mat ria com fotos dos profetas onde os gestos detalhes figuram

Document Sample
mat ria com fotos dos profetas onde os gestos detalhes figuram Powered By Docstoc
					                         DETALHES MAÇÔNICOS
              NOS PROFETAS DE CONGONHAS
        Ao iniciarmos o trabalho solicitado pelo eminente Ir Márcio Corrêa Fernandes,
atendendo a um pedido do Ir Luiz Carlos Lozio do Or.: de São Paulo, no qual fotos dos
profetas esculpidos por Aleijadinho mostrariam gestos e detalhes denotando atitudes
maçônicas deixadas como símbolo em seu trabalho, não imaginávamos o quão prazeroso e
enriquecedor seria. Para isso tivemos que ler alguns livros, pesquisar sites na internet, e,
sobretudo visitar Congonhas, que agora sabemos tão perto, tão desconhecida de todos nós e
com um passado tão importante para a maçonaria.
        Para que possamos entender o que passou e vincular os profetas de Congonhas à
maçonaria é necessário que façamos um paralelo entre:

       Cronologia Maçônica Internacional                e     Cronologia de vida dos Conjurados
                                                        1720/Jun. - Sedição de Vila Rica. Felipe dos
 1719 - Isaac Newton, é eleito como 3° G M da         Santos foi enforcado em Vila Rica.
 G L (Londres).                                       1728/29 Ago - Nasce Antônio Francisco Lisboa —
 1720 - Set 29 - Na taverna Armas do Rei, com a         O Aleijadinho.
 presença de 16 Lojas, James Anderson (1680-            1729/ 5 Jun. - Nasce, em Mariana, Cláudio Manoel
 1739), foi incumbido de colocar as velhas              da Costa.
 Constituições Góticas em ordem aproveitando os         1742 - Nasce, no Rio de Janeiro, Alvarenga
 manuscritos existentes.                                Peixoto.
 1723 - Jan 17 - J. Anderson é eleito 2° G Vig,       1744/11 Ago. - Nasce, na cidade do Porto, Tomás
 sendo o 7° G M o Duque de Dalkeit . Foi neste        Antonio Gonzaga.
 momento        de     J.    Anderson      apresentou   1746 - Nasce, na Fazenda do Pombal, na Vila de
 orgulhosamente a primeira edição do Livro das          São João Del Rei, Joaquim José da Silva Xavier, o
 Constituições Constitutions ofthe Free-masolis).       Tiradentes.
 Fev 28 - A G L aprova a venda para o público do      1771- Início do sistema da Real Extração no
 livro da Constituição de Anderson.                     Distrito Diamantino.
 1733 - Benjamin Franklin dirige a primeira edição      1789/14 Mar. - O Visconde de Barbacena envia
 americana do Livro das Constituições de Anderson.      uma carta à Câmara de Vila Rica comunicando a
 1738 - Abr 28 - O Papa Clemente XII lança a Bula In    suspensão da derrama, ou seja, a cobrança dos
 Eminenti Apostolatus Specula. Nesta Bula se            impostos atrasados.
 condena a Maçonaria por seus segredos e por            1789/15 Mar. -Joaquim Silvério dos Reis apresenta
 outros a "de nos conhecidos" e 'expressamente          sua carta delação ao Visconde de Barbacena.
 proibido que os padres católicos participem da          1789/4 Jul. - É encontrado morto em sua cela, na
 maçonaria.                                             casa dos Contos, em Vila Rica, o advogado
 1743 - Fev 23 - A Inquisição em Lisboa tortura         Cláudio Manuel da Costa.
 cruelmente o irmão John Coustos.                       1792/21 Abr. - É enforcado no Rio de Janeiro
                                                        Joaquim José da Silva Xavier.
 1750 - Mar 13 - Benjamin Franklin é eleito G M
                                                        1792/5 Mai. - São enviados presos para a África os
 da G L da Pennsylvania.
                                                        seguintes réus civis da Inconfidência Mineira:
 1751 -Mai 18 - O Papa Benedito XIV lança a Bula
                                                        Tomás Antônio Gonzaga, Vicente Viera da Mota,
 Providas Romanorum Pontificium contra a
                                                        José Aires Gomes, João da Costa Rodrigues,
 maçonaria.
                                                        Antônio Oliveira Lopes, Vitorino Gonçalves Veloso,
 1752 - Nov 4 - Iniciado em George Washington,
                                                        Salvador Carvalho do Amaral Gurgel.
 libertador e primeiro Presidente dos EEUU.
                                                        1792/22 Mai. - São enviados presos para a África
 1780 - É iniciado Goethe na Loja Amália de Weimar.
                                                        os seguintes réus civis da Inconfidência Mineira:
 1784 - Dez 24 - Mozart é iniciado no outono,
                                                        José Martins Borges, José de Resende Costa, pai,
 proposto por seu amigo o Barão Otto von
                                                        José de Resende Costa, filho, Domingos Vidal de
 Gemmingen.
                                                        Barbosa, João Dias da Mota.
 1789 - George Washington assume a Presidência do
                                                        1792/24 Jun. -São enviados presos para a África
 USA.
                                                        os seguintes réus civis da Inconfidência Mineira:
 1796 - Fundado em Pernambuco, o Areópago de
                                                        Inácio José de Alvarenga Peixoto, Luis Vaz de
 Itambé.
                                                        Toledo Piza, José Álvares Maciel, Francisco
 1807 - Fundada na Bahia, Brasil, a Loja Virtude e
                                                        Antônio de Oliveira Lopes.
 Razão.
                                                        1805 -Antônio Francisco Lisboa termina as obras
 - Fundada na Bahia, Brasil, a Loja Humanidade
                                                        das Capelas de Passos e Profetas para a Basílica
                                                        de Bom Jesus do Matozinhos, em Congonhas.
                                                        1814/18 Nov. - Falece em Vila Rica Antônio
                                                        Francisco Lisboa.
         Como podemos constatar Aleijadinho viveu em uma época de grande envolvimento
maçônico de praticamente todos os artistas, pensadores, políticos, mandatários, com os quais
nosso Antônio Lisboa teve contato por ser irmão de sangue de Padre Félix e irmão dos
conjurados.
         Os conhecimentos maçônicos chegaram ao país através de estudantes como Vital
Barbosa, José Joaquim de Maia, José Álvares Maciel e tantos outros, provindos da Europa.
         Aleijadinho, através dos profetas, imortalizou os doze conjurados já que os profetas
bíblicos são dezessete. O livro, muito bem escrito de Isolde Helena Brans Venturelli, disponível
para quem quiser se aprofundar nestes conhecimentos, chama-se Profetas ou Conjurados?
         Pelas fotos os Iirpoderão tirar suas conclusões, lembrando que os sinais não podem
ser tão explícitos, uma vez que o escultor seria morto tão logo fosse descoberto na época em
que viveu. Também não poderemos mostrar os detalhes pelo risco de revelar os sigilos que nos
envolvem. Sabemos que os leitores deste trabalho saberão interpretá-los.

             Para exemplificar o método arquitetônico - simbólico - utilizado por Aleijadinho
             vamos analisar a figura ao lado:
             - nela se vê a coroa de Cristo;
             - um pequeno rosto de anjo, que no conjunto passa a ser o queixo de Cristo;
             - um livro aberto cuja sombra se transforma nos olhos e face;
             - a sombra da coroa formata o contorno do rosto com sua barba.
             Este artifício é usado em todos os detalhes maçônicos dependendo portanto da
posição em que se observa determinado profeta.



                                    Posições dos profetas



           JONAS              DANIEL               OSÉIAS              JOEL



                         BARUC                          EZEQUIEL


AMÓS                                                                                NAUM



     ABDIAS                                                                HABACUC



                              ISAÍAS               JEREMIAS
ISAÍAS – A inscrição do filactério do profeta diz:– "Quando os serafins
celebravam ao Senhor, por um serafim, com uma tenaz, uma brasa
foi encostada aos meus lábios." Este versículo descreve um dos
acontecimentos capitais na vida do Profeta, ou seja, a tomada de
consciência de sua vocação, durante uma aparição do Deus de Israel
entre uma Corte de Serafins, um dos quais purifica os lábios do
profeta com um carvão ardente, preparando-o assim para sua nova
missão. Segundo a professora Isolde Helena Brans, Isaías representa
o inconfidente Domingos de Abreu Vieira, interrogado à exaustão e
"instado" a falar, tendo em vista, certamente, o fato de ter sido muito
ligado a Tiradentes, de quem era compadre (batizou uma filha do
Alferes) e por ser um dos financiadores do movimento.
Este profeta, se olhado mais pela direita nos revela um sinal dos mais
conhecidos, além de ser o único a usar capuz, é o mais velho dos
confidentes.



JEREMIAS – O pergaminho do profeta diz:– "Eu choro o desastre da
judéia e a ruína e rogo (a meu povo) que queiram voltar ao seu
Senhor" (Jer cap. 35). O profeta está junto a Isaías, ambos ladeando
o portão de ingresso ao adro e é autor dos livros proféticos
(Lamentações) e sobremodo famoso pelas suas previsões da ruína
iminente de Jerusalém. Representa, segundo a professora, Francisco
de Paula Freire Andrade, que era Tenente-Coronel e ocupava o
segundo posto na hierarquia da capitania. Domingos de Abreu Vieira
(que doaria a pólvora) e Francisco de Paula Freire (que entraria com
a tropa regular de Vila Rica) situam-se como os dois primeiros
inconfidentes aliciados por Tiradentes.
Nesta figura, a princípio não conseguimos identificar nenhum sinal
maçônico.



ABDIAS – A inscrição do filactério que o profeta segura na mão
esquerda, diz: – "Eu vos arguo, Idumeus e gentios. Anuncio-vos e vos
prevejo pranto e destruição"(Ab Cap. 1). De acordo com a Professora
Isolde, Abdias esboça uma advertência com o braço direito alçado e o
indicador em riste, apontado para o alto. Representa José Álvares
Maciel, uma esperança de futuro do País, em termos libertários e de
homem de saber necessário para a nova República que estava por
nascer.

Este profeta revela um sinal conhecido dos graus filosóficos.
HABACUC – O pergaminho diz: – "Eu te acuso, Babilônia, Babilônia, e
a ti tirano da Caldéia, mas eu te canto em salmos, Deus que alimenta"
(Hab Cap. 1). Foi contemporâneo de Nahum e Jeremias e assistiu à
queda do reino de Jerusalém em mãos dos caldeus e a posterior
deportação de seus habitantes para a Babilônia. Na obra do Aleijadinho
aparece com o punho esquerdo cerrado, um gesto de protesto.
Representa Domingo Vidal Barbosa, que estudou em Montpellier com
Álvares Maciel (Abdias). Esteve junto com Maia procurando por
Thomas Jefferson, com a finalidade de pedir ajuda para a nova
República que iria emergir em Minas Gerais.




BARUCH – A inscrição latina, sustentada à mão direta, diz: – " Predigo
a vinda de Cristo na carne e o fim dos tempos do Mundo, e aviso aos
fiéis" (Br Cap. 1). O profeta está situado no pedestal que arremata o
muro de alinhamento central do adro, na extremidade oposta à
Ezequiel. Era secretário de Jeremias e tinha a missão de escrever as
suas profecias. Segundo a professora Isolde, representa Salvador
Carvalho do Amaral Gurgel, praticante de medicina, vindo de Parati –
"a cidade maçônica" – pretendia tornar-se o cirurgião da tropa regular
de Vila Rica e com esta aspiração aproximou-se do Comandante da
tropa Francisco de Paula Freire, (Jeremias), tornando-se seu discípulo.

Este profeta, se olhado mais pela esquerda - os pés - nos revela um
sinal dos mais conhecidos.




JONAS – A sua inscrição diz – "Absolvido pelo monstro fico três dias e
três noites no ventre do peixe. Depois venho a Nínive" (Jn Cap. 02). A
história da vida do profeta, destaca a sua recusa a Iavé de ir pregar em
Nínive e em seguida o episódio do castigo sob a forma da permanência
no ventre da baleia. É interessante notar que o Aleijadinho colocou-o
numa posição de destaque no parapeito de entrada do adro, junto a
Daniel (Tomás Antônio Gonzaga). A professora Isolde Helena chama a
atenção do aspecto amorfo do profeta: a superfície dos olhos de Jonas
é inteiramente lisa, o que lhe empresta uma expressão vaga, como a
rigidez da morte, os músculos faciais estão caídos e a boca
entreaberta. O Jonas saído da baleia não teria essa interpretação fúnebre. Representa
Tiradentes, que esteve preso por três anos e teve, depois, seu corpo esquartejado e espalhado
por todos os locais onde fazia pregação, na chamada Nínive mineira.



                         DANIEL - Em seu pergaminho lê-se: – "Encerrado na gruta dos leões
                         por ordem do rei, liberto-me incólume com o auxílio divino(Dn Cap. 6).
                         Situado em posição de destaque, na passagem de acesso do adro ao
                         plano mais elevado, esta localizado frente a Oséias e parece travar
                         com este um diálogo. Daniel, como Ezequiel, sofreu o cativeiro da
                         Babilônia, onde entretanto, chegou a alcançar grande prestígio junto
                         aos governadores graças sobretudo a seus dons de interpretação de
                         sonhos e escritas misteriosas. Simbolicamente, representa Tomás
                         Antônio Gonzaga que, sendo um dos cabeças da Conjuração, com
                         habilidade e ajuda dos companheiros, escapou à pena de morte e
                         apesar de condenado ao degredo por dez anos, acabou trabalhando
                         na Justiça Colonial.




                       OSÉIAS – O texto diz: – "Aceite a adúltera, disse-me o Senhor: Eu o
                       executo: Ela, feita esposa, concebeu prole, concebeu e pariu" (Os Cap.
                       1). Oséias, na frente de Daniel, porta uma pena, como se estivesse
                       pronto a copiar algo que Daniel lhe ditasse. É o mais importante dos
                       profetas menores, cujo nome é a abreviatura de "Iave" (Salvador).
                       Representa Inácio José de Alvarenga, dileto amigo e prestimoso
                       colaborador de Tomás Antônio Gonzaga. Era estudioso de leis e poeta,
                       fazendo odes aos governantes (como era o costume da época) e à sua
                       esposa (Bárbara Heliodora), uma das mais belas mulheres de Vila
                       Rica.

                       Este profeta - os pés - nos revela um sinal dos mais conhecidos.




                       JOEL – O pergaminho diz: – "Eu explico à Judéia o mal que causarão
                       à Terra a lagarta, o gafanhoto, o besouro, a mangra do trigo." Joel é o
                       segundo dos profeta menores no Cânon Bíblico. O seu livro de
                       Profecias tem apenas três capítulos e focaliza o fim dos tempos e o
                       Juízo Final. O primeiro capítulo é uma discrição de terríveis pragas:
                       lagartos, gafanhotos, burgos (besouros) e alforra (ferrugem). No
                       filactério há claramente um alerta contra as pragas e insetos
                       predatórios que danificam os produtos da Terra. Joel é Cláudio Manuel
                       da Costa, por sua vivacidade, espírito folgazão, e que teve de
                       denunciar Alvarenga, daí estar de costa para Oséias (José de
                       Alvarenga).
NAUM – O filactério é uma síntese da idéia principal do seu livro de
provérbios e diz: – "Exponho que castigo espera Nívive pecadora.
Declaro que a Assíria será completamente destruída" (Na Cap. 01). Os
seus vaticínios não se dirigem ao povo de Israel e sim aos opressores
assírios. O seu livro têm como temática única e exclusiva, a ruína de
Nínive. Naum corresponde ao coronel de auxiliares Francisco Antônio
de Oliveira Lopes, primo de Domingos Vidal Barbosa, que convidado a
participar da Conjuração, recusou o convite e fora chamado por
Tiradentes de "mofina". Mais tarde, por ação de Vidal Barbosa, foi
assumindo a posição de inconfidente, mas quando Tiradentes foi
descoberto, Oliveira Lopes tornou-se um delator. Por isso, sua figura é
deprimida, trôpega, perfil própria dos traidores e dos ambíguos.




AMÓS - A sua inscrição diz: - "Feito primeiro pastor e depois profeta,
invisto contra as vacas gordas e contra os Próceres" (Am Cap. 1). O
profeta viveu no século VIII a. C. e é um dos mais antigos profetas de
Israel. Segundo suas palavras, foi pastor antes de ser chamado para o
Ministério Profético do Senhor. Seu estilo é simples e enérgico,
utilizando com freqüência imagens tomadas da natureza e da vida
pastoril, daí a expressão "vacas gordas" para designar as classes
dominantes locupletadas de riquezas, enquanto os pobres morrem à
míngua. Representa o próprio Aleijadinho, que investe contra as
classes privilegiadas e contra os governantes.

Este profeta tem detalhes nos pés, o direito está desnudo, é o único
de calças normais, e tem feições de mulato.

O detalhe dos dedos abaixo nos mostra claramente que se trata de
Aleijadinho, deformidades causadas pela doença.
Esta pesquisa foi realizada pelos Iir:

Antônio Caetano da Silva - L M ―Caminhos da Liberdade‖, OrCons. Lafaiete MG

José Carlos Peres Cancela - L M ―Caminhos da Liberdade‖, OrCons. Lafaiete MG

José Emilio Nascimento - LM―Cidade dos Profetas ‖, OrCongonhas MG

Márcio Antônio Coelho - LM―Cidade dos Profetas ‖, OrCongonhas MG

Natanael Nascimento Rodrigues - LM―Caminhos da Liberdade‖, OrCons. Lafaiete MG




                                                     Bibliografia:


1. Profetas ou Conjurados? – ed. ESCOLAS PROFISSIONAIS SALESIANAS – 1982, Isolde Helena Brans Venturelli.

2. O Aleijadinho – ed. Record 1971, Germain Bazin.

3. Autos de Devassa da Inconfidência Mineira – ed. MEC 1936

4. Confidências de um Inconfidente – ed. ESPÍRITA RADHU LTDA – 1987, Marilusa Moreira Vasconcelos

5. Aleijadinho – ed. ESPÍRITA RADHU LTDA – 1997, Marilei Moreira Vasconcelos

                                                        SITES:

www.descubraminas.com.br

www.congonhasdocampo.com.br

www.estradareal.org.br

www.arquitetura.ufmg.br

www.mineiros-uai.com.br

Entre outros aqui não citados.

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:41
posted:11/1/2011
language:Portuguese
pages:7