lhe deu.


                           VERSÍCULO PARA MEMORIZAR


 "Pois assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a
       mesma função, assim nós, embora muitos, somos um só corpo em Cristo, e
              individualmente membros uns dos outros." Romanos:12:4-5

                               LIÇÃO No.8 - O SENHORIO DE CRISTO.
                                            72
INTRODUÇÃO: No Novo Testamento a palavra Salvador aparece aproximadamente 24
vezes, no entanto a palavra Senhor aparece mais de 600 vezes. Leia Romanos:10:9 e
responda, qual é a confissão que deve ser feita com a nossa boca, _a Jesus_ como _Senhor_.

1.Leia Filipenses:2:5-11. Jesus se esvaziou a si mesmo, se humilhou e foi obediente até a
morte de cruz. Veja e anote os resultados.
vers.10 __Se dobrará todo joelho
vers.11 _e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor_

2.Leia Lucas:6:43-46. Jesus está falando de dois tipos de "seguidores" questiona à nossa
vida de seguidor de Jesus. Escreva o versículo 46,
_E por que me chamais: Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu vos digo_

À luz do texto responda, quais são às áreas da sua vida nas quais você vê e sente que Jesus
não é o Senhor, exemplo: familia, carro, casa, dinheiro, futuro, ações, pensamentos, leituras,
palavras, diversão, sexo, etc. Anote-as

**Aqui o discípulo deve expor áreas especifícas. Ensine-o a ser objectivo, direto. Ajude-o
em oração entregando estas áreas da vida
 .
  1. _____________________________________________________
  2. _____________________________________________________
  3. _____________________________________________________
  4.______________________________________________________
ORE: Entregue realmente estas áreas da sua vida no controle de Jesus Cristo e peça que o
Espírito Santo o ajude a deixar estas coisas sob o senhorio do Senhor Jesus.

*Há motivos para indicar que a primeira confissão de fé nas igrejas neotestamentárias foi
"JESUS CRISTO É SENHOR". Uma das razões de perseguição da igreja nos primeiros
seçulos, se deveu ao fato destes confessarem Jesus como Senhor e não César com Senhor,
visto que este último exigia esta confissão.

3.Leia Colosenses:1:12-13. Paulo louva a Deus Pai porque nos fez _idôneos_ para participar
da _herança_ dos santos e nos tirou _do poder das trevas_nos transportou _para _o reino
do seu Filho amado_

Um reino tem súditos, segundo este texto de quem sería o reino? _do Seu Filho amado/do
Senhor Jesus__. Você pode concluir e responder, quem são os súditos?_nós/os que
aceitaram a Jesus/os cristãos/os crentes em Cristo Jesus_.

                                          73
4.Leia Apocalipse:17:14 e responda Quais são os títulos dados a Jesus que indicam a sua
soberania, _Senhor __ dos _Senhores__ e _Rei__ dos _ Reis _.

5.Qual foi o fato que deu o direito a Jesus em se constituir Senhor. Leia Romanos:14:9,
 a sua _morte_ e
 a sua _ressurreição_

6.Até aqui temos aprendido que Jesus é o Senhor e Rei, isto significa que os cristãos tem um
relacionamento de soberania de,
  _súditos__ do Rei
  _servos/escravos_ do Senhor.

7.A idéia de súditos está ligada a Rei e de escravos ao Senhor. Esta é a idéia do Novo
Testamento. Na atualidade, por questões diversas e de educação se perderam a riqueza de
domínio que tinham estes títulos. O rei passou a ser praticamente uma peça decorativa e
qualquer um pode ser chamado de senhor, mesmo que não se lhe deva obediência.

8.Leia Romanos:6:16-20. O vers. 16 mostra dois tipos de servos,
 servos do _pecado_ para a _morte_
 servos da _justiça_ para a_obediência_
9.Leia Romanos:6:11-12 e complete,
 vers.11 estamos _mortos_ para o _pecado_
         estamos _vivos_ para _Deus__
 vers.12 _Não reine_, o pecado em vosso corpo mortal.

10. Veja os seguintes textos e observe as ordens, os mandamentos de Deus na Sua Palavra.
Anote-os resumidamente.
 Mateus:6:33_Buscai primeiro o Reino de Deus e sua justiça__
 João:13:34-35_Vos amei uns aos outros_
 Mateus:28:19-20_Fazei discípulos, batizando-os, ensinando-os_
 Hebreus:10:25_não abandonando nossa congregação_
 Hebreus:13:17_Obedecei a vossos pastores_
 Hebreus:12:14_Segui a paz com todos e a santificação_
 Romanos:12:9-15 vers.9._Aborrecei o mal_
                   vers.10__Amai-vos fraternalmente
                   vers.10_preferindo-vos em honra__
                   vers.11_não sejais vagarosos no cuidado_
                   vers.11_sede fervoroso no espírito_
                   vers.11_servindo ao Senhor_
                   vers.12_alegrai-vos na esperança_
                                          74
                   vers.12_sede pacientes na tribulação_
                   vers.12_perseverai na oração_
                   vers.13_acudi aos santos nas suas necessidades_
                   vers.13_exercei a hospitalidade_
                   vers.14_abençoai e não amaldiçoeis_
                   vers.15_alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que
choram__
**Como você tem obedecido estes mandamentos do Senhor Jesus escritos na sua palavra?
Quais você acha mais difícil de cumprir, por quê?

ORAR: Peça a Deus condicões de colocar a sua vida sob o senhorio de Jesus Cristo. Leia a
Palavra de Deus e ore para viver a vida cristã.

                           VERSÍCULO PARA MEMORIZAR

"Porque foi para isto mesmo que Cristo morreu e tornou a viver, para ser Senhor tanto de
                         mortos como de vivos"Romanos:14:9

                              LIÇÃO No.9 - TESTEMUNHO PESSOAL


INTRODUÇÃO: Pense um momento a respeito de como você chegou até aqui? Por que
você está lendo ou estudando esta revista? De alguma forma alguem falou de Cristo para
você, e isto é testemunho ou testemunhar.

** Faça estas perguntas para o seu discípulo e apresente-lhe como é importante o
testemunho pessoal

DEFINIÇÃO: o dicionário diz que testemunhar é confirmar, declarar, ter visto, manifestar,
demonstrar, expressar. Como você pode ver, tudo isto deve ser feito em relação à sua fé em
Cristo diante dos outros.

1. Leia Atos:1:8. Em suas últimas palavras, Jesus deixou clara uma promessa com objetivo.
A promessa é que os seus discípulos receberiam o_poder/a virtude_ do Espírito Santo para
_serem testemunhas/para testemunhar_ Cf. Mateus:28:18-20

**Oriente o seu discípulo de que o Espírito Santo tem um ministério especifico em relação
à evangelização - cf. João:16:7-11

2.Leia Lucas:24:45-48. O versículo 47 apresenta a mensagem a ser pregada _em seu nome
se pregasse arrependimento para remissão dos pecados__e a quem deve ser pregada_a
todas as nações__
                                        75
3.Leia e estude a seguinte passagem bíblica: Atos:22:3-15. O apóstolo Paulo apresenta sua
vida em 3 partes.

 3.1.A sua vida antes de receber Jesus como seu Senhor, versículos 3-5;
 3.2.Como ele se encontrou com o Senhor Jesus, versículos 6-13;
 3.3.A sua vida depois de receber Jesus como Senhor, versículos 14-15.

Leia o versículo 15 e complete a frase. Paulo se tornou uma _testemunha_

*Verifique junto ao seu discípulo como ele aplicaria na sua vida as três etapas descritas
acima.
4.Leia João 9:25-27. Jesus curou um cego de nascença e os religiosos não conseguiam
aceitar como sendo um milagre de Deus e afirmavam que Jesus era um pecador. O que o
cego respondeu ao ser interrogado?
_vers.25 Se é pecador, não sei; uma coisa sei: eu era cego, e agora vejo_

O cego falava do que tinha acontecido com ele, o que Jesus tinha feito em sua vida. Isto é
testemunho. Agora observe as perguntas feita ao cego no vers.26 Escreva-as:_Que foi que
te fez? Como te abriu os olhos?_.

É importante notar que o encontro com Jesus é uma experiência sobrenatural. Conhecer
Jesus não é simplesmente conhececer intelectualmente o que a Bíblia diz, senão que
também experimentar o que a Bíblia diz a respeito de Jesus: é um conhecimento bíblico-
empírico (Significa um conhecimento via “experiência pessoal”)

5.Uma sugestão para ajudá-lo no seu testemunho: escreva numa folha de papel as seguintes
etapas da sua vida:
 5.1.Como era sua vida antes de aceitar a Cristo?
 5.2.Como você aceitou a Jesus como seu Senhor e Salvador? Você lembra quem falou de
Jesus para você pela primeira vez?
 5.3.O que mudou na sua vida depois que recebeu Jesus Cristo como o seu Senhor?

** É importante que o seu discípulo tenha plena consciência de que a pessoa de Jesus traz
mudança para a vida diária. Deve haver uma consciência de que está seguindo a Jesus e
não uma comunidade onde o culto é bom, onde há curas, milagres, assistência. Jesus deve
ser a pessoa principal

6.Leia Atos:2:32. Pedro pregando declara que ele e os outros apóstolos eram testemunhas da
_ressurreição_ de Jesus.

                                         76
7. Leia Atos:4:12-20. Pedro e João, diante dum tribunal, religioso foram questionados na sua
fé. O vers. 13 nos diz que Pedro e João na sua intrepidez mostraram que estiveram com
_Jesus__. No vers. 18, os apóstolos foram proibidos de falar de Jesus. Anote as respostas de
Pedro e João a esta proibição que aparece nos vers. 19 e 20.
_Julgai vós se é justo diante de Deus ouvir-vos antes a vós do que a Deus; pois nós não
podemos deixar de falar das coisas que temos visto e ouvido_

8.Leia ainda 2a.Timóteo:4:1-2. Responda: Existe algum momento ou lugar em que não
devemos pregar a palavra de Deus, evangelizar? Se há, escreva em que momento. _Não. Em
todo tempo devemos estar falando de Jesus__
**Verifique que seu discípulo tenha alguém em mente para falar de Jesus.Em caso
negativo, incentive-o e ore com ele para descobrir aquele pessoa que será evangelizada

Decida agora em falar para os outros de Jesus e da sua experiência com Cristo. Coloque um
objetivo para os próximos dias, nesta semana. Escreva no espaço em branco: Eu vou falar de
Jesus para ____________
_____________________________________________ nesta semana.

**LEMBRETE:Não existem motivos, circunstâncias, razões, proibições que o impeçam
falar de Jesus para alguém. Seja uma testemunha fiel.

9.Leia Atos 10:39. Responda:O apóstolo Pedro diz: Nós _somos testemunhas_ de tudo
quanto [Jesus]_fez__.

10.Escreva algumas coisas que Jesus fez na sua vida e dê testemunho.
 1. _______________________ 2. ____________________________
 3. _______________________ 4. ___________________________

**Observe as mudanças do novo convertido. Anime-o de que Deus pode fazer muito mais
na sua vida
11.Leia João:1:40-42 e responda. André era:
 vers.40: irmão de_Simão Pedro__ e ele_seguiu_ a Jesus;
 vers.41: André achou seu irmão _Simão__ e lhe disse que
 tinha achado o _Messias_;
 vers.42: André tomou Pedro e o _levou_a Jesus.




12.Não basta somente dizer aos outros o que Jesus fez. Não basta só testemunhar daquilo
que Jesus fez, precisamos levar as pessoas até Jesus.
                                         77
Escreva João:1:12 _Mas, a todos quantos o receberam, aos que crêem no seu nome deu-
lhes o poder de se tornarem filhos de Deus_

Este texto diz que as pessoas precisam _receber__ Jesus e _crer_ no seu nome para se
tornarem filhos de Deus.

**Motive o novo convertido (seu discípulo) a não somente testemunhar da sua fé, mas de
levar pessoas até Jesus para que entreguem as suas vidas. Torne o seu discípulo num
ganhador de vidas

13. Leia 2a.Timóteo 2:1-2 e observe como Paulo "transmitiu"o seu ensino, o seu testemunho.
 De Paulo para _Timóteo_
 de Timóteo para _Homens fiéis_
 de homens fiéis para _outros__

14. Leia 1a.Coríntios:9:16. Como Paulo sentia a necessidade de pregar o evangelho? _Era
imposta essa obrigação, e ele disse: “ai de mim, se não anunciar o evangelho.

**Leia João:4:5-42. Observe como Jesus conduz uma "conversa evangelística". Veja os
resultados (vers.39-42).


ORAR: Peça a Deus oportunidade e ousadia para falar e testemunhar de Jesus. Peça
sabedoria para não perder as oportunidades e assim ser uma testemunha fiel ao Senhor.


                           VERSÍCULO PARA MEMORIZAR
  "Mas Pedro e João, respondendo, lhes disseram: Julgai vós se é justo diante de Deus
ouvir-vos antes a vós do que a Deus; pois nós não podemos deixar de falar das coisas que
                           temos visto e ouvido" Atos:4:19-20.



                                   LIÇÃO No.10 - A ORAÇÃO.


INTRODUÇÃO: A oração é um "exercicio"espiritual necessário para o desenvolvimento
da vida cristã. É um diálogo com Deus. Na oração estabelecemos um contato pessoal e
intímo com Deus. Com oração juntamente com a leitura da Palavra de Deus, podemos
crescer "na graça e no conhecimento de Deus.

                                         78
DEFINIÇÃO: Há muitas definições com relação a oração e uma das mais simples é :
"Oração é simplesmente se comunicar com Deus. É um diálogo entre duas pessoas que se
amam -Deus e o homem.(Bill Bright). (Faça o possível para decorar esta definição).

1. Leia Lucas 11:1 e responda. Jesus estava num determinado lugar, o que Ele estava
fazendo? __orando__. Após acabar as suas orações, qual foi o pedido que um dos seus
discípulos de Jesus fez? _Senhor, ensina-nos a orar_. Que outro personagem, segundo este
texto, tinha ensinado os seus discípulos a orarem? _João o batista__. O que Jesus fez?
_Ensinou a oração do Pai nosso_

**Oriente o novo convertido a compreender que o Pai nosso é umm modelo de oração e
que seu segredo está na em decorar a oraçào mas compreende-la

2.Vejamos alguns objetivos da oração:
 2.1. Leia Salmos: 42:1-2: Qual é a emoção ou sentimento que Davi sentia? _Anseio pelo
Senhor o Deus vivo/Sede de Deus/Desejo de Deus
 2.2. Leia Filipenses: 4:6-7: Qual é o ensino de Paulo sobre a oração? _Não andarmos
ansiosos mas apresentar a Deus todos os nossos pedidos pela oração e súplica com açòes
de graças_
 2.3. Leia Marcos:14:38: Jesus claramente apresenta uma dos objetivos da oração. Qual
é?_Para não entrar em tentaçào_
 2.4. Leia Colossenses:4:2-3:Paulo faz um pedido, qual é ?_Perserverai na oração,
velando nela com açòes de graça e orar por aqueles que pregam a palavra para que sejam
aberta as portas__
 2.5. Leia Hebreus:4:16: O que este texto no convida a fazer ? _Achegar-nos a Deus
confiadamente/Aproximar-se de Deus com confiança_


**Resumindo, então, nós temos que a oração objetiva: 1.Satisfazermos o anseio da alma; 2.
Apresentarmos as nossas necessidades a Deus 3. Nos fortalecermos para vencer a tentação;
4. Intercedermos por outros nas suas necessidades; 5. Mantermos a comunhão com Deus.

3.Vamos examinar um texto básico para oração e que é paralelo a Lucas 11:1. Qual foi o
pedido dos discípulos? _Ensina-nos a orar_
Então Jesus atendeu o pedido. Leia:Mateus:6:5-15
1. vers.5: não devemos orar como _os hipócritas_
2. vers.6:devemos orar _em secreto_
3. vers.7: não devemos usar _vãs repetições_

**O ensino de Jesus, no ítem 1 e 2, mostra que devemos ter intimidade e no ítem 3 mostra
que devemos possuir rotatividade, autenticidade, sinceridade (cf.vers.8).
                                        79
 3.1. Nos vers.9-15 Jesus dá o modelo duma oração:
     1. vers.9: Louvor a Deus. A pessoa de Deus é colocada em primeiro lugar. Responda: o
que é dito de Deus?_Pai nosso santificado seja o teu nome__
   2. vers.10: Primeiro pedido. O que deve ser pedido em primeiro lugar?_venha o teu reino,
seja feita a tua vontade_(Cf.Mt:6:33)
     3. vers.11: Segundo pedido. O que é pedido? _o pão nosso de cada dia nos dá hoje_
**Você observou que primeiro vem aquilo que Deus quer e depois o que o homem
precisa.
     4. vers.12: Confissão de pecado. Qual é o pedido?_e perdoa as nossas
dividas/ofensas_.Você observou que a confissão está ligada a uma atitude de cada um? O
que você entende do final do vers. 12? _Precisamos ter um espirito de perdão gracioso, sem
cobranças__
     5. vers.13: Pedido de socorro. Qual é o pedido? _e não nos deixes entrar em tentação
mas livra-nos do mal(__
**Aqui é mostrada a nossa pecaminosidade e a nossa luta diária. Uma tradução literal
sería: "Não permitas que as coisas aconteçam duma forma que me leve a pecar"(José
Miguel)
     6. vers.14-15:Mutualidade e perdão. Aqui é uma recomendação àqueles que oram.
Somos iguais diante de Deus e necessitamos perdoar.

4. Leia João:15:16. Este texto possivelmente nos mostra uma das condições principais para
que as nossas orações sejam ouvidas. Vejamos: Jesus nos _escolheu_ depois nos
_designou/enviou_ para que déssemos _fruto e o nosso fruto permaneça__ a fim de que
_tudo quanto perdirdes ao Pai em seu nome, ele vo-lo conceda__

5.Assim como temos a liberdade de orar, também podemos impedir as nossas orações.
Vejamos alguns obstáculos:
 5.1.Tiago:4:3_Pedimos mal_
 5.2.Tiago:1:5-8_duvidamos/somos vacilante/não temos fé__
5.3.1a.Pedro:3:7relacionamento familiar quebrado/conflitos conjugais
 5.4.Salmos:66:18_pecado não confessado/guardamos iniquidade__
 5.5.Mateus:6:7_usando vãs repetições_

6.Leia Apocalipse:8:3.Junto a que, no altar de Deus, são colocadas as oracões , na visão de
João? Faca seu comentário em relação a este texto ou à esta figura aqui mostrada:_as
orações se ajuntam com o incenso apresentado diante de Deus__

7.Algumas exortações ligadas à oração.
 7.1.1a.Tessalonicenses:5:17_Orai sem cessar___
 7.2.1a.Tessalonicenses:5:25_Orar por outros__
 7.3.Efésios:6:18_Orando em todo tempo__
                                         80
 7.4.Colossenses:4:2_Perserverai na oração__
7.5.1a.Timóteo:2:1-2,8_Orar por todos os homens,autoridades com maaos santas, sem ira
nem contenda_

8. Alguns passos práticos: 1.Procure manter um horário diário de oração e leitura bíblica.
2.Mantenha um caderno de oração. 3.Ore sempre. 4. Participe das atividade de oração na sua
igreja.

ORAR: Para que Deus derrame no seu coração "espírito de súplica".

                           VERSÍCULO PARA MEMORIZAR

"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas
                             a carne é fraca". Marcos:14:38


                             LIÇÃO No.11 - BÍBLIA: A PALAVRA DE DEUS

INTRODUÇÃO: Na lição anterior afirmamos que a oração é um diálogo, isto significa duas
pessoas conversando. Assim temos que na oração o ser humano fala com Deus, e na Bíblia
Deus fala com a pessoa. A Bíblia é uma das maneiras como Deus fala, por isso sempre deve
estar ao alcançe das pessoas.

1.Leia 2a.Timóteo:3:16-17 e responda:
 1.1. Toda Escritura é _divinamente inspirada__
 1.2. Escreva as seis maneiras em que as Escrituras são proveitosas:
    1. _ensinar_
    2._repreender_
    3._corrigir__
    4._instruir em justiça_
    5._para que o homem de Deus seja perfeito__
    6._perfeitamente preparado para toda boa obra_
    Use o dicionário de português e escreva ao lado o significado das quatro primeiras
palavras e observe o alcançe da palavra de Deus.
**o termo "inspiração"significa que "Deus assoprou"comprovando que a origem das
Escrituras é divina.(Leia 2a.Pedro 1:20-21)

2. Leia Hebreus 4: 12. A palavra tem poder e alcance. Observe.
2.1. A palavra de Deus é _viva__ e _eficaz_
2.2. Ela é poderosa porque é mais_cortante que uma espada_
2.3.Ela penetra _até a divisão da alma e espírito e de juntas e medulas
                                           81
2.3.Ela é apta_para discernor os pensamenteos e intenções do coração

3. Escreva ao lado dos textos os benefícios ou a finalidade da Palavra de Deus (Bíblia).
 3.1.João:20:30-31_Para crer que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus_
 3.2.Salmos 19:11_Somos advertidos e temos recompensa__
 3.3.Salmos 119:11_Não pecar contra Deus_
 3.4.Romanos:15:4_Termos esperança_
 3.5.Salmos:119:92_Não perecer na angústia_
4.Leia Josué:1:1-9. Examine os vers.7-8 e responda: Deus deu ordens claras para Josué em
relação à Lei dada a Moisés , ou seja, a palavra de Deus. Quais são estas ordens?
 4.1._Fazer conforme toda a lei_
 4.2._não se desviar dela_
 4.3._não se aparte da boca_
 4.4._medita nela dia e noite_
 4.5._fazer conformetudo quanto nela esta escrito

5. Segundo o texto de Josué:1:7-8 examinado acima, Deus apresenta a Josué duas
consequências, se Josué seguisse a palavra dada por Deus. Quais são estas duas
consequências?(Observe as partes finais dos vers.7-8)
 5.1._a fim de que sejas bem sucedido por onde quer que andares__
 5.2._farás prosperar o teu caminho e serás bem sucedido_

6.Há necessidade do cristão se alimentar da palavra de Deus. Vejamos alguns textos que nos
ensina a como assimilar a palavra de Deus. Anote, quais são estas maneiras.
 6.1.Romanos:10:17_ ouvir__
 6.2.Apocalipse:1:3_lê, ouve, guarda__
 6.3.Atos:17:11_examinando diariamente_
 6.4.Salmos:119:11;Deuteronômio:11:18_esconder/decorar/gravar_
 6.5.Salmos:1:2;Josué:1:8_meditar__
 6.6.Salmos:119:4;Tiago:1:22-23_observar, cumpridores_
 6.7.2a.Timóteo:2:2;4:2;Mateus:28:19-20_ensinar/transmitir/discipular

7. Examine as maneiras de assimilar (alimentar-se) da palavra de Deus. Agora, escreva
algumas formas práticas de como fazer isto.
 7.1._____________________________________________________
 7.2._____________________________________________________
 7.3._____________________________________________________
 7.4._____________________________________________________
 7.5._____________________________________________________
 7.6._____________________________________________________
 7.7._____________________________________________________
                                        82
** Pense, como e quando você pode praticar isto?

**Apresentar diferentes maneiras: estudos bíblicos diáiros, Escola Bíblica Dominical,
ouvir sermões, leituras de sermões, leitura da bíblia, decorar, participar de retiros,
encontros bíblicos, discipular, etc

8. Sugestões práticas:

 8.1.Leia a Bíblia diariamente e marque, sublinhe os textos que "falam" com você. Desafie-se
a ler a Bíblia durante um ano;
 8.2.Use um caderno de estudos particulares;
 8.3.Anote no seu caderno os sermões do seu pastor;
 8.4.Memorize textos bíblicos;
 8.5.Estude a palavra de Deus nas atividades oferecidas pela sua igreja (estudos em grupos,
Escola Bíblica, etc.);
 8.6. Peça orientação do seu pastor ou professor na compra de livros ou material que o
ajudem a estudar a Bíblia. (Não compre sem uma orientação segura, de alguém que pratique
o estudo da palavra);
 8.7.Faça todo o possível para sempre ler e estudar a palavra de Deus.

ORAR: Peça a Deus, disposição, "fome" pela sua palavra. Que o seu Espírito Santo esteja
dirigindo a sua vida para aplicar na prática o ensino do Senhor dado na sua Palavra.

                           VERSÍCULO PARA MEMORIZAR

"Lampada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho" Salmos:119:105.




                                  LIÇÃO No.12 - AS PROVAÇÕES.

INTRODUÇÃO: Geralmente as pessoas possuem uma visão errada da vida cristã. Alguns
ensinam que o cristão não passa por tribulações, angustias, tentações, etc. Mas se fizermos
um exame minucioso das Escrituras Sagradas veremos que isto não é verdadeiro. Leia
João:16:33. Há muitos textos que nos advertem das tribulações como também nos mostram




                                          83
que devemos confiar em Deus. Esta lição está baseada na Epístola de Tiago **.Leia toda a
epístola antes de continuar com o estudo.

DEFINIÇÃO: A palavra bíblica para provação ou tentação na língua original é a mesma, a
qual pode significar: 1. "provação"ou, 2. "tentação, atração ao pecado". O autor da epístola
de Tiago desenvolve esta diferença entre a provação positiva que nos leva a vida(às vezes
através do sofrimento para galardões no fim), ou a tentação negativa que nos leva à morte (às
vezes através da riqueza para juizo final).

1. Escreva e decore o texto de Tiago:1:12. _Bem aventurado o homem que suporta a
provação; porque, depois de aprovado, receberá a coroa da vida, que o Senhor prometeu
aos que o amam_.

2. Vamos examinar o texto de Tiago:1:2-16 e descobriremos a distinção entre provação e
tentação.

 2.1. Os vers. 2-12 nos mostram que as provações nos levam à vida:
     vers.2-4 : ser provado produz_a perserverança__
   vers.5-8 : Tiago nos ensina o que devemos pedir para suportar a provação;o que devemos
pedir a Deus?_sabedoria__
   vers.9-11: O que é inútil para suportar a provação (Cf. ver.10) _a riqueza___.
    vers.12 : Depois de aprovado, o que é prometido a quem suporta a provação?_a coroa da
vida__Quem fez esta promessa? _o Senhor_


 2.2. Os vers.13-18 nos mostram que as tentações nos levam a morte:
    vers.13 : Quem não é a fonte da tentação?_Deus__
    vers.14-15: O que nos leva a pecar?A própia cobiça/concupiscencia
    vers.16-18: Tiago diz (vers.16) que não nos_enganemos_

 2.3.Nos vers.17-18, Tiago apresenta quatro características de Deus. Anote-as:
   1._Pai das luzes__         3._não há mudança__
   2._Dadivoso perfeito__     4._nem sombra de variação___

 2.4. Nos vers.17-18, Tiago apresenta Deus como fonte de três coisas relacionadas com o
cristão. Anote-as:
   1._doador de toda boa dádiva__ 2._doador de todo dom perfeito__
   3._nos gerou para que fôssemos primícias das suas criaturas__
**
 Horrell, J. Scott; Teologia do Novo Testamento: Os Escritos Não-Paulinos. Ed. do autor. São Paulo, 1990. Xerox. p.59-64.
Adaptado para esta lição.

                                                            84
3.Na epístola de Tiago o autor mostrará como deve ser a resposta correta para enfrentar a
provação. Leia Tiago:1:19-4:17.

3.1. No texto de 1:19, Tiago nos apresenta três atitudes que devemos tomar diante da
provação. Quais são estas atitudes. Escreva-as:
  1._pronto para ouvir__
  2._tardio para falar__
  3._tardio para se irar_

** O interessante é, que o autor da epístola vai desenvolver quase todo o resto da epístola
exortando os cristãos a respeito de como praticar estas atitudes. É isto que veremos a seguir.

4.Seja Pronto Para Ouvir: Uma das coisas que Tiago coloca, veja vers.1:21, é que o cristão
deve despojar-se, rejeitar toda_sorte de imundice_ e _de todo vestígio do mal, recebei _ com
mansidão a _palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar as vossas almas.

Então a primeira coisa a ser feita para estar pronto para ouvir é: "Coloque A Palavra No
Coração ".

A segunda coisa a ser feita está no texto de 1:22-27. Observe os vers.22-23 e responda,
Tiago exorta a que sejamos _cumpridores_ da palavra e não somente_ ouvintes, __. Pois
quem ouve e não cumpre se _engana__ a si mesmo. E no vers.25 o autor indica que aquele
que pratica ou executa a obra é _bem-aventurado no que fizer
Então não somente colocar a Palavra no coração, é que auxilia a ser pronto para ouvir, mas
também, em segundo lugar, "Praticar A Palavra".

A terceira coisa que nos auxilia para estar pronto para ouvir está no texto de 2:1-13. Leia o
texto. Qual é a atitude que o autor da epístola esta condenando? Cf. vers.9_acepção de
pessoas_
O que o cristão deve fazer então é, "Prevenir A Parcialidade Na Igreja".

E a quarta coisa que ajuda para estar pronto para ouvir é apresentado no texto de 2:14-26.
Leia o vers.17 e responda, uma fé viva é apresentada por meio das _obras_isto significa que
crer no Senhor Jesus e cruzar os braços é uma fé _estéril/morta_.(Cf.vers.20 e 26).
Então finalmente temos o verdadeiro cristão deve "Fazer Obras Como Demonstração Da
Sua Fé".

*Então resumindo: estar “pronto para ouvir” precisa de: 1. Colocar a palavra no
coração. 2. Praticar a Palavra. 3. Prevenir a parcialidade na Igreja e 4. Fazer obras como
demonstração da sua fé.
                                          85
5.Seja Tardio Para Falar: Tiago vai apresentar no texto de 3:1-18, duas formas que podem
ajudar nesta atitude. Leia o texto

 5.1.Leia 3:5-10 e apresente algumas características que são apresentadas nestes versículos
em relação à lingua. _pequeno membro que se gaba, é um fogo, contamina o corpo,
inflama, indomável, peçonhenta, etc.__
Então, embora não se pode domar a lingua, Tiago ensina a primeira coisa para ser tardio no
falar é, "Controle A Sua Língua".


5.2. Leia 3:13-18. Como a pessoa deve mostrar que é sábia e entendida?
_mostre pelo seu bom procedimento as suas obras em mansidão de sabedoria___

** A definição bíblica de sabedoria está ligada ao aspecto prático, de boas obras, de serviço
e não exclusivamente a um conhecimento intelectual. Sabedoria é a aplicação prática do
conhecimento.

5.3. Anote as três características da sabedoria que "não vem do alto" segundo o texto 3:15.
_terrena, animal e diabólica__

5.4. Anote as características da sabedoria que "vem do alto" segundo o texto 3:17_pura,
pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia, de bons frutos, sem parcialidade, sem
hipocrisia__.

Então, a segunda coisa que o autor da epístola de Tiago ensina, para ser tardio no falar é,
"Seja Sábio Na Conduta".

**Resumindo para ser ” tardio no falar” : 1. Controle Sua língua 2.Seja Sábio na
Conduta

6.Seja Tardio Para Se Irar: Este é a última atitude que o autor da epístola mostra para
reagir corretamente diante da provação. Leia Tiago:4:1-17.

6.1. No texto 4:1, temos uma pergunta, qual é? _Donde vêm as guerras e contendas entre
vós?__ e uma resposta em forma de pergunta, qual é? _Porventura não vêm disto, dos
vossos deleites que nos vossos membros guerreiam_.
 No texto 4:2 são apresentadas alguns sentimentos negativos que existiam entre os irmãos
da igreja, anote-os: _Cobiça, invejas, discordia


                                          86
6.2. Anote o conselho que Deus dá na epístola de Tiago:4:10 _Humilhai-vos perante o
Senhor__

Temos que a primeira coisa a ser feita para ser tardio em se irar é, "Não Brigar Um Com Os
Outros".


6.3.Nos vers.4:11, temos a exortação de Tiago aos cristãos. Anote-a:
_Não falei mal uns dos outros_.Segundo Tiago, falar mal do irmão é _julgar_ seu irmão,
fala mal da _lei_ e _se torna juiz da lei/ julga _ a lei.

Então temos que a segunda coisa que deve ser feita para ser tardio em se irar é, "Não Julgar
Uns Aos Outros"

 6.4. Leia o texto de Tiago:4:13-17. Neste texto o autor da epístola nos mostra a última
forma para ser tardio em se irar.
Observe o vers.16 e responda, Qual era o motivo de glória dos cristãos? _as presunções__.

6.5. Qual é a característica desta glória, _maligna_

 6.6. Anote e medite no texto de Tiago:4:17._Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o
faz, comete pecado_.

Temos que a terceira coisa que deve ser feita para ser tardio em se irar é "Não Dar Lugar
A Soberba ou Presunção".

**Resumindo então temos que para ser”tardio em irar-se” é necessário: 1.Não brigar uns
com os outros. 2. Não julgar uns aos outros. 3. Não dar lugar a soberba ou presunção.

ORAR: Peça a Deus que o ajude a colocar em práticas estas atitudes positivas para reagir
bem diante das provações. É que sua vida se torne modelo para outros e assim alcançar vidas
para o Senhor.


                           VERSÍCULO PARA MEMORIZAR

     "Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós". Tiago:4:7.




                                          87
 DESENVOLVENDO A EVANGELIZAÇÃO PESSOAL

      Não há lugar a dúvidas que uma das mais importantes tarefas da igreja é a
evangelização. No volume anterior afirmamos que mesmo aqueles que pensam
que a principal missão da igreja é adoração devem entender que cumprindo
aquilo que Jesus ordenou é a melhor formar de adorá-lo e demonstrar o nosso
amor por Ele. Desta forma podemos crer que adoração e missão é uma moeda ou
nota com duas caras e se faltar um lado esta moeda ou nota é falsa
     Durante a história da igreja tem-se desenvolvido métodos, formas de falar
do evangelho. Grande parte da igreja tem se esforçado em cumprir a grande
comissão. Reconhecemos, no entanto, que muitas vezes todas as programações,
métodos etc., têm sido infrutíferos, ou ainda, a colheita muito pequena. Mas,
pouco a pouco, a igreja toma consciência de que a evangelização nada mais é
que o início do cumprimento da grande comissão e que ela deve ser concluída
no discipulado. Podemos afirmar que o “Ide” de Jesus é a evangelização e
ponto de partida que deve levar ao discipulado.
      Quando dizemos de muitas atividades infrutíferas na evangelização, não
somente nos reportamos a ineficiência ou falta de criatividade dos métodos, mas
ao mesmo tempo consideramos a ausência de dois elementos importantes para o
crescimento da igreja: os fatores espirituais (oração, santificação, unção, etc.) e
falta de treinamento ou equipamento para a evangelização. A nossa intenção é
dar algum modelo que possa ajudar os membros de uma igreja local a
praticarem a evangelização pessoal.
      É necessário advertir que não existe método infalível ou inflexível. O que
se apresenta aqui são estudos simples que poderão ajudar os crentes à
receberem uma orientação particular ou um estudo em duplas para se tornarem
mais efetivos na evangelização. Ganhando, desta forma, vidas para Cristo, as
quais serão discipuladas no mesmo estilo de um “ganhador de almas”. O que
oferecemos aqui não tem nada de original, mas trata-se de uma sistematização
simplificada de alguns métodos que existem, os quais podem ser usados
individualmente ou o próprio leitor criar o seu próprio método. São estudos que
poderão ser usados dependendo as circunstâncias da evangelização e o contexto.
O importante é ter as ferramentas necessárias e ganhar o ser humano para Jesus.
     Não deve ser esquecido que o importante é transmissão do evangelho, do
plano de Deus para o ser humano, e isto não pode ser colocado dentro de um
                                        88
quadrado de forma inflexível. Cada época tem as suas características e
peculiaridades e as igrejas devem ser criativas em saberem ler os “ sinais dos
tempos”.
            Ao mesmo tempo as circunstância pessoais de cada indivíduo levara
o evangelista a ter uma palavra certa no momento certo para uma situação certa.
Cabe ao leitor ou ao discipulador-discípulo experimentar diferentes tipos de
situações e verificar diferentes possibilidades de como transmitir o evangelho.
Aprender a transmitir o evangelho sempre será um desafio renovador para a
igreja a qual não poder ficar aquém nem além do seu momento histórico cultural


                              ESTUDO No.01

                    RAZÕES DA EVANGELIZAÇÃO

INTRODUÇÃO: Uma das coisas admiráveis que podemos ver em nossa vida é
a possibilidade de compartilhar a nossa fé em Cristo. Ele nos escolheu para que
déssemos “muito fruto”; pois é nisto que Deus “é glorificado” e assim seremos
os seus discípulos (Jo:15:8). Também devemos entender que nós fomos
alcançados através de um meio de evangelização; alguém nos comunicou o
evangelho.

1. O AMOR DE DEUS PARA COM O SER HUMANO.
     Mesmo aqueles que não tiveram a experiência de um novo nascimento
declaram com convicção que tudo o Jesus ensinou e fez foi motivado por amor
à humanidade. Vemos um exemplo claro do seu amor no seu encontro com a
mulher samaritana (Jo:4), e com outras pessoas que foram marginalizadas pela
sociedade como foi o caso de Zaqueu. Leia Lc:19:1:10. No versículo 10 Jesus
declara a razão da sua vinda, anote os versículo 10:



Escreva e decore João 3:16:




                                      89
2. A ORDEM DO SENHOR PARA A SUA IGREJA
Conta-se a seguinte estória: quando Cristo chegou vitorioso ao céu, foi saudado
efusivamente pelos anjos. Um anjo então perguntou-lhe: - Senhor, terminaste a
tua obra na terra. Mas agora, quem vai levar a mensagem as nações? O Senhor
respondeu-lhe: -Eu deixei doze homens treinados para desempenharem essa
tarefa. Confiei à igreja essa incumbência. O anjo então retrucou: Mas Senhor, e
se a igreja falhar? -Se a igreja falhar, eu não tenho outro método foi a resposta
do Senhor.
Em Mateus 28:18-20 lemos: “Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda
autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de
todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espirito Santo;
ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que
estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos”
Anote as três ações ordenadas por Jesus:              ___________________,
____________________, ___________________________. Estas três estão
precedidas pelo Ide (evangelização). Como crentes somos responsáveis pelo
discipulado mas tudo isto começa com o Ide. Este é o primeiro passo para fazer
discípulos.
Escreve Atos:1:8 E Cf.At:10:39:




Uma vez recebido o dom do Espírito Santo o cristão tem a tarefa de __________
Escreva Efésios:5:18 :



3.O TESTEMUNHO PESSOAL
Muitos cristãos, embora piedosos, apresentam uma desculpa para não praticarem
a evangelização pessoal. Eles dizem: “não tenho dom de evangelismo. De certa
forma isto é uma verdade embora parcial, pois nem todos têm o dom de
                                       90
evangelista, todos são chamados a “testemunharem da sua fé” (Cf. At:1:8). Isto
pode ser através de um testemunho sistemático do plano da salvação ou um
simples testemunho do “ encontro pessoal com Jesus”.
Quando o testemunho pessoal é apresentado sob a unção do Espírito Santo, o
testemunho irá:
1. ajudar você a identificar-se com o ouvinte;
2. abrir os corações obstinados e ,
3. oferecer oportunidade para compartilhar o evangelho de maneira não
   ameaçadora.
4. UM EXEMPLO DE TESTEMUNHO PESSOAL - Leia/Estude Atos:22:3-15.
O Apóstolo Paulo apresenta a sua vida em 3 partes:
4.1. A sua vida antes de receber Jesus como seu Senhor, vers. 3-5;
4.2. Como ele se encontrou com Senhor Jesus, vers. 6-13;
4.3. A sua vida depois de receber Jesus como Senhor, vers. 14-15.
Leia o versículo         15 e complete a frase: Paulo se tornou uma
________________
5. ALGUNS CUIDADOS NO TESTEMUNHAR
5.1. Não use o “evangeliquês”. As palavras que não são familiares ao ouvinte
  não comunicam a verdade. Evite termos como: expiação, justificação, santos,
  etc. Lembre-se que embora teológicos e corretos os termos são ininteligíveis
  para o ouvinte;
5.2. Não exagere, não faça rodeios, não enfatize a sua maldade passada;
5.3. Não mencione igrejas ou denominações falando negativamente;
5.4. Não dê a impressão de que a vida cristã é um “mar de rosas”;
5.5. Enfatize o amor de Deus, a graça perdoadora, o perdão restaurador, a
  esperança de vida, a direção de Deus pela Sua Palavra etc.
6. SUGESTÕES PARA COMPARTILHAR O TESTEMUNHO
                                        91
 6.1. Seja amoroso, convincente. Seja claro num tom de voz natural;
 6.2. Sorria com frequência, mas seja natural;
 6.3. Evite pregar (tom de voz) e pressionar as pessoas a que devam tomar uma
   decisão imediata;
 6.4. Seja cordial, positivo, amável. Identificando-se com o seu ouvinte. Lembre-
   se que você está dialogando e não pregando;
 6.5. Memorize o seu testemunho e pratique até que ele se torne natural. Não
   seja longo. Bastam de 3 a 5 minutos.

 ORAÇÃO: Peça a Deus a unção do Santo Espírito para que você tenha
 facilidade em comunicar a verdade do evangelho e o seu testemunho de fé.




                                   ESTUDO No.02**
                        Passos Para Um Testemunho Frutífero

 INTRODUÇÃO: Uma coisa importante que deve ser entendida é o fato de que
 temos uma missão a cumprir e o que o Espírito Santo também tem um
 ministério a realizar em quanto evangelizamos. Leia João:16:7-11. Desta forma
 na evangelização o cristão não esta sozinho. Cf. Mt:28:20
 1.TENHA CERTEZA DE QUE VOCÊ É UM CRISTÃO
 Este é naturalmente o primeiro passo, pois ninguém pode ser uma testemunha
 para Cristo se não conhecer a Cristo pessoalmente. Responda: Cristo está em
 sua vida____________________. Como você sabe que Ele está na sua vida
 _______




2. CONFESSE A DEUS OS SEUS PECADOS.

**
  As lições 2 e 3 foram extraídas/adaptadas do material de “ A Igreja Dinâmica” Evangelização Pessoal Passo a Passo. Usado
com permissão do Ministério “ A Igreja Dinâmica” no Brasil
                                                               92
2.1. Peça ao Espírito Santo para mostrar a você todo pecado não confessado.
2.2. Apresente-se a Deus       para receber o seu perdão através da graça
  restauradora.
2.3. Decore e creia em 1a.João:1:9.
2.4. Agradeça a Deus pelo seu perdão e purificação.
2.5. Pode ser necessário pedir a outros que perdoem você, fazendo restituição
  quando houver necessidade.

3. ESTEJA CHEIO DO ESPÍRITO SANTO - Ef:5:18
Deus deseja encher o cristão do Seu Espírito. É desta forma que se pode
experimentar o perdão e o amor de Deus. Ao mesmo tempo temos condições de
viver um vida cristã frutífera. Ser cheio do Espírito Santo só acontece pela fé. O
Cristão deve confiar nas promessas de Deus e de que é da sua vontade que o
cristão seja cheio do Espírito. Escreva 1a.João:5:14,15:




4. ESTEJA PREPARADO PARA COMPARTILHAR O EVANGELHO
O cristão deve estar preparado para compartilhar a mensagem do evangelho
claramente. Jesus tornou-se o evangelho mediante a sua morte e ressurreição.
Ele não é apenas um guia para uma vida feliz, mas a mensagem solene de que
estamos falando de Deus e só Cristo pode salvar-nos. Qualquer outra mensagem
além do evangelho de Cristo não é evangelização. O evangelho se acha
resumido em 1a.Coríntios 15:3-4. Escreve estes versículos a seguir:




                                        93
5. ESTEJA SEMPRE ORANDO
Oração é essencial para a evangelização. É pela oração que o cristão recebe
ousadia, autoridade e condições para a evangelização. Fale com Deus sobre os
perdidos antes de falar aos perdidos de Deus. Segundo o texto de 1 a.Timóteo 2:4
qual        é        claramente         a       vontade        de         Deus?
__________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
Ore com sinceridade. De acordo com Filipenses;4:4-7 como devemos orar?
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
6. ESTEJA INDO
Cristo deu uma ordem para ir e contar as boas novas e assim fazer discípulos.
Inicie a sua prática de evangelização indo até as pessoas. Um bom começo e
retribuir a visita que fazem alguns aos cultos da igreja. Para isto siga alguns
passos simples. Algumas orientações já foram vistas no capítulo anterior.
6.1. Se possível, marque uma visita.
6.2. Prepare-se intelectualmente e espiritualmente.
6.3. Ao chegar à casa, apresente-se. Seja pontual.
6.4. Estabeleça a comunicação. Num capítulo anterior falamos da sigla FIEL.
  Este é o momento de usar esta estratégia.
6.5. Compartilhe o evangelho.
6.6. Prontifique-se a estudar o evangelho com esta pessoa. Veja na
  possibilidade de haver uma decisão por Cristo. Seja prudente. Não pressione.
6.7. Se houver decisão prontifique-se a fazer o acompanhamento. Senão,
  ofereça-se para voltar noutra oportunidade.
7. FALE SOBRE O SENHOR JESUS CRISTO


                                        94
Testemunhar é apresentar uma Pessoa, o Senhor Jesus Cristo e o plano da
salvação. Leia 1a.Coríntios:1:23-24. Responda qual foi o assunto de
Paulo?__________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
_
Estude os seguintes textos que falam a respeito de Jesus; Colosenses: 1:15-17;
Hebreus:1:3-8; João:1:1-5,12-14;10:30; 14:5-10, Lucas:19:10.
8. ESPERE ALGUMA RESPOSTA
Quando um cristão fala sobre Jesus e o plano que Ele tem para o homem sempre
haverá uma resposta. Positiva ou negativa. Sem dúvidas que o desejo maior é
que todos entreguem sua vida a Cristo, porém, quem realiza a obra de
convencimento, conversão e regeneração se chama Espírito Santo. Espere
resultados positivos por causa do amor e da graça do Senhor e não pela sua
eloquência ou facilidade de comunicar a palavra. Sem dúvidas que estas são
ferramentas que Deus usa, porém confie nEle que o demais tudo fará.
ORAÇÃO: Peça a Deus que o torne um cristão frutífero e que muitas vidas
cheguem ao conhecimento do Senhor Jesus por meio de você.


                        ESTUDO No.03
           Usando Material Para o Evangelismo Pessoal


INTRODUÇÃO: É importante que o evangelizador use algum material fácil de
ser manuseado por alguém não-cristão. O melhor é um tipo de folheto de fácil
leitura, de linguagem simples, clara e sem excessiva linguagem teológica. Evite
usar folheto somente de citações bíblicas, letra miúda. Na produção evangélica
existem alguns bons folhetos. Faça uma detalhada avaliação.
1. PONTOS POSITIVOS DO USO DO FOLHETO
1.1. O evangelho pode ser visto e ouvido;
1.2. O evangelho pode ser deixado com a pessoa, o que pode ajudá-lo a tomar
  uma decisão posterior ou ainda faze-la após a visita;

                                       95
1.3. Quem recebeu o folheto pode compartilhar com outro o mesmo.
2. SENSIBILIDADE EM RELAÇÃO AO OUVINTE/LEITOR
2.1. O propósito é apresentar o evangelho de Jesus e não pressionar ou
  convencer alguém a tomar um compromisso com Cristo. Só Deus pode mudar
  o coração de uma pessoa. O verdadeiro sucesso no testemunho não é o fato da
  pessoa orar conosco, mas a nossa fidelidade em ir e compartilhar o evangelho
  de Jesus.
2.2. O cristão deve estar seguro daquilo que está fazendo é pelo amor que sente
  pelo ser humano e não para cumprir uma estatística ou um determinado alvo
  da igreja, embora estes possam servir de estímulo, mas nunca a motivação
  principal.
2.3. O evangelizando deve ficar com uma posição favorável ao evangelho e
  nunca machucar os ouvidos ou a sensibilidade humana do ouvinte.
2.4. Seja sensível ao interesse do indivíduo e à orientação do Espírito Santo. A
  maneira mais simples é ir lendo o folheto com a pessoa e dando uma
  explicação muito breve. Tome cuidado em não fazer uma leitura mecânica,
  rápida e ininteligível.
2.5. Seja ousado e não tímido ou inseguro na apresentação, afim de percebam
  que você sabe do que está falando. Seja convincente, mas não pressione para
  ser tomada uma decisão.
3. SUGESTÕES PARA A APRESENTAÇÃO DO FOLHETO
3.1. Personalize a apresentação usando o nome da pessoa. Mostre uma atitude
  descontraída e sorridente.
3.2. Segure o folheto de modo que possa ser visto claramente pelo ouvinte. Use
  uma caneta ou lápis como indicador para mostrar os pontos principais e
  diagramas (se existirem), levando o indicador verticalmente página abaixo em
  vez de para trás e para frente sob cada sentença.
3.3. Como regra geral, tente ler o folheto inteiro. Mas não se sinta obrigado a ler
  se não prende atenção do ouvinte. A medida que fizer a leitura, sentindo que
  não há resposta, pare e pergunte: “Isso faz sentido para você? Ou você
  compreende essa verdade? Se o ouvinte pedir o esclarecimento de um ponto

                                        96
  ou tiver uma dúvida que não possa ser adiada até depois da apresentação do
  evangelho, pare e responda.
3.4. Quando surgirem perguntas que desviem o assunto, explique que a maioria
  delas será respondida à medida que o folheto for sendo lido. Você pode dizer:
  “Essa é uma boa pergunta. Vamos falar sobre isso depois de terminar a leitura
  do folheto”. É melhor responder as perguntas depois de feito o convite para
  receber Cristo.
4. PREPARANDO A PESSOA PARA O CONVITE PARA RECEBER
   CRISTO
** É importante estudar e aprender aquilo que apresentamos em capítulo
anterior (Desenvolvendo a Recepção e Visitação)e que identificamos com a
sigla FIEL. Pode ser aplicado neste contexto.
1. O folheto que está sendo usado deve ter um espaço (senão introduza-o) que
   leve o ouvinte a tomar uma decisão por Cristo.
2. Leve a pessoa a sentir a necessidade de Deus.
3. A pessoa deve entender que o folheto trata da sua situação particular.
4. No fim da apresentação do folheto faça a seguinte a pergunta: Tudo isto fez
   sentido para você? Você não gostaria de receber Jesus neste instante. Se a
   resposta for afirmativa ajude a pessoa a orar e ofereça-se para visitá-lo
   novamente e estudar a bíblia junto. Convide-o para visitar a sua igreja
   oferecendo-se para ir buscá-lo na sua casa.
5. Se a resposta for negativa, não se sinta frustrado. Convide-o para os cultos da
   sua igreja. Agende uma nova visita. Antes de sair peça permissão para orar.
   CUIDADO !! não faça oração imprecatória. Peça a Deus que a sua graça e
   paz estejam no lar.
ORAÇÃO: Peça a Deus sabedoria para poder comunicar o seu evangelho com
graça.




                        REFLEXÕES FINAIS
                                        97
  Nesta parte final, nosso desejo particular é dizer: Mãos à obra!. Está tudo
pronto. Isto poderíamos fazer crendo que temos oferecido o processo básico
completo de uma filosofia de ministério. Se os crentes forem treinados com
simplicidade e sem muitos alardes poderemos ver resultados a curto prazo no
crescimento da igreja, embora saibamos que muito depende do contexto onde se
realiza o ministério. Porém, tanto o material aqui apresentado como o volume
anterior são flexíveis, de fácil assimilação e aplicação.
  O material apresentado pode levar uma pessoa a tornar-se um crente frutífero.
Evidente que a simples transmissão teórica do material não fará o seu efeito
completo se o discipulador não se tornar exemplo para seu discípulo. Cremos
que o fator principal estará no modelo daquele que discipula. Nada adiantará
transmitir as verdades expostas se o discipulador não encarnar essas verdades.
  Temos nos limitado a dar uma pequena orientação para que o trabalho, não
somente dos pastores, mas daqueles que estarão realizando a obra, seja feito com
sucesso. O desejo particular do autor é que isto se transforme numa verdadeira
ferramenta na evangelização e discipulado. Se o leitor se sentir impulsionado a
realizar esta obra já teremos alcançado parte do nosso objetivo, sem dúvidas que
ele se tornará total quando você alcançar alguém para Cristo e em seguida, este
alguém seja levado a tornar-se um discípulo frutífero do Senhor Jesus .
  Uma das história bíblicas que gostamos de apresentar em nossas pregações é o
encontro de Jesus como a mulher de Samária (Jo:4:4-30 e 39-42). É uma
verdadeira aula de evangelização e de um curto discipulado, embora o texto não
nos ofereça subsídios de quanto tempo Jesus gastou com a mulher samaritana,
porém, podemos perceber que foi o suficiente para que ela se tornasse numa
verdadeira evangelista da cidade. Esta entrevista de Jesus nos dá razões
suficientes para levar os cristãos de hoje a compartilharem sua fé. Gostaríamos,
de expor, brevemente, as razões do propósito de uma reflexão final e incentivo
para o trabalho da evangelização:
  1. A Importância do Ser Humano: versículos 4-9
  Nestes versículos temos o início do diálogo de Jesus. Parece que todo o
cenário estava preparado para esse encontro. Mas haviam algumas dificuldades a
serem vencidas. Mas é no transpor destas barreiras que Jesus mostra que o ser
humano é importante, independente das suas condições sociais.
                                       98
  Jesus transpõe a barreira racial, pois o próprio texto diz que judeus e
samaritanos não se falavam. Falar com samaritanos era ficar impuro, a mesma
coisa estava no fato de usar utensílios samaritanos. O judeu ficaria eternamente
impuro, essa era a tradição e a religiosidade da época.
  A barreira social é transposta pois os homens e mulheres nunca se falavam em
público. Isto nem se podia pensar. Seria suficiente para um marido pedir
divórcio.
  A barreira física é vencida pelo próprio Jesus, pois o texto informa que ele
estava “ cansado da viagem”, “com sede”. Neste texto vemos a humanidade de
Jesus, mas ao mesmo tempo vemos o seu profundo amor, pois nem caseira, nem
sede, impediu-o de falar com alguém que precisava do seu amor.
  A barreira espiritual-religiosa: os seus discípulos e muitos tinham ouvido falar
de que Jesus era o Filho de Deus. Era conhecido como um rabino. Pelo menos
era alguém com uma religiosidade acima do comum. Mas Ele não se importou
falar com alguém que possivelmente era considerada uma pecadora, visto que
alguns comentaristas afirmam que o horário em que esta mulher foi tirar água
era um horário separado para mulheres com problemas morais.
  2. A Superioridade da Mensagem versículos 10-15
    Jesus apresentou que Ele tinha algo superior àquilo que ela procurava. Ela
  deveria aprender três coisas: a respeito do dom de Deus; quem é aquele que
  falava com ela e a respeito da água viva que jorrava para a vida eterna. Esta
  água era diferente daquela água do poço, pois esta estava estagnada.
  Possivelmente uma referência a Is:12:2-3: “Eis que Deus é a minha salvação;
  eu confiarei e não temerei porque o Senhor, sim o Senhor é a minha força e o
  meu cântico; e se tornou a minha salvação. Portanto com alegria tirareis
  águas das fontes da salvação”.
    O que Jesus oferecia era algo superior à religião legalista e tradicional dos
  samaritanos. Ele oferece algo superior. Algo que produz vida.
3. Por Causa dos Problemas Humanos versículos 16-19
    Não podemos deixar de crer que Jesus conhecia, por causa da sua
  onisciência, o problema de mau relacionamento moral-familiar em que a
  mulher vivia. Mas Ele trata a questão com a sabedoria daquele que conhece a
  fragilidade do ser humano. A mulher tinha feito um pedido (vers.15), Jesus
                                        99
 não o negou, nem o concedeu, mas colocou uma questão a ser resolvida. Pela
 palavra de ciência, Jesus sabia que havia alguma coisa a ser tocada para
 avançar no conhecimento e na experiência com Deus. Jesus fazia o seu alvo
 na parte mais importante desta mulher. Enquanto a mulher falava, Jesus falou
 a consciência. Jesus se importava com a mulher e seu problema familiar. Jesus
 e o evangelho, e, consequentemente a evangelização, devem responder as
 perguntas da vida, o evangelho é pé no chão.
4. A Necessidade de Deus no Homem versículos 20-24
   Sabemos que o homem é um ser religioso. A tecnologia, os costumes, etc.,
 podem mudar, porém, a religiosidade do ser humano não muda. Nada
 formulado pelo homem pode suprir esta necessidade.
   A discussão aqui se dá em termos de adoração. A pergunta era simples:
 Onde adorar? A resposta frustrou a mulher como frustraria a qualquer judeu,
 pois para Jesus não é onde as pessoas adoram a Deus, mas como o adoram.
 Isto significa atitude do coração, da mente e da obediência à verdade,
 enquanto objeto de adoração. Jesus também dá o método da adoração “ em
 espírito e em verdade”. Desta forma o homem só se encontra e realiza quando
 volta-se para Deus com o intuito de adorá-lo. As perguntas feitas pela mulher
 ainda precisam ser estudadas e praticadas as suas respostas: onde se deve
 adorar (vers.21); o que se deve adorar? (vers. 22 e 24); como se deve adorar?
 (vers. 23-24). Às vezes o ser humano, entenda-se cristão, vive o que está
 escrito em Ec:7:29          “Eis que isto tão somente achei: Que Deus fez o
 homem reto, mas os homens buscaram muitos artifícios”
   O ser humano na atualidade quer saber de Deus, mas o cristão tem tantos
 artifícios, que falamos de tudo, menos de adorar a Deus, ou de um encontro
 pessoal com Deus, do interesse de Deus pelo homem e da necessidade da
 adoração por parte deste. As igrejas têm todos os tipos de programações e
 algumas são até criativas. Elas tem departamentos, organizações, clubes, etc.,
 mas quase não há objetivo nela de fazer discípulos. Não há um visão para isto,
 mas artifícios para o não-cumprimento da Grande Comissão tornando-se
 assim a Grande Omissão da igreja.
 5. Pela Possibilidade de um Encontro com Deus versículos 25-30 e 39
   A mulher tinha uma idéia, embora vaga, da vinda do Messias, pois ela
 exclama: “Eu sei...”. Mas nunca esperava uma resposta tão fulminante como
                                     100
 afirmou Jesus: “Eu o sou, eu que falo contigo”. A idéia da mulher era um
 tanto vaga, pois ela diz: “ quando ele vier...” Ao que Jesus retruca: Eu o sou...
 a esperança se encarnou, sou eu, não precisa mais esperar, está na sua frente; a
 esperança está falando contigo. Ao ouvir tudo isto a mulher deixou o cântaro e
 foi pregar. A mulher samaritana sai de uma vaga idéia de Deus para um
 profundo encontro com Ele.
6. Pela Propagação do Evangelho vers.40-42
   O evangelista João ao escrever esse fato, algumas décadas depois, mostrava
 que o evangelho não estava limitado racialmente. Mas o evangelho é
 universal. Filipe no livro de Atos encontrará uma certa facilidade de pregação
 pois possivelmente aqueles samaritanos tivessem escutado alguma coisa
 relacionada a Jesus e a sua visita em Samária. Desta forma vemos a
 universalidade do evangelho e a sua propagação.
   Não deve ser esquecida a última ordem de Jesus relatada pelos evangelistas
 em diferentes maneiras (Mt:28:18-20; Mc:16:15; Lc:24:47; Jo:20:21; At:1:8)
 O que temos uma única ordem encontrada em cinco livros do Novo
 Testamento. Como dizia o pregador Spurgeon: “ Fazer outra coisa na igreja e
 não evangelizar é semelhante a ajeitar os móveis quando a casa está pegando
 fogo”. Este pensamento deve ser encarado da mesma forma em relação a
 “fazer discípulos”.
  Que Deus nos assista e possamos como igreja de Cristo, cumprir a Grande
 Comissão - Fazendo discípulos de todas as nações.




                                       101
TREINAMENTO PARA PASTORES E LÍDERES
  Caixa Postal,10 CEP 14870-000 - Jaboticabal - SP/
                Tel/Fax (016)323-40-40
                         (011)449-69-06
         Pr. José Miguel Mendoza Aguilera
         E-mail: jmaguilera@netsite.com.br




                         102

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:70
posted:11/16/2011
language:Portuguese
pages:102